Artigos escritos por Willames

Sesc oferece ações de saúde na Feira Livre do Crato

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado em 7 de abril, a Unidade Sesc do Crato realiza na segunda-feira (8) uma programação especial com orientações sobre cuidados e prevenções. As ações são destinas a comunidade em geral e acontecem das 8h às 11h, na Feira Livre do Crato (Mercado Público Municipal). Gratuito.
Serão oferecidos serviços de aferição de pressão, teste de glicemia, medição do Índice de Massa Corpórea (IMC), orientações sobre cuidados com a água, doenças sexualmente transmissíveis (DST), alimentação saudável e cuidados contra a dengue.

SERVIÇO

Sesc na Feira

Local: Feira Livre do Crato (Mercado Público Municipal)
Data: 8/4
Horário: 8h às 11h
Informações: (88) 3523.4444

:::Gratuito:::

www.sesc-ce.com.br

Facebook: /sescceara
Twitter: @sesc_ce

Evento sobre cultura popular reúne pesquisadores do Brasil na URCA

O II Colóquio Nacional de Pesquisa em Cultura Popular, evento que será realizado dos dias 08 a 15 de abril, na Universidade Regional do Cariri – URCA, reunirá pesquisadores de várias regiões do Brasil. O evento proporá simpósios, mesas-redondas e discussões de modo geral sobre Cultura Popular.

A segunda edição do evento reunirá trabalhos dedicados à abordagem dos aspectos da devoção e piedade, do culto e das práticas religiosas, às danças e cantos que tenham sua origem ligada à vida em comunidade, às narrativas de lendas, memórias, fábulas, entre outros aspectos, de um determinado grupo, família ou povo, bem como as origens, tipos e modalidades de manifestações populares. As religiões de matriz africana e as ações institucionais e agentes culturais populares também serão temas de trabalhos. A programação se dará ao longo de uma semana, sendo essa composta também por apresentações culturais.

No dia 08/04, pela manhã, Francisco Assis de Sousa Lima, psiquiatra, psicoterapeuta e mestre em Psicologia Social pela USP, autor de Conto Popular e comunidade narrativa, apresentará a conferência intitulada Memória: o conto popular no Cariri Cearense.  Durante a noite do mesmo dia, a programação cultural contará com a artista Keu Apoema que apresentará o espetáculo Ziri-Ziri, projeto construído a partir de uma residência artística realizada em Burkina Faso, país africano, entre o final de 2011 e o início de 2012. No segundo dia do evento, 09/04, pela manhã, Ignez Ayala, doutora em Letras pela USP e professora da UFPB palestrará sobre os Saberes Sociais em palavra, som e imagem. Durante a noite, Marcos Ayala, doutor em História Social pela USP e professor da UFPB, apresentará a conferência Culturas populares tradicionais e processos de institucionalização: sustentabilidade, diversidade, desigualdade.

No dia 10/04, pela manhã, Edil Costa, doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP e professora da UNEB, falará sobre as Tradições Orais da Bahia. Durante a noite, Julie Cavignac, professora da UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte e doutora em Antropologia e Sociologia Comparativa pela Universidade Paris X, apresentará a palestra intitulada “Dançar para se lembrar; memória e esquecimento do tempo da escravidão”.

No dia 11/04, durante a manhã, haverá apresentação cultural. Já durante a noite, Marcos Campos, mestre em Educação pela UFMG e professor da UFC, abordará o trabalho sobre Parintins, que é um relato da sua experiência na cultura do Boi Bumbá. No dia 12/04, durante a noite, haverá mesa-redonda. Na sequência, no dia 13/04, a programação cultural pela manhã será com o Congo de Oeiras que é uma manifestação cultural que remonta ao Período Colonial.

Já no penúltimo dia do evento, o NETLLI lançará três CDs de grupos de coco que atuam no Crato: Flor do Liro, do Grupo Cultural Amigas do Saber, Barra do dia, do grupo A gente do coco (Mulheres da Batateira) e Lagoano Mar, de Dona Naninha. No último dia do evento, dia 15/04, pela manhã, a programação cultural ficará com os Reis do Cariri, performance concebida pelo professor Luiz Renato da Escola de Artes Violeta Arraes/URCA.

Durante a noite, a professora Maria Aparecida Ruiz, doutora em Ciências da Comunicação pela USP e professora da UMESP, proferirá a palestra de encerramento intitulada “Cultura Popular e Mídia Televisiva”. De 9 a 12 de abril, durante a tarde, ocorrerão as apresentações de trabalhos inscritos no evento reunindo pesquisadores vindos de várias regiões do Brasil.

 URCA – Universidade Regional do Cariri

O Povo é a Verdadeira Tropa de Elite – Por: Matheaus Siebra‏

“O sistema é muito maior do que eu pensava. Não é à toa que os traficantes, policiais e milicianos matam tanta gente nas favelas. NÃO É À TOA QUE EXISTEM AS FAVELAS”.

Quando eu assisti ao Tropa de Elite 1 pela primeira vez, devia ter uns 15 anos. Lembro como se fosse ontem a emoção que sentia a cada cena de brutalidade do Capitão Nascimento contra os traficantes. Lembro que eu me sentia profundamente contemplado todas as vezes que ele criticava os direitos humanos, afinal, quem protege ladrão deve ser ladrão também. Minha forma de pensar era exatamente a mesma do personagem principal do filme: Bandido merece é porrada!

Eu me achava o máximo por não suportar bandidagem, fosse ela vinda das favelas ou de Brasília, que é a nossa favela moral – sem querer desmerecer o ambiente cultural riquíssimo e pouco valorizado destas zonas pobres das grandes cidades. Foi exatamente por isso que, quando assisti 3 anos depois ao “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é outro” ainda no cinema, eu aplaudi de pé ao término do filme. E não fui só eu. Outros companheiros indignados com a atual situação podre da política nacional também seguiram o meu gesto. Mas nós só enxergávamos aquilo que tinha sido explicitado no longa. Não conseguíamos ver o que tinha ficado nas entrelinhas do filme e que é o motivo de tanta politicagem, roubalheira, bandidagem, corrupção e jogos de interesses.

Calma que eu me explico. Quando a Globo anunciou que o próximo filme da “Tela Quente” seria este em questão (Tropa de Elite 2), eu lembrei que era um filmaço e tratei de assistir logo ao “Tropa de Elite 1″ para me ambientar. Preparei-me todo para o filme e, como toda expectativa humilha a surpresa, decepcionei-me ao fim. Sabe aquele fato que você guarda na memória de algo da infância que parece ter sido fantástico e quando, depois de adulto, você tem a oportunidade de revivê-lo, já não é mais a mesma coisa? Pois foi exatamente isto que senti ao assistir semana passada o Tropa de Elite 1.

A bagagem que adquiri nos últimos 4 anos participando efetivamente e estando a frente de movimentos sociais e discussões políticas e ideológicas mudaram minha maneira de pensar e agir de forma que já não sou mais o mesmo de sete anos atrás. Ao fim do filme, olhando (sem ver!) aquelas letrinhas subindo sobre o fundo preto e ao som daquele funk de letra ridícula eu me perguntava: Como um filme pode ser tão terrível? Como eu pude um dia ter gostado de tamanha barbárie? Parecia que eu tinha me tornado o próprio Capitão Nascimento, caçando cegamente meu passado.

Pois bem, mesmo com a impressão terrível do 1, decidi assistir o 2, pois lembrava de algumas passagens que criticavam veementemente a corrupção. Desta vez ocorreu exatamente o contrário do que tinha ocorrido na semana passada. Talvez por não esperar coisa demais da trama, me surpreendi totalmente. Sabe quando você vai a algum encontro quase que de maneira obrigada e depois acaba percebendo que ele foi simplesmente demais? Pois foi exatamente isto que senti ao assistir ao Tropa de Elite 2 – O inimigo agora é outro.

No início do filme achei que seria a mesma chateação do seu antecessor, pois o – agora – Coronel Nascimento já iniciava sua fala esculachando o Fraga, defensor dos Direitos Humanos e, nas próprias palavras do narrador, “intelectualzinho de esquerda”. Pensei: Lá vem mais críticas superficiais deste roteiristazinho de direita. Me enganei. Agora eu vejo que o José Padilha é um grande gênio. Já já eu explico o porquê.

Durante todo o decorrer do Tropa de Elite 2, o Coronel Nascimento fala sobre um tal “sistema”. “O Sistema é isso, o sistema é aquilo, o sistema tal coisa” e por ai vai. O Coronel Nascimento não diz em momento algum que sistema é esse e leva o expectador a crer que ele está falando somente da corrupção. Quando eu tinha 18 anos e assisti ao filme pela primeira vez no cinema, também achei que era somente isso. Hoje eu percebo claramente do que o Nascimento estava falando e, ao meu ver, nisto consiste a genialidade de Padilha.

Não sei por qual razão, se financeira ou apenas estratégica, mas o diretor do longa fez primeiramente um filme pobre e altamente rentável, com um roteiro superficial, muito embora  atendesse aos anseios de grande parte da população, para logo depois se superar com um filme complexíssimo, onde o protagonista percebe que suas atitudes e ideais de antes não significam a resolução de todos os problemas de violência no Rio. Coronel Nascimento se deu conta de que, em vez de derrubar o sistema dos traficantes, ele estava contribuindo com outro sistema, bem mais cruel.  

Se você, assim como eu quando tinha 18 anos, não entende bem o que é este sistema, eu te digo: O sistema, amigo, não é nada mais que o seu dia-após-dia. O sistema é a influência da mídia na sua forma de pensar e agir. O sistema é o Big Brother e A Fazenda enchendo de lixo o horário que você poderia utilizar para se informar mais. O sistema é a educação de péssima qualidade que recebemos propositalmente para sermos impedidos de pensar, pois quem pensa entende e quem entende, age. O sistema é o fato de apenas uma minoria da população brasileira, a que tem dinheiro, deter o poder político e, consequentemente, governar à sua maneira o nosso país e nosso povo. Enfim, amigo, o sistema é este famigerado capitalismo, em nome de quem se mente e se mata. Em nome de quem se rouba e se corrompe. Em nome de quem se maquia atrocidades para passarem desapercebidas aos olhos ingênuos do povo.

Pensem um pouco sobre estas perguntas: O que leva um político a se corromper? Por que um homem decide vender drogas no morro? Por que moleques nas ruas assaltam? Se vocês pensarem bem vão chegar a esta simples resposta: Dinheiro.

É amigo, tudo gira em torno do dinheiro e do poder (que traz consigo mais dinheiro e poder). As pessoas só estão desesperadas por dinheiro por que quem possui mais dele possui mais privilégios também. Eu não condeno os privilégios, o problema é que somente uma pequena parte da população as detém. E esta pequena parte da população só os detém porque manipula e explora o que não tem.

É nisto que consiste o sistema ao qual se refere durante toda a trama o Coronel Nascimento: Desigualdade. Por isso eu transcrevi acima, logo no início deste texto, um trecho da última fala do personagem no filme e fiz questão de dar ênfase à frase que explica toda essa desigualdade… Meu amigo, não adianta lutar contra traficante nem contra corrupto enquanto mantivermos o capitalismo de pé. Por mais que modernizemos nosso sistema prisional e prendamos os bandidos, sempre vai haver um pobre lascado nas favelas da vida que, por ser negro, pobre ou favelado, não conseguirá emprego e vai ter que partir para a ilegalidade para conseguir sobreviver. Por mais que nos indignemos contra os corruptos e nos manifestemos com o objetivo de endurecer as leis contra eles, sempre vai haver um safado de olho nos privilégios do poder. Enquanto não derrubarmos esse sistema injusto, que gera tanta desigualdade, miséria e violência, qualquer luta para melhorar nossa sociedade será em vão, pois nunca faremos senão tentar tapar o sol com a peneira!

Matheaus Siebra

TRE lança recadastramento em nome da eleição com identificação biométrica em Juazeiro do Norte

 

Raimundao_recadastraO presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Desembargador Ademar Mendes Bezerra, lançou oficialmente na manhã desta sexta-feira a campanha pelo recadastramento biométrico no auditório do Fórum Eleitoral Padre Cícero em Juazeiro do Norte. São 165 mil eleitores, mas a justiça já vinha recadastrando quando cerca de seis mil juazeirenses encontram-se prontos à votarem nas eleições de 2014 com identificação biométrica. Os que não se recadastrarem estarão inaptos ao processo eleitoral.

Como a justiça eleitoral tem pressa, o prefeito Raimundo Macedo colocou o município à disposição para atingir 100% do eleitorado e ouviu do presidente do TRE palavras de agradecimento pelo gesto. Segundo prometeu, a prefeitura poderia colaborar com um número maior de estagiários e até transportes para os eleitores comparecerem ao Fórum Eleitoral. Raimundão garantiu ainda auxílio na divulgação do recadastramento.

No seu discurso, o Desembargador Ademar Mendes fez referências ao reconhecimento mundial pela eficiência e segurança das urnas eletrônicas no processo eleitoral brasileiro. Segundo observou, o voto eletrônico tem evoluído e aumentado o prestígio nacional, sendo a identificação biométrica o mais novo sucesso para dar agilidade e segurança aos pleitos. A solenidade contou com as presenças de juízes, promotores, vereadores, secretários municipais e outras autoridades.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

HÁ VAGAS PARA MAIS DOIS CURSOS DO PRONATEC EM BARBALHA

Pronatec

O Coordenador do PRONATEC em Barbalha, o professor Wescley Quezado da Fonseca está informando que, a inda há vagas para os seguintes cursos do PRONATEC: Cobrador de ônibus coletivo e Operador de caixa.

As inscrições estão abertas para os seguintes cursos deste mês de abril:

Operador de Caixa serão 30 vagas; o candidato deve ter 16 anos e será ministrado pelo SENAC.

Para o curso de Cobrador de ônibus, serão oferecidas 25 vagas para jovens a partir de 16 anos e será ministrado pelo SEST/SENAT.

As inscrições começam segunda-feira dia 8 de abril. Maiores informações na Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, a Rua Major Sampaio nº 46 Telefone: 3532-3962 e 3532-1644.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

Projeto Estágio Remunerado Primeiro Passo está com inscrições abertas para estudantes do ensino médio e fundamental

 

Primeiro_passoO Projeto Estágio Remunerado Primeiro Passo está com inscrições abertas em Juazeiro do Norte. O programa vai atender, inicialmente 60 jovens, que serão encaminhados e selecionados 28 deles, para prestação de serviços junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O projeto é uma parceria da Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest) com o Governo do Estado. São pré-requisitos: ter idade entre 16 a 22 anos e estar cursando o 1º ou 2º ano do ensino médio em escola pública.

Os 28 selecionados irão receber bolsa de estudo no valor de R$ 339,00 e mais vale-transporte. A carga horária é de 4 horas de segunda à sexta-feira, por seis meses. As inscrições podem ser feitas no Centro Social Urbano (CSU), no bairro Franciscanos.

O prefeito Raimundo Macedo também solicitou ao projeto a linha Jovem Bolsista para adolescentes do ensino fundamental. Essa linha oferece uma bolsa-capacitação de R$ 100,00 durante quatro meses, lanche, fardamento e todo material didático. No término do estágio, todos recebem certificado e serão encaminhados para o mercado de trabalho. Nesse programa, os pré-requisitos são: ter idade entre 16 e 21 anos e está cursando o 8º ou 9º ano do ensino fundamental em escola pública. As seleções serão feitas por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos, que analisam o perfil do adolescente encaminhando-o as empresas parceiras.

SERVIÇO

Local de inscrições: Sedest/CSU

Telefone: 3587.3347

É necessário 1 foto 3×4 e 2 cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor, Comprovante de Residência, Declaração da escola assinado pela diretor(a).

Obs: Se for menor, é necessário RG e CPF da mãe ou pai ou pessoa responsável.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

Terra vira sal em fazenda no município de Cabrobó (PE)

A desertificação foi ocasionada pela retirada da caatinga para a agricultura e excesso de irrigação

Cabrobó (PE). “Aqui não serve mais para nada. O sal tomou conta desse pedaço de terra que nem os animais se aproximam mais”. O depoimento do agricultor Cícero Vieira Rodrigues resume a situação em que se encontram 10% dos 22 hectares da Fazenda Bela Vista, de sua propriedade, em Cabrobó, um dos quatro núcleos de desertificação segundo critérios adotados pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), localizada a 531 Km de Recife, às margens da BR- 428. O problema é tão grave e de difícil reversão que onde deveria estar a camada de areia, facilmente se apanha o sal com a mão.

TerravirasalParte da Fazenda Bela Vista tem o solo coberto de sal e não tem mais utilidade Fotos: Cid Barbosa

O panorama nessa parte da fazenda impressiona. O verde do solo deu lugar ao branco do sal. O manejo incorreto da terra foi o principal responsável pela completa degradação do local. A velha prática de retirar a vegetação para preparar a lavoura, seguida de enchentes sucessivas, levou o que restava da parte superficial do solo, deixando pequenas voçorocas. “Fomos surpreendidos. Em 2008, logo após a “limpeza” da terra, veio a água em excesso. O que sobrou desde então foi o sal. O pessoal da Embrapa esteve aqui e disse que somente com a implantação de drenos poderíamos tentar salvar o terreno. Só que, do ponto de vista financeiro, é inviável”, lamenta Cícero. Outro aspecto da salinização é que a terra, na maioria dos trechos, é bem fina e aparentemente úmida.

A maior prova de que a ação antrópica foi a responsável pela degradação fica na mesma fazenda, a menos de dez metros de distância da área atingida. Ali, a plantação de melancia com outras culturas consorciadas produz uma bela imagem verde. Segundo Cícero, a irrigação é feita por meio de gotejamento, ou seja, a água é usada de forma parcimoniosa. O mesmo cuidado existe com a adubação, aplicada naturalmente e em doses precisas. “Aprendemos a lição. Se não agirmos de forma sustentável, tudo um dia se acaba, a exemplo do que ocorreu aqui do outro lado”, ensina.

Mesmo com as dificuldades, Cícero ainda vai fazer uma última tentativa de pelo menos minimizar os efeitos da salinização. “O sal é tão cruel que nem o capim sobrevive a ele. Vou tentar a forrageira atriplex (erva-sal) – uma planta que se caracteriza pela sua elevada tolerância à seca e salinidade do solo”.

O secretário de Agricultura de Cabrobó, Marizan Rodrigues, reconhece que o manejo de forma abusiva da terra é um dos principais responsáveis pelo processo de desertificação enfrentado pelo município. “Durante décadas, a cultura do arroz, com irrigação excessiva e adubação realizada sem qualquer tipo de análise do solo contribuíram para deixar a terra salinizada. Algumas áreas foram abandonadas pelos agricultores. Hoje, a gente vê o chão rachado onde os canteiros de arroz existiam. Cabrobó foi por muito tempo o maior produtor de arroz de Pernambuco”, diz.

Os efeitos do processo de degradação da terra estão sendo mitigados após a introdução de outras culturas, como melancia, tomate e manga. “Ainda se produz arroz, em média, 80 a 100 sacas, no máximo, por hectare, a metade do que ocorria antigamente”, explica Marizan. Segundo o MMA, até 2008, 546 Km², de uma área total de 1.658 Km², os seja, quase 33% do município, sofreram processo de desmatamentos: a caatinga foi devastada para possibilitar a agricultura e a pecuária.

FERNANDO MAIA
REPÓRTER

Escola e realidade – Por: Emerson Monteiro

Face de algumas situações verificadas na atualidade, cabe reavaliar a prática pedagógica dos estabelecimentos públicos e privados de ensino, pelo exemplo de uma mãe pobre brasileira, que, vivendo as severas imposições da desigualdade social, tem que trabalhar fora de casa para manter a família e matricular os filhos numa escola de periferia. Ao chegar receber a bolsa-escola, depara-se com a dura contradição de saber que perdeu o benefício porque os filhos não compareciam às aulas, frustando-lhe a certeza da pensão escolar prevista no dinheiro mensal.
CorridadoouroEm outro momento, alunos de escola particular, em sucessivas ocasiões, desobedecem aos coordenadores de disciplina, por ignorar regras mínimas da educação doméstica. Os pais, profissionais liberais universitários, autênticos representantes da classe média, passam mais tempo no trabalho externo do que em casa, para onde já voltam exaustos, desfalecidos, depois do expediente tirano e fatigante. De feições abatidas no jogo da competição em que redundaram os projetos pessoais de sucesso, querem lazer a qualquer custo, olhos afeitos à tevê por assinatura, revistas, livros, ou sedentos de bebidas quentes, passeios e churrascos de final de semana.
Os filhos de ambos, adrenalina a mil, pouco ligados ao drama universal cotidiano, turno inverso, saem à cata de emoções fortes pelas pistas da cidade. Vivessem na época dos nativos selvagens, jogar-se-ia selva adentro, escola aberta de tempo integral. Hoje, no entanto, defrontam as carências da sociedade, era complexa de passividade e divisão fragmentária do trabalho.
Por isso, aos pobres os punhos agressivos da cara desigual e pontiaguda de bodegas, bares, ruas barulhentas, lixões, jogatina, pornografia, solidão, passadores de droga, ou encontros fortuitos e arriscados com outros jovens do mesmo teatro olímpico dramático.
No patamar dos aquinhoados, a seu turno, facilidades do vício e seus aspectos multiformes, junto das máquinas ligeiras, passeios e sexo livre ausente de orientação, porquanto a escola resultou nessa corrida espermática do funil-vestibular a qualquer preço. Sabe-se lá depois o que traz a douta civilização dos antropoides

 delirantes.

Seca denuncia incompetência desde a monarquia

 

Diante dos chamados fenômenos climáticos extremos, já ficou entendido que, se é impossível evitá-los, o melhor a fazer é tomar medidas de precaução. É óbvio, mas não se aplica às secas no Nordeste. Mesmo que o conhecimento humano na meteorologia tenha avançado bastante, e seja possível fazer previsões com grande antecedência, a cíclica falta de chuvas na região parece sempre apanhar governos de surpresa.

Deve-se reconhecer que a atual seca, considerada a pior dos últimos 50 anos, demonstra grande poder de destruição de plantações e rebanhos. Mas ela já constava há tempos dos mapas de previsão dos especialistas.

Não surpreende que o aparato burocrático criado para tratar de questões como esta se mostre lento, incapaz de formular e executar projetos no ritmo exigido pelos problemas. É uma característica do Estado. E quando formula, não executa.

O exemplo gritante é o projeto de transposição de águas do Rio São Francisco para irrigar o agreste. Discutido já na monarquia, na corte de D. Pedro II, o empreendimento sempre foi centro de intenso conflito político regional, até que, no segundo governo Lula, com Ciro Gomes no Ministério da Integração Nacional, o que estava nas pranchetas começou a se tornar realidade. Não por muito tempo. Mesmo com a participação de destacamentos de engenharia do Exército, frentes de trabalho foram paralisadas por falta de pagamento. Canais já construídos se deterioraram. Perda de tempo e dinheiro.

Em Brasília, gosta-se muito de falar em “obras estruturantes”. Pois esta é uma, e não recebeu a prioridade merecida. Venceu a tradição de se gastar mais na atenuação dos efeitos da seca — carros-pipa, Bolsa Estiagem etc. — do que em projetos de largo alcance. (Também é assim na Serra Fluminense.)

Levantamento da ONG Contas Abertas constatou que, no ano passado, o programa Oferta de Água, do qual constam a construção de barragens, adutoras e a transposição do São Francisco, aparecia no Orçamento com uma dotação de R$ 3,4 bilhões. Porém, foi empenhado apenas R$ 1,9 bilhão, e gastos, de fato, R$ 406,9 milhões.

Quer dizer, obras para reter e transportar água no atacado ficam em segundo plano, enquanto o varejo dos carros-pipa deslocados para encher cisternas de quintal, entre outras ações fáceis de serem capitalizadas pelo coronelismo político, leva a parte do leão do dinheiro público.

A esta altura, não resta mesmo muito mais a fazer além de assistir as pessoas. Mas esta seca deveria servir de marco zero no enfrentamento da questão. Já existe conhecimento suficiente para se formular um programa sério, com metas de curto, médio e longo prazos, para enfrentar a seca. Teria, porém, de ser um projeto de Estado, não só de governos. 
 
 O Globo

Voltaram: a inflação e a criação dos novos “dinossauros” estatais – por Paulo Panossian (*)

 

(Publicado no “Estado de S.Paulo”, 05-04-2013)

Enquanto o governo se mostra incapaz de combater a inflação e de acabar com a situação caótica de estradas, portos, aeroportos, ferrovias, etc., o que ajudaria, e muito, nossa economia a crescer, a presidente Dilma Rousseff, a exemplo de Lula, segue com a vocação estatizante, criando a sua quinta empresa estatal, a Hidrobrás. Com o único objetivo de acomodar centenas de camaradas e aliados com vista ao apoio eleitoral em 2014, a nova estatal certamente será mais um foco de desvio de recursos públicos, dada a inépcia administrativa corrente neste governo ou, ainda, pelas facilidades que o poder oferece, com os tais superfaturamentos…
Até aqui o PT criou dez novas estatais, anulando boa parte dos benefícios que a gestão Fernando Henrique Cardoso promoveu, enxugando o tamanho da máquina pública. Que pena! Nossa expectativa, independentemente de quem assumisse a Presidência da República, era de prosseguimento do que fez FHC, com as reformas constitucionais, redução do peso do Estado e modernização do País.
Que frustração! O populismo e a demagogia que permeiam a era petista custarão muito caro a todos nós, brasileiros. Essa gente tenta construir o Brasil iniciando pelo telhado, ou seja, sem alicerce! Prova está no retrocesso em educação, saúde, infraestrutura e no abandono do combate à inflação, que vem atormentando o orçamento familiar. E melancolicamente se vai findando o governo Dilma, com o Brasil na contramão do desenvolvimento.

(*) Paulo Panossian
São Paulo
paulopanossian@hotmail.com

COMENTÁRIO DE ARMANDO RAFAEL

Na finada União Soviética, os dissidentes eram jogados em campos de concentração conhecidos como “gulags”, onde eram condenados a trabalhos forçados. No Brasil os “companheiros” são contemplados com cargos nas estatais (todas em difícil situação administrativo-financeira, desde 2003) ou nos 39 ministérios existentes atualmente. Os Estados Unidos da América-EUA, a maior potência econômica e militar mundial só existem 14 ministérios que lá são chamados secretarias.
A diferença é homérica!

O lúcido o empresário Jorge Gerdau declarou que é muita burrice criar mais ministérios, pois apenas 6 deles são realmente “ouvidos” por dona Dilma. O que Jorge Gerdau vai comentar dessa 5ª estatal criada pela presidente Dilma, a Hidrobrás? Já que essas estatais só servem para aumentar as despesas, os cabides de empregos, e não melhoram nada, absolutamente nada, na jurássica máquina governamental…

CCJ aprova por unanimidade criação da Universidade Federal do Cariri

Relatório que propõe criação da universidade vai ao plenário da Câmara. Universidade deve criar 727 novos cargos, segundo relator do projeto.

Ufc

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania aprovou nesta quarta-feira (3) por unamidade o Projeto de Lei 2208/11, que cria a Universidade Federal Regional do Cariri (UFCA). A matéria segue para análise do Plenário da Câmara dos Deputados.

Pela proposta, do deputado federal José Guimarães (PT-CE) os campi de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, que atualmente pertencem à Universidade Federal do Ceará, passam a integrar a UFCA. Também serão criados os campi de Icó e Brejo Santo, em complemento aos outros três que já foram citados. De acordo com a proposta, todos os cursos ofertados pelo atual campus da UFC Cariri e a matrícula dos alunos serão incorporados pela nova universidade.

Para compor o quadro de servidores da UFCA, serão criados 727 cargos, sendo 197 cargos de professor do magistério, 212 cargos técnico-administrativos em educação de nível superior e 318 de nível intermediário. Os servidores que atualmente compõe a UFC também serão remanejados para a UFCA.

A estimativa de impacto orçamentário dos cargos de direção e de funções gratificadas, segundo informa o relator do projeto, é da ordem de R$ 9,95 milhões para o exercício de 2013. “No que se refere aos cargos efeitos a serem criados, informo que o impacto será de forma gradativa, a partir do provimento desses e estimado em R$ 13 milhões para o exercício de 2013, R$ 19 milhões para 2014 e R$ 10 milhões para 2015”, diz o deputado José Guimarães.

Do G1 CE

Musica ao por do sol – Sesc Crato

Musicaalpordosolabril13

 

Em meio a coloridos arrebóis, teremos muita sinestesia com o blues de Alysson dos Anjos!
Boa música, bom ambiente, boa galera!

Sábado, dia 13 de abril
Na pracinha do Cruzeiro (Ladeira da Integração)
Às 17:30!

Crato: Piscinão da Rua Pergentino Maia

 

Eis como ficou, nesta 6ª feira, 5,  o primeiro quarteirão da Rua Pergentino Maia, que começa atrás da Escola Dom Vicente Matos e segue em direção ao bairro Parque Grangeiro…Vejam o que tem de fazer os alunos para chegar à escola. Passar naquela rua, onde está localizado um dos mais elegantes condomínios fechados da cidade, só de carro… E mesmo assim, depois de proporcionar –  ao veículo — um banho de lama…
(Postado por Armando Lopes Rafael)

Um exemplo de gratidão – Por Carlos Eduardo Esmeraldo

 

CarlosEduardoEsmeraldo400Recentemente estive a serviço da organização que trabalho, visitando a cidade de Limoeiro do Norte, a qual estivera pela última vez há mais de 20 anos. Fiquei admirado o quanto progrediu aquela cidade nesses dois últimos decênios. A impressão que nos causa como visitante, é a de uma cidade em plena expansão e notável desenvolvimento. Cidade limpa e bem cuidada, com largas avenidas, prédios históricos restaurados, comércio movimentado e rico, educação de boa qualidade para os seus filhos. O desenvolvimento da economia local é facilmente percebido por qualquer visitante.
 
 A irrigação de extensas áreas rurais na Chapada do Apodi possibilitou o cultivo em grande escala de frutos tropicais, como o melão, o abacaxi, a melancia, o maracujá e a banana, para citar apenas os mais importantes. Toda essa produção abastece não somente os mercados nordestinos, mas é exportada, via porto do Pecém, para vários países da Europa, chegando ao destino dez dias após a colheita. Hoje Limoeiro do Norte é o maior exportador brasileiro de melão e o segundo de abacaxi, atividades que lhe propiciam anualmente mais de 50 milhões de reais em divisas.
Na formação de seus jovens, Limoeiro possui o Centro de Ensino Tecnológico, o CENTEC e uma unidade descentralizada da UECE, com oito cursos superiores. O CENTEC foi uma criação de um cearense de extraordinária visão, filho de Limoeiro do Norte e que tem em seu currículo a criação do NUTEC e da Secretaria de Ciência e Tecnologia, uma das primeiras idealizadoras de utilização do biodiesel. Mas o que mais me impressionou em Limoeiro do Norte foi a gratidão que o seu povo devota aos seus benfeitores. Nas últimas eleições parlamentares, Limoeiro, com menos da metade dos eleitores do Crato, ajudou a eleger deputado federal com 50% dos votos do município o filho da terra que lhe proporcionou o primeiro CENTEC instalado no Estado.

Outra gratidão demonstrada pelo povo da cidade é ao seu primeiro Bispo, Dom Aureliano Matos. Esse prelado dá nome à principal avenida da cidade e à unidade local da UECE.

Essa gratidão que os filhos de Limoeiro do Norte têm para com seus benfeitores conduziu-me a uma imediata comparação com muitas ingratidões demonstradas por uma grande maioria dos cratenses à sua terra. A nossa primeira ingratidão é com os políticos cratenses. Nosso município, que há cinqüenta anos elegia dois deputados federais e dois estaduais, vive nos últimos anos um ocaso político danoso ao seu desenvolvimento. Não conseguimos eleger um deputado federal há mais de vinte anos. E não vale a justificativa de que nossos atuais políticos não são bons. Eles são do mesmo nível daqueles que foram deputados há mais de meio século.
 
O único deputado estadual cratense da presente legislatura foi eleito graças ao seu desempenho em programas policiais da televisão, assim mesmo com votos de outros municípios. Diante desse quadro, consultei os dados do TRE das últimas eleições e verifiquei com tristeza que os cratenses validaram 51.731 votos para deputados federais, suficientes para garantir a eleição de um deputado federal. Enquanto o único candidato cratense obteve apenas 37% desses votos, 63% deles foram destinados a candidatos de outras cidades, destacando-se o ex-governador Ciro Gomes com 10.669 votos, os cincos candidatos a deputado federal por Juazeiro que obtiveram juntos 6.993 votos. Ao todo foram votados mais de 43 candidatos no Crato, entre os quais muitos desconhecidos pela maioria dos cratenses como André Figueiredo, com 997 votos e Maria Aparecida Albuquerque que obteve no Crato 75 votos.
 
Esses números são reveladores da tamanha ingratidão política do cratense para com os seus próprios filhos. Reclamamos dos nossos prefeitos, que pouco fazem pelo desenvolvimento do Crato, mas esquecemos que eles não conseguem viabilizar seus projetos juntos aos governos federais e estaduais porque não elegemos um filho da terra deputado federal para fazer o acompanhamento político dos projetos de interesse do Crato nos labirintos da administração federal. Com tamanha ingratidão, não podemos reclamar a perda da Universidade Federal, da sede regional do DETRAN, ou de um hospital público de qualidade, afora tantos órgãos federais e estaduais que foram transferidos do Crato para outras cidades. Os maiores culpados por tamanho descaso são os próprios cratenses que votam em candidatos de fora e que somente se lembram do Crato de quatro em quatro ano.

Ao ver o nome de Dom Aureliano Matos estampado numa placa da principal avenida de Limoeiro, lembrei-me que um sobrinho dele, Dom Vicente Matos foi bispo do Crato e seu maior benfeitor em todos os tempos. Mas não existe no Crato nenhuma rua com o nome de Dom Vicente Matos. Aqui reside a maior de todas as ingratidões.

 
Existem ruas com o nome de ex-presidente de outro país, de candidatos a presidentes que nada fizeram pelo Crato, de outras figuras que nunca colocaram seus pés em nossa terra, além daqueles que jamais souberam se o Crato existe. Por que não uma rua com o nome de dom Vicente? Graças a ele fomos pioneiros no ensino superior no interior do Estado do Ceará, com a implantação da Faculdade de Filosofia do Crato que possibilitou anos mais tarde a viabilização da URCA, com sede no Crato. São ainda iniciativas de Dom Vicente a Rádio Educadora do Cariri, a expansão do Hospital São Francisco, o desenvolvimento estrutural da Fundação Padre Ibiapina, a construção do Centro de Expansão da Diocese, único centro do gênero nas dioceses do Estado e quiçá do Nordeste, além de tantos outros benefícios, impossíveis de resumi-los em poucas palavras.

Sei que essa proposta de dar o nome de Dom Vicente a uma rua do Crato é muito antiga e parece encontrar certa resistência dos nossos vereadores. Não sei se já tramita algum projeto na nossa Câmara de Vereadores ou se nossos edis continuam insensíveis. Mas somente para reforçar a idéia, gostaria de registrar aqui o argumento da mulher de um amigo cratense que, para agradar o marido, conseguiu junto a nossos vereadores mudar o nome da rua em que mora.

 
Tal rua tinha o nome de um escritor carioca, um dos mais famosos da literatura brasileira e que morreu há cem anos, e essa senhora conseguiu fazer a mudança para o nome do falecido sogro, pessoa muito conhecida e estimada por todo o Crato. Perguntou ela junto aos vereadores o que fez aquele escritor pelo Crato. Será que ele sabia ao menos onde ficava o Crato? Ou se existia uma cidade com esse nome? Gostaria de usar o mesmo argumento daquela senhora. Que representou o presidente Kennedy para o Crato? Quais os benefícios trazidos por ele à cidade? Quem foi João Pessoa para o Crato? E Santos Dumont construiu por aqui algum aeroporto? Por que não mudar um desses nomes para Rua Dom Vicente Matos. Ele merece a principal rua do Crato! Pensem nisso para corrigir uma grande ingratidão!

Nota do autor: O presente texto data de 3 de setembro de 2008. Foi postado no Blog do Crato e publicado pela revista “A Província” em sua edição de N° 27 de junho de 2009, Até a presente data nossos vereadores permanecem insensíveis a esse apelo justíssimo.

Jogos na hora da sesta – Sesc Juazeiro do Norte

05-sesc

 

é uma reflexão sobre o poder… As relações de poder iniciam logo na infância, é através dos comportamentos das crianças que se percebe tudo, enquanto ainda estão formando suas personalidades, já refletem a sociedade em que vivem, sociedade percebida não através da análise profunda, mas pela observação e imitação dos pais, da vizinha, do que acontece nas ruas e nas escolas e do que assistem na televisão.
Classificação indicativa: 12 anos

Caranguejo invasor ajuda a reverter destruição ambiental nos EUA

‘Carcinus maenas’ assumiu papel de predador de espécie herbívora.
Pântanos em Cape Cod estão se recuperando lentamente, diz estudo.

 

Caranguejo1

Caranguejo-verde, da espécie ‘Carcinus maenas’, ajuda a controlar população de outro crustáceo em região de Massachusetts, nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/Catherine Matassa/Northeastern University)

Um estudo realizado pela Universidade Brown, nos Estados Unidos, aponta que uma espécie invasora de caranguejo está ajudando a reverter a destruição de pântanos que compõem o ecossistema de Cape Cod, no estado de Massachusetts, nos EUA.

A pesquisa, publicada no periódico científico “Ecology”, ressalta que a presença do caranguejo-verde (da espécie Carcinus maenas) na região tem servido para controlar a população de outro animal, responsável por problemas ambientais: o caranguejo da espécie Sesarma reticulatum.

As análises dos cientistas apontam que o caranguejo-verde ocupou o lugar dos predadores naturais da espécie Sesarma reticulatum, que estão desaparecendo. Como o caranguejo Sesarma reticulatum é herbívoro, ele devora a vegetação dos pântanos – mas a população desta espécie está sendo controlada pelo caranguejo-verde, sugere o estudo.

Pesquisas anteriores apontaram que os predadores da espécie Sesarma reticulatum entraram em declínio devido à pesca esportiva na região.

“Humanos causam impacto no ecossistema além do imaginado”, disse o pesquisador Tyler Coverdale, em nota divulgada pela universidade. Ele assinala que ações como a pesca em excesso fazem espécies desaparecerem de seus habitats naturais, enquanto outras, como viagens de navio o comércio, “trazem espécies de fora e fazem com que elas se tornem comuns em regiões onde não são nativas”, tornando-se invasoras.

Na maioria das vezes, pondera Coverdale, as duas ações têm impactos negativos. “Mas neste caso, uma espécie invasora está servindo potencialmente para restaurar o equilíbrio ecológico perdido”, ressaltou o pesquisador, na nota da instituição.

Erosão
Os cientistas notaram que há anos os pântanos de Cape Cod, cobertos por vegetação que inclui principalmente grama, têm sido degradados, com o solo ficando exposto à erosão. Um dos principais atores deste processo é a espécie Sesarma reticulatum.

Há algum tempo, no entanto, os pesquisadores perceberam que as plantas voltaram a crescer em algumas áreas, ainda que de forma muito tímida. Com cálculos feitos para o estudo, os cientistas constataram haver uma relação entre áreas com grande presença de populações do caranguejo-verde e em que há recuperação de vegetação.

“Ver os pântanos começarem a se recuperar, ao menos em sua cobertura de grama, é impressionante. Quando constatamos este ‘ressurgimento’, encontramos grandes quantidades de caranguejos-verdes nas regiões em recuperação. Então decidimos quantificar isso”, ressaltou o pesquisador Mark Bertness, um dos autores do estudo.

Eles também fizeram testes com animais de ambas as espécies, e constataram que os caranguejos Sesarma reticulatum, que são herbívoros, consomem menos vegetação ao serem confrontados com os animais da outra espécie no meio ambiente. Em geral eles também são derrotados em embates, sobrevivendo em apenas 15% das vezes, dizem os pesquisadores.

Do G1, em São Paulo

Audiência pública vai debater sobre o anel viário de Juazeiro do Norte

 

Juazeiro_visao_aerea

Mais um passo vai ser dado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Juazeiro do Norte em torno da construção do anel viário ou avenida do contorno como é chamado o projeto. Na próxima quarta-feira, dia 10 de abril, haverá uma audiência pública para a apresentação do Estudo e Relatório do Impacto Ambiental (EIA/RIMA) da proposta. O encontro será aberto a idéias, críticas e sugestões e foi agendado para às 9 horas no auditório do SEBRAE na Rua São Pedro em Juazeiro.

São 8,52km de pista dupla com canteiro central para criar uma alternativa segura e confortável no sentido de aliviar o tráfego retirando veículos pesados do Centro de Juazeiro facilitando deslocamentos, principalmente durante as grandes romarias. Esse trecho do anel se estende da localidade denominada Boca das Cobras até a Avenida Paulo Maia margeando o Rio Salgadinho. Recentemente, o Banco Mundial quis um parecer social sobre as desapropriações de imóveis situados às margens.

Segundo o Secretário da Cidade, Valdo Figueiredo Lima, o prefeito Raimundo Macedo já recebeu de técnicos do Governo do Estado um cadastro para o município promover estudos em torno das questões sociais a fim de atender as normas do banco quando o assunto é desapropriação. O secretário disse que já começou dialogar com alguns donos de imóveis situados na área e a resposta é positiva. Esse trecho do anel viário já foi licitado e tanto Raimundão quanto o governador Cid Gomes tem pressa no início das obras.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

Metrô do Cariri circula com apenas um veículo

Há cerca de um ano, somente um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) está circulando. Os outros dois estão em manutenção. A previsão feita pelo Metrofor é para regularizar as viagens no próximo dia 15 de abril FOTO: YAÇANÃ NEPONUCENA

 

Metrocariri2Usuários do serviço reclamam da demora para chegada do VLT e das localizações das estações no município

Crato. Os usuário do Metrô do Cariri estão insatisfeitos com o funcionamento do equipamento. Atualmente, as linhas entre as cidades de Crato e Juazeiro do Norte estão sendo atendidas por apenas um vagão. Há cerca de um ano, os outros dois Veículos Leves sobre Trilhos (VLT s) existentes estão parados no galpão da fabricante aguardando manutenção. A previsão era que as composições retornassem às atividades ainda no início de dezembro de 2012. Devido ao problema, o percurso entre uma viagem e outra demora cerca de uma hora.

Na estação Teatro, em Juazeiro do Norte, uma das mais movimentadas, o primeiro horário de circulação é a partir das 7h29. Um segundo trem só volta a passar às 8h49. No turno da noite, a última viagem é feita até às 19h29. Já nos sábados, o expediente é reduzido até às 14h09.

Outro grande obstáculo para quem utiliza o Metrô do Cariri está relacionado à quantidade de estações e a localização das mesmas. De acordo com os passageiros, os pontos de embarque e desembarque são distantes dos centros comerciais e também não contemplam a maioria dos bairros das duas cidades.

Como alternativa para solucionar a questão, eles indicam que o meio de transporte deveria funcionar através do modo de integração com as linhas de ônibus que circulam nos municípios, como acontece na Capital. Segundo o excursionista Paulo Rodrigues Bezerra, os trens oferecem segurança e são limpos, mas, ainda não atendem às necessidades dos caririenses. “Quanto a demora, a gente pega a tabela de horários e se adequa à ela. Mas, não dá para evitar ter que pegar um ônibus após o desembarque. Acho que está faltando um investimento em integração. Enquanto isso, a gente deixa de andar no metrô”.

Apesar de oferecer conforto, muitos acentos e ambiente refrigerado, o Metrô do Cariri ainda não conquistou a adesão dos passageiros. Entre eles, a preferência é pelos meios de transporte viário. Quando optam por embarcar nos ônibus que fazem o transporte coletivo ou em vans alternativas, os viajantes, em muitas ocasiões, enfrentam o calor e aperto dentro dos veículos. Entretanto, contam com uma quantidade bem maior de paradas para embarque e desembarque, o que contempla aqueles que desejam parar próximo aos centros comerciais, além de abranger os bairros. Enquanto a viagem de metrô dura apenas 20 minutos, nas linhas feitas pela empresa Via Metro, entre Crato e Juazeiro do Norte, o intervalo entre a saída dos ônibus é de apenas dez minutos. O percurso é realizado em 45 minutos.

Manutenção

Em nota, a Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, que administra o Metrô do Cariri, informou que há dois Veículos Leves sobre Trilhos em manutenção junto a empresa Bom Sinal, que deveriam ter voltado ao funcionamento no início de fevereiro. Contudo, durante os testes prévios para retorno de circulação, os VLTs apresentaram problemas no freio e aquecimento, sendo recolhidos novamente para reparos. O novo prazo que a empresa deu para voltar a operação comercial foi até o próximo dia 15 de abril. A empresa ressalta ainda que, desde o início do atraso, a Companhia vem cobrando a volta dos equipamentos para atender à população o mais rapidamente possível. Infelizmente, mesmo assim houve problemas com os fornecedores.

O Metrô foi inaugurando em 1º dezembro de 2009, quando foi iniciada a operação assistida, a chamada fase de testes. Antes gratuito, agora cobra o valor de R$ 1,00. É o primeiro do Interior e foi projetado pelo Governo do Estado para requalificar o transporte ferroviário de passageiros, integrar as cidades e fomentar o desenvolvimento local.

 

Valor
R$ 1 é o preço cobrado na passagem do Metrô do Cariri. O transporte foi instalado em dezembro de 2009 e, durante a fase de teste, as viagens eram gratuitas.

 

Mais informações
Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos
Rua 24 de Maio, 60
Centro- Fortaleza
Telefone: (85) 3101.7100

 

YAÇANÃ NEPONUCENA

Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Volume de água no Ceará cai 36% em dois anos

 

ChuvaEm 97 anos de vida, não foram poucas as vezes em que Rita Rodrigues assistiu ao chão da cidade de Caridade, a 100 quilômetros de Fortaleza, ficar tão seco. “Mas já faz muito tempo que não tinha uma seca dessa, minha filha, com tanta pouca água”, recorda-se a senhora, da porta de casa, no distrito de Campos Belos. A curandeira tem razão. Segundo a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), no dia 3 de abril de 2012, o volume acumulado de água nas bacias do Ceará era de 12,67 bilhões de m³. Um ano depois, esse número chegou a 8,03 bilhões de m³.

Isso representa uma diminuição de 4,64 bilhões de m³ de água nas bacias – queda de 36%. De acordo com a Cogerh, a capacidade de armazenamento total do Estado é de cerca de 18 bilhões de m³. A assessoria de imprensa da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informa que, nos 150 municípios que a empresa atende, a média mensal de consumo é de 18,4 milhões de m³ por mês. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) diz que a média de volume de chuva no primeiro trimestre é de 432 milímetros. Nos três primeiros meses de 2013, as precipitações alcançaram somente 180 mm.

Capacidade

O total de água acumulado ao fim do período chuvoso, em maio, também sofreu queda na comparação entre 2011 e 2012. Ainda segundo dados da Cogerh, há dois anos, o volume chegava a 85,15%, com 21 açudes sangrando, outros 14 com volume acima de 90% e apenas quatro reservatórios com menos de 30% da capacidade. No ano seguinte, já houve queda. Em maio de 2012, a capacidade de água dos açudes baixou para 66,24% – sete deles sangrando e apenas quatro com volume acima de 90%. Ano passado, também subiu para 18 o número de reservatórios com capacidade abaixo de 30%.

Ontem, o cenário era desolador. Nenhum dos 139 açudes monitorados pela Cogerh apresentava sangramento. Apenas dois deles, o Curral Velho, em Morada Nova (161 km da Capital), e o Gavião, em Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza), estavam com mais de 90% do volume de água.

Outros 72 reservatórios estão com menos de 30% da capacidade de armazenamento. A situação mais crítica foi verificada nos açudes Desterro (3,6% do volume) e São Domingos (5,8% da capacidade), ambos em Caridade; Cipoada (5,2% do total), em Morada Nova; no Jerimum (6,4%), em Irauçuba (168 km de distância da Capital); e Broco (5%), em Tauá (a 344 km de Fortaleza).

O POVO

Campanha de vacinação contra a gripe começa dia 15

Em Barbalha, a vacina estará disponível em todos os Postos de Saúde da Família (PSF).

Vacina_contra_o_vicioPessoas que se incluem no público prioritário em todo o município de Barbalha devem comparecer aos postos de saúde a partir do dia 15 deste mês para receber a vacina contra a gripe (Influenza). Esta será a 15ª Campanha Nacional e se estenderá até o dia 26 de abril. A vacina protege contra três subtipos do vírus: H1N1, mais conhecido como gripe suína; H3N2 e B.

O grupo prioritário a ser vacinado abrange gestantes, crianças entre 6 meses e 2 anos, idosos a partir de 60 anos, indígenas, presidiários, profissionais da saúde, doentes crônicos e mulheres até 45 dias após o parto. O “Dia D” da campanha será no sábado (20), das 8 às 17 horas. Em Barbalha, a vacina estará disponível em todos os Postos de Saúde da Família (PSF), no “Dia D”, bem como durante todo o período da Campanha.

Por: Radio Cetama de Barbalha

Barbalha Online

Inácio Arruda propõe Região Integrada para o Cariri-Araripe

 

Inacio_arruda

Nesta quarta-feira 20 de março de 2013, após tramitar com sucesso na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, do Senado Federal, aprovou a criação da Região Integrada de Desenvolvimento do Cariri – Araripe (RICA), cujo Projeto de Lei 122/2009 é da autoria do senador cearense Inácio Arruda.

Agora o próximo destino da propositura será o Plenário da Casa Legislativa, quando será votada essa criação de mecanismo que visa o desenvolvimento de 70 municípios dos estados de Ceará, Pernambuco, Piauí e Paraíba, correspondentes à região do Cariri – Araripe, numa área territorial de aproximadamente 46 mil km2 e uma população de 1 milhão e meio de habitantes, em números redondos.


Diante dos estudos geológicos que já dão conta da existência de petróleo na Bacia Sedimentar do Araripe relativa a municípios do Cariri Cearense, de Pernambuco, do Piauí e da Paraíba, o projeto de lei fundamentará os meios de conduzir processo de exploração das riquezas na região e delineará possíveis fonte de financiamento de progresso e ampliação da industrialização da importante área geográfica, sem levar em conta outros setores a serem favorecidos, cultura, turismo, ecologia, ciências, etc.

Assim, virão recursos da União e os estados e municípios que formarão a Região Integrada de Desenvolvimento receberão acompanhamento proporcional aos novos tempos, com ações produtivas de reconhecimento e conservação ambiental.
Eis os municípios correspondentes à Região Integrada do Cariri – Araripe (RICA): Abaiara, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Aurora, Baixio, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Cedro, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Ipaumirim, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Penaforte, Porteiras, Potengi, Salitre, Santana do Cariri, Tarrafas, Umari, Várzea Alegre, no Estado do Ceará; Araripina, Bodocó, Cedro, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Santa Cruz, Santa Filomena, Serrita, Trindade, no Estado de Pernambuco; Acauã, Alegrete, Belém do Piauí, Betânia do Piauí, Caldeirão Grande, Campo Grande, Caridade do Piauí, Curral Novo, Francisco Macedo, Fronteiras, Marcolândia, Padre Marcos, Paulistana, Pio IX, São Julião, Simões, Vila Nova, no Estado do Piauí; e Bom Jesus, Bonito de Santa Fé, Cachoeira dos Índios, Cajazeiras, Conceição, Monte Horebe, Santa Inês, São José de Piranhas, no Estado da Paraíba.
 
Por: Emerson Monteiro

A dor da queda na libertação – Por: Emerson Monteiro

 

Existe um poema inglês, de Rudyard Kipling, denominado Se que traz algumas considerações a respeito da vida e suas experiências extremas e dolorosas, a fim de indicar a essência principal das aulas necessárias à personalidade dos fortes que defrontam a realidade e nisso recolhem a melhor parte: Se consegues constringir o teu coração, / nervos e força / para te servirem na tua vez / já depois de não existirem, e aguentares  / quando já nada tens em ti / a não ser a vontade que te diz: Aguenta-te!  
E o poeta descreve as agruras dos limites dessas tempestades morais, a lembrar vicissitudes próximas da caminhada de Jesus ao deparar as ingratidões dos adversários da Luz nas vésperas do sacrifício da Cruz, e antes fora contado entre os malfeitores, no Monte das Oliveiras. Daí, chorou lágrimas de puro sangue.
Nessas horas críticas de dor, que impõem marcas profundas naqueles que as passam rumo ao aprimoramento espiritual, desencanto da natureza carnal, ninguém queira tapete mágico na busca da Salvação, porquanto de nada aprenderia do desencanto dos prazeres e vaidades deste chão.
Deus ama os homens caídos diante da dor, vez vítimas da própria incúria, a descerem às masmorras da ingratidão dos milênios. A longa estrada inutiliza a soberba e o ímpeto da mesma queda. São testes que a história obriga de fazer das almas os restos de esperança de vidas inteiras.
No passo, ninguém se vanglorie das certezas incertas do futuro, sobretudo quando descuidaram no plantio das boas ações e palavras de crescimento a si e aos outros. Dizem os sábios que o conhecimento só chega pela Dor ou pelo Amor, o que condiciona evoluir diante de todas as vivências humanas sem exceção.
De um autor clássico da pátria portuguesa, Francisco Otaviano, eis em poema célebre (Ilusões da vida) o presente de tantas antologias escolares, na tal verdade ganha corpo:
Quem passou pela vida em branca nuvem, / E em plácido repouso adormeceu; / Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu;/ Foi espectro de homem, não foi homem, /Só passou pela vida, não viveu.

Poucos sobreviveriam aos impactos do confronto desses obstáculos definidores inexistisse a força interior da Fé e do maior Amor, que houve de considerar os religiosos na nomenclatura de o Poder de Deus que a tudo norteia em busca da Eterna Felicidade.

Cariri terá Seminário sobre desafios da NOBSUAS 2012

Denise Colim
A Região Metropolitana do Cariri sediará no próximo dia 09 de abril, uma terça-feira, a partir das 08h30min. o Seminário: Sistema Único da Assistência Social (SUAS) NOBSSUAS2012 – Avanços e Desafios tem realização do COEGEMAS – Colégio Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Ceará -, Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social – e APDMCe – Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará – e acontecerá no auditório do SEST/SENAT – Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) – de Crato.
 
Secretários municipais de assistência, assistentes sociais e psicólogos formam o público alvo deste Seminário que contará com as presenças da Secretária Nacional de Assistência Social, Denise Colim e do deputado federal e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social -, Raimundo Gomes de Matos (PSDB). Denise apresentará o painel Sistema Único da Assistência Social (Suas) –NOB SUAS 2012 – Avanços e Desafios. Outro painel do seminário será o de Orientações Operacionais para Utilização dos Recursos do Fundo Nacional de Assistência Social: Fundo Nacional.
 
No Seminário serão discutidos ainda aspectos de fortalecimento das políticas públicas para valorização dos direitos sociais. A NOB/SUAS 2012 foi publicada no início deste ano e representa, segundo especialistas, um marco fundamental na estruturação, concedendo um salto qualitativo em sua gestão e no oferecimento de serviços socioassistenciais em todo o país tendo como princípios básicos a participação e controle social. A Norma Operacional Básica do SUAS representa um também um estágio importante para a consolidação do SUAS e é agora discutida de forma de ampla com diversos segmentos do setor em seminários como este que será realizado no próximo dia 09.
 
A representação do Cariri na direção do COEGEMAS que foi empossado dia 14 deste mês em Fortaleza é pequena e sem assento na direção executiva, conselho fiscal ou articulação regional, estando porém em duas articulações por porte, sendo na de Porte II, Mauriti, com a Secretária Claudia Fernanda Moreira da Silva e de grande metrópole, Juazeiro, Roberta Sampaio de Menezes.
 
A Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Ceará (APDMCE) é uma instituição não governamental, fundada em setembro de 1987 e atua na rede de atendimento socioassistencial do Estado, mais diretamente nos municípios, através da elaboração e implementação de projetos e programas junto a gestores, técnicos e até a população que se encontra em situação de vulnerabilidade e risco social.
O único município caririense com assento na entidade que congrega as primeiras damas do Ceará é Barbalha através da senhora Izabel Cristina Bastos Nóbrega Cruz.
 
O deputado Raimundo Gomes de Matos é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social e tem destaco seu trabalho e lutas que merecem o reconhecimento dos profissionais de serviço social como a defesa e articulação da PL 3077 que trata da regulamentação do SUAS e que definiu a carga horária de 30h/semanais para os assistentes sociais. Outra luta da Frente é quanto ao projeto de lei 5278/2009 que fixa o piso salarial para assistentes sociais no valor de R$ 3.720,00. Outro trabalho salutar é o que poderá resultar na inclusão do assistente social e psicólogo na rede pública de ensino.
 
As inscrições podem ser efetuadas até o dia 08 de abril com a ficha sendo encaminhada pelo fax (85)3261-9713 ou pelo e-mail frentep.assistenciasocial@gmail.com .
 

O limite da ineficiência – Merval Pereira

 

Já que a principal qualificação da presidente Dilma Rousseff é a excelência gerencial, pelo menos na propaganda oficial, analisemos seu governo à luz da organização de sua estrutura administrativa, agora que mais uma secretaria com status de ministério, a da Micro e Pequena Empresa, foi criada.

São 24 ministérios, mais dez secretarias ligadas à Presidência e cinco órgãos com status de ministério, ao todo 39 ministérios, um recorde na História do país, além de uma dimensão que está dentro do que se conhece como “coeficiente de ineficiência”, definido em estudo, já relatado aqui na coluna, de três físicos da Universidade Cornell, Peter Klimek, Rudolf Hanel e Stefan Thurner, depois de analisarem a composição ministerial de 197 países.

O estudo chegou à conclusão de que os governos mais eficientes têm entre 19 e 22 membros. O Brasil estaria no mesmo nível de ineficiência ministerial do Congo (40); do Paquistão (38); de Camarões, Gabão, Índia e Senegal (36), entre outros.

O empresário Jorge Gerdau (foto), que atua como consultor do governo para melhorar sua gestão, perdeu a paciência com a situação e disse, em recente entrevista, que “tudo tem o seu limite. Quando a burrice, ou a loucura, ou a irresponsabilidade vai muito longe, de repente, sai um saneamento. Nós provavelmente estamos no limite desse período”.

Para Gerdau, o país poderia ter apenas uma meia dúzia de ministérios, que são os que realmente a presidente Dilma controla diretamente. Os demais “ministros” raramente estão com a presidente, e alguns nunca foram recebidos por ela em audiência nestes mais de dois anos de governo.

Napoleão Bonaparte concordava com Gerdau e dizia que nos altos níveis não se comanda com eficiência mais de sete subordinados.

O número de ministérios no Brasil tem aumentado a partir da eleição de Tancredo Neves, em 1985, segundo o cientista político Octavio Amorim Neto, da Fundação Getulio Vargas do Rio, um estudioso da formação de governos, e seu levantamento vale a pena ser republicado por refletir a necessidade crescente de composições políticas, acrescida da busca desenfreada de minutos de propaganda eleitoral.

Aprovado projeto que prevê a criação de um sistema nacional de combate à tortura

    

Tortura-Pau-de-Arara

Brasília – Projeto de lei que cria regras especiais e medidas preventivas para a investigação de crime de tortura de suspeitos detidos foi aprovado hoje (2) pelo plenário da Câmara.

Pelo texto aprovado, será criado o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (SNPCT) visando a evitar esse tipo de crime nas delegacias e outros locais onde pessoas são detidas sob custódia do Poder Público.

Pela proposta, o SNPCT será integrado por conselhos de comunidades, conselhos penitenciários estaduais, corregedorias e ouvidorias de polícia. O projeto seguirá agora para apreciação do Senado. Se for alterado pelos senadores retornará à Câmara para nova deliberação.

Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Edição: Aécio Amado

Agência Brasil

Especialistas criticam projeto de lei que propõe internação involuntária de dependentes químicos

 

Dependentesquimicos

Brasília – Representantes de organizações que atendem dependentes de drogas e de segurança pública criticaram hoje o Projeto de Lei (PL) 7.663/10, de autoria do deputado federal Osmar Terra (PMDB-RS). O projeto altera a legislação atual antidrogas, permitindo a internação involuntária dos dependentes químicos por até seis meses e aumenta a penalidade para traficantes. O PL foi aprovado no plenário da Câmara em regime de urgência por 344 votos a favor, 6 contrários e 6 abstenções.

“Houve notas técnicas do Ministério da Saúde e da Secretaria-Geral da Presidência da República que avaliaram negativamente o projeto. Existe uma forte reação de entidades sanitárias ligadas aos direitos humanos sobre o que esta lei pode trazer”, disse o professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Luís Fernando Farah de Tófoli, durante audiência pública ocorrida hoje (2) na Câmara de Deputados

A audiência foi para debater o projeto que acrescenta 33 novos dispositivos à Lei de Drogas (Lei 11.343/06), que instituiu o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (Sisnad). Ontem (1º), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recomendou a retirada da pauta do projeto.

A polarização entre os defensores da internação involuntária e os que são contrários ao procedimento foi criticada pelo representante da Associação Brasileira de Psiquiatria, Rodrigo Godoy Fonseca. Ele acha que a internação involuntária deve ser o último recurso. “Se a pessoa não recebe atendimento quando o problema começa, a necessidade de um atendimento mais forte vai aumentar. O acesso ao tratamento tem que ser fácil e estar disponível”, disse ao defender maior investimento nas redes de atendimento e nos centros de Atenção Psicossocial (Caps). “A cidade do Rio de Janeiro tem uma população de 6 milhões e somente cinco Caps. As equipes prestam um bom trabalho, mas são insuficientes”, completou.

A presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej), Maria Tereza Uille Gomes, disse que o projeto retrocede ao não fazer a distinção entre o usuário e o traficante e criticou o aumento da pena para o tráfico. “O que hoje se vê é a condenação por tráfico, principalmente de mulheres, com uma quantidade pequena de drogas, e que acabam presas como traficantes. Quando o projeto propõe aumentar a pena para o usuário, ele retrocede”, declarou.

A opinião foi compartilhada pelos representantes do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Dário Henrique Teófilo Schezi, e da organização não governamental (ONG) Viva Rio, Sebastião Santos, para quem a legislação vai acabar criminalizando as pessoas pobres e impedir o devido tratamento dos dependentes químicos. “Pessoas pegas com pequenas quantidades, mas como eram negras, pobres e estavam em comunidades de periferia, foram tratadas como traficantes. Em sua maioria, são pessoas sem passagem criminal que entram [nos presídios] usuárias, tem que escolher um lado, uma facção, e saem formadas na escola do crime”, disse Santos.

O deputado Osmar Terra defendeu o projeto e disse que, junto com o relator o deputado federal Givaldo Carimbão (PSB-AL), fez modificações em alguns itens, mas defendeu o aumento da pena mínima de cinco para oito anos para os traficantes. “Tiramos a classificação de drogas, mas deixamos um aumento na pena mínima que passa de cinco para oito anos. Quanto mais tempo um traficante ficar fora de circulação, menor o numero de drogas e menos pessoas vão adoecer,” disse.

Luciano Nascimento
Repórter da Agência Brasil 

Edição: Aécio Amado

Agência Brasil

Primeiro arranha-céu da América Latina pode se tornar patrimônio cultural brasileiro

 

EdifícioANoiteconstrução

Rio de Janeiro – Marco da modernidade da então capital brasileira, o Edifício A Noite foi o primeiro arranha-céu da América Latina, atração turística da cidade e um mirante que competia com o Pão de Açúcar e o Corcovado. Foi construído por um grande jornal da época, A Noite, e sediou desde a fundação a mais importante emissora do país, a Rádio Nacional. É também um dos mais destacados exemplares da art déco, estilo arquitetônico característico de grande parte das edificações das décadas de 1920 a 1940 nas grandes cidades do mundo.

O nome soa exótico para os que não conhecem a história do prédio, que pode ganhar o status de patrimônio cultural brasileiro. A decisão deve ser tomada hoje (3), em Brasília, a partir das 10h, em reunião do Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a última etapa do processo de tombamento em nível federal.

O prédio, de 22 andares e 102 metros de altura – o que corresponde a 30 andares de um edifício atual – está desocupado desde o final do ano passado, com a mudança, para outras instalações, da Rádio Nacional e da Agência Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). O edifício já é tombado pela prefeitura do Rio de Janeiro.

Considerado um dos primeiros jornais populares do Rio, o vespertino A Noite foi criado em 1911 por Irineu Marinho, que se afastou de sua direção em 1925 para fundar O Globo. Em 1929, já pertencente ao jornalista Geraldo Rocha, A Noite inicia a construção de seu edifício-sede na Praça Mauá. No local, existia o Liceu Literário Português, a primeira escola do país a oferecer cursos noturnos, ainda em 1854, no Império, quando nem luz elétrica havia ainda no Rio de Janeiro. Para fazer frente aos elevados custos da obra, o jornal, que havia sido de oposição, passou a apoiar o governo do presidente Washington Luís.

A edificação, em uma época em que os prédios mais altos do Rio não passavam de dez a 12 andares, causou grande impacto na população carioca. “A conclusão de cada andar era celebrada como se fosse uma vitória da raça brasileira. O Brasil finalmente entrava na era dos arranha-céus, embora o edifício, com seus 22 andares, sequer se comparava aos seus equivalentes norte-americanos”, conta o professor Milton Teixeira, estudioso da história carioca.

O projeto foi do arquiteto francês Joseph Gire, com os cálculos estruturais a cargo do engenheiro alemão Emilio Baumgart, ambos radicados no Brasil e responsáveis por várias obras importantes na cidade. Mesmo assim, lembra Teixeira, não faltaram especulações negativas durante a construção. “Falava-se que aquilo poderia cair, que o vento iria derrubar o prédio”, diz o professor.

A Revolução de 1930 não poupou o edifício que acabava de ser inaugurado, devido ao apoio do jornal A Noite à República Velha, derrubada por Getúlio Vargas. O prédio foi alvo de ataques e de um incêndio por parte dos revoltosos. Em 1933, sob nova orientação, o jornal, que ocupava os cinco primeiros pavimentos do prédio, decide criar uma emissora de rádio. Inaugurada em 1936, a Rádio Nacional ocupava os quatro últimos andares do prédio.

Mergulhado em dívidas, o grupo que detinha o controle do jornal e da rádio, além de diversas outras empresas, foi incorporado ao patrimônio da União. E assim, a Nacional, que nasceu como emissora privada, se tornou uma rádio pública.

Paulo Virgilio
Repórter da Agência Brasil

Edição: Tereza Barbosa

Agência Brasil

Dilma anuncia R$ 230 milhões para construção de Centro Olímpico no Ceará

O Centro, que ficará próximo à Arena Castelão, servirá para a preparação de atletas brasileiros para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016

A presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 230 milhões em verbas para a construção de um Centro de Treinamento Olímpico no Ceará. O anúncio foi feito durante a visita da presidente a Fortaleza, nesta terça-feira (2). O Centro, que ficará próximo à Arena Castelão, servirá para a preparação de atletas brasileiros para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016.

Dilma-reuniao-sudene1

Dilma anuncia liberação de verbas para construção de Centro Olímpico (Foto: Ricardo Stuckert Filho/PR)

Em março deste ano, o governador Cid Gomes há havia adiantado que o Centro seria construído com recursos do Governo Federal. A sede do Centro Olímpico será onde hoje é localizado o Centro de Processamento de Dados do Banco do Brasil, na esquina entre as avenidas Alberto Craveiro e Dedé Brasil.

O equipamento terá quadras, salas para lutas, piscinas, pistas de atletismo, e um ginásio para mais de 15 mil espectadores, podendo abrigar cerca de 26 modalidades.

A presidente veio a Fortaleza para participar de uma reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), na qual detalhou aos governadores dos estados do Nordeste medidas adotadas pela União para o combate à seca na região.

Por GLOBOESPORTE.COM Fortaleza, CE

Refinaria Premium II: Governo do Estado doa terreno à Petrobras

Refinaria_premiumIIO governador Cid Gomes doou à Petrobras o terreno para a instalação da Refinaria Premium II. O documento foi recebido nesta terça-feira (02) pela presidenta da empresa, Graça Foster, em solenidade no Centro d Eventos do Ceará (CEC). “Este é um passo decisivo no que será o maior empreendimento do século. A refinaria trará grande poder de repercussão na economia tanto do Ceará, quanto do Nordeste. Será um investimento de US$ 11 bilhões”, comemorou Cid Gomes. Ele destacou ainda que desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva até a gestão da presidenta Dilma Rousseff, existe um olhar e uma atenção diferenciada do Governo Federal em relação ao Nordeste.

 A instalação da refinaria Premium II é considerada fundamental para que a Petrobras possa atender o mercado interno de derivados de petróleo. A demanda de combustíveis estimada para 2020 no País é de aproximadamente 3,4 milhões de barris por dia. A refinaria terá capacidade de processar 300 mil barris de petróleo por dia, abastecendo o mercado com Óleo Diesel 10 ppm (63,5% da produção), Nafta Petroquímica (15,3%), Querosene de Aviação (12,6%), Coque (2,8%) e Óleo Bunker (1,6%).

Ainda durante o evento, a presidenta Dilma Rousseff assinou um termo de compromisso para construção da barragem de Lontras, e anunciou o apoio do Governo Federal na construção da ponte estaiada no Cocó e do Centro de Formação Olímpica (CFO) para treinamento Refinaria Internade atletas. A construção da barragem de Lontras, na Região da Ibiapaba, receberá investimento de R$ 371 milhões, e vai levar água de qualidade para mais de 17 mil moradores. “É a representação das ações estruturantes que estão sendo feitas na região, para superar a carência histórica de convívio com a seca”, disse a Presidenta.

O Ceará hoje, de acordo com Dilma, é referência no planejamento do abastecimento de água, e o grande exemplo é o programa Eixão das Águas, um conjunto de obras composto por uma estação de bombeamento, canais, adutoras, sifões, e túnel que realiza a transposição das águas do Açude Castanhão para a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), reforçando o abastecimento, numa extensão de 255 km, inclusive na RMF e Complexo Industrial do Pecém, fazendo a integração das bacias hidrográficas do Vale do Jaguaribe e da Região Metropolitana, beneficiando uma população de aproximadamente quatro milhões de habitantes. O último trecho dá garantia hídrica por 30 anos para a RMF e os empreendimentos localizados no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).

Ponte EstaiadaA Presidenta aproveitou a oportunidade para também anunciar o apoio do Governo Federal na construção da Ponte Estaiada, no Cocó, em Fortaleza, que deverá ser a mais nova opção de acesso entre o Litoral Norte e Leste e a Zona Sul, e junto com o Mirante de Fortaleza, serão equipamentos turísticos de referência para cidade. A ponte estaiada e acessos, com investimentos de R$ 277 milhões, deverão contribuir para desafogar o fluxo de veículos nas avenidas Sebastião de Abreu, alimentada principalmente pelas avenidas Antônio Sales, Padre Antônio Tomás e Santos Dumont em direção à avenida Washington Soares. Por outro lado, contribuirá para a ocupação ordenada daquela região e facilidades de acesso aos diversos equipamentos que funcionam naquela área como o Centro de Eventos do Ceará (CEC), o Fórum, shoppings, corredor gastronômico e faculdades.

CFOA construção do Centro de Formação Olímpica (CFO), com investimento de R$ 230 milhões. Ele abrigará 26 modalidades olímpicas, com previsão de entrega para novembro de 2014. O objetivo é formar grandes atletas em todo o Brasil. O Centro conta com ginásio coberto de padrão internacional, capacidade 17 mil espectadores em eventos de quadra, podendo ser ampliados em MMA e boxe, além de hotel com capacidade para 262 pessoas, pista de atletismo, piscinas, espaço para ginástica olímpica dentre outras modalidades. “Atenção e cuidado com o Nordeste não é favor do Governo Federal, é direito do povo nordestino”, finalizou.

Estiveram presentes na solenidade o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; o ministro da Educação, Aloizio Mercadante; o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade; o ministro Chefe da Secretaria Especial dos Portos, Leônidas Cristino; a Presidenta da Petrobras, Graça Foster; o Vice Governador do Ceará; Domingos Filho; o Presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Abulquerque; o secretário Chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho; o secretário Chefe do Gabinete do Governador, Danilo Serpa; o secretário dos Recursos Hídricos, César Pinheiro; o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins; a Presidente da Aprece, Adriana Pinheiro; o Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; deputados federais e autoridades.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil

Barro sediará Santuário da Divina Misericórdia

Como parte da programação do Ano da Fé, a Diocese do Crato instalará novo santuário na região do Cariri

Barro. Mais de seis mil pessoas deverão participar, no próximo domingo, da conquista do 1º Santuário Diocesano da Divina Misericórdia do Cariri, no Município de Barro. O evento religioso será presidido pelo bispo diocesano, dom Fernando Panico, dentro das comemorações da Festa da Divina Providência, que ocorre no segundo domingo da Páscoa. O crescimento da devoção na cidade e região faz com que a Igreja Matriz de Santo Antônio se torne o terceiro santuário da região. Durante a solenidade será lido o decreto do bispo do Crato, criando e instalando o novo santuário.

 SantuariobarrosA Igreja Matriz de Santo Antônio será elevada à nova categoria da devoção católica, confirmando o crescimento do movimento de fiéis em todo o mundo, numa tradição secular FOTO: AUTO IMAGEM STUDIO

A devoção à Divina Misericórdia se constitui num autêntico movimento espiritual dentro da Igreja Católica, cuja mensagem, aos poucos, se espalhou pelo mundo, com apoio do beato Papa João Paulo II, a quem se deve a publicação de uma encíclica incentivando esta devoção. O decreto assinado por dom Fernando Panico explica a razão e as origens deste novo Santuário da Divina Misericórdia.

Vocação

Segundo o documento da Igreja, ao longo dos séculos, o Espírito Santo tem suscitado na vida da instituição diversos modos de responder à vocação comum da santidade. “Nos tempos atuais, um dos modelos de santificação que mais rapidamente se espalhou pelo orbe católico foi a devoção à Divina Misericórdia”, diz o documento.

Ainda conforme o decreto, isto resultou das revelações feitas por Jesus Cristo, entre os anos 1931-1938 – à irmã Faustina, uma freira polonesa, dando a conhecer algumas novas formas devocionais que pretendem auxiliar o cristão a se aproximar mais e mais do mistério da Divina Misericórdia. Na Diocese de Crato – uma circunscrição da Igreja Católica com mais de 1 milhão de habitantes, residentes em 32 municípios e mais de 100 distritos – a devoção teve um extraordinário impulso na paróquia de Santo Antônio, em Barro, que tem è frente os padres Francisco Gonçalves Pereira e Arnaldo Pereira do Nascimento.

Ano da Fé

De acordo com o bispo dom Fernando Panico, a criação do novo Santuário Diocesano da Divina Misericórdia está inserida nos eventos do Ano da Fé, iniciativa do papa-emérito Bento XVI, que vem sendo festivamente comemorado na Diocese de Crato.

Dom Fernando lembrou ainda que o novo santuário está sendo criado dentro das comemorações do cinquentenário da abertura do Concílio Ecumênico Vaticano II, e na expectativa da realização da Jornada Mundial da Juventude, que ocorrerá no próximo mês de julho no Brasil, e ainda dentro do espírito da nova evangelização, preconizada pelo atual sumo pontífice, papa Francisco.

O padre Arnaldo Pereira, vigário da Matriz de Santo Antônio, afirma que a devoção à Divina Misericórdia, na região, começou há alguns anos, e cresce em todo o Brasil.

Com isso, ele afirma que veio a decisão do bispo de criar o terceiro deles no Cariri. O primeiro foi criado no município do Crato, que é o Santuário Eucarístico. Já o segundo espaço de devoção foi o Santuário de N. Sra. Senhora das Dores, elevado à categoria de Basílica Menor.

Várias caravanas estão sendo programadas para a celebração no domingo, às 9 horas, com a presença de vários sacerdotes. No sábado, chega a relíquia da irmã Faustina, que espalhou a devoção no mundo. Segundo o padre Arnaldo, o santuário é um lugar onde a presença de Deus se dá de uma forma mais forte. “Promove a devoção, com o direito canônico. É a morada de Deus perante os homens”, afirma. Várias caravanas estão sendo esperadas no município, de cidades como Porteiras, Abaiara, Mauriti, Aurora, Crato, Juazeiro do Norte, e até de Brasília.

O bispo relembrou também que a Diocese de Crato, criada pelo papa Bento XV, no dia 20 de outubro de 1914, celebrará o jubileu do seu primeiro centenário no próximo ano.

E que esta efeméride deve ser marcada por acontecimentos públicos que deverão repercutir profundamente na vida espiritual dos fiéis católicos, a exemplo da criação do Santuário da Divina Misericórdia na região.

Fique por dentro

Novo espaço torna-se o terceiro do Cariri

O Cariri passa a ter, com o Santuário da Divina Misericórdia, no município de Barro, o terceiro da região. Os outros dois são a Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte, e o Santuário Eucarístico, em Crato.

No Brasil, existe o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em Aparecida, São Paulo. É o maior e mais visitado do Brasil e o maior santuário do mundo de culto a Maria. O local recebe visitas de romeiros de todo o mundo.

O motivo são os vários milagres concedidos por Maria a seus devotos naquele lugar. Entre eles está o que deu origem à primeira igreja do local: o encontro da imagem da Santa de cor morena, que está disposta no interior do Santuário.

A devoção à Divina Misericórdia, na cidade do Barro, existe há alguns anos, acompanhando o crescimento de devotos católicos no Brasil.

Um trabalho de preparação vem sendo realizado na cidade durante a semana, que irá culminar com as celebrações do domingo e a presença de diversas caravanas e sacerdotes de várias partes da região e do Brasil.

As devoções santas têm caracterizado os movimentos no âmbito da Igreja Católica em todo o mundo. Com o registro dos milagres, o fenômeno se intensifica.

Mais informações

Paróquia de Santo Antônio
Município de Barro
Centro
Região do Cariri
Telefone: (88) 3554.1062

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

Índice de aprovação do exame de ordem do CE supera média nacional

No Ceará, 15,55% dos candidatos foram aprovados; no Brasil, 10,3%. Índice de aprovação do exame no Brasil é o menor de todas as edições.

 

Oab ceará2O Ceará teve índice de aprovação de 15,55% de aprovação no exame da Ordem dos Advogados dos Advogados do Brasil (OAB), segundo dados da OAB divulgados nesta segunda-feira (1º). O índice fica acima da média nacional, de 10,3%, mas é considerado baixo. A porcentagem de aprovação do exame no Brasil foi a menor desde o início da aplicação do teste.

Em todo o Brasil, foram 11.820 aprovados dos 114.763 candidatos inscritos. No Ceará, foram 533 candidatos aprovados dos 3.426 inscritos para o exame neste ano. Segundo a OAB-CE, foram realizadas provas em Fortaleza (onde 426 foram aprovadas), Juazeiro do Norte (66) e Sobral (41).

 

Os candidatos aprovados obtiveram nota mínima seis na prova prático-profissional, aplicada em fevereiro em todo o país. Os dados consolidados do resultado final desta edição do Exame – após a análise e consideração dos recursos interpostos – serão divulgados no dia 5 de abril. Os dados consolidados, com base no Conselho Federal da OAB, indicam o índice de aprovação de acordo com as instituições de ensino superior.

Em 2012, a aprovação do exame da ordem no Ceará também havia superado a média nacional. No ano passado, o índice de aprovação nacional foi de 18,13%, enquanto que o Ceará teve índice de aprovação de 21,13%. Nesta edição, foram registradas inscrições de 2.935 candidatos de 16 instituições de ensino superior no Ceará e 603 foram aprovados na etapa final.

As inscrições para a X edição do Exame de Ordem ocorrem até às 23h59min de 8 de abril de 2013. A primeira fase (prova objetiva) está prevista para 28 de abril e a segunda (prova prático-profissional), para a qual só se submeterão aqueles que foram aprovados na primeira, está prevista para o dia 16 de junho. As próximas edições – XI e XII – do Exame de Ordem Unificado estão programadas para serem realizadas em agosto e dezembro.

10,3% de aprovação
A taxa total de aprovação de 10,3%, é o índice mais baixo desde que o exame foi unificado, em 2010. As últimas quatro edições do exame tiveram aprovação de 18,14%, 14,97%, 25,42% e 24,01%, respectivamente.

Na prova da segunda fase do Exame da OAB, o candidato teve de redigir uma peça processual, no valor máximo de cinco pontos, e responder a quatro questões, sob a forma de situações-problema compreendendo as seguintes áreas de opção do bacharel, indicada no momento da inscrição: direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito do trabalho, direito empresarial, direito penal ou direito tributário. Cada uma das questões tem valor de no máximo 1,25 ponto.

Podem realizá-lo os estudantes de direito do último ano do curso de graduação em Direito ou do nono e décimo semestres. A aprovação é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado.

SAIBA MAIS SOBRE O EXAME DE ORDEM
O que diz a lei:
O Exame da OAB se baseia no artigo 5º parágrafo XIII da Constituição Federal: “XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”; e no Estatuto da Advocacia (lei 8.906/94): “Art. 3º O exercício da atividade de advocacia no território brasileiro e a denominação de advogado são privativos dos inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”
Quem deve participar
Todo bacharel de direito precisa fazer o exame para poder exercer a profissão de advogado
Quantas provas são feitas por ano?
São três edições por ano e o candidato que não for aprovado pode fazer a edição seguinte
Como é a prova?
A prova é dividida em duas fases. A primeira fase é composta de 80 questões de múltipla escolha. Quem acertar o mínimo de 40 questões passa para a segunda fase. Na segunda fase o candidato precisa redigir uma peça processual e responder a quatro questões, sob a forma de situações-problema, compreendendo as seguintes áreas de opção do bacharel, indicada no momento da inscrição: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal ou Direito Tributário.
Quanto custa a taxa de inscrição?
O candidato paga R$ 200 para fazer o exame

 

Do G1 CE

Meio Ambiente quer retirar placas irregulares das ruas de Juazeiro do Norte

 

PlacasjnUm trabalho iniciado na primeira gestão do prefeito Raimundo Macedo vai ser retomado em Juazeiro do Norte que é a retirada das placas com propagandas colocadas de forma irregular em ruas e avenidas da cidade. A informação foi dada pelo Superintendente da Autarquia Ambiental, Eraldo Oliveira Costa, que agendou reunião para as 8 horas da próxima sexta-feira, dia 5 de abril, no auditório da Secretaria do Meio Ambiente e Serviços Públicos, que funciona no Parque Ecológico das Timbaúbas.

Ele está emitindo convites a pessoas ligadas a essa questão e definiu o encontro como um planejamento das ações. Eraldo adiantou que já esteve percorrendo alguns pontos de grande fluxo de veículos e pessoas e percebeu certos exageros em placas invadindo o espaço aéreo de maneira irregular. São enormes estruturas de ferro implantadas, principalmente em canteiros centrais de avenidas sem nenhum critério ou autorização do poder público.

Outro detalhe observado pelo superintendente é quanto à redução dos níveis da iluminação pública já que muitas dessas placas são de pouca luminosidade e impedem o raio das luzes nos postes. Alguns trechos ficam as escuras e favorece a ação dos marginais. Eraldo se refere ainda a ausência de uma manutenção devida lembrando que a queda de placas já causou acidentes e transtornos na cidade e estendeu o convite a quem interessar participar da reunião para debater o assunto.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

FIQUE POR DENTRO ! – Por Maria Otilia

AUTISMO

AutismoAutismo é um transtorno global do desenvolvimento marcado por três características fundamentais:
* Inabilidade para interagir socialmente;
* Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos;
* Padrão de comportamento restritivo e repetitivo.
O grau de comprometimento é de intensidade variável: vai desde quadros mais leves, como a síndrome de Asperger (na qual não há comprometimento da fala e da inteligência), até formas graves em que o paciente se mostra incapaz de manter qualquer tipo de contato interpessoal e é portador de comportamento agressivo e retardo mental. Os estudos iniciais consideravam o transtorno resultado de dinâmica familiar problemática e de condições de ordem psicológica alteradas, hipótese que se mostrou improcedente. A tendência atual é admitir a existência de múltiplas causas para o autismo, entre eles, fatores genéticos e biológicos.
Sintomas
O autismo acomete pessoas de todas as classes sociais e etnias, mais os meninos do que as meninas. Os sintomas podem aparecer nos primeiros meses de vida, mas dificilmente são identificados precocemente. O mais comum é os sinais ficarem evidentes antes de a criança completar três anos. De acordo com o quadro clínico, eles podem ser divididos em 3 grupos:
1) ausência completa de qualquer contato interpessoal, incapacidade de aprender a falar, incidência de movimentos estereotipados e repetitivos, deficiência mental;
2) o portador é voltado para si mesmo, não estabelece contato visual com as pessoas nem com o ambiente; consegue falar, mas não usa a fala como ferramenta de comunicação (chega a repetir frases inteiras fora do contexto) e tem comprometimento da compreensão;
3) domínio da linguagem, inteligência normal ou até superior, menor dificuldade de interação social que permite aos portadores levar vida próxima do normal.
Na adolescência e vida adulta, as manifestações do autismo dependem de como as pessoas conseguiram aprender as regras sociais e desenvolver comportamentos que favoreceram sua adaptação e auto-suficiência.
Diagnóstico
O diagnóstico é essencialmente clínico. Leva em conta o comprometimento e o histórico do paciente e norteia-se pelos critérios estabelecidos por DSM–IV (Manual de Diagnóstico e Estatística da Sociedade Norte-Americana de Psiquiatria) e pelo CID-10 (Classificação Internacional de Doenças da OMS).
Tratamento
Até o momento, autismo é um distúrbio crônico, mas que conta com esquemas de tratamento que devem ser introduzidos tão logo seja feito o diagnóstico e aplicados por equipe multidisciplinar.
Não existe tratamento padrão que possa ser utilizado. Cada paciente exige acompanhamento individual, de acordo com suas necessidades e deficiências. Alguns podem beneficiar-se com o uso de medicamentos, especialmente quando existem co-morbidades associadas.
Recomendações
* Ter em casa uma pessoa com formas graves de autismo pode representar um fator de desequilíbrio para toda a família. Por isso, todos os envolvidos precisam de atendimento e orientação especializados;
* É fundamental descobrir um meio ou técnica, não importam quais, que possibilitem estabelecer algum tipo de comunicação com o autista;
* Autistas têm dificuldade de lidar com mudanças, por menores que sejam; por isso é importante manter o seu mundo organizado e dentro da rotina;
* Apesar de a tendência atual ser a inclusão de alunos com deficiência em escolas regulares, as limitações que o distúrbio provoca devem ser respeitadas. Há casos em que o melhor é procurar uma instituição que ofereça atendimento mais individualizado;
* Autistas de bom rendimento podem apresentar desempenho em determinadas áreas do conhecimento com características de genialidade.
Texto de Dr. Drauzio

UFC fará nova chamada de classificáveis no Sisu 2013

Número de vagas disponíveis será divulgado dia 10 de abril

 

UfcfortalezaA Universidade Federal do Ceará (UFC) convocará nova chamada de candidatos classificáveis no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2013 nos dias 12 e 15 de abril (Capital) e somente no dia 12 (interior). A quantidade de vagas em aberto será divulgada no dia 10 de abril, no site de Sisu.

Lista de vagas disponíveis será divulgada dia 10 de abril. Foto: Viviane Pinheiro

Os alunos que não conseguiram vaga na UFC através do Sistema e que se inscreveram na lista de espera poderão participar da nova chamada, que será presencial e respeitará a ordem de classificação do candidato.

Quem efetuou matrícula nas chamadas regulares e  quer participar da nova seleção deve apresentar termo de desistência definitiva da vaga, que está disponível no Anexo II do Edital nº 7/2013 do Sistema, devidamente preenchido e apresentá-lo no setor de protocolo do Prograd, no Campus do Pici (Fortaleza) ou nos campi do interior.

As chamadas ocorrerão nos dias 12 e 15 de abril (Capital) e somente no dia 12 (interior).

Portal verdes Mares

Dilma anuncia investimentos para combater a seca e entrega escola profissionalizante nesta terça (2)

A presidente também assinará Termo de Compromisso para a construção da Barragem Lontras, em Croatá

 

Seca23A presidente Dilma Rousseff desembarca nesta terça-feira (2), em Fortaleza, com a missão de dar uma resposta enérgica e eficaz à maior seca dos últimos 50 anos, que assola o Ceará e os outros estados do Nordeste. No encontro da chefe do executivo com os governadores da região, durante a 17ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Sudene (Condel), serão anunciados investimentos para combater a estiagem.

Seca será o principal foco da visita da presidente Dilma ao ceará FOTO: Honório Barbosa

Será assinado também o Termo de Compromisso de execução da obra da Barragem Lontras, que será construída em Croatá, na Serra da Ibiapaba. O investimento total é de R$ 371 milhões, sendo R$ 19,6 milhões de contrapartida estadual. A barragem terá vazão de 3 m³/s e beneficiará 17 mil famílias. Os recursos fazem parte do PAC estiagem.

PAC 2 atinge quase 92% do Ceará

Dilma entregará ainda, durante o evento, no Centro de Eventos, 30 motoniveladores e 31 retroescavadeiras a 59 prefeitos cearenses. Com isso, a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento deve atigir 92% dos municipios cearenses, conforme o Governo. Serão beneficiados mais de 257 mil habitantes rurais e 37 mil agricultores familiares cearenses. O investimento é de quase R$ 15 milhões.

O Ceará já recebeu 110 retroescavadeiras. Até o final de abril, outras 28 retroescavadeiras devem ser entregues e até o fim do ano outras 139 motoniveladores – totalizando 338 máquinas – deverão ser entregues ao Ceará.
Na visita da presidenta ao Estado, serão anunciados também mais aportes advindos de outros ministérios que serã destinados a toda a região Nordeste.

Presidente entrega ônibus escolares

A presidente irá participar, junto com o governador Cid Gomes, da inauguração da Escola de Ensino Profissionalizante Jaime Alencar de Oliveira, no bairro Luciano Cavalcante, onde também fará a entrega de 14 ônibus escolares a prefeitos do Interior do Estado. A cerimônia está prevista para as 17h40, segundo a assessoria da presidenta. Na Escola foram investidos R$ 7,6 milhões em parceria do Governo do Estado com o Governo Federal.

Devem fazer parte da comitiva de Dilma o presidente do Senado, Renan Calheiros; o presiente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves; o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho;  o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; e o ministro da Secretaria dos Portos, Leônidas Cristino. Dilma partirá para Brasília às 19h da terça-feira.

As informações são do repórter Levi de Freitas

Portal verdes Mares

Projeto de reintegração e inclusão social de detentos e egressos será inaugurado nesta quarta-feira

Tjce3As Varas de Execução Penal da Comarca de Fortaleza e instituições parceiras inauguram, nesta quarta-feira (03/04), às 17h, a sede onde funcionará o projeto de reintegração e inclusão social, denominado “Fábrica Escola”. O estabelecimento funcionará na avenida Dom Manuel, nº 738, na Capital, e beneficiará cerca de 300 pessoas, entre detentos, egressos do sistema prisional e familiares.

No local, os participantes terão momentos para se autoconhecer, refletir sobre direitos e deveres e reaprender a conviver em família e sociedade. Também aprenderão sobre noções de empreendedorismo e investimento, além de informática básica. O objetivo é abrir possibilidade para a geração de emprego e renda na comunidade.

Serão disponibilizadas ainda oficinas de trabalho para a produção de bens e outras atividades voltadas à reintegração e inclusão social. Participarão apenados dos regimes aberto e semiaberto, egressos e familiares. Todos receberão acompanhamento social, pedagógico e psicológico, além de assistência médica e jurídica.

O projeto está fundamentado nos quatros pilares da educação (momentos pessoais, relacionais, produtivos e cognitivos), modelo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A iniciativa é resultado da parceria entre a 2ª e 3ª Varas de Execução Penal de Fortaleza, Vara de Penas Alternativas da Capital, Ministério Público cearense, Defensoria Pública do Estado, Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Universidade Estadual do Ceará (Uece), Associação Cearense de Magistrados (ACM) e Fundação Educacional Deusmar Queirós.

TJCE

PERDENDO A FÉ NO CRATO E NAS PESSOAS DO CRATO – Por: Dihelson Mendonça

Acima: Vejam só o DESCASO. O poste foi “plantado” na cova da árvore. A Coelce não se deu ao trabalho nem de afastar uns 3 metros da planta, e reparem que o poste é torto. Na praça São Vicente, em cima da própria praça, colocaram 3 postes, no local onde as pessoas transitam, quase que um convite a que a população taque a cara no poste. É muita irresponsabilidade. É uma vergonha para o Crato. Estão destruindo a nossa cidade. E o poder público nada faz, nada comenta sobre o assunto.

Amigos, confesso que hoje experimentei um sentimento que jamais senti antes, em 47 anos em que vivo no Crato. Hoje, depois que vi os novos postes colocados neste mês por toda a Rua Dr. João Pessoa pela COELCE, acho que estou perdendo a fé no Crato e nos Cratenses. É como se de nada adiantasse toda a nossa luta, todo o esforço em tentar uma cidade melhor, pois no final, os “cartolas” fazem do jeito que eles bem querem e pronto.

Infelizmente, estou passando a não acreditar mais nessa terra e nas pessoas deste lugar. Hoje vi que PROPOSITALMENTE, a Coelce colocou 3 ( Três ) postes numa praça ( São Vicente ), 2 nos cantos e um no centro, num espaço em que caberia no máximo 1. Os novos postes são propositalmente o dobro da largura dos anteriores, e estão sendo aparentemente colocados de qualquer jeito, tortos, sem planejamento, distorcendo e destruindo a estética de todo o centro da nossa cidade, que foi recentemente requalificado, COMO SE fizessem isso só de sacanagem, para colocar o Crato de Joelhos. Para rir da cara dos cratenses. Afinal, quem está por trás disto tudo ?

Porque nossa cidade está cada vez pior, sem leis, ou sem o cumprimento delas ? Vemos isso em quase todas as atividades: Em carros com paredões de som que desfilam descontrolados pelo centro impunemente, sem fiscalização, em buracos que surgem a cada dia e se perpetuam sem qualquer solução, e muitos outros. Estamos ao Deus dará.

Quando vi os 3 postes em sequência num pequeno espaço como a Praça São Vicente sem a menor necessidade, tive vontade de chorar. Não há nada que o cidadão possa fazer. Nao temos defensores; Temos leis que não funcionam; Crato não tem quem a defenda. Estamos entregues e mais perdidos do que nunca. Onde estão os verdadeiros homens desta terra que não vêm os facínoras destruir a nossa cidade ?

O.B.S – E os vereadores e o poder Público nada comentam, nada falam sobre este assunto.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com
Há 8 Anos, o Crato na Internet

Mortes nas rodovias federais caem 10% no feriado de Páscoa, diz PRF

Número de acidentes registrados foi 9% menor em relação a 2012.
Segundo a PRF, colisões frontais foram maior causa das mortes. .
O número de mortes em acidentes nas rodovias federais caiu 10% no feriado da Páscoa deste ano, em comparação com o mesmo feriado do ano passado, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgados nesta segunda (1º). Entre a última quinta (28) e domingo (31), foram registradas 108 mortes. Em 2012, durante o mesmo feriado, a PRF contabilizou 120 óbitos. Os estados com o maior número de mortes foram Minas Gerais (23), Rio de Janeiro (12), Goiás (07), Mato Grosso do Sul (07) e Paraná (07).

A Polícia Rodoviária Federal aponta as colisões frontais, devido às tentativas de ultrapassagem, como as maiores causadoras de óbitos nas estradas. Em Minas Gerais, por exemplo, 76% das mortes aconteceram nesse tipo de acidente. Já o número de acidentes nas estradas foi 9% menor na Páscoa deste ano do que na Páscoa do ano passado. Entre quinta e domingo (31), a PRF registrou 2.429 acidentes. Em 2012, foram 2.674. Neste ano, a PRF contabilizou ainda 1.371 feridos nos acidentes, o que representou uma redução de 20% na comparação com o ano passado, quando foram contabilizados 1.721 feridos. 

Os estados em que mais aconteceram acidentes foram Minas Gerais (348), Paraná (281), Santa Catarina (270), Rio de Janeiro (193) e Rio Grande do Sul (193). Segundo a PRF, a redução de óbitos e feridos é ainda maior se os números forem comparados com o tamanho da frota de automóveis – que aumentou no último ano. Pelo cálculo levando em conta a frota, a queda seria de 15% para o número de óbitos e 25% para a quantidade de feridos.

Lei Seca

Durante a operação “Semana Santa 2013”, 992 motoristas tiveram a CNH recolhida por dirigirem sob o efeito de álcool. Desses, 332 foram presos por crime de trânsito. De acordo com levantamento da Polícia Rodoviária Federal, a cada 41 testes do bafômetro aplicados, um condutor era identificado como “embriagado”. No ano passado, a proporção entre testes e motoristas embriagados foi ainda maior – 25 testes para cada flagrante. O coordenador-geral de operações substituto da PRF, Stênio Pires, avalia que o balanço de acidentes no feriado da Páscoa é positivo graças ao trabalho de fiscalização nas rodovias e ao endurecimento da Lei Seca.

“Nós fizemos uma planejamento minucioso, levando em consideração os dados da Operação Semana Santa do ano passado e o balanço de acidentes deste último carnaval. Nosso efetivo foi posicionado nos locais onde mais houve acidentes”, explicou Pires. O coordenador afirmou que a PRF analisa intensificar as campanhas educativas para diminuir o número de colisões frontais. “Esse tipo de infração, causada durante uma ultrapassagem forçada, gera mais mortes que motoristas alcoolizados”, afirmou.

G1

Previsão do Tempo – Terça-Feira, 02 de Abril de 2013

 

 
Um abraço todo especial aos nossos inúmeros leitores, especialmente aquelas pessoas que me param nas ruas da cidade e dizem que lêm o Blog do Crato e site Chapada do Araripe todos os dias. Sempre que estou no centro do Crato, algumas pessoas nos tecem muitos elogios ao trabalho aqui realizado de informar e discutir com a sociedade o passado, o presente e o futuro da nossa cidade. Falando em presente, o que vocês acharam do presente de grego que a COELCE está implantando no centro do Crato ? Postes horríveis, que tem 2 vezes mais largura que os postes originais, e estragou completamente o centro. Infelizmente, começo a achar que nossa cidade é terra de ninguém, e as pessoas que deveriam defendê-la desses absurdos não estão nem um pouco interessados; Só pensam em si. Que pena!
Previsão do Tempo para hoje
Segundo informa os serviços de meteorologia de todo o país, teremos um dia de sol com algumas núvens e não chove. Pode-se ver pelo mapa que pouca ou quase nenhuma núvem paira sobre o nosso cariri. Nascer do sol: 05h40 Pôr do sol: 17h42 – Temperatura: Max 35º Min 21º – Ventos: E a 8km/h – Umidade Relativa do Ar: 68% 46% – Índice UV: Muito Alto.
Fontes: INPE e GOES12
www.blogdocrato.com
Há 8 Anos, o Crato na Internet

Prefeito Ronaldo trata sobre melhorias salariais com os servidores do Crato

 

Em mais um momento de negociações salariais, o prefeito do Crato Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, recebeu, na noite de ontem, no Gabinete da Prefeitura Municipal do Crato, servidores municipais, acompanhados do presidente do Sindicato dos Servidores, Júnior Matos, vereadores e a Comissão de Negociações, formada por servidores, membros do sindicato e legisladores. Hoje, às 8 horas, o funcionalismo público volta a se reunir em assembléia.

Vários pontos foram debatidos, no que diz respeito às melhorias salariais dos servidores. O prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio, reafirmou o seu compromisso de trabalhar por melhores condições salariais para os servidores da cidade, mas salientou esse momento atual que a cidade vem passando como crítico, voltado para a reorganização da máquina administrativa.
 

Para isso, segundo Ronaldo, vem sendo feito um estudo detalhado do funcionamento da administração municipal, em vários setores. Um dos que tem preocupado a atual administração é o de arrecadação municipal. O prefeito disse que vários estudos estão sendo feitos no intuito de entender cada aspecto relacionado a esses setores, como forma de possibilitar melhores rendimentos no setor tributário.
 
O prefeito destacou a sua preocupação relacionada ao melhor atendimento à população nos setores de saúde, educação, limpeza pública e o social. “Desde o mês de janeiro que venho fazendo economias para readequar e promover melhorias nesses setores”, diz ele. Uma das preocupações iniciais, conforme o prefeito, foi reabastecer as farmácias com medicamentos voltados à população.

O prefeito ainda disse que a sua intenção até o final do mandato é fazer com que os servidores do Crato tenham um dos melhores salários da região, já que a sua política é de valorização do funcionalismo público municipal. Ainda conforme Ronaldo, de 4.600 pessoas empregadas na administração local, hoje a prefeitura tem um quadro de 3.700 servidores. Dos mais de 600 cargos comissionados, hoje esse número chega a 240 e o prefeito disse que não quer chegar a 300 pessoas, conforme destacou diante da presença do presidente do Sindicado, enfatizando sua preocupação na valorização do funcionalismo. “Essa é uma das alternativas para se buscar valorizar o efetivo”, diz ele.
 

O prefeito tem conversado com várias categorias profissionais, como é o caso dos médicos, enfermeiros, dentistas, os agentes da limpeza pública, buscando readequar e ouvir cada segmento, em suas necessidades. “Tenho buscado, ao máximo, estar nas comunidades, atender a população no gabinete da prefeitura, os servidores e conhecer de perto as necessidades do povo”, afirma.
Fonte: PMC

ÚLTIMA HORA


Música de Qualidade - 24h!



300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2012

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -