12 de Outubro: Dia da Criança, o Que Deveriamos Ser – Por Wilson Bernardo

 

O que todos nós deveríamos ser, e sem esquecer o que muitos de nós desejávamos e não conseguimos, hoje possibilitamos aos nossos filhos e netos o prazer de ser criança. Ser criança é ter o direito de oportunidades, lazer, arte e acima de tudo o direito a educação, conciliado ao prazer de brincar e se encantar com o mundo mágico do faz de conta, mas sem perder a dura realidade do mundo, conturbado em drogas e desafetos abusivos contra crianças indefesas.
O circo é um palco eterno ao sonho de ser criança

Brincadeiras de parque de diversões, no imaginário de sermos crianças

A arte de se fazer ficção em realidade de ser arte do cotidiano

Unirmos para que no futuro as grades não sejam um divisor de magoas

O céu não será nunca um limite quando se busca verdades

Pensativa a esperar um tempo melhor de flores

Nos caminhos trilhados, caberá sempre mais uma criança em busca de felicidade

Vou me embora pois a banda ainda não passou

Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Pianista sem braços vence concurso na China

 


O jovem Liu Wei, que perdeu os dois braços em um acidente durante a infância, foi o grande vencedor do show de calouros China’s Got Talent, no domingo. Tocando apenas com os pés, ele executou You’re Beautiful do britânico James Blunt diante de um estádio lotado em Xangai. Os três jurados do programa elogiaram a determinação do rapaz de 23 anos e o incentivaram a correr atrás dos seus sonhos. Como prêmio, Liu foi convidado a acompanhar o cantor de Taiwan Jolin Tsai. Os braços de Liu tiveram que ser amputados depois que ele sofreu um choque elétrico aos dez anos de idade, quando brincava de esconde-esconde. Hoje, ele usa computadores, escova os dentes, se veste e, claro, toca piano, usando apenas os pés.

Fonte: BBC Brasil

Todos vamos ao teatro !

Oi, gente!
Fiquem de olho na maior agenda de espetáculos do Nordeste!!!

Vamos ao teatro2

A COMÉDIA DA MALDIÇÃO, Cia. Cearense de Teatro Brincante – Acopiara-CE (dia 15 de out.), Juazeiro do Norte-CE (dia 30 de out.) e Crato-CE (dia 11 de nov.).
O PECADO DE CLARA MENINA, Cia. Cearense de Teatro Brincante – dia 12 de novembro, em Crato-CE.

2ª GUERRILHA DO ATO DRAMÁTICO CARIRIENSE – de 5 a 27 de novembro de 2010, no Teatro Rachel de Queiroz (palco e arena), Crato-CE – A maior mostra do teatro cearense!!! 43 espetáculos de teatro e dança (a programação oficial será divulgada amanhã). O Cariri mostra a sua arte e reafirma sua identidade!!!

Beijos Brincantes!!!

Cacá Araújo
(88) 8801.0897 / (88) 9960.4466 / (88) 3523.7430

O 12 de Outubro por João Marni de Figueiredo

A esperteza e o oportunismo do homem para ganhar e acumular dinheiro são impressionantes. Dentre as várias maneiras conhecidas, uma é estabelecer datas comemorativas, a exemplo de 12 de Outubro, Dia da Criança. Por algumas horas ficamos com a impressão de que tudo transcorre às mil maravilhas com os baixinhos: uma festa! Na manhã do dia seguinte estarão fechadas as cortinas do grande teatro fictício e a vida nos revelará a realidade cruel: o descaso com a criançada, seja em sua educação escolar, em sua moradia sem saneamento e água potável ou na assistência de uma saúde pública sem qualidade e de difícil acesso. Poderão dizer os espertalhões que tudo se deve ao impacto da Revolução Industrial, que possibilitou a entrada da mulher no mercado de trabalho, alterando a forma da família cuidar e de educar seus filhos. Balela! O que falta mesmo é vontade e responsabilidade em políticas públicas, recursos com destinação correta e não em malas, meias e cuecas!…

Dada a ênfase da política macroeconômica atual, focalizada na realização de um elevado superávit primário para pagamento de juros, encargos e serviços da dívida externa brasileira, torna-se difícil acreditar que serão efetivados os investimentos e metas propostos.

De fachada, puro efeito cosmético, criou-se, dois anos após a aprovação da Constituição Federal de 1988, o “Estatuto da Criança e do Adolescente” (Lei 8069/90), onde o artigo 227 inseriu as crianças no mundo dos direitos humanos. Pelo art. 3º. eles devem ter assegurados os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, para que seja possível, desse modo, terem acesso às oportunidades de desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade. Presumem-se os direitos ao afeto, o de brincar, o de conhecer e o de se expressar. São atores do próprio desenvolvimento. Mas tem funcionado? É o que temos observado? Não nos esqueçamos do número escandaloso de crianças que morrem devido a sede e a fome por políticas públicas equivocadas.

Não deveria haver ninguém que sofresse por falta do necessário. O atual pontífice, Bento XVI, bem resumiu, numa declaração, esta situação: “De todas essas crianças, eleva-se um grito de dor que interpela e sacode nossas consciências”. Crianças, as criaturas mais frágeis e indefesas e, dentre elas, as sofredoras, pedem a nossa atenção. Pequenos seres humanos que carregam já em seus corpos e mentes, conseqüências de atrocidades da irresponsabilidade de quem os deveria proteger. Feridos no corpo e na alma em conflitos armados, vítimas inocentes dos insensatos. Meninos e meninas de rua, menores profanados por pessoas inescrupulosas que violam a sua inocência, provocando-lhes seqüelas indeléveis. Diz-se que Deus não nos manda sofrimento sem enviar a força para suportá-lo. Mas não interferir, deixando uma criança à própria sorte, empenhada em tourear a fome, o frio, a dor e o medo, é de uma crueldade sem perdão.

Nada mais triste do que a visão de uma criança a perambular à toa, descalça, suja, com roupas puídas, faminta, chorando e sem norte. Damos-lhe as costas e seguimos em frente, afinal não batem os nossos DNAs. Ainda não percebemos que somos, cada um de nós, responsáveis diretos ou indiretos por suas mazelas. Esse ser exuberante de vida é a vergonha andante que experimentamos enquanto humanos, sombra de nós mesmos, consciência materializada das nossas omissões. O pior é que aquela criança poderá, no futuro, estar a nos esperar num sinal de trânsito do cruzamento da Rua da Esperança com a Rua da Solidariedade, num ajuste de contas dantesco entre a inocência desprezada e seu verdugo de outrora. ouvir-se-ão simultaneamente o som da batida do martelo de Deus e o do estampido de uma arma de fogo…
João Marni de Figueiredo,
do Instituto Cultural do Cariri

Juazeiro lança projeto Uma Biblioteca em Cada Comunidade

O projeto Uma Biblioteca em Cada Comunidade será lançado, no dia 15 de outubro, às 19h, no Pólo de Atendimento do Bairro João Cabral, pelo Prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana, e pelo Secretário de Cultura, Fábio Carneirinho. Na oportunidade será inaugurada a primeira Biblioteca Comunitária denominada de Padaria Espiritual Enock Rodrigues, com um acervo de mais de três mil livros. “Esta será um protótipo para as 19 bibliotecas que serão criadas pela Administração até o Centenário de Juazeiro. A Secretaria de Cultura pretende, até o final do ano, criar mais seis, nas seguintes localidades: bairros Vila Nova, Frei Damião, Parque Antônio Vieira, Sítio Gavião, ONG Juriti e Socorro”, enfatiza Franco Barbosa, Assessor Técnico da Secretaria de Cultura, autor do projeto.
Os livros foram doados pela Fundação Enock Rodrigues, através de Elmano Rodrigues, que se fará presente à abertura dessa primeira biblioteca. A seleção do acervo para cada comunidade está sendo realizada pela Empresa Junior da Universidade Federal do Ceará, com os alunos do curso de Biblioteconomia. Uma parte das 12 toneladas de livros doados pela Fundação será destinada ainda aos sítios Malhada e Assentamento 10 de Abril, em Crato, como também a comunidades de Barbalha, Antonina do Norte, Mauriti e Caririaçu.
Neste sentido, Fábio Carneirinho está convidando você e sua família para se fazer presente ao evento, e solicita a todos doação de livros para as próximas bibliotecas, não importa a quantidade, pode ser um livro e pode ser uma caixa, ou mais. Dê um presente a Juazeiro neste Centenário.

teste2

teste

566

56665

12 de Outubro: Dia da Criança, o Que Deveriamos Ser – Por Wilson Bernardo

O que todos nós deveríamos ser, e sem esquecer o que muitos de nós desejávamos e não conseguimos, hoje possibilitamos aos nossos filhos e netos o prazer de ser criança. Ser criança é ter o direito de oportunidades, lazer, arte e acima de tudo o direito a educação, conciliado ao prazer de brincar e se encantar com o mundo mágico do faz de conta, mas sem perder a dura realidade do mundo, conturbado em drogas e desafetos abusivos contra crianças indefesas.
O circo é um palco eterno ao sonho de ser criança

Brincadeiras de parque de diversões, no imaginário de sermos crianças

A arte de se fazer ficção em realidade de ser arte do cotidiano

Unirmos para que no futuro as grades não sejam um divisor de magoas

O céu não será nunca um limite quando se busca verdades

Pensativa a esperar um tempo melhor de flores

Nos caminhos trilhados, caberá sempre mais uma criança em busca de felicidade

Vou me embora pois a banda ainda não passou

Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Música de Qualidade - 24h!

300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

outubro 2010
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2014

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -