Artigos escritos por liszt

Arrastaí!: a volta de Miguel ao Crato.

Casa de Dona Benigna, mãe de Miguel Arraes (foto capturada do Cariricaturas)
Em 1979, após a Lei da Anistia ter sido aprovada no Congresso Nacional, centenas de exilados começaram a retornar ao Brasil, dentre eles os ex-governadores Leonel Brizola e Miguel Arraes. Lembro bem dessa época, pois ainda menino, despertava para a história política do país, com grande curiosidade pelas coisas  mais recente e próximas.
Lembro com nitidez dos acontecimentos daquela época. A volta do pluripartidarismo, com as siglas que eram anunciadas: PMDB, PDS, PP, PDT, PT e o então legalizado PCB. O debate  voltava a fluir, com a distensão do regime e os lançamentos editoriais que ajudavam a construir a memória da luta contra a ditadura. Um livro, particularmente, chamou-me atenção e ajudou na minha formação política: Carbonários, Memória de uma Guerrilha Perdida, de Alfredo Sirkys.
Melhor que o passado escrito era o passado que voltava ao vivo e em cores. Lembro, assim, com riqueza de detalhes, da volta triunfal de Miguel Arraes ao Crato, para reencontrar, depois de 15 anos, sua mãe, dona Benigna. Era sábado, por volta do meio-dia quando ele chegou à casa localizada no início da rua Dr. João Pessoa, que estava lotada de gente, espalhada pelo enorme jardim, pela sala, cozinha e quartos. Antes, ele percorreu algumas ruas em carro-aberto, à frente de uma carreata, saudado pelo povo.
Fui para este evento porque Arraes sempre foi um nome familiar. Meu pai, durante a permanência de Miguel Arraes no exílio, na Argélia, dava assistência à sua mãe e irmãs que residiam no Crato. Como era leitor assíduo de jornais e revistas, papai colecionava toda e qualquer referência a Miguel Arraes e repassava para elas. Quando retornou, Miguel Arraes, em cortesia, ofereceu ao meu pai o livro Jogos do Poder, de sua autoria, com dedicatória e agradecimento.
Tenho este livro sob a minha guarda. Bem guardado e com carinho.

O Dia dos Solteiros – Mônica Araripe

O Dia dos Solteiros é comemorado em 15 de agosto. Não sei quem inventou esta data, nem porque, mas dá pra dizer que é um contraponto ao Dia dos Namorados. Então, vamos lá …
O melhor de se estar solteiro é estar disponível para se envolver com quem quiser.
O solteiro não deve satisfação pra ninguém; não tem hora pra chegar em casa, nem tem que dar explicações sobre onde e com quem estava. O solteiro pode planejar seus fins-de-semana e suas férias sem precisar pedir a opinião de ninguém. O solteiro pode ler seu livro, jornal ou revista
descansadamente. O solteiro pode ver seus filmes e programas de TV preferidos, sem ter que ouvir opiniões ou reclamações. O solteiro tem mais tempo para os amigos e para fazer o que gosta. O solteiro não fica olhando no relógio a cada minuto enquanto espera o companheiro(a); nem precisa correr quando está atrasado para
aquele encontro.

O solteiro não precisa fazer malabarismos para agradar o companheiro (a) todos os dias.
O solteiro não tem que ir naquela festa de família ou assistir aquele filme chato, só para agradar o companheiro (a).
O solteiro não tem sogra (este pode ser um bom argumento para se continuar solteiro).
O solteiro não precisa ouvir reclamações nem cobranças; nem precisa discutir a relação.
O solteiro não precisa agüentar discussões intermináveis, quando o relacionamento não vai bem.
O solteiro não tem nenhum motivo para sentir ciúme; nem precisa mentir ou inventar histórias.
O solteiro dorme e acorda sem ouvir roncos, nem receber cotoveladas e joelhadas durante a noite.
O solteiro faz sexo sem compromisso e sem obrigação.
O solteiro não se deixou enganar pelas armadilhas do amor e da paixão.
O solteiro não precisa gastar fortunas com telefonemas ou com as despesas da casa.
O solteiro não se preocupa com divórcio ou com divisão de bens.
Talvez o Dia dos Solteiros seja tão desprestigiado porque não tem interesse comercial. Afinal, solteiro não precisa gastar tempo e dinheiro para agradar o companheiro (a), nem tem que fingir que gostou daquele presente de grego.
Se tiver alguém aí querendo acabar com esta minha boa-vida de solteiro é só entrar em contato. Mas já vou avisando: tem que valer muito a pena para me fazer mudar de vida.
Autor: Não mencionado

Parabéns aos meu amigos(as) solteiros, mas posso dizer é muito bom não estar solteira.
Bjo grande.

Mônica Araripe

MESTRE RAIMUNDO ANICETO É HOMENAGEADO NO FESTIVAL TANGOLOMANGO 2010





MESTRE RAIMUNDO ANICETO É HOMENAGEADO NO FESTIVAL TANGOLOMANGO 2010

O Festival Tangolomango é um evento multicultural que acontece programação de palestras, oficinas, mostras audiovisuais, apresentações de música, teatro, circo e dança. Firmou-se como um espaço de divulgação e troca de experiências de iniciativas que promovem a democratização da cultura e comunicação.

Inspirado num fazer coletivo e integrado, grupos de várias partes do País se interpuseram durante três dias de trabalho e intercâmbio de experiências, efetivando-se no dia 7 de agosto de 2010 numa apresentação única e imperdível no anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza-CE.

Este ano, o Tangolomango homenageou dois Mestres da Cultura cearenses: Mestre Zé Pio e Mestre Raimundo Aniceto, do Crato, consolidando sua missão de não apenas prestigiar valores da cultura regional mas, sobretudo, de permitir o diálogo entre diversas expressões contemporâneas ou populares do fazer artístico.

Mestre Raimundo Aniceto, batizado Raimundo José da Silva, lidera a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, a mais importante do país, em atividade há mais de meio século.

A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto participou do evento através da Sociedade Cariri das Artes, e foi acompanhada pelo cineasta e produtor cultural Jackson Bantim, um dos mais ardoros combatentes em defesa da cultura popular no Cariri.

O folclorista, ator e dramaturgo Cacá Araújo, diretor da Cia. Cearense de Teatro Brincante e membro da Sociedade Cariri das Artes, reconhece na arte e sabedoria dos Irmãos Aniceto a profundidade da alma universal do povo caririense, o que a transforma num dos mais significativos símbolos do patrimônio imaterial da nação brasileira.










Que rei sou eu — por Pedro Esmeraldo

Do tempo de minha infância lembro-me de uma música carnavalesca intitulada “Que rei sou eu: sem reinado e sem coroa, sem castelo e sem rainha, afinal que rei sou eu?”.
Nesse caso, confronto esta música carnavalesca com a posição dos políticos do Crato e seus filhos, que permanecem acomodados diante das fronteiras de comportamento injurioso provocado pelos inimigos número um desta cidade, que são os políticos carcarás que vem de fora e que aqui permanecem durante a campanha eleitoral. Antes, Crato era possuidor de um rei dinâmico, oportuno, vibrador, mas neste caso, após o início da década de oitenta, o rei cratense caiu no anonimato, sem castelo e sem coroa, sem reinado e sem rainha, afinal, quem exerceu essa posição de rei e deixou o Crato cair na bancarrota? O que o Crato possuía de bom foi surrupiado pelos piratas inimigos, astuciosos, manobristas, já que dominam esse povo com palavras entorpecentes a fim de levar o que a cidade tem de melhor qualidade. Esse rei enferrujado se desgastou pela força corrosiva do tempo.
Seus filhos (os da cidade), principalmente os políticos, acomodam-se e se despedem facilmente das canseiras políticas. Não enfrentam mais as poeiras dos corruptos eleitoreiros. São barrados por simples palavras lisonjeiras e fogem da luta e não enfrentam os desafios que ocorrem constantemente nesta cidade. São corroídos pela ganância de seus seguidores. Não possuem rainha que venha orientar e encorajar quando se defrontam com as dificuldades. Não há nenhuma manifestação contrária para que possam reagir contra os disparates pecaminosos, tudo isto estimulado pela fraqueza de seus auxiliares, o que com certeza, o rei destronado não substitui por motivos alguns e que ninguém possa entender.
É preciso que haja uma renovação de valores, colocando jovens autênticos e eficientes, que tenham disposição para o trabalho, principalmente trabalhando com amor ao Crato. Só assim poderá conseguir um rei autêntico, valente e que tenha boa vontade de trabalhar e esboçar coragem para trazer boas perspectivas e construir um novo castelo com reinado e com rainha.

Por Pedro Esmeraldo

Histórias e Estórias do Crato de Antigamente – Por: Ivens Mourão

Melito Sampaio Alencar e seus irmãos, Brigadeiro José Sampaio Macedo e Dr.Otacílio Macedo são responsáveis pelas melhores estórias do Crato. Todos muito inteligentes, dotados de um humor irônico, sarcástico.


Brigadeiro e Melito, protagonistas de muitas estórias.


O Melito contava suas piadas ou fazia suas presepadas extremamente sério. Não ria de forma nenhuma. Só interiormente! Costumava fazer ponto na Praça Siqueira Campos pela manhã. Era produtor, dono de engenho. O Brigadeiro era reformado da Aeronáutica, tendo sido o primeiro comandante da Base Aérea de Fortaleza. Participou da Revolução de 32, como legalista, combatendo as forças paulistas com ataques aéreos. Em 1934 comandou uma tropa de 54 homens que tentou prender o famoso Lampião. Chegou a travar tiroteio, sendo atingido no tornozelo, deixando-o com uma seqüela. Lembro-me, bem menino, tê-lo visto fazendo rasantes no Crato, dando “loops” e “parafusos”. Voava quase na vertical, parava o motor e o avião vinha caindo em parafuso. Era a chamada “folha seca”. Tudo isso em teco-teco! Aliás, o primeiro pouso de avião no Crato foi na década de trinta, pilotado pelo Brigadeiro.O avião ainda estava taxiando, quando populares correram para junto do avião. Um deles, parente do Brigadeiro, foi degolado pelo avião. Outra façanha do Brigadeiro foi estabelecer as bases para a implantação do Correio Aéreo Nacional, juntamente com o Marechal Casimiro Montenegro Filho. Enquanto o, então, tenente Montenegro vinha estabelecendo as bases do sul para o Ceará, o Brigadeiro fazia o percurso contrário. Também era produtor, no Crato, dono de engenho.

O Dr. Otacílio era médico, excelente orador e jogador profissional de baralho. Mas a sua grande vocação mesmo era o jornalismo. Patrono da cadeira nº 13 do Instituto Cultural do Cariri. Ficou famosa a entrevista que ele conseguiu com o Lampião, quando esteve em Juazeiro do Norte. Foi a melhor entrevista concedida pelo famoso cangaceiro. Os irmãos Macedo tinham mesmo uma tendência a envolver-se com o Lampião…

O interessante é que não se falavam entre si, mas não deixavam de participar das conversas, na praça. Com um detalhe: para se dirigirem um ao outro, precisavam de um “intérprete”. Caso o Brigadeiro quisesse dizer alguma coisa para o Melito, falava para o “intérprete”. Este repetia tudo, mesmo estando a uma distância de menos de meio metro um do outro. Em seguida o Melito respondia, e o “intérprete” repassava para o Brigadeiro…
O Luís conviveu muito de perto com todos eles. Recorda-se com muito carinho das estórias dos Macedo.

Lampião e Maria Bonita e parte do seu bando com o fotógrafo da Aba Film, Abrahão, que colheu as melhores fotos do famoso cangaceiro. As sandálias deles eram especialmente confeccionadas conforme desenho do Lampião. O solado era no formato retangular e sem salto. Com isto os rastreadores da polícia não sabiam precisar para qual direção se dirigia o bando…


HOMEM TÃO BOM…

O Brigadeiro Macedo, depois que se reformou da Aeronáutica voltou a morar no Crato, readquirindo os hábitos dos donos de engenho da região. Passou a usar as roupas típicas destes senhores: calça e camisa da mesma cor e tecido, geralmente azul. A camisa de manga comprida, com os punhos abotoados e colarinho também. Comprava as terras dos irmãos em dificuldade, principalmente do Dr. Otacílio. Comer na feira ou no mercado do Crato era um dos seus passatempos. Um dado curioso: ficou com pavor a avião. Todos o chamavam de Brigadeiro. Tornou-se tão popular que muitos pensavam que ele nem era da Aeronáutica. É tanto que um dia uma empregada sua disse:
- “Não sei por que é que chamam esse homem de brigadeiro. É um homem tão calmo, tão bom…”

ZÉ DOIDO

Logo após o golpe de 64, Castelo Branco foi fazer uma visita ao Cariri. Desceu no aeroporto do Crato, que ficava na Serra. Quando a comitiva se dirigia para a cidade, fez questão de parar numa curva, no alto da Serra, da qual se descortina todo o Vale.


A vista, do alto da Serra, que impressiona a todos.


É realmente uma visão deslumbrante! Acredito que deva ter se lembrado de uma crônica da sua prima, Rachel de Queirós, na revista “O Cruzeiro”, relatando seu encantamento neste mesmo local. Aliás, a minha mãe também gravou sua admiração para sempre, neste mesmo fantástico panorama, quando os caminhões que traziam as famílias dos meus pais, meu avô (Luis Martins) e Sr. Joaquim Bezerra entraram nesta curva, no recuado ano de 1937. Foi paixão à primeira vista, pelo Crato! O Presidente se hospedou na casa de um grande amigo do Luís, o promotor José Ribeiro Dantas. Era uma casa muito confortável, recém construída e que tinha plenas condições de recebê-lo, principalmente por ser o Crato, na época, bastante carente de hotéis. Na casa e em torno dela instalou-se todo um aparato militar de segurança.

O Brigadeiro Macedo resolveu visitá-lo. Foi chegando e entrando de casa adentro, não dando a mínima para as barreiras de proteção. Quando o Castelo Branco deparou-se com o Brigadeiro, exclamou:

- “Zé Doido!!! O que é que você tá fazendo por essas bandas?!?!.

- “Eu? Fabricando cachaça e vendendo sem selo!”

O ENTERRO

O Brigadeiro Macedo tinha uma fama de birrento, ruim. Ele não ligava a mínima. Até gostava. Tornou-se grande amigo do Chico Soares, conhecido como, ele próprio se dizia, o maior caloteiro do Crato. Na verdade, o Chico era um grande brincalhão e não se sabia o que de verdade tinha nessa fama de caloteiro. O Brigadeiro, justificava esta grande amizade dizendo que, já que falavam que ele não prestava, tinha que fazer amizade com quem não prestava também! Um dia estavam os dois na Praça Siqueira Campos, quando ia passando o enterro da primeira esposa do Professor José do Vale que, aliás, foi meu professor. Lembro-me que, ao atravessar a porta da sala de aula, já ia fazendo o sinal da cruz e rezando o “padre” nosso. A classe inteira, instantaneamente, ficava de pé e rezava com ele. A esposa do professor, também professora, era muito estimada. Uma multidão acompanhava o féretro. Os alunos dos diversos colégios, todos uniformizados, faziam parte do cortejo. O Brigadeiro perguntou para o Chico Soares:

- “Chico, será que no meu enterro vai ter tanta gente assim?”
- “Depende, Brigadeiro, se você for enterrado vivo!…”

AS APOSTAS

O Brigadeiro Macedo justificava muito bem a sua fama! Era muito político e um eleitor de carteirinha do Brigadeiro Eduardo Gomes, como não poderia deixar de ser! Na eleição para Presidente de 1950 apostou, com uma figura importante do Crato, que o Brigadeiro ganharia as eleições. A aposta foi de dez engradados de cerveja. Naquela época o engradado tinha 48 garrafas. Como foi o Getúlio quem ganhou, teve que pagar a aposta. Mandou, efetivamente entregar os dez engradados. Mas com um detalhe: esvaziou todo o conteúdo das garrafas em um tonel, estragando a cerveja. Botou numa carroça e mandou entregar, com um bilhete: “pode medir que tem o conteúdo de 480 cervejas…” Pagou, mas o desafeto não teve o prazer de beber!
Em outra ocasião ele apostou com o Dr. Macário de Brito. Era uma quantia em dinheiro. Ele perdeu. Mas, fez questão de pagar em dinheiro vivo. Saiu coletando moeda e dinheiro velho com tudo que era mendigo e feirante do Crato. Mandou entregar aquele saco de dinheiro velho e moeda. O Dr. Macário, lógico se recusou a receber dizendo que não tinha tempo para estar contando dinheiro velho e moeda. O Brigadeiro, então, depositou o dinheiro em cartório…

AVIÃO DE GRAÇA

O Brigadeiro José Macedo fez muita história no Crato. Era uma figura polêmica e não fazia questão de contemporizar. Não gostava nem um pouco do Padre Cícero. Por isso diziam que ele havia bombardeado o acampamento do Caldeirão, do Beato José Lourenço, apadrinhado do Padre Cícero. Nas conversas, na Praça Siqueira Campos, quando questionado, dizia irritado:

- “Que nada! Eu lá joguei bomba naqueles fanáticos! O que eu fiz foi dar uns vôos rasantes, dizer muitos desaforos e jogar uns panfletos. Naquele tempo os aviões nem carregavam bombas. Além do mais a topografia do local não permitia vôos para bombardeamentos”



Camponeses do Caldeirão. Só queriam viver em paz, produzindo e vivendo em comunidade. A elite dominante não admitia e foram dizimados. Receavam de um novo Canudos…

Por: Ivens Mourão – “Só no Crato” – Direitos de Publicação concedidos ao Blog do Crato para publicação – Proibida a Reprodução.

História do Crato – A Banda do Crato em 1922


A BANDA

O Crato tinha também a sua Banda de Música, financiada pela Prefeitura. No centro da Praça Siqueira Campos a banda fazia exibições, tocando maxixes, dobrados, valsas etc., para o entretenimento das pessoas. Fazia, também, apresentações na Praça Francisco Sá, a da Estação.
O Luís, ainda menino, costumava atrapalhar as apresentações. Simplesmente ia para frente da banda chupar tamarindo ou uma banda de limão. Os músicos dos instrumentos de sopro ficavam com a boca cheia d’água, impossibilitados de tocar…

Banda de Música Municipal do Crato no ano de 1922. Provavelmente alguns destes foram vítimas do Luís…Sentados, da esquerda para a direita: Vida, Laurentino Brandão, Nezinho, Mestre Emídio, Gerson Zabulon, Pedro Maia, Cidrone e João Zumba. Em pé, no segundo plano e na mesma ordem: Antônio de Lima, Joaquim David (Padim), José Júlio, Otávio, Liodório, João Lucena, João Listrano, Vicente Terto e Adriano. No terceiro plano, também da esquerda para a direita: Carimbé, Antônio Borges, Neguinho Feliciano e Raimundo Nonato.

Por: Ivens Mourão – “Só no Crato” – Proibida a Reprodução sem Autorização.

E o Brasil, quer o que com seu ensino superior? – Por: Nelmis Brave


E o Brasil, quer o que com seu ensino superior? (*) Nelson Valente Nos dois últimos governos inventaram índices, condições de oferta, Sinaes, Conaes, IGCs, CPCs, CCs AIEs (Avaliação Institucional Externa), produziram especiosos e detalhistas, senão ineficazes, instrumentos de avaliações, além de Enade, Enem, provinhas e provões, decretos-pontes, reformas universitárias, dilúvios de portarias ministeriais, micro (ou nano) regulatórias, enfim, uma parafernália de mudanças. Tudo muito bonito, mas efetivamente inócuo É um processo avassalador de modificações. Os governos brasileiros, federal e estaduais, têm alergia à ideia de órgãos autônomos, sejam agências reguladoras, sejam universidades, sejam conselhos educacionais. As universidades brasileiras não gozam de autonomia verdadeira. Acho que os políticos brasileiros pensam que autonomia seja equivalente à soberania.

Neste sentido, é de certa forma irônica observar que foi certa autonomia do Banco Central que deu ao Brasil a estabilidade da qual hoje se beneficia o país. Não se discute o ensino superior no Brasil, discute-se o acesso ao ensino superior, por isso, não existe uma política universitária, uma política educacional do ensino superior. Minha decepção nesse período é que não tenhamos discutido os objetivos do ensino superior no Brasil. Hoje, o Brasil é a 8ª, 9ª economia do mundo. Se pegarmos a lista de melhores universidades mundiais, não encontramos nenhuma universidade brasileira entre as 100 primeiras. Vemos alguma lá na 180ª posição, que são as paulistas, a USP, a Unicamp, seguidas pela UFRJ, UFMG. O Brasil nunca definiu se deseja ter uma grande universidade de qualificação mundial. A Coreia do Sul está lutando bravamente para constituir universidades de qualificação mundial. A China tem um plano de fazer 100 universidades de qualificação mundial até 2021. A Alemanha tem um programa de 2,5 bilhões de euros para a qualificação. O presidente francês deu autonomia para as principais universidades e exigiu que elas se qualifiquem. Portugal e Austrália também têm feito movimentos nessa direção. A Inglaterra tem pelo menos três universidades de classe mundial e os EUA tem um caminhão delas.

E o Brasil, quer o que com seu ensino superior? O Sistema S – Sesi, Senac e Sesc Há outra discussão relevante, sobre a natureza jurídica e a legalidade das Instituições de Educação Superior (IES) do Sistema “S”: Sesi, Senac e Sesc. Essa discussão ficou complicada porque comprovamos que eles funcionam como IES privadas, pois cobram mensalidades a preços de mercado e hoje já possuem extensa rede nacional. Mas eles vivem de subsídio público e não oferecem serviços apenas para os trabalhadores de cada respectivo setor que contribui com parcela de sua folha de salários. Admitem todo e qualquer estudante que seja aceito. Estas IES do Sistema “S” são públicas ou privadas? Ou seriam semi-públicas ou quase-privadas, categorias estas que não existem no ordenamento legal brasileiro? Se é público, não deveria cobrar mensalidades.

Se é privado, não deveria se valer do dinheiro que é retirado da folha dos trabalhadores para montar as estruturas maravilhosas que têm. O MEC não se deu conta de que o estatuto deles não continha a possibilidade de abrirem faculdades e Centros Universitários, mas a possibilidade de oferta de educação profissional. Na educação profissional eles também cobravam e o MEC fez um acordo para o Sistema “S” dar gratuidade até 2011. Houve um ajuste. Mas esqueceram do ensino superior, que não faz parte do acordo. Somos a favor de que o Sistema “S” possa oferecer educação superior, mas a questão é quem vai pagar. Seria interessante que eles pudessem oferecer educação gratuita. Essa discussão está em aberto e é muito relevante.

Nelmis Brave é professor universitário, jornalista e escritor.

Exposição de Sérvulo Esmeraldo no Cariri – Reportagem: Elizângela Santos

O escultor cratense Sérvulo Esmeraldo, aos 81 anos, volta ao Cariri para expor individualmente ELIZÂNGELA SANTOS. A exposição fica em cartaz até 4 de setembro, no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBN), em Juazeiro do Norte.

Juazeiro do Norte. O ponto de partida é de uma obra que tem quase 80 anos. E ele tem 81. O escultor cratense, Sérvulo Esmeraldo, pela terceira vez traz uma exposição individual para o Cariri. A primeira delas foi nos anos 50. Uma oportunidade aos artistas e estudantes da região, para conhecer o trabalho de caririense de projeção internacional. Formas geométricas e as vertentes abstratas fazem parte da exposição “Ocupação do Espaço”, em cartaz desde o último dia 30 e vai até 4 de setembro, no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBN), em Juazeiro.

Sérvulo Esmeraldo é autor de dezenas de obras públicas ou integradas à arquitetura no Brasil, grande parte delas localizadas em Fortaleza, onde o artista reside e trabalha desde 1980. Na nova exposição estão quatro obras inéditas: “Ocupação do espaço”, composta de cinco esculturas; “Cônicas”, conjunto de cinco esculturas; “Prisma” e “Cubo”, relevos virtuais; e mais quatro relevos recentes, realizados entre 2008 e 2010. À exceção de dois trabalhos, todos os demais são executados em aço inoxidável. Síntese do pensamento do artista cuja obra é marcada pela precisão, a exposição explora a relação do volume e do espaço, questão sempre presente na obra de Esmeraldo. Núcleo central da mostra, a série “Ocupação do Espaço” aborda a questão dispondo cinco volumes (tetraedros regulares) de diferentes dimensões num espaço delimitado.

Conciso, o autor ressalta no trabalho artístico. “O ato da criação é muito próximo do absurdo. Se lida neste momento com a inconsistência. Transformar a fragilidade da ideia em matéria é o que chamamos de arte”. E questiona: “O que sabemos da arte nós, os artistas? Somos antenas? Recebemos o quê, de onde? Nosso ´saber´, nossa linguagem é um aprimoramento empírico. O talento é uma conjunção desses dados. Trabalhamos com o subjetivo, sem o compromisso da aplicação imediata. O que fazemos hoje é fruto de um pensamento muito anterior”.

Alegria

O escultor não esconde a sua alegria de estar no Cariri. Ele lembra dos momentos em que visitava as feiras de Juazeiro, do contato com a arte da xilogravura daquela época. Era interessado pela gravura popular e relata a sua base de formação na região, como partida do seu trabalho. Mesmo do seu contato com os ex-votos, o impacto das formas simples, nada tem um tempo determinado dentro do processo de formação.

“O retorno ao Cariri me deixa muito contente, por estar fazendo essa exposição, pelo movimento cultural caririense, até em nível universitário”, afirma o escultor. Haverá tempo para a análise e visita à exposição. Sérvulo explica que são obras de mais de 40 anos, algumas delas estavam em maquetes e foram ampliadas para volumes que ocupam muito espaço e dinamizam o entorno. A exposição foi contemplada no edital de ocupação do espaço do BNB. Há uma possibilidade de ser exposta no período da Bienal Internacional, em São Paulo, com convite de Max Perligero, para a galeria e pinacoteca cultural, no período da bienal. De Juazeiro provavelmente poderá seguir para o sudeste.

Segundo a curadora, Dodora Guimarães, o contexto da exposição tem um significado grande por Sérvulo estar com o seu trabalho na região. “E todo o seu trabalho fala muito dessa relação dele com a natureza”. Ele afirma que a luz é determinante na construção do trabalho do escultor. Para ela, é importante que o trabalho dele seja exposto no Cariri e os artistas tenham outras referências da escultura, para que vejam a linguagem de muitas vertentes, não apenas figurativa, como uma das faces da escultura. Em setembro, está planejada a vinda da professora Ana Maria Beluzo, professora doutora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo (USP). Ela falará sobre a obra dele. Ela coordena a mesa de estudos brasileiros sobre artes construtivas na América Latina, para o museu de Houston, que abriga uma das principais coleções de arte construtiva brasileira, nos Estados Unidos.

Retorno

“O retorno ao Cariri me deixa muito contente, pelo movimento cultural caririense”
Sérvulo Esmeraldo
Escultor

MAIS INFORMAÇÕES
Centro Cultural Banco do Nordeste – Cariri
(88) 3512.2855
Fax: (88) 3511.4582

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato

ALMANAQUE – Dia 15 de Agosto de 2010.


ALMANAQUE

* 1914 – É inaugurado oficialmente o Canal do Panamá.
* 1948 – É formada a República da Coreia a sul do paralelo 38 N.
* 1969 – É aberto o Festival de Woodstock.

Nasceram neste dia…

* 1195 – António de Pádua, santo português (m. 1231).
* 1769 – Napoleão Bonaparte, militar e imperador francês (m. 1821).
* 1825 – Bernardo Guimarães, escritor brasileiro (m. 1884).
* 1771 – Walter Scott, escritor britânico (m. 1832).
* 1925 – Oscar Peterson, pianista canadense (m. 2007).
* 1941 – Lou Perry, ator norte-americano (m. 2009).
* 1949 – Glória Maria, jornalista e apresentadora de televisão brasileira.

Morreram neste dia…

* 1728 – Marin Marais, violista, gambista e compositor francês (n. 1656).
* 1907 – Joseph Joachim, músico austríaco (n. 1831).
* 1909 – Euclides da Cunha ( foto ), escritor brasileiro (n. 1866).

Fonte: Wikipedia

Napoleão Bonaparte é o personagem do "Hoje na História" – Nascido em 15 de Agosto de 1769


HOJE NA HISTÓRIA – Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte (em francês: Napoléon Bonaparte, nascido Napoleone di Buonaparte; Ajaccio, 15 de agosto de 1769 — Santa Helena, 5 de maio de 1821) foi o dirigente efetivo da França a partir de 1799 e, adotando o nome de Napoleão I, foi imperador da França de 18 de maio de 1804 a 6 de abril de 1814, posição que voltou a ocupar por poucos meses em 1815 (20 de março a 22 de junho). Além disso, conquistou e governou grande parte da Europa central e ocidental. Napoleão nomeou muitos membros da família Bonaparte para monarcas, mas eles, em geral, não sobreviveram à sua queda. Foi um dos chamados “monarcas iluminados”, que tentaram aplicar à política as ideias do movimento filosófico chamado Iluminismo (Aufklärung em alemão, Enlightenment em inglês, Siècle des Lumières em francês ou Ilustración em espanhol). As diretrizes do governo napoleônico nos territórios francos foram fortemente influenciadas pela noção de democracia herdada da Grécia Antiga, com notória utilização de instrumentos de democracia direta, através dos quais a própria população, reunida em praças da capital, votava para a tomada de decisões públicas, sobretudo nas áreas de saúde, educação e previdência. Napoleão Bonaparte tornou-se uma figura importante no cenário político mundial da época, já que esteve no poder da França durante 16 anos e nesse tempo conquistou grandes partes do continente europeu. Os biógrafos afirmam que seu sucesso deu-se devido ao seu talento como estrategista, ao seu talento para empolgar os soldados com promessas de riqueza e glória após vencidas as batalhas, além do seu espírito de liderança.

O governo do Diretório foi derrubado na França sob o comando de Napoleão Bonaparte, que, junto com os girondinos (alta burguesia), instituiu o consulado, primeira fase do governo de Napoleão. Este golpe ficou conhecido como Golpe 18 de Brumário (data que corresponde ao calendário estabelecido pela Revolução Francesa e equivale a 9 de novembro do calendário gregoriano) em 1799. Muitos historiadores alegam que Napoleão fez questão de evitar que camadas inferiores da população subissem ao poder.

Considerado herói por muitos e vilão por outros (cre-se que é o primeiro anti-cristo dos três previstos por Nostradamus), Napoleão é certamente uma das mais importantes figuras históricas da humanidade, tendo mais de 600 mil livros escritos sobre ele ou que ao menos o citam de maneira relevante, sendo a segunda figura humana mais estudada, depois de Jesus.

Um dos mais famosos generais dos tempos contemporâneos e um extraordinário estadista nascido em Ajácio, na Córsega, ilha do Mediterrâneo sob administração da França, desde o ano do seu nascimento, que deixou marcas duradouras nas instituições da França e de grande parte da Europa ocidental.

Filho de família pobre, mas dona de um título de nobreza da República de Gênova, estudou na academia militar de Brienne e na de Paris, saindo como oficial de artilharia (1785). Aderiu à Revolução francesa (1789), uniu-se aos jacobinos, serviu como tenente da recém-criada guarda nacional e transformou-se num dos principais estrategistas do novo sistema de guerra de massa. Fez uma carreira meteórica e se destacou pela originalidade nas campanhas militares. Capitão de artilharia na retomada de Toulon aos ingleses e foi promovido general-de-brigada (1793), o mais jovem general do Exército francês.

Após a queda de Robespierre foi detido sob acusação de ser jacobino, mas depois foi encarregado de dirigir a repressão ao levante monarquista de Paris (1795). Casou-se com Josefina (1796), viúva do general guilhotinado (1794) Beauharnais, e tornou-se o comandante-em-chefe do Exército nas campanhas da Itália, contra os austríacos (1795-1797), e do Egito, contra os ingleses (1796-1799). Quando da ocupação do Egito (1798) a expedição científica que o acompanhou incluía o astrônomo Laplace, o químico Bertholet, o físico Monge e o arqueólogo Denon. Em pesquisas arqueológicas foi descoberta a pedra de Rosetta, fragmento de estela, espécie de monolito de basalto negro, que apresenta um decreto de Ptolomeu V, em caracteres hieroglíficos, demóticos e gregos (196 a. C.), que Champollion usaria para decifrar os hieróglifos egípcios (1822) e está exposta no British Museum, em Londres.

Liderou um golpe de Estado (1799), instalou o Consulado e fez-se eleger cônsul-geral, apoiado em um plebiscito popular. Promulgou uma Constituição de aparência democrática. Organizou o governo, a administração, a polícia, a magistratura e as finanças. Tomou medidas despóticas e antiliberais, como o restabelecimento da escravidão nas colônias, e outras de grande importância econômica, como a criação do Banco de França (1800). Concluiu com o papa Pio VII a concordata (1801), que restabelecia a igreja na França, embora submetida ao estado.

Criou a Legião de Honra e o novo código civil, depois chamado Code Napoléon, elaborado por uma comissão de juristas com participação ativa do primeiro-cônsul. Essa medida de grande alcance tornou-se o maior feito jurídico dos tempos modernos, consubstanciou os princípios defendidos pela revolução francesa e influenciou profundamente a legislação de todos os países no século XIX.

O restabelecimento da ordem e da paz, bem como atentados frustrados de monarquistas, fizeram crescer a sua popularidade, que habilmente a utilizou para se fazer proclamar cônsul vitalício por plebiscito (1802). Coroou-se rei da Itália (1805) divorciou-se da imperatriz Josefina (1809) e casou-se com Maria Luísa, filha do imperador austríaco. Em guerra permanente contra as potências vizinhas enfrentou a coalizão de todas as potências européias e foi derrotado em Leipzig (1813). Depois de uma desastrada campanha na Rússia, foi derrotado pelos exércitos aliados adversários dos franceses e obrigado a abdicar (1814). Exilou-se na ilha de Elba, na costa oeste da Itália. No ano seguinte organizou um exército e tentou restaurar a monarquia, mas foi derrotado na Batalha de Waterloo, na Bélgica (1815). esse período ficou conhecido como o Governo dos Cem Dias. Preso pelos ingleses, foi deportado para a ilha de Santa Helena, no meio do Oceano Atlântico, onde morreu em 5 de maio.

Fonte: Wikipedia

CHRONICAS CARIRIANAS – Por: José Nilton Figueiredo

AS CIDADES DE FREI CARLOS

Já lá se vão 39 anos da publicação do livro A cidade de Frei Carlos**, reunião de trabalhos esparsos do pesquisador Pe. Antonio Gomes de Araújo, clérigo da Diocese de Crato, Ceará.

Para o pesquisador de hoje a leitura dos textos dizem menos em comparação ao muito que dizem os anexos do livro.

Outro dia estava pensando por que o Pe. Gomes desinteressou-se em aprofundar sobre as gêneses da formação histórica do Cariri à luz de novos documentos coligidos à custa da sofreguidão de um pároco de aldeia, movido pelo entusiasmo e perseverança em fechar uma compreensibilidade sobre o Século XVIII no quadrilátero sul cearense?

De onde olho, hoje, muito fácil seria tripudiar nas falhas e nos hiatos cometidos pelo Pe. Gomes, em parte pelo seu modo intransigente, panegírico na defesa da História providencialista, e em parte pela fragmentariedade mesma de documentos elucidativos, o estado da arte de nossos primórdios.

De jeito nenhum. Teremos sempre uma atitude de profundo respeito àquele que se superou na busca de periodizar e por as coisas no lugar em meio a lacunas, descontinuidades, brechas, abismos, ausências e silêncios das fontes sobre nossa gênese.

O professor de História Pe. Antonio Gomes de Araújo compreendeu desde logo o sentido do fazer histórico na suma relativista que repõe a verdade histórica. Poderia ter ficado no céu das interpretações de segunda mão de como teria acontecido por aqui os nossos primeiros dias. Contrariamente, desceu ao inferno dos arquivos longínquos e poeirentos para fazer valer o sentido heurístico da ciência histórica e contrapor verdades.

Foi nessa que tomou a dianteira sobre fatos e acontecimentos da História do Cariri escrita por um Antonio Bezerra, um Dr. Pedro Thebèrge, um João Brígido e por fim a um Carlos Studart Filho.

Mas eu falei dos apensos do livro “A Cidade de Frei Carlos”. Pois bem, algo intrigante. Após escrevê-lo Pe. Gomes ajunta documentos importantes em torno da figura maior de seu intento, o Frade da Ordem dos Capuchinhos Italiano, Frei Carlos Maria de Ferrara.

Lá está que frei Carlos chegou ao Nordeste em 1736. Em 1738 a Junta das Missões, organismo de administração bipartite entre a Coroa e as ordens religiosas, discutia em reunião a necessidade de situar uma aldeia para o capuchinho. E revela que em 1739 frei Carlos já enviara uma carta à Junta das Missões, em Pernambuco, na qual “reclama que faça o ouvidor do Ceará a medição para a aldeia dos Jenipapos e que se chame o Pe. Ezequias Gameiro que já foi missionário dos Canindé para incorporá-los na mesma Missão”. (p. 80). Há outra carta do dia 21 de outubro de 1739 enviada por representante dos Jenipapos ao governador de Pernambuco de igual solicitação.

Sabemos que esses Jenipapos e Canindé estiveram na ponta da segunda fase da Guerra dos Bárbaros, a partir de 1712. Que os Jenipapos foram parciais dos Feitosa na luta contra os Montes. Que as duas tribos por falarem a mesma língua foram aldeadas em Quixadá, nas imediações do que hoje é Banabuiú. Que dali por força de lei seguiram para formar corpo social na elevação da Vila de Monte-mor, o novo da América, Baturité, em abril de 1764.

Então, Frei Carlos andou por estes sertões do meio fundando aldeias que seriam futuras vilas e hoje cidades. Quando se instala na Missão do Miranda, em 1740, trouxe saldos deteriorados de várias etnias. Índios alquebrados submetidos que foram a tantos desassossegos e violências. De vez em quando se ausentava para animar outros aldeamentos.

Pe. Gomes ressalta esta epopéia de Ferrara. Mas não o faz de modo enfático e apologético como fizera ao repercutir Antonio Bezerra quanto aos começos históricos de nossa cidade sob a inspiração de Frei Carlos.

Deixa uma sensação de abandono de sua luta na árdua tarefa de esclarecer o passado e ao mesmo tempo de uma profunda humildade como escritor pioneiro, quando diz: “Estas NOTAS modificam ou anulam, confirmam, contrariam ou enriquecem passagens constantes do texto do trabalho, cabendo ao leitor a tarefa do confronto”. Valeu, Pe. Gomes!

Quase terminando, Gomes trata os franciscanos como uma só Ordem. Hoje sabemos que franciscanos e capuchinhos são de ordens diferentes, com objetivos desiguais quanto à catequese no Nordeste. Não chegaram por aqui ao mesmo tempo. Bem, mas aí já é outra História…

Terminando, comecei com a frase “Já lá se vão”. Aprendi com um grande mineiro, o jornalista fundador do Diário de Minas, de saudosa memória, Newton Prates, quando me pedia para datilografar suas memórias para o jornal. Pois é como mineiro, cauteloso, que inicio uma série de despretensiosos artigos sobre a nossa formação histórica.

*Antropólogo. Professor do Departamento de Ciências Sociais da URCA
E-mail: figueiredo.jnilton@gmail.com
** Faculdade de Filosofia de Crato. Coleção Estudos e Pesquisas. Volume V. 1971

A idade de ser feliz! – Por: Mônica Araripe


Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.
desconhecido.

Parabéns!! td felicidade do mundo e que bom que você faz parte de nossas vidas.
Abraços,
Samuel e Mônica Araripe

O BLOG EM FESTA: QUEM QUER COMER DO BOLO, MANDE A CACHAÇA – Por Wilson Bernardo


FELIZ ANIVERSÁRIO, DIHELSON MENDONÇA

A intriga somente fortalece as amizades…Amar a todos, independente dos afazeres.

Um amigo incondicional, entender seu comportamental

sensibilidade e perfeição, regras e normas se desfazem

Valeu mano, pela sinceridade e as regras…

E como sempre nos dando aula sobre estética

A sua mulher preferida as teclas
Um grito suspenso no infinito das palavras

Mãos sensíveis ao tempo de BARchianas

Feliz aniversário, fraterno irmão.

Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Próxima semana: Cariri Cangaço 2010 mobiliza cinco cidades da região

Fonte: O POVO
A segunda edição do Cariri Cangaço começará na próxima semana e se estende por seis dias. O evento será realizado em cinco cidades – Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Missão Velha e Aurora
Daniela Nogueira

Na próxima terça-feira, 17, a Região do Cariri dá início à programação do Cariri Cangaço 2010 – Coronéis, Beatos e Cangaceiros. É a segunda vez que o evento é realizado na região. A primeira foi em 2009. A abertura, neste ano, será feita no município do Crato, mas a programação chega também a outros quatro municípios do Cariri – Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha e Aurora. As conferências e as apresentações do Cariri Cangaço seguem até o domingo dia 22.

A solenidade de abertura do evento e a primeira das 16 conferências que serão realizadas serão no Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri (Urca), no Crato, a partir das 19 horas, na próxima terça-feira. Nesta edição, o número de inscrições, entre conferencistas, debatedores e participantes, soma 379 pessoas.

De acordo com o curador do evento, Manoel Severo, por mais que a maioria dos eventos da programação divulgada seja à noite, durante o dia os 79 pesquisadores participantes desta edição atuam em estudos. Eles realizam também visitas técnicas nos municípios da Região do Cariri.

Segundo o curador, um dos objetivos do Cariri Cangaço é promover a integração entre as cidades da região. “É uma iniciativa consolidada de um evento que integra a Região Metropolitana do Cariri e tem todas as cinco prefeituras trabalhando na mesma direção”, analisa Severo.

Ele cita que pesquisadores de 15 estados participarão do evento. E os estudiosos não discutirão só sobre o cangaço, mas abordarão temáticas relacionadas ao Nordeste.

Manoel Severo ressalta que os temas não têm uma vertente exclusivamente dedicada à história, mas funcionam também como um momento de entretenimento e lazer para toda a população. “Antônio Conselheiro, beato José Lourenço, o pacto dos coronéis são temas transversais que permeiam a cultura nordestina”, lista ele, referindo-se às abordagens que serão feitas durante o Cariri Cangaço.

Apresentações artísticas também farão parte da programação. “São todas voltadas para o folclore de nossa raiz, como os reisados, os irmãos Aniceto, que têm uma identidade forte com o nosso Cariri e com o nosso Nordeste”, frisa o curador. (Colaborou Amaury Alencar)

SERVIÇO
Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo site: www.cariricangaco.blogspot.com

SAIBA MAIS

O I Seminário Cariri Cangaço foi realizado em setembro de 2009, em quatro cidades da Região do Cariri – Juazeiro do Norte, Crato, Missão Velha e Barbalha.

O subtema da primeira edição foi “Lampião no Ceará – verdades e mentiras”.

É a primeira vez que o município de Aurora vira sede da programação.

A iniciativa da realização do evento é da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço (SBEC) e das prefeituras dos municípios.

Foi lançado, durante o evento, um box com DVDs sobre o Cariri Cangaço 2009.

PROGRAMAÇÃO
17/8 (terça-feira)
> 19h: Abertura na Urca, no Crato.
> 19h30min – Conferência José Rufino, com Amaury Araújo (SP).

18/8 (quarta-feira)
> 9h: Conferências no Sítio Caldeirão do Deserto (Crato): Religiosidade, memórias e movimentos sociais, com Lemuel Rodrigues Silva (RN), e Antônio Conselheiro – Perfil, com Múcio Procópio (RN).

> 19h: Conferências:
Os coronéis e os mistérios do ataque de Lampião a Mossoró, com Honório de Medeiros (RN) e Theophanes Torres, com Geraldo Ferraz (PE).

19/8 (quinta-feira)
> 19h: No auditório Cerest, em Juazeiro do Norte, as conferências O pacto dos coronéis, com Renato Cassimiro (CE) e Lampião em Sergipe, com Alcino Alves Costa (SE).

20/8 (sexta-feira)
> 19h: Na Câmara Municipal de Missão Velha, conferências Delmiro Gouveia, com David Bandeira (AL) e Eloísa Farias (DF), e Coronéis do Cariri, com Bosco André (CE).

21/8 (sábado)
> 12h: No auditório do Salão Paroquial de Aurora, a conferência 80 anos da passagem de Lampião em Aurora, de José Cícero (CE).

22/8 (domingo)
> 9h: No auditório Cerest, em Juazeiro do Norte, as conferências Lampião no Agreste Pernambucano, com Antônio Vilela (PE) e As armas do cangaço, com Alfredo Bonessi (CE).

Fonte: O POVO, 14-08-2010

Sentimos muito muito! – Por: Mônica Araripe

A morte, por si só, é uma piada pronta.
Morrer é ridículo.
Você combinou de jantar com a namorada,
está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem,
precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no
carro e no meio da tarde morre. Como assim?
E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?
Não sei de onde tiraram esta idéia:
MORRER!!!
A troco? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio
estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve
lá, fez as provas, foi em frente. Praticou muita educação física,
quase perdeu o fôlego, mas não desistiu. Passou madrugadas sem dormir para
estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer
da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora
de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente…
De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway,
numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.
Qual é?
Morrer é um chiste.
Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém,
sem ter dançado com a garota mais linda,
sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.
Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e
penduradas também algumas contas.
Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas,
a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.
Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu.
Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce,
caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina,
começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer.
Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte
costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manhã.
Isso é para ser levado a sério? Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o
sono eterno pode ser bem-vindo. Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não
acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase
nada guardado nas gavetas.
Ok, hora de descansar em paz.
Mas antes de viver tudo? Morrer cedo é uma transgressão,
desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero.
E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça.
Por isso viva tudo que há para viver.
Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da Vida… Perdoe… Sempre!!!

Pedro Bial

  • Keila muitas saudades!!!!
  • dos amigos Samuel e Mônica

CRATO – Notícias do dia 15 de Agosto de 2010


Crato realiza 2ª etapa da campanha da vacinação contra a pólio

A campanha de vacinação contra Poliomielite (paralisia infantil) teve início, desde o dia 02 de agosto. A campanha se intensifica, com a presença de crianças de 0 a 5 anos nos postos de saúde da cidade. Profissionais da Atenção Básica, da Secretaria de Saúde do município, estarão mobilizados no sentido de melhor atender a população. As mães deverão procurar os postos de saúde mais perto de casa e levar as crianças, que ainda não receberam as gotinhas nesta segunda etapa de vacinação. Os responsáveis devem levar a caderneta de vacina da criança. Na primeira etapa de vacinação, o município cumpriu a meta vacinando quase 90 por cento das crianças. Agora, é repetir a dose, para imunizar contra a paralisia infantil.

Programa de saneamento continua sendo executado nas ruas do Crato

Continua sendo realizado nas ruas centrais da cidade do Crato, o projeto de saneamento, com intervenção no tráfego, em virtude das escavações para troca de tubulação de amianto por canos de PVC. O projeto vem sendo executado por meio Prefeitura Municipal do Crato, através da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC). Esta é uma das maiores obras de saneamento básico e renovação da rede de abastecimento d’água do município. São R$ 9 milhões de investimentos, por meio de parceria com o Governo Federal, através do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC I). Com essa obra, está havendo um redimensionamento da rede de abastecimento da cidade. A troca de tubulação corresponde a uma extensão de 15 quilômetros, com abrangência em vários pontos do município, beneficiando diversas comunidades e áreas do centro. Também vem sendo realizado o Projeto de Coleta e Tratamento de Esgotos. O trabalho estava sendo executado ontem nas proximidades da prefeitura Municipal e continuará em outras vias, com dezenas de homens trabalhando, na modernização do sistema de abastecimento e esgotos da cidade.

1ª. Parcela dos Boletos do IPTU tem vencimento na próxima segunda-feira

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Finanças informa a comunidade que O vencimento da cota única ou 1ª parcela dos boletos do Imposto Predial e Territorial Urbano- IPTU, exercício de 2010 será na próxima segunda-feira, dia 16 de agosto. Aos que optarem por pagar o IPTU parcelado deverão comparecer à Prefeitura, após o pagamento da primeira parcela, para receberem as parcelas restantes. O pagamento em cota única que será até a segunda-feira, dia 16 tem desconto de 10%, para quem está em dia com o Fisco Municipal, e 5% para os demais contribuintes. Os contribuintes que não receberem os seus boletos e os que, por ventura, identificarem alguma divergência de dados, favor comparecer à Prefeitura, para que a situação seja regularizada.

Secretaria de Educação do Crato promove na próxima terça-feira encontro de formação com Secretários

A Secretaria de Educação do Crato realizará na próxima terça-feira, dia 17 um encontro para formação com os Secretários Escolares, que acontecerá no Centro de Educação de Jovens e Adultos CEJA com início às 8 horas. O Secretário de Educação Valentim Dantas ressalta que o trabalho da secretaria de Educação no município é sobretudo garantir de maneira ininterrupta qualidade dos ambientes educacionais, bem como formação continuada aos profissionais.

Com informações da ASCOM – PMC
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

PLEBISCITO I- SIM PARA O FUTURO MUNICIPIO DA PONTA DA SERRA – Por César Mousinho


No Brasil, o último plebiscito ocorreu em 21 de abril de 1993. Nesta ocasião, o povo foi consultado sobre a forma e o sistema de governo (Monarquia, República, Presidencialismo, Parlamentarismo). Através da consulta popular, o povo brasileiro decidiu manter a República Presidencialista.

A palavra plebiscito é originária do latim plebiscitu (decreto dos plebeus). Na Roma Antiga, os votos passados em comício eram obrigatórios para a classe dos plebeus.

Atualmente, plebiscito é a convocação dos cidadãos que, através do voto, podem aprovar ou rejeitar uma questão importante para sua região, estado ou país. Ou seja, o plebiscito é um mecanismo democrático de consulta popular, antes de a lei ser promulgada – entrar em vigor.
Nesta época é difícil tomar uma decisão, pois os programas eleitorais nas emissoras de rádio e tv parecem ser todos iguais. Procure entender os projetos e idéias do candidato que você pretende votar. Será que há recursos disponíveis para que ele execute aquele projeto, caso chegue ao poder? Nos mandatos anteriores ele cumpriu o que prometeu? O partido político que ele pertence merece seu voto? Estes questionamentos ajudam muito na hora de escolher seu candidato, em primeiro lugar temos que aceitar a idéia de que os políticos não são todos iguais. Existem políticos corruptos e incompetentes, porém muitos são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem. Mas como identificar um bom político?

É importante acompanhar os noticiários, com atenção e critério, para saber o que nosso representante anda fazendo. Pode-se ligar ou enviar e-mails perguntando ou sugerindo idéias para o seu representante. Caso verifiquemos que aquele político ou governante fez um bom trabalho e não se envolveu em coisas erradas, vale a pena repetir o voto. A cobrança também é um direito que o eleitor tem dentro de um sistema democrático. Numa democracia, como ocorre no Brasil, as eleições são de fundamental importância, além de representar um ato de cidadania. Possibilitam a escolha de representantes e governantes que fazem e executam leis que interferem diretamente em nossas vidas. Escolher um péssimo governante pode representar uma queda na qualidade de vida. Sem contar que são os políticos os gerenciadores dos impostos que nós pagamos. Desta forma, precisamos dar mais valor a política e acompanharmos com atenção e critério tudo que ocorre em nossa cidade, estado e país.
O voto deve ser valorizado e ocorrer de forma consciente. Devemos votar em políticos com um passado limpo e com propostas voltadas para a melhoria de vida da coletividade. Estou em São Paulo há três décadas e o nas minhas férias o novo que percebi aí no nosso Cratim foi a URCA. Que se vocês fizerem uma investigação apurada com certeza as maiores iniciativas devem recair ao corpo docente da Faculdade de Filosofia do Crato do que interesses politicos da época.

O que dizer da Lei Ficha Limpa, um avanço temos que ter cuidado com exageros. Sem querer generalizar, mas onde estão os politicos Cratense que décadas e décadas não fazem nada por nossa Cidade e aí ficam de mãos atadadas e com Caras de Bobos quando perdemos algo de bom, produtivo, que proporcionou alegria, lazer e cidadania para varias gerações inclusive a minha como o SESI.

Lembro que fiz o meu curso de datilografia no SESI, no inicio dos anos 70. Eu como Cratense faço coro com todas as indignações contra o ocorrido, mas fecho com a seguinte pergunta. Quando os politicos do Juazeiro do Norte serão surpreendidos com perdas de qualquer entidade daquele municipio em favor do Crato? Tá chegando hora no dia 03 de outubro próximo do Sim para o Futuro Municipio da Ponta da Serra e Não para esse tipo de politico que só atrasam nossa Querida Crato. Meus Pais- D. Nair e Seu Mozin – Saudades Sim – Tristezas Não. César Mousinho – São Paulo 14/08/10 – Artigo Politico.

Por: Cesar Mousinho

Carros de som com propaganda política serão averiguados em Crato – Beto Fernandes


A poluição sonora é o mal que atinge os habitantes das cidades, constituída em ruído capaz de produzir incômodo ao bem-estar ou malefícios à saúde, cujo agravamento merece hoje atenção especial. Nesse período eleitoral vê-se acrescentado o numero de veículos com propagandas dos mais diversos candidatos aos mais variados cargos nas eleições de 2010. Visando um controle desse barulho a Justiça e a Promotoria Eleitoral da cidade do Crato realizarão uma averiguação com relação ao volume das propagandas executadas em todos os veículos que estão circulando a cidade com anúncios de candidatos tanto a cargos proporcionais como majoritários. A Aferição acontecerá neste sábado, no pátio do Fórum Hermes Parayba e contará com a presença de profissionais da Semace, que realizarão os testes. Haverá fiscalização e punição para quem descumprir as normas eleitorais, é o que afirma o promotor de Justiça que responde pela questão eleitoral, o Dr. José de Deus Terceiro Pereira.

Reportagem: Beto Fernandes – Para o Blog de Juazeiro

CRATO – Polícia prende Assaltante em Flagrante delito no Centro do Crato – Por: J. Lopes – Repórter Policial


CRATO-CE: Polícia prende assaltante em flagrante delito no centro do Crato – Policiais da 5° Cia e do Ronda do Quarteirão prenderam em flagrante delito na Avenida José Alves de Figueiredo, no centro do Crato, por volta das 13h desta sexta-feira. Paulo Sérgio Graciano da Silva, 23 anos, sem profissão definida, residente na Avenida Paraíba, 1173, Bairro João Cabral, Juazeiro do Norte por praticar um roubo a mão armada contra a estudante Francisca Emanuele Salvador de 17 anos. De acordo com a polícia, o acusado foi apreendido um revólver cal. 38 usado para prática do delito e um notebook juntamente co um modem pertencente a vítima. O autor do fato foi conduzido a 19° DRPC de Crato-CE para lavratura do auto de prisão em flagrante com base no Art. 57 do Código Penal Brasileiro.

Por: J. Lopes – Repórter Policial
Repórter do Blog do Crato e Jornal Chapada do Araripe Internet
Proibida a Reprodução

CRATO – PLANTÃO NA CHAPADA – Brigadistas mobilizam ação no Cariri – Reportagem: Antonio Vicelmo

Crato. “Quando vires à barba do teu vizinho a arder, põe a tua de molho”. Com base neste adágio popular e, principalmente, levando em consideração os primeiros focos de incêndio registrados na Área de Proteção Ambiental do Araripe (APA), os órgãos ambientais do Cariri mobilizaram as brigadas de combate a incêndios. Equipados com oito aparelhos móveis de radiocomunicação, duas estações fixas, uma viatura e seis motos, 21 brigadistas estão espalhados na área da Floresta Nacional do Araripe (Flona) com a finalidade de combater eventuais incêndios. Os brigadistas estão de plantão em pontos estratégicos da Flona: Casa sede, Cabeça da Ladeira do Belmonte, Malhada Bonita, Santa Rita e Sítio Flores. Nos últimos 10 dias foram registrados três focos de incêndios: dois no Sítio Granjeiro, no Crato, a menos de um quilômetro da floresta, e um na Ladeira do Esse, na encosta da serra, no Município de Barbalha. Os dois focos foram debelados, mas deixaram um sinal de alerta.

A chefe da Floresta Nacional do Araripe, Verônica Figueiredo, adverte que, a partir deste mês, quando sobe a temperatura, o risco de incêndio aumenta. O quadro é agravado com os fortes ventos que estão sendo registrados na região, bem como a temporada de queimadas que começa no próximo mês. “Por isso, a vigilância será redobrada”, garante Verônica. Este ano, as chuvas terminaram cedo. O pasto já está começando a secar, aumentando o risco de fogo. Ontem, a velocidade do vento na Floresta Nacional do Araripe, de acordo com a Estação Meteorológica da Chapada, variou entre 4 a 7 metros por segundo. A temperatura apresentou uma média de 21 graus, enquanto a umidade relativa do ficou em torno de 53%.

Área urbana

Verônica acrescentou que, além dessa equipe contratada pelo ICM-Bio, outros sete brigadistas foram selecionados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em convênio com a Prefeitura do Crato, para atuar na área urbana da cidade. A Brigada de Combate e Prevenção ao Fogo é formada por agricultores residentes na Área de Proteção Ambiental, que conhecem como a “palma da mão” a Floresta do Araripe, um dos últimos redutos da Mata Atlântica, que ocupa uma extensa área na fronteira do Ceará com Pernambuco, abrangendo partes dos municípios de Barbalha, Crato, Jardim e, ainda, Santana do Cariri, no Sul do Estado. Já foram catalogadas 88 espécies de aves pertencentes a 34 gêneros distintos. Entre elas, destaca-se o Soldadinho-do-Araripe, ave que somente é encontrada na região da Flona Araripe. A fauna do local é composta, também, por diversas espécies de répteis, insetos e mamíferos. A vegetação predominante é de cerradão. Existem faixas de transição que apresentam traços de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga.

Unidade de conservação

A Floresta Nacional do Araripe-Apodi, mais conhecida como Flona Araripe, é uma unidade de conservação brasileira situada na Chapada do Araripe, administrada pelo Ibama e integrante do Sistema Nacional de Unidade de Conservação (SNUC). Tem área total de 39.262,326 hectares. A Flona fomenta e protege as matas existentes na Chapada como também protege as nascentes, conserva a fauna e promove recreação pública. Constitui, ainda, importante refúgio para a fauna regional, inclusive para espécies ameaçadas de extinção.

MAIS INFORMAÇÕES:
Escritório do Ibama
Praça Joaquim Fernandes
Teles, S/N, Crato (CE)
(88) 3521.1529/ (88) 3521.1906

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaborador do Blog do Crato

Ontem foi um dia Negro na História do CRATO – Perdemos o SESI – Por: Dihelson Mendonça


“A decisão veio “DE CIMA”, como uma bomba, e em caráter Irrevogável”

Img_4973
O Plano, na verdade, já havia sido todo forjado pelas cúpulas superiores para desativarem o SESI do Crato até o final deste ano. Faltava apenas os capatazes trazerem a notícia. Como sempre acontece, alegaram estudos, alegaram inviabilidades, e trouxeram nas suas pastas de cabeças de planilha, números e gráficos forjados ou não, sobre a necessidade da desativação de um complexo que há mais de 40 anos tem sido um símbolo e um modêlo para a cidade do Crato. Um local aonde foram realizados eventos importantes, e aonde milhares de pessoas ainda o utilizam.

De maletas em punho, e portando um sorriso Lombrosiano no rosto, forasteiros filhos da poderosa indústria brasileira adentraram o salão nobre da prefeitura do Crato na manhã do último dia 12, não para ouvirem o que os Cratenses tinham a dizer sobre o que consideram o seu patrimônio, mas simplesmente para comunicarem que estarão desativando o SESI, e o levando para Juazeiro do Norte. Sem dúvida, é um momento de dor e de tristeza, para todos nós cratenses, estarmos nas mãos de quem não possui nenhuma sensibilidade, nenhum compromisso para com o povo do Crato, nenhuma estima e conhecimento sobre as nossas tradições e a nossa história.

O dia 12 de Agosto de 2010 consagrou-se como um daqueles dias negros, de um profundo desrespeito para com as famílias Cratenses que utilizam o complexo do SESI. O ilustre prefeito municipal e uma equipe formada por secretários e cratenses de boa índole ainda lutaram tentando evitar que se chegasse a esse desfecho. Não funcionou. O prefeito mostrou papéis que comprovam que o Crato possui hoje os melhores índices de desenvolvimento, dados esses que foram até concordados pelos forasteiros, porém ignorados completamente. A cada novo argumento apresentado, os integrantes da FIEC diziam apenas que: “Estamos aqui somente para comunicar. Não há NADA que vocês possam fazer agora”.

E infelizmente, prezados Cratenses, essa é que é a verdade: Não há nada a fazer agora, senão lamentar e lamentar, afinal de contas, as chamadas “forças ocultas” que de alguns anos para cá têm trabalhado ostensivamente pelo sucateamento do Crato, arrancando do nosso solo as nossas maiores lojas, o SENAI, um Campus da Universidade Federal, O BICBANCO, a Receita Federal, a sede Regional do DETRAN e agora o SESI, operaram mais uma vez sob a nossa plácida contemplação. Amanhã poderá vir a ser a sede da DIOCESE, o SESC, O Banco do Brasil, o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica, ou mesmo a URCA. Tramam tudo nas sombras, nos altos escalões dos governos e das organizações. Podemos hoje até indagar se não existe um real complô contra o Crato, sugando aquilo que temos de melhor, com a conivência pacífica e irresponsável de políticos oportunistas e indolentes, que nada fazem para defender o que é do Crato, a não ser umas poucas vozes que ainda se levantam para reclamar, mas a força de um poder municipal jamais poderá se contrapor ao poderio Estadual, Federal, e sobretudo ao poderio econômico e Político.

Que fique registrado através de fotos, de depoimentos, e das câmeras da história quem nesse instante defendeu a nossa bandeira, e quem foram os reais traidores em todas as esferas, que tramaram contra o Crato, seja por atos ou por omissão. Que fique eternizado nas páginas da história que lutamos com todas as nossas forças contra as chamadas “decisões que vêm de cima”, de tentar esmagar os desejos, os anseios e os sonhos de toda uma população, que trabalha sempre por dias melhores e que indubitavelmente, merecia mais carinho, admiração, e sobretudo, o RESPEITO por parte dos altos escalões.

Termino com um texto de Maiakovsky, que bem retrata a situação atual do povo do Crato:

“Na primeira noite, eles aproximam-se e colhem uma Flor do nosso jardim e não dizemos nada. Na segunda noite, Já não se escondem; pisam as flores, matam o nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E porque não dissemos nada, Já não podemos dizer mais nada…”

Por: Dihelson Mendonça
UM CRATENSE QUE AMA ESTA TERRA

Programa do Vicelmo passa a estar disponível para ouvir a qualquer horário

Boa Noite, gente!

Estou fazendo aqui umas experiências, e colocando um automatizador que irá todo dia logo após o término do Programa do Vicelmo ( 08:30 ), disponibilizá-lo para quem quiser ouvir em qualquer horário. Assim, se você perdeu o jornal, poderá ouvir, e se você ouviu uma notícia interessante poderá repetir quantas vezes quiser.

Só preciso saber de vocês se a coisa toda está mesmo funcionando. Eu coloquei um player aí na coluna direita, logo abaixo da foto do Vicelmo, escrito “Ouça o Programa de Hoje”; Clique no player e ouça o programa, e escreva aí nos comentários se deu certo. Obviamente que para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, é necessário parar antes o player da Rádio Chapada do Araripe, na entrada do Blog, canto superior direito.

Então, aguardo algum retorno de vocês. Se houver algum erro, eu irei consertar até funcionar corretamente.

Abraços,

Dihelson Mendonça

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA – Nívia Uchôa.

A Igreja do Rosário de Barbalha, uma das mais bonitas do Cariri – por Armando Lopes Rafael

A idéia de construção de uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário surgiu no primeiro quartel do século XIX, entre os escravos negros – pessoas sofredoras e piedosas – residentes em Barbalha, as quais, anos mais tarde, formariam a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário, daquela aconchegante cidade. Como esses escravos eram paupérrimos, somente em 1860 conseguiram eles cavar os alicerces, logo soterrados pelas rigorosas temporadas de chuvas que aconteciam no Cariri naquele tempo.
Somente em 1892 o padre Manoel Cândido dos Santos, vigário de Barbalha, resolveu enfrentar a construção da Igreja do Rosário. Naquele ano ele deu a bênção da pedra angular do futuro templo. Existem registros de que em 1906, a igreja já tinha as paredes levantadas Entretanto, devido – novamente – ao rigor das chuvas daquele ano, as colunas centrais desabaram. No verão, as obras foram reiniciadas e em 1907 o corpo da igreja estava coberto e rebocado no lado sul.
Naquele ano, devido à saída do padre Manoel Cândido da paróquia de Barbalha, as obras foram novamente paralisadas. Foi quando os leigos Antônio Correia Sampaio Filgueiras e José de Sá Barreto Sampaio (Zuca Sampaio) tomaram a si o encargo de concluir a Igreja do Rosário. Nova paralisação ocorreu a partir de 1914 por conta da chamada Sedição de Juazeiro, quando tropas invadiram e saquearam Barbalha obrigando muitas famílias a se refugiarem em sítios e fazendas do sertão pernambucano. Em 1918, com o retorno dessas famílias as obras da Igreja do Rosário recomeçaram.
Finalmente, no dia 2 de fevereiro de 1921, o primeiro bispo de Crato, dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, acompanhado de vários padres, procedeu a benção do majestoso templo, cujas festividades se prolongaram por três dias, com a participação de toda a população barbalhense, aquele época cem por cento católica.
Vale ressaltar que a belíssima imagem de Nossa Senhora do Rosário, que pontifica no altar-mor, foi doada – em 1912 – pela Sra. Cosma Porcina de Sá Barreto Sampaio. Já o belíssimo altar, entalhado em madeira, foi feito pelo mestre Manoel Roque.

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Canta Ceará!

fonte:http://culturacrato.blogspot.com
ACESSEM!

PERDAS DO CRATO – Por: Hildeberto de Aquino

Desde menino que ouço essa conversa que evidencia comodismo, passividade, derrotismo e conformismo, de que para o Juazeiro carreiam todos os benefícios de maior vulto e ao Crato migalhas. Pior é que são fatos incontestes e que só nos damos conta quando acontecem. Agora chegam ao cúmulo de retirar do Crato o pouco que ainda lhe coube e se presenteia Juazeiro, caso do SESI. Como filho do Crato eu faço uma pergunta curta, direta, objetiva e indignada: E FICA POR ISSO? ONDE ESTÃO OS POLÍTICOS, OS HOMENS DO CRATO? Seria por incompetência, negligência ou pouco amor à terrinha que quedamo-nos à espera de soluções de iniciativa dos outros que não nós cratenses? Ou aí não tem mesmo alguém de envergadura que melhor nos represente? Será que os cratenses, eleitores, é que são relapsos e optam por votar em forasteiros paraquedistas em lugar dos filhos da terra que poderiam zelar melhor pelos nossos interesses?

E se essa não fosse a solução, se não honrassem os compromissos assumidos, pelo menos poderíamos, por estarmos mais próximos, olhar a cara desses e dizê-los incompetentes, alijando-os definitivamente quando de suas novas pretensões políticas. É, alguns tem ainda a cara de pau de se reapresentar como candidatos.

Essa de surpresa sobre a retirada do SESI soa-me mal. Será que de fato não sabiam ou descuraram, como sempre? E por que não esboçar já reações firmes junto à instância política competente para rever a medida, inclusive condicionando apoio político já que a ocasião – eleições – é propícia? Será a sina do Crato que já perdeu desde seu mais ilustre filho – Padre Cícero, hoje redentor de Juazeiro – é perder continuadamente? Já, já cogitarão de levar a Exposição e mais outros eventos e benefícios e permaneceremos estáticos. Não basta nos dizermos, em demasiado orgulho, “Filhos do Crato!!!”. É preciso lutar verdadeiramente, de perto ou onde estivermos, por esse tesouro que de há muito negligenciado por nós próprios.

Hildeberto AQUINO
Corretor e Articulista
Russas (CE)

COLUNA J. LOPES – As Notícias Policiais do Cariri e Centro-Sul – Edição de Sexta-Feira, 13 de Agosto de 2010


CRATO – CE: Prisões por trafico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Na manhã desta quinta-feira (12) apos receber denuncias anônimas de que na Rua Horácio Jacomo, no bairro Pinto Madeira, estaria escondido o desocupado Creso Augusto Linhares Cordeiro, vulgo Cresim, 22 anos, solteiro, residente na Rua Dom Melo nº 435, no bairro Pinto Madeira, que é acusado de ter matado com um tiro de espingarda na noite quarta-feira (11), o mecânico Vicente de Paulo Barbosa da Silva, solteiro, 22 anos, que residia na rua são Francisco nº 28, no bairro Pinto Madeira, crime por volta das 19h30, daquele dia no cruzamento das Ruas São Francisco e Ministro João Gonçalves, no gesso, a polícia efetuou a prisão de um casal e apreendeu um menor de idade como também cocaína, maconha, arma e munição.

De acordo com o boletim da PM cratense, no local foram presos: Maria Auxiliadora da Silva, 51 anos, solteira, agricultora e Francisco Carneiro, vulgo Mancha Negra, e apreendido o adolescente de 17 anos, A.S, vulgarmente conhecido por Alexandre todos residente no endereço da ocorrência na Rua Horácio Jacomo, no bairro Pinto Madeira. A polícia acrescenta que o adolescente afirmou que o assassinato do mecânico Vicente de Paulo foi praticado por Cresim em companhia em de outro homem identificado apenas por Neguim. Os dois estão foragidos. Ainda de conformidade com a polícia, em poder do trio foram apreendidos 03 (três) gramas de cocaína, 330 gramas de maconha distribuídos em 42 papelotes, uma espingarda calibre 12 e fabricação caseira, um cartucho do mesmo calibre intacto, uma bicicleta de cor preta além de R$ 35,00 em dinheiro. O material apreendido juntamente com os acusados foram levados a presença da autoridade policial competente na delegacia regional de polícia civil do Crato para os devidos procedimentos.

Juazeiro – 2 Presos por porte ilegal de armas

Hoje por volta das 02h00, na Avenida Leão Sampaio, 284, bairro Triângulo, em Juazeiro do Norte, onde se situa a casa de show por nome Love House, chegou informações à CIOPS do 2º BPM que FRANCISCO E P SANTOS, 27 anos, conhecido pela alcunha de “VANDO”, residente no bairro João Cabral, e PAULO H S CARDOSO, 39 anos, conhecido pela alcunha de “BAIANO”, residente no bairro Franciscanos, adentraram no local conduzindo uma motocicleta HONDA BIZ C100, de cor vermelha, ano 2003, placa HVG 4602. No momento em que se efetuou a busca de armas pelo segurança do estabelecimento, A A S F, de 25 anos, que encontrou em poder de Paulo Cardoso revolver calibre 38, com capacidade para 06 (seis) cartuchos, com 05 (cinco) cápsulas intactas. De imediato a arma foi apreendida pelo segurança. Havendo suspeitas de que também Francisco Santos estivesse portando uma arma de fogo, realizou-se busca de arma e com mesmo foi apreendido outro revolver calibre 38, capacidade para 06 (seis) cartuchos, contendo 04 (quatro) cartuchos intactos. A polícia militar através da equipe da FTA CP54 composta pelos soldados Ferreira e Brito, com apoio da guarnição da RD do Ronda 1230 soldados, Morais, L. Silva e Sarmento e da VTR do Ronda 1228 – Soldados, Martins e Cardoso, compareceu ao local, deu voz de prisão e conduziu os suspeitos para 20ª DRPC, onde foram realizados os procedimentos de conformidade com o Estatuto do Desarmamento. Consulta ao Sistema de Informações Policiais-SIP, não apresentou registro anterior em desfavor dos suspeitos.

ICÓ – QUADRILHA É PRESA APÓS TENTAR SACAR DINHEIRO NO BB COM CARTÃO CLONADO.

Anteontem por volta das 15h a Polícia Militar recebeu uma ligação da Sub-Gerente do Banco do Brasil cidade de Icó, identificada apenas por “Meire” e do Segurança “Junior”, a informação que algumas pessoas suspeitas iam saindo do banco após tentar efetuar um saque em um dos caixas eletrônicos. De imediato, a Policia Militar, através das RP’s 2462 e 2382 comandadas pelos policiais subtenente Flávio Nojosa, e sargento Herivelton, foram ao local e bem próximo ao Banco, na Av. Nogueira Acioli, centro daquela cidade, prenderam Jose Odailson Correia Alves, 38 anos, moto taxista, Tiago Romão Catarino, 21 anos, serviços gerais, José Adail Victor dos Santos, 26 anos, carroceiro, Gilberto Alves Costa Freire, 27 anos, comerciante, Maria Zenilda Ramos, 36 anos, enfermeira, todos residentes na cidade de Ipaumirim. No ato da prisão, os acusados se encontravam no veículo Eco Esport prata, 2008, de placas MOK-2628, Patos/PB. Todos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Icó, onde segundo o boletim da polícia, foi comprovado que estavam com cartão clonado, à quadrilha foi enquadrado no Art. 155 Parágrafo 4º Inc. ll do Código Penal.

ALTANEIRA-CE: Adolescente assinado a facada.

Um crime de morte foi registrado na noite de ontem, no município de Altaneira. Por volta das 21h15, após uma discussão banal seguida de luta corporal ocorrida na Rua João Gonçalves, no município de Altaneira – CE, o adolescente Josival Sabino Dantas, 17 anos, sem profissão definida, filho de Jorge Sabino Dantas e de Tereza Correia de Araujo, residente na rua José Pio de Oliveira, 94, centro de Altaneira foi vitima de homicídio com uma profunda faca no tórax. A polícia apurou que Josival Sabino encontrava-se em luta corporal com o jovem Joaquim Oliveira Lustosa, de idade não informada momento em o pai do seu desafeto, o agricultor Adão Lustosa da Silva, 65 anos, casado, agricultor, residente a Rua João Gonçalves, 685, centro de Altaneira lhe agrediu com uma facada para em seguida fugir tomando rumo ignorado. O adolescente ainda foi socorrido por populares para o hospital local aonde morreu quando recebia socorros médicos.

A polícia militar ao tomar conhecimento do fato, compareceu ao local do crime através da RP-2225, composta pelo cabo Batista e soldados Lacerda e Narcelio que deu inicio as diligências no sentido de prender o acusado, mas êxito. O carro rabecão foi acionadol e conduziu o corpo para o Núcleo de pratica florense regional do Cariri em Juazeiro do norte – CE para necropsia e posterior liberação para sepultamento

BANABUIÚ-CE: homem é morto com vários tiros

Por volta das 6h50, na Avenida Queiroz Pessoa, no centro da cidade Banabuiú, um homem não identificado, Moreno, de baixa estatura, numa moto de cor Vermelha, usando capacete, assassinou com 04(quatro) disparos de arma de fogo, a pessoa de Carlos Antonio Rabelo de Sá, 44 anos. A vítima foi alvejada com 03 (Três) tiros na Cabeça, e 01(um) no tórax. Os PPMM ouviram os disparos de arma de fogo, e logo saíram para o local, e se depararam com Carlos Antonio ainda com vida no solo, e logo o socorreram para o hospital local, em seguida saíram em diligências, com o intuito de identificar e prender o autor do Crime, mas sem êxito. Carlos Antonio após receber os primeiros socorros, foi reconduzida para o hospital desta cidade de Quixadá-CE, onde não resistindo aos ferimentos veio a óbito.

PENA FORTE – CE: Prisão de assaltantes

A polícia de Penaforte/CE prendeu nesta madrugada, por volta das 02h00, próximo ao Cemitério, daquele município os acusados de assaltos: Paulo Rogério Freires dos Santos, 22 anos, solteiro, desocupado, natural de Penaforte/CE, residente na Rua Claudionor Couto Cruz, na Vila Garrancho; Ildelânio Alves da Silva, 20 anos, solteiro, recenseador do IBGE 2010, residente à Rua Claudionor Couto Cruz, na Vila Garrancho; e Leandro Manoel Antônio, 23 anos, solteiro, Agente do Pró-Cidania, residente à Rua Habitat II, Sítio Baixio do Couro, todos no município de Penaforte. O trio foi abordado por Policiais Militares após diligências realizadas dando conta de que delinquentes tentavam assaltar caminhões na BR-116 colocando pedras no meio da pista e efetuando disparos de arma de fogo. Os mesmo já foram interceptados pela polícia próximo ao Centro da Cidade ocupando uma MOTO YAMAHA de cor preta e placa NRA-4360, inscrição de Penaforte/CE, com restrição de Alienação Fiduciária. No momento da prisão foi encontrado com Paulo Rogério, 01 (um) revólver calibre “38”, special, com a numeração ilegível, com capacidade para 06 (seis) cartuchos, desmuniciado, bem como 01 bainha e 06 (seis) munições no bolso do acusado, sendo 04 (quatro) intactas e 02 (duas) deflagradas. Segundo a polícia, Paulo Rogério, Ildelânio Alves e Leandro Manoel são suspeitos de integrarem uma quadrilha que vem aterrorizando a região com práticas de assalto a caminhões na BR-116, entre a cidade de Jati/CE e a divisa do Estado de Pernambuco. As prisões foram feitas após diligências realizadas por Policias Militares do Destacamento PM de Penaforte/CE, na CP-2453, sob o comando do cabo Moreira com o apoio de Policias Militares do Destacamento PM da Cidade de Jati/CE, na RP-2373, composto pelo subtenente Arimatéia Os acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo/CE, para a realização do devido procedimento legal.


Por: Jota Lopes
Repórter Policial

REPÓRTER do Blog do Crato e
Jornal Chapada do Araripe OnLine


Proibida a Reprodução

Momentos.Liduina Belchior.


“Quero agarrar o instante já,
que de tão fugitivo não é mais,
pois tornou-se um novo instante.
Toda coisa tem um momento em que
ela é.E eu quero apossar-me do é
dessa coisa”.(M Bethânia em uma
de suas falas).

O instante já escorrega
pelas minhas mãos…
Quero segurá-lo,mas é em
vão.Os momentos importantes,
são simplórios e curtos, mas
valem preciosidades:Escuto o
canto da sabiá,as folhas do
coqueiro balançarem, os risos
das pessoas, os sussurros.
Caso me prepare,consigo ver
o infinito…Ou chegar lá.
Mas me assusta o pensar no
inexorável,no imutável, no
invariável,no inflexível,no
inabalável.
As mãos tremem, o corpo
responde e a mente divaga.
O caminho entre o inflexível
e o flexível é muito pequeno.
Por isso tenho que estar atenta
ao Amor “tirando sua poeira”.

SESI/Crato – O Diário de uma Tragédia – Depoimentos

Prezados leitores do Blog do Crato,

Cheguei ontem no Salão nobre da Prefeitura Municipal do Crato, como sempre faço, quando sei de reuniões importantes. Na agenda do prefeito, constava receber o Presidente da FIEC, para conversar sobre o fechamento da unidade SESI do Crato. A sala estava cheia de repórteres de Rádio, Jornalistas, e um ar de tristeza e de indignação. 6 ou 7 pessoas estavam sentadas na mesa principal, tendo o prefeito Samuel no seu lugar a reclamar e contra-argumentar. Percebi que a coisa não era nada boa, e fui desembainhando a minha câmera fotográfica, quando ouvi o Prefeito dizer:

“Quer dizer que essa decisão é irreversível ?”
“Na verdade, vocês vieram hoje aqui na prefeitura apenas para nos comunicar essa notícia triste e em caráter irrevogável?

Ao que um deles, da comissão, o Figueiredo, sempre com ar de alegria e desembaraço ( daqueles de alguém que houvesse ganho na loteria recentemente ), dizia apenas:

“Infelizmente, Sr. Prefeito, essa é a realidade. Nós sabemos que os Cratenses não iriam gostar, mas agora vocês têm aí o “trem bala” não é mesmo ?, mas nós pensamos na região metropolitana. Como o Sr. Sabe, hoje formamos uma metrópole, e não tem sentido manter 2 unidades do SESI. Foram feitos estudos aprofundados que mostram a inviabilidade em manter o SESI do Crato… entendam que esta não é nossa decisão…nós viemos comunicar…foram feitos estudos minuciosos, e esta é uma decisão que veio DE CIMA…DE CIMA…”

Criou-se um clima de bate-boca, e o prefeito então disse:

“Se a decisão vem de cima, e se nós cratenses não podemos fazer nada pra impedir, vamos pelo menos tentar obter o melhor disso tudo ? Porque não transformar aquele espaço do atual SESI numa Universidade, ou trazer mais uma faculdade para o Crato ? Como sabemos aquele local aonde hoje funciona o SESI é muito valorizado, e uma área imensa. O que vocês pretendem fazer com aquela área ?

“Vender”, respondeu o Figueiredo.

Então, meus amigos do Blog do Crato, estou trazendo agora uma série de depoimentos e entrevistas com o Prefeito, o Secretário do desenvolvimento econômico Duda Alencar, a Secretária de Cultura Danielle Esmeraldo, e Presidente da FIEC, e o tal Figueiredo, a quem a imprensa Cratense pressionou ao final da entrevista. Gravei extenso material, com fotos, filmagens e entrevistas que faço questão de deixar registrado aqui no Blog do Crato, para que as futuras gerações possam saber como se deu mais esse baque sobre o Crato, e aqui não estamos sendo bairristas, porque Juazeiro já possui uma unidade do SESI também, e para esta funcionar, não precisariam desativar a unidade do Crato. Passamos agora para os depoimentos colhidos na manhã de ontem na prefeitura municipal, logo após a reunião. Para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, recomendamos parar o player da Rádio Chapada do Araripe, na entrada do Blog, no canto superior direito:
Depoimento do Prefeito Samuel Araripe sobre a desativação do SESI:


“Eu recebo essa notícia com muita tristeza, com muita indignação e com muita revolta. Aqui nesta audiência eu coloquei o meu protesto neste sentido. Aliás, eu gostaria de esclarecer certos rumores. No primeiro momento em que tomamos conhecimento de que o SESI sairia de Crato para juazeiro, nós começamos a trabalhar. Participamos de uma audiência na associação comercial com várias entidades de classe, por exemplo, a associação comercial, CDL, Sindilojas, Rotary, Lions, Maçonaria, e daquela reunião foi gerado um documento. Eu pedi ao Dr. Tasso Jereissati, que entregasse ao presidente da FIEC, e que nós queríamos uma explicação. O Deputado Arnom Bezerra levou documento idêntico para apresentar lá aos dirigentes regionais. E hoje, eles compareceram aqui ao meu gabinete para dizer que a decisão é irreversível, que foi uma decisão tomada a nível nacional, depois de um levantamento técnico comparando os serviços utilizados no Crato e em Juazeiro. E eu aqui registrei o meu protesto, porque eu acho ( achava, porque agora eu não acho mais ) que o SESI, ele prestava um serviço social, não se visava lucro nem nada disso, porque eu tenho certeza que prejuízo não dá. Então, eles disseram que ainda assim, com nosso protesto, com a nossa indignação, com nosso esforço, a decisão é irreversível. Entregamos um segundo documento aqui fazendo um último apelo para que ele não faça isso. Ele levou, prometeu submeter à apreciação dos superiores, mas dizendo que a coisa é irreversível. Bom, agora, eu quero aqui deixar bem claro, porque às vezes a gente diz uma coisa e as pessoas querem distorcer e colocar culpa em quem não tem. A decisão não depende do Prefeito. Se dependesse, eu ia dar um NÃO bem grande, e o SESI permaneceria aqui. Muito bem. Não depende. É uma coisa privada que depende da diretoria deles. Eu aqui fiz um apelo. SE, veja bem a condicionante aí…se não tiver jeito, que se traga pra aquele local uma unidade de educação, como por exemplo, uma universidade, ou várias faculdades, já que o terreno é o melhor possível. Tem toda a infra-estrutura. Ha 200 metros tem o metrô de superfície, tem o Mercadinho São Luiz na frente, o terreno fundo correspondente, tem a órdem dos advogados, tem o fórum, justiça do trabalho, tem toda a infra-estrutura possível para que se instale ali uma universidade. E eu disse isso. Muito bem. Eu vou ficar de olho, porque a prefeitura pode nessa parte interferir, porque se vier ali uma coisa não condizente com o plano diretor, é claro que a prefeitura não vai dar o alvará de funcionamento, então aí, depende de mim. Agora, se vier uma universidade, para 3000, 4000, 5000 alunos, aí o povo do Crato vai ficar feliz e o prefeito também. Então firmamos aqui extra-oficialmente esse pacto. Primeiro, eu quero que o SESI fique. Se não tiver jeito de ficar, que se traga uma universidade, que eu mesmo, através do meu secretário de Desenvolvimento Econômico, ( Duda Alencar ), já vamos fazer aqui uma pesquisa pra saber qual universidade deseja se instalar aqui na região do cariri. E iremos pessoalmente manter um contato, porque o terreno comporta. E vamos acompanhar de perto.

Depoimento do Secretário de Desenvolvimento Econômico Duda Alencar:

“Esta foi uma página triste na história do Crato. Não se justifica essa retirada do SESI do Crato, logo agora que estamos com os maiores e melhores índices de desenvolvimento econômico em muitos anos no Crato. Logo agora que virá mais uma etapa da GRENDENE com milhares de novos funcionários. Isso é que é muito estranho. Que decisão é essa que vem “de Cima” ? Eu estou aqui arrasado e com um sentimento de revolta, e isso deve ser todos os Cratenses. Porque o nosso SESI tem 40 anos que tem trazido boas coisas ao Crato. Quantos eventos importantes não já aconteceram ali ? Qual o sentido de fecharem esta unidade do Crato, se é uma unidade bem aparelhada e a de Juazeiro ainda irão aparelhar ? Nós fizemos reuniões recentemente com Sindilojas e mobilizamos vários setores do Comércio e Indústria do Crato para evitar essa tragédia, mas a desativação vem de “instâncias superiores”.

Depoimento da Secretária de Cultura, Esporte e Juventude Danielle Esmeraldo

“Pra que veio então essa comissão aqui hoje? Só para nos comunicar uma tragédia ? Deixaram para dizer isso no último dia, num tempo em que não cabe nenhum recurso ? Como se espera que as crianças e jovens vão agora lá pra juazeiro a fim de frequentarem o SESI já tendo uma unidade aqui no Crato ?”

Depoimento do Presidente da FIEC:

Depoimento do “Figueiredo”, pressionado por alguns repórteres no final ( essa é realmente imperdível ):


Reportagem:
Dihelson Mendonça

UFC Cariri inscreve para duas vagas em Medicina

O Curso de Medicina de Barbalha, no Campus da UFC no Cariri, inscreve de 16 a 20 de agosto para professor substituto. São ofertadas duas vagas. Ambas preveem regime de trabalho de 40 horas semanais e exigem dos candidatos o título de mestre. Os interessados devem dirigir-se, de 8h às 11h e de 14h às 17h, à secretaria do curso (R. Divino Salvador, 284 – Bairro Rosário). A taxa é de R$ 75,00. Informações: (88) 3312.5000.

Fonte: DN

ALMANAQUE – 13 de agosto de 2010. Por: Meirinha

ALMANAQUE

13 de Agosto: Dia Mundial do Canhoto

1521 – A cidade asteca de Tenochtitlán cai perante as forças de Hernán Cortés, e Cuauhtémoc é capturado, enquanto atravessava o Lago de Texcoco.
1930 – Seringueiros, pescadores e indígenas brasileiros relatam “bolas de fogo” que caíram do céu, num evento posteriormente conhecido como Tunguska brasileiro.
1961 – Tem início a construção do Muro de Berlim.

Nasceram neste dia…

1311 – Afonso XI de Castela (m. 1350).
1899 – Alfred Hitchcock, cineasta britânico (m. 1980).
1926 – Fidel Castro (na imagem), revolucionário e político cubano.

Morreram neste dia…

1863 – Eugène Delacroix, pintor francês (n. 1798).
1996 – António de Spínola, militar e político português (n. 1910).
2005 – Miguel Arraes, político brasileiro (n. 1916).

Fonte: Wikipedia

O Ex-Governador Miguel Arraes é o nosso homenageado no Hoje na História


HOJE NA HISTÓRIA – Miguel Arraes

Miguel Arraes de Alencar (Araripe, 15 de dezembro de 1916 — Recife, 13 de agosto de 2005) foi um advogado, economista e político brasileiro. Popularmente conhecido como Pai Arraia ou Dr. Arraes, Miguel Arraes foi uma personalidade de destaque no cenário nacional, membro e importante líder do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Nasceu no interior do Ceará, primogênito e único filho homem de Maria Benigna Arraes de Alencar e José Almino de Alencar e Silva, pequenos agricultores do sertão nordestino. Foi prefeito do Recife, deputado estadual, deputado federal e por três vezes governador do estado de Pernambuco.

Juventude

Durante a juventude Arraes mudou-se para Crato, com o objetivo de concluir o ginásio (ensino fundamental). Nesses anos, um fato marcou muito a sua personalidade: flagrou um curral com três flagelados presos simplesmente por tentarem fugir da seca para Fortaleza. A respeito, afirmou: “É uma lembrança que guardo para sempre. Era um horror difícil de compreender e marcou meu jeito de ver as coisas”.

Em 1932, aos dezessete anos, foi aprovado no vestibular da Faculdade de Direito da Universidade do Brasil (atual UFRJ). Simultaneamente, também foi aprovado no concurso público de Escriturário do Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA), sendo lotado no Recife. Após a posse no cargo, conseguiu a transferência para a Faculdade de Direito do Recife (incorporada posteriormente à UFPE). Formou-se em 1937. No ano seguinte, foi promovido a assistente do diretor de Fiscalização, cargo no qual permaneceu até 1941, quando passou a ser chefe de Secretaria. Em 1943 ascendeu a Delegado Regional, ocupação que deixou em 1947, ao assumir a Secretaria de Fazenda do Estado de Pernambuco, por indicação de Barbosa Lima Sobrinho, que havia sido eleito governador do estado naquele ano e com quem havia trabalhado no IAA.

Carreira política antes do golpe de 1964

Miguel Arraes (direita) cumprimenta o Presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika, em maio de 2005. Elegeu-se governador em 1962, com 47,98% dos votos, pelo Partido Social Trabalhista (PST), apoiado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) e setores do Partido Social Democrático (PSD), derrotando João Cleofas (UDN) – representante das oligarquias canavieiras de Pernambuco. Seu governo foi considerado de esquerda, pois forçou usineiros e donos de engenho da Zona da Mata do Estado a estenderem o pagamento do salário mínimo aos trabalhadores rurais (o Acordo do campo) e deu forte apoio à criação de sindicatos, associações comunitárias e às ligas camponesas. Com o golpe militar de 1964, tropas do IV Exército cercaram o Palácio das Princesas (sede do governo estadual). Foi-lhe proposto que renunciasse ao cargo para evitar a prisão, o que prontamente recusou para, em suas palavras, “não trair a vontade dos que o elegeram”. Em consequência, foi preso na tarde do dia 1º de abril.

Deposto, foi encarcerado em uma pequena cela do 14º Regimento de Infantaria do Recife, sendo posteriormente levado para a ilha de Fernando de Noronha, onde permaneceu por onze meses. Posteriormente, foi encaminhado para as prisões da Companhia da Guarda e do Corpo de Bombeiros, no Recife, e da Fortaleza de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. Seu pedido de habeas corpus (HC) no Supremo Tribunal Federal foi protocolado em 19 de abril, sob o número 42.108. Foi concedido, por unanimidade, fundamentado em questões processuais (foro privativo de governadores e necessidade de autorização da Assembléia Legislativa). A exceção foi o voto do ministro Luís Galloti, que concedeu o HC em função do flagrante excesso de prazo da prisão. O então procurador-geral da República, Oswaldo Trigueiro, opinou pela manutenção de sua prisão. Libertado em 25 de maio de 1965, exilou-se na Argélia.

O exílio

Concedido o habeas corpus, Arraes foi orientado por seu advogado, Sobral Pinto, a exilar-se, sob pena de voltar a ser preso pela ditadura. Após recusa da França em recebê-lo, Arraes cogitou pedir asilo ao Chile – onde, alguns anos depois, houve em 1973 o golpe militar de Pinochet. Assim, Arraes tomou a Argélia como destino. Parecia até proposital, pois a Argélia tinha problemas sociais parecidos com os do Brasil. Durante o exílio, foi condenado à revelia, no dia 2 de março de 1967, pelo Conselho Pernambucano de Justiça da 7ª Região Militar. A pena, de 23 anos de prisão, foi pelo crime de “subversão”.

Carreira política após a anistia
Em 1979, com a anistia, volta ao Brasil e à política. Cerca de 50 mil pessoas estiveram presentes no bairro de Santo Amaro para o comício de boas vindas[carece de fontes?], é recepcionado por várias lideranças de esquerda que permaneceram no Brasil, inclusive Jarbas Vasconcelos, aliado que se tornará a partir da década de 1990 seu principal adversário político. Elegeu-se deputado federal em 1982, pelo PMDB. Em 1986 vence as eleições para governador de Pernambuco, ainda pelo PMDB, derrotando o candidato do PFL e do governo, José Múcio Monteiro. Seu governo foi caracterizado por programas voltados ao pequeno agricultor, como o Vaca na corda, que financiava a compra de uma vaca e o Chapéu de palha, que empregava canavieiros, no período de entre-safra, na construção de pequenas obras públicas. Outro ponto central foi a eletrificação rural. Em 1990, filia-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). É eleito mais uma vez governador em 1994, aos 78 anos, sendo um dos principais opositores ao governo do presidente Fernando Henrique Cardoso – posição esta que lhe custou caro, politicamente. Seu último governo é marcado pela grave crise financeira do estado e pela greve das polícias civil e militar.Perde a reeleição em 1998 para seu ex-aliado e ex-prefeito do Recife Jarbas Vasconcelos, que obteve mais de 64% dos votos válidos.

Em 2002, com 86 anos, vence sua última eleição, elegendo-se o quarto deputado federal mais votado do estado de Pernambuco, mas desta vez apóia como candidato à presidência o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, que fica na terceira colocação na eleição presidencial do primeiro turno. Uma candidatura própria à Presidência da República foi de grande importância para o crescimento do partido do qual era cacique (PSB). No segundo turno apoia o candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aliado seu nas outras eleições presidenciais. Neste seu último mandato como deputado federal fez parte, junto com os integrantes de seu partido, o PSB, da base aliada do governo do presidente Lula, sendo responsável pela indicação de ministros que iriam ocupar o Ministério da Ciência e Tecnologia no primeira gestão de Lula, destacando-se na função seu neto e herdeiro político Eduardo Campos, atual governador de Pernambuco, também pelo PSB.

Arraes foi internado no dia 16 de junho de 2005, com uma suspeita de dengue. Sua saúde piorou no dia 19, quando, vitimado por uma arritmia e a consequente queda de pressão, foi entubado e passou a respirar por aparelhos. Também foi detectada uma infecção pulmonar. No dia 12 de agosto, foi anunciado que deixaria a unidade de tratamento intensivo. Porém, durante a madrugada, piorou e o quadro era o de uma infecção generalizada, pela terceira vez. No fim da manhã, faleceu depois de 59 dias de internação na UTI do Hospital Esperança, no Recife. A causa mortis foi um choque séptico causado por infecção respiratória, agravada por insuficiência renal.

Seu corpo foi velado no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no dia 13 de agosto. O cortejo fúnebre saiu no final da tarde do dia 14 de agosto em direção ao Cemitério de Santo Amaro no Recife, onde foi sepultado, seguindo por milhares de pessoas que cantavam antigos jingles das suas campanhas políticas.

Fonte: Wikipedia

CRATO – Notícias da URCA – Universidade Regional do Cariri – Dia 13 de Agosto de 2010


URCA deverá se integrar ao Programa de Formação Cidadã

A vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e diretora do Instituto de Responsabilidade Social da entidade, Vânia Dummar, esteve reunida, na tarde de ontem, com o Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Plácido Cidade Nuvens, a Vice-Reitora, Otonite Cortez, e Pró-reitores da Instituição de Ensino Superior. A finalidade do encontro foi obter a adesão da URCA a rede do Programa de Formação Cidadã, juntamente com outras instituições de ensino superior da região. O projeto foi apresentado por Vânia Dummar, que também propôs a assinatura de um convênio entre a URCA e demais instituições, como forma de promover a atuação em rede. O programa está ligado ao Instituto Fiec de Responsabilidade Social e nasceu em 2002, diante da possibilidade de reunir estudiosos e profissionais dos setores privados e públicos, para atuarem nos processos de mudanças sociais e na área educacional. O objetivo é formar alunos e educadores com a compreensão da realidade social, na medida em que a práxis cidadã é despertada pelo exercício da solidariedade. O Reitor da URCA destacou a disponibilidade de envolvimento no programa por parte da Instituição na rede, através dos seus cursos. A assinatura do convênio de participação ocorrerá após adesão de outras universidades da região.

Aulas do Curso de Gestão em Saúde Pública começam dia 16

A Comissão Gestora dos Cursos Seqüênciais da URCA/FUNDETEC, comunica aos alunos das turmas novas, do Curso de Gestão em Saúde Pública, dos municípios de Crato e Juazeiro do Norte, que as aulas terão início dia 16/08/2010, a partir de 18h30. Em Crato, as aulas acontecerão na Escola São Francisco (próximo ao Parque de Exposição) e, em Juazeiro do Norte, na Escola Padre Cícero (próximo ao Memorial).

Curso lembra Dia do Economista com debate e entrevista

Será realizada nesta sexta-feira, dia 13 , na Universidade Regional do Cariri (URCA), a comemoração do Dia do Economista, através do Departamento de Economia, que fará debate sobre Economia e Solidariedade, no Salão de Atos da URCA, à noite. A Coordenadora do Curso de Ciências Econômicas, Laudeci Martins, dará entrevista na Rádio Tempo FM, abordando o tema, das 12 horas às 14 horas.

Missa de 7º dia pelo professor Rafael Gioia será na noite desta sexta

A Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Regional do Cariri (URCA), o Geopark Araripe e a FUNCAP convidam a todos para a Missa de 7º dia pelo falecimento do Professor Rafael Gioia Martins Neto, que se realizará na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro Pimenta, em Crato, hoje, dia 13 de agosto de 2010, às 19 horas.

Assessoria de Comunicação Universidade Regional do Cariri – URCA (88) 3102-1212 ramal 2617 www.urca.br – Crato, 13 de agosto de 2010.

CRATO – Notícias do dia 13 de Agosto de 2010


Diretoria da FIEC transmite oficialmente o fechamento do SESI

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, esteve reunido, durante a manhã de ontem, na prefeitura municipal, com os dirigentes da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), que fizeram o comunicado oficial do fechamento da Unidade do Sesi de Crato. O gestor municipal lamentou, com indignação, o fechamento da instituição, que há cerca de quatro décadas funcionava no município, prestando um amplo serviço nas áreas educacional e social. O prefeito esperava, com a reunião, que fosse apresentada alternativa para reverter o quadro, mas obteve apenas justificativas por meio dos dirigentes, que apresentaram um Estudo de Viabilidade – do Núcleo de Negócios do Sesi do Crato. Continua operando na região apenas a Unidade de Juazeiro do Norte, com o fortalecimento, depois que a unidade do Crato deixar totalmente de funcionar. A previsão é que isso ocorra a desativação total até o dia 31 de dezembro. A unidade cratense do Sesi funciona atualmente com 60 funcionários e tem um investimento anual de R$ 2 milhões. O prefeito do Crato, por diversos momentos, demonstrou as boas condições que a cidade apresenta, em vários níveis de desenvolvimento, seja na perspectiva de investimentos nas áreas da indústria e comércio, e também no turismo. Mas a os dirigentes apenas trouxeram as justificativas da paralisação dos serviços, informando que algumas indústrias já conseguem oferecer o que Sesi oferece, além de anunciarem o investimento em unidades móveis, que será intensificado na região.

O prefeito do Crato, mesmo com a decisão já apresentada pela Fiec, entregou uma carta ao presidente da entidade, no Ceará, Roberto Macedo. O documento entregue por Samuel Araripe e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Empreendedorismo, Duda Alencar, informa que a análise e decisão representam o pensamento da população do Crato e do Cariri, em relação à manutenção da Unidade do Sesi – Crato, no sentido de evitar a desativação da unidade. Também destaca o crescimento de vários setores e implantação de indústrias e empresas comerciais na cidade nos últimos anos. Além disso, Duda Alencar ressaltou o crescimento da Grendene, ampliando o número de vagas. O prefeito também abordou o Plano de Requalificação Urbana (PRU), que traz um planejamento orientado, voltado para o desenvolvimento de diversos setores do município.

Várias entidades do município estiveram mobilizadas nos últimos dias como o Sindicato dos Lojistas, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Lions, dentre outras. O prefeito solicitou que, caso não haja a real possibilidade de permanência, que pelo menos o prédio, que atualmente passa por uma avaliação, seja destinado a uma instituição de ensino superior. Ele afirma que o município iniciará um levantamento nesse sentido.

Articulação pró-Selo fortalecida em Crato

O trabalho de articulação pró-Selo Unicef continua sendo realizado junto à comissão formada por setores da administração, que tem intensificado as atividades junto aos diversos setores da administração. Contatos estão sendo efetivados no intuito de manter as ações voltadas para o fortalecimento de projetos nas áreaa da infância e da juventude. Na última terça-feira, foi realizado o lançamento da campanha Pró-Selo Unicef em Crato, no Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva. A largada foi dada no município pelo prefeito Municipal, Samuel Araripe, junto com a primeira-dama, Mônica Araripe. O gestor municipal destacou a importância do engajamento da sociedade cratense nesse importante trabalho, que vem referenciar o Crato com um dos municípios modelo no desenvolvimento de projetos qualificados e que proporcionem uma melhor condição de vida para a infância e a adolescência. Um cortejo foi realizado nas ruas da cidade, com desfile do Maracatu da Vila Carrapato, Winu-Erê, que quer dizer “Criança”, nas línguas guarani e yorubá. O grupo pertence ao Ponto de Cultura Carrapato Cultural. Teve também a participação de integrantes dos projetos Nova Vida, Verde Vida, Escoteiros, Projovem, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e CRAS dos bairros da cidade.

Projeto de revitalização das praças centrais terá licitação no próximo mês

Está previsto para ser realizado até o próximo mês de setembro, o processo de licitação para início da reforma das praças centrais do município do Crato. O projeto inclui a revitalização das seis principais praças, incluindo a substituição do asfalto por calçamento em pedra, valorizando a questão ambiental e proporcionando uma nova paisagem urbana aos pontos estratégicos da cidade. Também haverá um planejamento para a iluminação, com uma ambientação dinâmica. Essas são apenas algumas referências do projeto, que inclui a melhoria das praças, com recuperação total desses espaços, dentro de projetos planejados, que resgatem, acima de tudo, a história da cidade.

Secretaria Municipal da Assistência Social do Crato promove curso de inglês para jovens

O Governo Municipal do Crato por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social – SEMAS, e tendo como parceiro o SESC – Crato, abriu inscrições para curso de inglês, no Pólo de Atendimento Edvardo Ribeiro Da Silva; situado no distrito da Ponta da Serra. O publico alvo será jovens com idade de 10 a 15 anos.

Secretaria de Cultura do Crato convida todos a comparecerem amanhã a seletiva do Festival Canta Ceará

Numa realização do Solaris, com patrocínio da Coca Cola e apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude do Crato será realizada amanhã, sábado 14, no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA a seletiva do Festival Canta Ceará. O Festival Canta Ceará, foi aprovado na lei estadual de incentivo a cultura, por meio da SECULT Secretaria de Cultura do Estado e visa estimular e valorizar a produção musical e artística de nosso estado, revelando assim novos talentos, e evidenciando novas bandas do cenário da música cearense. O Canta Ceará está realizando seletivas pelo interior do estado, além da capital, com o objetivo de criar um espaço para as manifestações musicais e culturais das bandas da região. Serão mais de 60 bandas, ainda não lançadas comercialmente, que terão a oportunidade de ampliar e mostrar suas potencialidade na conquista de um espaço no circuito musical do Ceará. As bandas cratenses que se apresentarão amanhã são:

Banda RC4, Banda BR 87, Dimensão Paralela, 4º. ao Lado. Trotsk, Zerê, Morfim 8, Cantigar e Trak 16.

Serão aprovadas para as seletivas de apresentação nas cidades nove (09) bandas de cada região, quando passará apenas uma para a final. A etapa final será realizada no dia 25 de setembro, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura em Fortaleza, com a escolha de três bandas vencedoras em 1º, 2º e 3º lugar. A premiação para as vencedoras do Festival Canta Ceará é composta por uma quantia em dinheiro (R$ 5 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente), o direito de tocar no Ceará Music 2010, com todas as despesas pagas, e a execução de suas músicas nas rádios FM Cidade, Atlântico Sul e Jovem Pan. Não esqueça, amanhã às 18 horas no Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA a seletiva do Festival Canta Ceará.

Com informações da ASCOM – PMC
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

SELO UNICEF: O MUNÍCIPIO DE CRATO NO CAMINHO CERTO – Por Wilson Bernardo.

Em todos os índices de desenvolvimento que comprovam a inclusão de crianças e adolescentes em programas Sociais, o Município do Crato está bem à frente de algumas das maiores cidades brasileiras. A Casa Harmônica, que desenvolve inúmeros projetos com a participação de grande numero de crianças, se consolida junto ao Município, através da Prefeitura do Crato, nas condições necessárias para mais uma vez, ser agraciada com o selo UNICEF, que são politicas de Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes, na Cultura, Esportes e Educação. No dia 18 de Setembro, se realizará um Fórum, em que se decidirão as Cidades vencedoras do Selo UNICEF. O Crato, com certeza, esta no caminho certo.

Caminhada dos projetos e junto ao Prefeito Samuel Araripe e Mônica Araripe, parte da equipe que faz com que o Crato mereça o Selo Unicef.

Teatro Salviano Saraiva, colorido de jovens, participação dos Escoteiros, e crianças participantes dos números projetos sociais

Maracatu e coroação da rainha por Mônica Araripe

Crianças e crianças

Cortejo dos projetos da Casa Harmônica

O Bola na Rede
e FOI SÓ alegria…e muita canseira

Todos dançam e festejam o selo Unicef

Muita dança e arte
Criarte, realizando sonhos de se fazer o novo com Arte

O Secr.de Educação Valentim Dantas, totalmente engajado nos Projetos Sociais

Amigos da Leitura no caminho certo do Sucesso de todos.

Wilson Bernardo (Texto & Fotografias)

O Pensamento do Dia – Dedicado à Meirinha

“Há pessoas que lutam um dia e são boas. Há outras que lutam um ano e são melhores. Mas há as que lutam toda a vida. Estas são imprescindíveis.”

Berthold Brecht

LÁBIO LEPORINO – ´Operação Sorriso´ vai atender só na Capital

O projeto ajuda no fortalecimento da autoestima das crianças e adolescentes – JOSÉ LEOMAR – Pacientes do Cariri estão sendo cadastrados na cidade do Crato, para fazerem a operação em Fortaleza.

Crato. Este ano, a equipe disciplinar da “Operação Sorriso” não se deslocará para o Cariri, como aconteceu nos anos anteriores. As cirurgias serão feitas no Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza, entre os dias 30 de agosto e 7 de setembro. Os pacientes das outras regiões do Estado já eram atendidos na Capital. A hospedagem, o transporte e a alimentação serão fornecidos, sem custo, pelo programa, que pretende atender a 100 pacientes, na faixa etária entre 2 a 17 anos, que necessitam de cirurgia para correção de lábio leporino. A Operação Sorriso do Brasil é uma instituição privada, sem fins lucrativos que se dedica a transformar a vida de crianças e jovens portadores de fissura lábio-palatina (lábio leporino e fenda palatina).

A coordenadora regional do Programa, Evelyn Ponte Gondin, informou que a equipe não será deslocada para o Cariri porque o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, de Barbalha, onde as cirurgias eram realizadas há três anos, não recebeu a equipe. A direção do Hospital justificou para reportagem que “o Centro Cirúrgico, que seria disponibilizado, durante 10 dias, já estava reservado para outras cirurgias marcadas anteriormente”. Sugeriu que a equipe procurasse outra unidade hospitalar da região. No Cariri, as inscrições são feitas na Secretaria de Saúde do Crato, onde já foram atendidas 60 pessoas com lábio leporino e fenda palatal, nestes 12 anos de existência do projeto. A campanha para o cadastramento foi lançada, ontem, na Rádio Educadora do Cariri com o objetivo de conscientizar a comunidade, principalmente os portadores da doença e seus familiares, da necessidade da cirurgia.

A enfermeira Lídia Guedes, da Secretaria de Saúde do Crato, advertiu que ainda existe preconceito contra a doença. Alguns pacientes e seus familiares se recusam a se submeter à cirurgia. Ela conta o caso de uma criança que não foi operada porque a mãe não permitiu. A garota terminou tentando suicídio.

A Secretaria tomou conhecimento da atitude da portadora de lábio leporino e convenceu a família a submetê-la ao tratamento. Hoje, é uma pessoa saudável e alegre, comemora Lídia, ressaltando que, em média, uma cirurgia no lábio demora em torno de 45 minutos e, após a cirurgia, o paciente está liberado para retornar para casa. A palatal é mais complicada, precisa de acompanhamento. A enfermeira destaca que estão envolvidos nesse projeto, de forma voluntária, médicos, cirurgiões plásticos, enfermeiros, anestesiologistas, psicólogos, ortodontistas, fonoaudiólogos, pediatras e geneticistas. O programa é desenvolvido de forma muito criteriosa, com avaliações, cirurgias e acompanhamento pós-operatório, complementa. Lídia reafirma que os procedimentos são inteiramente grátis. Uma cirurgia dessa feita por um médico particular sairia por mais de R$ 3 mil.

No ano passado, a ação no Hospital Infantil Albert Sabin superou a edição de 2008 em quantidade de crianças operadas. Foram 110 cirurgias, 14 a mais do que em 2008. Desde o início do mutirão, em 1997, já foram realizadas mais de 3 mil cirurgias em diversos Estados brasileiros. Somente no Ceará, 1.300 cirurgias de lábio leporino. Este ano, segundo a coordenação regional do programa, serão realizadas 100 cirurgias.

Portadores

Atualmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta 300 mil casos de brasileiros portadores de fissuras labiopalatais, uma a cada 650 crianças nascidas no Brasil. O lábio fissurado e/ou a fenda palatina são aberturas no lábio, palato ou tecido mole da parte posterior da boca. A causa exata desse problema ainda é desconhecida, mas esse é um defeito congênito em uma etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

As consequências da fissura lábio-palatal na vida de uma criança vão além da estética. Podem causar problemas auditivos, infecções crônicas, má nutrição, má formação da dentição e dificuldades no desenvolvimento da fala. Frequentemente ocorre abandono escolar, baixa da autoestima e também problemas psicológicos.

Parcerias

O trabalho é realizado em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde do Ceará, Marinha do Brasil, a Associação Brasileira de Cirurgia Craniomaxilofacial, o Genoma Humano, a Rede Nacional de Mobilização Social (Coep), o Hospital Infantil Albert Sabin, a Universidade Federal do Ceará, Associação Beija-Flor e o Lar Amigos de Jesus. Tais parcerias garantem o atendimento e a qualidade, principalmente, no pós-programa. O programa tem como principal patrocinador a Colgate-Palmolive. Outros parceiros são Johnson & Johnson, American Airlines, Pepsi e Comerc.

GRATUIDADE

3 mil reais, aproximadamente, é quanto custaria uma cirurgia do tipo realizada na “Operação Sorriso” por um médico particular. Com o projeto, os pacientes tem gratuidade no atendimento

MAIS INFORMAÇÕES
Hospital Infantil Albert Sabin
Rua Tertuliano Sales, 544, Vila União, Fortaleza. Horário: a partir das 8 horas
(85) 3101.4214 (Serviço Social)

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaborador do Blog do Crato

Todos os dias, Jornal do Cariri – Com Antonio Vicelmo – No Blog do Crato

radio educadora logo

Não perca, todos os dias, às 07:00 o Programa “Jornal do Cariri” com Antonio Vicelmo, agora de volta ao Blog do Crato. E quem quiser escutar o dia inteiro a Rádio Educadora do Cariri, acesse o nosso endereço: www.radioeducadoradocariri.com

.

Urca realiza a noite de abertura do Cariri Cangaço 2010

.

Tudo pronto para a noite de abertura do Cariri Cangaço 2010 – Coronéis, Beatos e Cangaceiros. A solenidade de abertura e a primeira das 16 Conferências que acontecerão durante os seis dias de evento, será no Salão de Atos da Urca – Universidade Regional do Cariri, na próxima terça-feira, dia 17 de agosto, a partir das 19 horas. O Cariri Cangaço 2010, prossegue por toda a semana com atividades nas cidades de Barbalha, Juazeiro do Norte, Porteiras, Missão Velha e Aurora, numa autêntica festa de integração da Região Metroplitana do Cariri, unindo, conhecimento, cultura, folclore e turismo, no maior encontro sobre a temática, já realizado no Brasil.
O Cariri Cangaço é uma promoção da Cariri do Brasil, uma realização das prefeituras de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha e Aurora, da Universidade Regional do Cariri, com o apoio do ICC, Centro Pró Memória, ICVC, SESC, SEBRAE, CCBNB, GeoPark Araripe, Revista Nordeste XXI, Pasargada Parque Hotel e Blog do Crato.
Toda a programação, conferencias, palestrantes, debatedores, como fazer sua inscrição, onde ficar, como chegar e tudo o mais que irá acontecer; você encontra visitando o site oficial do evento:
www.cariricangaco.com
Seja bem vindo ao Cariri Cangaço 2010 – Coronéis , Beatos e Cangaceiros.
Por: Manoel Severo

Loteamento do Crato – Por Professor Augusto

ELEITOR CRATENSE!

Estamos prestes a perder para a cidade de Juazeiro do Norte mais uma instituição, desta feita será o SESI(Serviço Social da Indústria). Seguirá o mesmo caminho das demais, tais como: aeroporto, DETRAN, SENAI, RECEITA FEDERAL, dentre outras. Da mesma forma, perdemos o Plantão da Polícia Civil e o da COELCE. Tudo isso acontece por falta de liderança política.

O que vemos, na atualidade, é o Crato ser invadido por candidatos -políticos da cidade de Juazeiro do Norte e, por consequência, a nossa cidade se encontra totalmente loteada por pseudo-cabos eleitorais, mais preocupados com as suas finanças do que com o futuro de nossa cidade. Por outro lado, temos candidatos que se dizem ” cratenses” e que por aqui aportam de paraquedas de quatro em quatro anos. A consequência nefasta de tudo isso é o retrocessso, é o descaso, é a falta de horizontes para o nosso Crato. Perguntem a esses candidadtos forasteiros como eles se posicionam em relação ao esvaziamento de nossa cidade, enquanto Juazeiro do Norte se desenvolve a passos largos.
Vamos dar um basta nisso tudo. Vote Consciente, vote pensando em nossa cidade.

Diga não a esses forasteiros.

Texto do Professor Augusto, postado por Maria Otilia.

Música de Qualidade - 24h!

300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

dezembro 2014
D S T Q Q S S
« nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2014

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -