Brasil conquista medalha inédita em olimpíada internacional de astronomia

EquipebrasilAlunos brasileiros conquistaram medalha inédita em olimpíada de astronomiaDivulgação/Portal da Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica

Na mesma semana em que Artur Ávila Cordeiro de Melo, matemático brasileiro, conquistou a Medalha Fields, o Brasil teve outra conquista na área de ciências exatas, protagonizada por alunos do ensino médio. Cinco estudantes conquistaram a medalha de prata em prova por equipe na 8ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica, conquista inédita no país. O evento, que terminou no último domingo (10), ocorreu na cidade de Suceava, na Romênia. O grupo brasileiro também obteve, nas provas individuais, duas medalhas de bronze e três menções honrosas.

A equipe desembarcou hoje (14) no Brasil, após viagem de 30 horas. “Essa competição tem nível muito elevado, e os alunos brasileiros se destacaram”, diz o coordenador de Educação em Ciências do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), no Rio de Janeiro, Eugênio Reis, que acompanhou os estudantes. Segundo ele, “esses jovens que voltam com a medalha mostram para os demais que isso é uma coisa possível; que basta se dedicar, que se tem chance”.

Ao todo, participaram da olimpíada 208 estudantes, de 39 países. O Brasil é um dos países que participa da Olimpíada desde a primeira edição. A prova de equipe varia a cada ano, e a elaboração fica a cargo do país que sedia o evento. Na última edição, os grupos tiveram 90 minutos para calcular a trajetória de dois mísseis que deveriam atingir um asteroide, em rota de colisão com a Terra, e salvar o planeta.

Para as contas, puderam usar apenas objetos contidos em uma caixa: réguas, massa de modelar, barbante e papel milimetrado. A medalha de ouro ficou com o Canadá e a de bronze com a Lituânia.

A preparação dos estudantes vem desde o ano passado, com a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, voltada para estudantes de escolas públicas e particulares. No ano passado foram 800 mil inscritos em todo o país. Os participantes que se destacaram foram convidados a continuar estudando.

Os selecionados passaram por várias etapas, que incluíram uma prova presencial. Além dos cinco estudantes que participaram da competição internacional, foram escolhidos cinco para participar da competição latino-americana, que será no Uruguai, de 10 a 16 de outubro. Haverá também cinco suplentes. Os finalistas tiveram aulas, participaram de oficinas e de observações astronômicas.

“Foi uma experiência indescritível”, sintetiza Felipe Vieira Coimbra, de 16 anos, que acabava de entrar em casa quando conversou com a Agência Brasil. Ele é aluno do segundo ano do Instituto Dom Barreto, em Teresina (PI). O colégio particular está entre as notas mais altas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Como astronomia não está no currículo escolar, Felipe diz que todo o estudo que teve foi por conta própria, com livros e apostilas usadas em universidades.

Além da medalha de prata, o jovem carrega no currículo duas medalhas de ouro na Olímpíada Brasileira de Física. Ele diz que prefere não restringir os planos para o futuro, mas adianta que pretende seguir na área de exatas e cogita o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) como objetivo. “Na escola, é quase um clichê, as exatas são as matérias menos populares. Mas não sou o único no Brasil, tem muita gente que se destaca, o Artur é um exemplo”.

Agência Brasil

Rússia autoriza mais frigoríficos brasileiros a exportarem para o país

 CarnebovinaO serviço sanitário da Rússia liberou hoje (14) quatro frigoríficos brasileiros para exportarem carne e miúdos de suínos para o país. Na semana passada, a Rússia já havia autorizado 89 empresas do Brasil a venderem carnes bovina, suína e de aves, além de miúdos e produtos lácteos. Com as novas liberações, sobe para 93 o número de frigoríficos aptos a exportar para aquele país.

A liberação da última semana foi anunciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no mesmo dia em que o governo russo embargou as importação de carnes bovina, suína e de aves, mais peixe, queijo, leite, legumes e frutos dos Estados Unidos, da União Europeia, Austrália, Noruega e do Canadá. Os EUA e a União Europeia decretaram sanções econômicas à Rússia pelo envolvimento na guerra da Ucrânia e apoio aos rebeldes pró-russos no país.

Na ocasião, ao comentar o embargo russo, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Seneri Paludo, disse que tratava-se de “uma grande janela para o Brasil”. No entanto, em nota oficial o ministério atribuiu as novas autorizações a negociações de longo prazo e a uma missão técnica enviada ao país europeu naquela semana.

Agência Brasil

No Crato, o Ministério Público Eleitoral está de olho nos candidatos que fazem propaganda irregular

 

 
Entrevista-Coletiva-Lucas-Parente2
Promotor Raimundo Parente quer o cumprimento da Lei Eleitoral. (Foto: Dihelson Mendonça)
O Ministério Público Eleitoral do Crato está averiguando possíveis casos de transgressão à Lei Eleitoral, nesse período de campanha, principalmente por uso de carro de som. De acordo com o promotor Raimundo Parente, alguns condutores de veículos estariam cometendo abusos, tais como, transitando com volume acima do permitido, estacionamento em locais público como praças e em frente repartições públicas, que são proibidos por lei.
Segundo Parente, o Ministério Público vai abrir ação e denunciar à Justiça Eleitoral os casos de abusos, bem como pedir aplicação de multa conforme determina a legislação eleitoral aos candidatos que estão realizando campanha de forma irregular.

Sistema de Alta Pressão Atmosférica deixa Fortaleza com ar seco nos próximos dias

Arsecofortaleza

O ar seco é um fenômeno que, normalmente, preocupa a população de cidades do Interior do Ceará. Entretanto, nesta semana, um sistema de Alta Pressão Atmosférica está deixando a umidade relativa do ar baixa até na faixa litorânea. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), registrou, no dia 12 de agosto de 2014, ao meio-dia, em Fortaleza, 28% de umidade relativa do ar, nível considerado de “Atenção” pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

“Não é comum termos níveis tão baixos assim em cidades litorâneas do Ceará, mas um Sistema de Alta Pressão está inibindo a formação de nuvens em todo o Estado e a consequência é a queda da umidade. A população deve ficar atenta e tomar os cuidados necessários, pois esse sistema deve atuar, pelo menos, até o sábado, dia 16”, alerta o meteorologista Leandro Valente.

 

tabela oms site

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ideal a umidade do ar acima de 60%. É considerado estado de observação os níveis de 40% a 31%. Quando a umidade cai abaixo dos 30%, há estado de atenção. Se a umidade atingir níveis entre 20% e 12%, é decretado o estado de alerta. Abaixo disso, é considerado estado de emergência.

 

Efeitos

 

Os efeitos comuns do ar seco na saúde são:

 

- Ressecamento de mucosas do nariz e garganta;
- Nariz entupido ou com sangramento, espirros, tosse, dificuldade para respirar, rinite e crises de asma;
- Aumento do risco de infecções respiratórias
- Piora das doenças respiratórias pré-existentes, como bronquite, asma, enfisema, rinite e outras;
- Ressecamento da pele;

 

Irritação dos olhos por ressecamento, com vermelhidão, ardência, sensação de areia nos olhos, coceira e aumento das conjuntivites alérgicas.

 

Como se proteger

 

Os médicos recomendam algumas medidas para diminuir os efeitos do ar seco no corpo:

 

- A não ser que haja contraindicação médica, beba muita água, principalmente idosos, crianças e quem fica muito tempo em ambientes com ar-condicionado.
- Evitar exercícios físicos moderados ou intensos, principalmente em vias de grande movimento;
- Idosos, e portadores de doenças respiratórias ou cardíacas devem evitar exercício moderado ou intenso em qualquer local;
- Mantenha arejados os ambientes internos da casa e do trabalho e evite cortinas ou carpetes que acumulem poeira;
- Não tomar banho com água muito quente, pois aumenta o ressecamento da pele. Procurar usar creme hidratante e protetor labial;
- Umidifique os ambientes com umidificadores ou toalhas molhadas e recipientes com água.

Assessoria de Comunicação da Funceme

Orquestra de Sopros de Pindoretama faz turnê internacional

 

 

Orquestra-de-sopros-de-pindoretama-no-A Orquestra de Sopros de Pindoretama que completa quinze anos, este ano realiza sua quarta turnê internacional. Dessa vez, Hamburgo, na Alemanha, é o destino conquistado pelo reconhecimento dos alemães ao trabalho desenvolvido pelos músicos cearenses, jovens atendidos pelo projeto e que recebem aulas de música com o apoio do Oi Futuro desde 2007. O convite partiu da produção do Stamp Festival, o maior festival de artes de rua de Hamburgo. A Orquestra de Sopros vai representar o Brasil não só no Stamp, mas também nos festivais Alstervergnügen Hamburg e Weinfest Osterstrasse. As apresentações acontecerão entre os dias 22 de agosto e 02 de setembro.

O maestro Arley França, fundador do projeto, conduz 30 pessoas para o desafio da primeira viagem internacional dos novos músicos da orquestra com idade entre 12 e 17 anos. O manejo do maestro com a arte de ensinar não demorou pra deixar o novo grupo afinado capaz de mostrar o melhor da música brasileira para os estrangeiros. No repertório: maxixe, bossa nova, chorinho, samba, frevo e baião.

A turnê se estenderá ao aprendizado através de intercâmbio. Nos intervalos das apresentações oficiais, brasileiros e alemães se unirão para troca de experiências. O convívio vai acontecer com os alunos da orquestra da Escola Ida Ehre Schule, uma das escolas mais prestigiadas de Hamburgo. Tocar nos 350 anos de aniversário do bairro Altona, o mais tradicional de Hamburgo, também ficará na história desses jovens músicos cearenses.

DETALHE – A Orquestra de Sopros de Pindoretama conta com o patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro.

O povo

Reunião na Infraero em Brasília traça planejamento para o Aeroporto de Juazeiro do Norte

ReuniaoinfraeroO Coordenador de Turismo de Juazeiro do Norte, José Roberto Celestino, participou de reunião com o Diretor de Aeroportos da INFRAERO, Marçal Goulart, e superintendentes técnicos sobre o Aeroporto Orlando Bezerra. O encontro foi de planejamento durante o qual as empresas aéreas que operam em nosso município apresentaram um diagnóstico das atuais condições de operação e das necessidades futuras.

É que na reunião em Brasília, ele se fez acompanhar de representantes da Avianca, Gol e Azul Linhas Aéreas, bem como da ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas). Na conversa com o dirigente da Infraero, José Roberto fez questão de enaltecer o elevado padrão técnico com que é administrado o Aeroporto de Juazeiro no que foi seguido pelo Comandante Paulo Roberto Alonso da ABEAR e pelos executivos das transportadoras aéreas. 

O Aeroporto Orlando Bezerra atende as regiões Centro Sul do Ceará, Noroeste de Pernambuco, Alto Sertão da Paraíba e Sudoeste do Piauí, representando um dos principais instrumentos para o desenvolvimento econômico da região. Durante o ano recebe diferenciado público devido às muitas potencialidades do Cariri, destacando-se o turismo religioso, de negócios e ecológico. Juazeiro se constitui importante pólo de ensino superior, da produção de calçados e comercial.

Ascom    

Não há previsão para fim do trabalho em Santos, dizem bombeiros

O capitão do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Marcos Palumbo, disse que a equipe deve permanecer por alguns dias no local onde caiu um avião, na manhã de hoje (13), em Santos (SP), no bairro do Boquerão. De acordo com ele, foram detectados destroços da aeronave em 13 pontos, o que dificulta a localização e retirada dos corpos das vítimas e também da caixa-preta. Entre os passageiros, estava o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). Até o momento, nenhum corpo foi localizado ou retirado do local.

SantosEduardo Campos, candidato à Presidência da República, morre em acidente aéreo em SantosReprodução de TV

O Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino a Guarujá (SP). Nenhuma das sete pessoas que estavam a bordo sobreviveram, segundo o capitão.

“A previsão é de muito trabalho para buscar os corpos das vítimas e a caixa-preta. Será um trabalho exaustivo, possivelmente devemos passar alguns dias aqui”, disse à Agência Brasil.

O capitão disse ainda que os bombeiros vão trabalhar dia e noite. No total, 45 homens estão no local. O avião atingiu casas, academias e lojas comerciais. “É um local que está muito prejudicado tendo em vista a grande amplitude do impacto da aeronave”.

O técnico em instrumentação, Sérgio Shiroma, que mora em um prédio atingido pelos destroços da aeronave, relatou o momento do acidente. A avó dele e uma minha tia estavam em das casas mais afetadas pelo acidente. “Foi só uma escoriação e o susto. Na hora, ouviram o barulho e a pancada, porque os escombros bateram nas costas da minha tia. Depois, elas não lembram de mais nada por causa do choque”, disse, acrescentando que o avião caiu no fundo da casa da avó, que tem Alzheimer, e destruiu o telhado.

No momento do acidente, o técnico estava no prédio onde mora com a namorada. “Foi um barulho muito forte. Nunca vi nada igual. Foi um tremor. Achei que o prédio ao lado estava caindo. Estava com minha namorada e saímos correndo. Eram muitos destroços, muito vidro e até cortamos o pé”, contou, que voltou ao apartamento para buscar itens básicos e vai ficar em casa de parentes. O prédio está interditado por tempo indeterminado.

A moradora Júlia Nagamini, tia de Sérgio, disse que a casa da mãe está totalmente destruída. Segundo ela, a mãe e a irmã que estavam no local “viram um clarão e ouviram um barulho”.

Outro morador, Wilson Santos, que mora a 80 metros do local do acidente, contou o que ocorreu: “Foi um barulho muito grande na hora da explosão saí na janela e tinha muita gente correndo e muita fumaça. Fui tentar ajudar as pessoas de alguma forma na academia. Tinha gente machucada, mas com ferimentos leves porque pegou do lado”.

Imprensa internacional destaca a morte de Eduardo Campos

Eduardocampoos,Desde que foi confirmada, a morte de Eduardo Campos foi destaque em diversos sites internacionais. Em notícia de capa, o espanhol El País ressalta que a morte do candidato do PSB à Presidência da República vai dar uma virada na corrida presidencial.

Três horas depois da confirmação da morte de Campos em um acidente aéreo no município paulista de Santos, o britânico Financial Times ainda trazia na capa a foto do ex-governador e a afirmação de que sua morte vai alterar a dinâmica das eleições presidenciais brasileiras.

Enquanto isso, o espanhol El Mundo destacou no obtuário que o candidato, de 49 anos, buscava ser a cara da nova política brasileira. O jornal salientou que Campos procurava se mostrar como uma resposta à demanda dos eleitores que foram às ruas em manifestações em junho do ano passado e que tinha sangue político.

O jornal frisou ainda que o ex-governador contava com grande apoio no Nordeste brasileiro e que suas propostas eram um meio termo entre as liberais da oposição e às mais ligadas à esquerda, do PT.

Já o argentino La Nación destacou que Campos foi aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na corrida presidencial, era adversário da presidenta Dilma Rousseff, que disputa a reeleição. O jornal destacou que Campos foi eleito governador de Pernambuco com mais de 80% dos votos. La Nación lembrou que Campos seguiu, desde jovem, os caminhos da política e que estava em terceiro lugar nas pesquisas para as eleições de outubro.

O americano The New York Times e o francês Le Monde informaram sobre o luto oficial de três dias decretado pela presidenta Dilma Rousseff e acentuaram o fato de o pequeno avião que levava o candidato ter caído em um bairro residencial de Santos, no litoral paulista. No acidente, morreram mais seis pessoas.

A Télam, agência pública de notícias da Argentina, destaca, em matéria de capa, que a morte de Eduardo Campos a 53 dias das eleições gerou grande comoção no mundo político e que o impacto da perda na disputa ainda não pode ser medido. A agência lembra que a morte do ex-governador de Pernambuco, terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, paralisou a campanha eleitoral no país.

O texto foi ampliado às 17h48

Expansão do pré-sal fará indústria naval faturar US$ 17 bilhões por ano até 2020

Petrobras6A expansão da produção de petróleo no pré-sal dobrará para 20%, até 2020, a participação da indústria de petróleo e gás no Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país), e levará a indústria naval e offshore (exploração em alto mar) brasileira a faturar em torno de US$ 17 bilhões por ano no período. A informação foi dada à Agência Brasil pelo presidente da Associação Brasileira das Empresas  de Construção Naval e Offshore (Abenav), Augusto Mendonça, que  participou hoje (13) da Marintec South America – 11ª Navalshore, no Rio de Janeiro.

“É importante considerar que a indústria de petróleo e gás é de longa maturação. Quando você  fala em abrir uma fronteira nova, na área de petróleo, está falando em sete a dez anos para começar a produzir. A indústria do setor naval também é de longa maturação, porque trata de projetos que duram três a quatro anos para construção de cada unidade, mais um ano de engenharia”, ressaltou.

Daí, disse que a fotografia atual vislumbra um futuro promissor para a indústria naval e para o setor de petróleo no país, e adiantou: “O que garante tudo isso é o tamanho da reserva no pré-sal, que coloca o Brasil entre as cinco ou seis maiores reservas do mundo”. Mendonça disse que enquanto o petróleo for uma fonte de energia importante, “nós vamos ter mercado e indústria”. Segundo ele, o petróleo responde por cerca de 95% da indústria naval nacional, e a maior parte está relacionada  à exploração offshore.

O setor engloba três segmentos distintos: a fabricação de navios, a fabricação de embarcações de apoio à produção e a construção de plataformas de perfuração e produção. “Os sistemas são distintos, porque os estaleiros ou se dedicam a um ou a outro [segmento]”.

Segundo o presidente da Abenav, os estaleiros instalados no Brasil utilizam processos modernos, com tecnologia e inovação. “A questão da tecnologia, para nós, está superada. Mas não é suficiente, porque 50% do custo vêm de fora, de fornecedores”, destacou. Por isso, a principal preocupação do setor é a cadeia de suprimentos, e o setor estimula a atração de indústrias produtoras estrangeiras, que pode atenuar esse problema, argumentou.

Augusto Mendonça disse que o grande desafio da indústria naval e offshore é a competitividade. “Temos que fazer com que a nossa indústria tenha competitividade internacional”, disse ele, e acrescentou que o volume de encomendas no Brasil é suficiente para desenvolver a indústria em base competitiva. “Ou seja, quando alguém, amanhã, pensar em comprar uma plataforma, com certeza vai querer comprar no Brasil”, destacou.

A carteira atual de encomendas dos estaleiros  brasileiros inclui 373 embarcações. O dado importante, porém, segundo o presidente da Abenav, é que “estamos falando da construção, até 2020, de 90 plataformas de produção, que vão entrar em operação até 2025. Isso significa US$ 120 bilhões. É um número pequeno de unidades, mas tem valor agregado enorme para o país”. Admiti também que o grande número de barcaças (142) na carteira sinaliza, mais à frente, que haverá grande ampliação na navegação fluvial do país. Embora as barcaças tenham pouco valor agregado, elas poderão impulsionar o crescimento do mercado, analisou. “É quase uma commodity [produto básico com cotação internacional, quase sempre para produtos agrícolas e minerais]”.

Mendonça disse que os estaleiros têm resolvido o problema de qualificação de mão de obra de fábrica com ajuda, muitas vezes, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). “Todos têm centros de treinamento”. A grande questão, admitiu, são os profissionais mais especializados, como técnicos e engenheiros. “É uma demanda cada dia maior. De um lado, você cresce o requisito e, de outro, a gente tem pouca formação”, ressaltou.

Em busca do desenvolvimento de mercado, da atração de investimentos e do intercâmbio tecnológico, a Abenav firmou, durante a Marintec, acordo de cooperação com a Korea International Trade Association. “Nós estamos falando de competitividade, e a Coreia foi, e ainda é, um ícone na fabricação de navios”, disse ele, e lembrou que a Coreia desenvolveu boa cadeia de fornecedores, cujas empresas não vieram para o Brasil, ao contrário das companhias chinesas e japonesas. A ideia, destacou, é justamente promover a aproximação entre empresas brasileiras e coreanas, para que elas se instalem e fabriquem produtos no Brasil, com tecnologia da Coreia.

 

Corpo de Campos será encaminhado ao IML de São Paulo

Fernando_grellaO  secretário  de  Segurança  Pública de São Paulo, Fernando GrellaMarcelo Camargo/Agência Brasil

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, informou hoje (13) que os corpos do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e das seis pessoas que estavam com ele no avião acidentado serão encaminhados para a sede do Instituto Médico-Legal (IML), na capital paulista.

Segundo o secretário, uma equipe especializada trabalhará na identificação dos corpos. O acidente ocorreu na manhã desta quarta-feira em Santos, no litoral do estado.

Grella disse que a queda do avião no bairro do Boqueirão, área residencial de Santos, não causou a morte de pessoas que estavam no solo. “Pelas informações de que dispomos até agora, não havia pessoas na academia, não há vítimas de solo”, disse Grella, em entrevista coletiva na prefeitura de Santos.

O secretário informou que a Polícia Civil de São Paulo já abriu inquérito para apurar as causas do acidente.

Ancine abre inscrições para edição 2014 do Encontros com o Cinema Brasileiro

Cinema3Estão abertas até o dia 1º de setembro as inscrições para a sétima edição do evento Encontros com o Cinema Brasileiro, iniciativa conjunta da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e do Ministério das Relações Exteriores. O programa tem como objetivo aumentar a visibilidade internacional da produção cinematográfica brasileira, trazendo ao país os curadores dos principais festivais do mundo.

De acordo com nota divulgada hoje (13) pela Ancine, quem virá ao Brasil nessa edição do programa é Shari Frilot, curadora do Festival de Cinema de Sundance, que será realizado de 22 de janeiro a 1º de fevereiro de 2015, nos Estados Unidos. Entre os dias 17 e 19 de setembro, Shari Frilot assistirá a sessões exclusivas com 12 longas-metragens brasileiros de produção independente.

Podem ser inscritos no programa Encontros com o Cinema Brasileiro filmes de longa-metragem já finalizados e ainda inéditos fora do território nacional, ou obras em fase de finalização que já possuam corte provisório capaz de ser projetado em formato 35 milímetros ou em vídeo blu-ray. Os interessados devem preencher o formulário de inscrição disponível no portal da Ancine (www.ancine.gov.br ) e indicar um link onde esteja disponível um trailer durando entre dois minutos e cinco minutos, com legendas em inglês.

Em edições anteriores, o Encontros com o Cinema Brasileiro trouxe ao país curadores dos festivais de Veneza, Cannes, Berlim, San Sebastián, Locarno e Roterdã, entre outros eventos internacionais de prestígio.
 

Partidos políticos lamentam morte de Eduardo Campos

Eduardocampos_psbA grande liderança política de Eduardo Campos e a perplexidade com sua morte foram ressaltadas hoje (13) em notas públicas divulgadas por vários partidos políticos, entre eles os que apoiam adversários de Campos na corrida presidencial.

O PT manifestou “profundo pesar” pela tragédia e decretou luto oficial de três dias entre seus correligionários, suspendendo as atividades de campanha eleitoral em todo o país. “Em função desse trágico fato, a direção nacional do Partido dos Trabalhadores decidiu cancelar todas as atividades públicas referentes à campanha eleitoral 2014 nas esferas nacional, estadual e municipal, em manifestação de luto com duração de três dias. O PT se solidariza com os familiares, amigos e correligionários de Eduardo Campos neste momento de dor, diante de tão grande perda”, diz a nota divulgada pelo partido.

Maior partido do Congresso Nacional, a direção nacional do PMDB também lamentou a perda de Campos e disse, em nota, que “a política brasileira fica menor” sem ele. “Sua trajetória foi exemplar, e era verdadeira inspiração para os jovens brasileiros. O PMDB lamenta essa perda e manifesta à família seus sinceros pêsames”.

Também em nota, o presidente nacional do Democratas, senador José Agripino Maia (RN), disse que o Brasil vive momento de “estupefação pela perda do homem público que foi Eduardo Campos”, e ressalta que o ex-governador de Pernambuco era uma grande liderança no Nordeste. “Lamentamos profundamente a perda irreparável para família e para os brasileiros. Nossa solidariedade aos familiares e amigos de todos aqueles que o acompanhavam no voo”, diz o texto. Agripino Maia embarcou para São Paulo, para “acompanhar de perto os desdobramentos desse fatídico acidente”, acrescentou.

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), também cancelou sua agenda de campanha e foi para São Paulo, junto com Agripino Maia, para acompanhar as apurações do acidente. Em nota oficial, o diretório paulista do partido se solidarizou com amigos, parentes e correligionários do político pernambucano. “Campos honrou os valores da democracia em sua vida pública, e encarou, com coragem, a luta por um país melhor e mais justo. Neste momento de dor, prestamos nossos sentimentos à sua família e amigos”, diz o texto.

Coligado ao PSB em apoio à candidatura de Eduardo Campos, o PPS definiu a morte dele como “uma tragédia que se abateu sobre o Brasil”. Em nota pública, o partido lembrou a tradição socialista da família do candidato à Presidência da República, o seu histórico político como parlamentar e governador e o grande apoio popular que ele tinha em Pernambuco. “O PPS apostou na qualidade política de Eduardo Campos neste momento em que o país busca alternativas para seu futuro e um novo projeto nacional de desenvolvimento. Embora jovem, o candidato já havia provado sua competência tanto no Parlamento quanto à frente do governo do estado de Pernambuco”, diz a nota.

Apoiador de Campos na disputa eleitoral, o PHS também divulgou nota lamentando as mortes provocadas pelo acidente aéreo, inclusive a de seu candidato. “Após diálogo nos últimos meses, a Comissão Executiva Nacional do PHS entendeu que o pernambucano seria o melhor nome para presidir o Brasil nos próximos quatro anos. Hoje, o PHS está de luto e os solidaristas de todo o Brasil se juntam aos familiares de Campos e das outras vítimas neste momento de grande tristeza”, diz o texto.

Embora divergente da linha política de Eduardo Campos, o PSTU também emitiu nota de pesar. O presidente nacional do partido e candidato à Presidência, Zé Maria disse que não tinha identidade política com o ex-governador, nem apoiou seu governo em Pernambuco, mas lamentou as perdas humanas provocadas pela queda do avião em que estava Campos. “Mas, queremos registrar que, evidentemente, lamentamos o acidente e o drama humano que causou, e enviamos nosso pesar aos familiares, dele e dos demais ocupantes do avião acidentado. Por fim, nos solidarizamos com os feridos que foram atingidos no solo pelo mesmo acidente”, disse.

A coordenação de campanha do PSOL também diz, em nota, que a morte do candidato do PSB “reveste de luto este processo eleitoral”. A agenda do partido na corrida pela sucessão presidencial também foi cancelada. “A candidata Luciana Genro, a coordenação de campanha e o Partido Socialismo e Liberdade estão de luto e desejam toda a solidariedade à família, aos amigos, à sua campanha e aos seus apoiadores. Da mesma forma, nos solidarizamos com as famílias de Alexandre da Silva, Carlos Augusto Leal, Geraldo da Cunha, Marcos Martins, Pedro Valadares Neto e Marcelo Lira”, diz o texto.

 

Canos para o projeto Cinturão das Águas continuam chegando ao Cariri

CanosO Projeto Cinturão das Águas do Ceará, obra do governo cearense, continua recebendo dezenas de canos que serão usados na adutora que conduzirá água do rio São Francisco até o rio Cariús, na região Centro Sul.
(Foto: Roberto Bulhões)
No Cariri, pelo menos duas bases foram montadas para receber os canos gigantes. Cada cano é conduzido individualmente por uma carreta, mede mais de 20 metros de comprimento e tem um diâmetro de 3 m³. Na base de descarrego dos equipamentos, localizada na vila São Bento em Crato, centenas desses canos ocupam uma vasta área, a exemplo do que vem acontecendo no pátio da antiga usina de açúcar de Barbalha.
A primeira etapa está em execução e a previsão é que ela seja concluída até o fim deste ano. São nada menos que 150 km de adutora que começa em Jati, numa barragem que vai receber as águas da transposição do rio São Francisco. Daí a adutora segue pelos municípios de Brejo Santo, Porteiras, Abaiara, Missão Velha, Barbalha, Crato, chegando até Nova Olinda e lá numa primeira grande descarga que é no rio Cariús, que vai banhar os municípios de Farias Brito, Cariús, Jucás, Iguatu, Quixelô, chegando até Orós. Na barragem do Orós, com vazão máxima de 30 m³/s.
Nessa primeira etapa, segundo o governo do estado, estão sendo investido um total de R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão de recursos federais e R$ 393,5 milhões de contrapartida do Governo Estadual. A obra vai garantir segundo disse o governador Cid Gomes, em uma entrevista numa rádio do Cariri, a segurança hídrica do estado para que o Ceará não sofra um colapso no abastecimento de água. Cid Gomes afirmou que a obra será a redenção para o Ceará e interligará toda bacia hídrica, junto com os outros ramais que seguirão por outras localidades, todas partindo de Jati.

Fonte: TV Padre Cícero      

Tudo pronto para o VIII Festival dos Inhamuns

 

InhumunsVem aí o VIII Festival dos Inhamuns Circo, Bonecos e Artes de Rua. O evento acontecerá de 19 a 23 deste mês, nos municípios de Parambu, Quiterianópolis, Aiuaba, Tauá e Arneiroz. Sai do formato itinerante, onde toda a trupe se instalava durante alguns dias em algumas áreas dos Inhamuns, e passa neste ano a ser circuito, garantindo apresentações em cinco municípios.

As apresentações internacionais ficarão por conta  dos grupos Latin Duo – (Peru), que pelo segundo ano se apresenta no Ceará, Tallarín con Banana (Chile) e Tony Fratello (Argentina). Neste ano, o festival terá uma segunda etapa onde os grupos se apresentarão em distritos e bairros dos municípios contemplados. A data ainda não foi definida.

A realização do festival é da Associação dos Amigos da Arte, Ciência e Cultura de Arneiroz – ARTEJUCÁ e Funarte, produção da Iluminura Produções, com apoio das prefeituras de Parambu, Quiterianópolis, Aiuaba, Tauá e Arneiroz.

o povo

Juazeiro do Norte vai ganhar central de atendimento ao cidadão

JuazeiroJuazeiro do Norte inicia o segundo semestre com uma novidade nos serviços de cidadania ofertados à população. Na quarta-feira, dia 13 de agosto, às 10 horas, a cidade recebe a primeira unidade do Vapt Vupt, projeto do Governo do Estado do Ceará, coordenado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).
O Vapt Vupt é uma central de atendimento ao cidadão que reúne diversos serviços públicos, a exemplo de emissão de documentos, títulos, cartões únicos, atendimentos individualizados e prestação de serviços. A unidade vai funcionar no Centro Multiuso de Juazeiro, ocupando todo o primeiro andar do prédio, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  A proposta é ter cinco unidades.Cada Vapt Vupt terá uma gama de serviços reunidos em uma média de 3.000 m².
Órgãos e instituições instituições atendendo no Vapt Vupt Juazeiro:
- Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado
- Secretaria da Cultura do Estado
- Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado
- Secretaria da Fazenda do Estado;
- Prefeitura Municipal de Juazeiro
- Conselho Regional de Contabilidade
- Sebrae
- Defensoria Pública do Estado
- Perícia Forense do Estado
- Cagece;
- Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce);
- Secretaria da Receita Federal;
- Sine/IDT;
- Junta Comercial do Ceará;
- Tribunal de Eleitoral do Ceará;
- Detran;
- Controladoria Geral do Estado;
A unidade fica no primeiro piso do Centro Multiuso que fica à Rua Interventor Francisco Erivano Cruz, 120, no Centro de Juazeiro.
(Bruno Morais/Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará)

Eduardo Campos defende mais investimentos da União na segurança pública

Eleicoes2014O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, defendeu hoje (12) mais recursos da União na segurança pública. “Não precisa haver mudança na Constituição imediatamente [para reduzir a violência], o que precisa é a União colocar recurso, de cada R$100 que se investe em segurança no Brasil hoje, só R$15 vem da União. Ora, se a União arrecada 60% dos impostos e só coloca 15% na segurança, tem alguma coisa errada, a União está fora de um tema que é central para a vida da cidadania, que é a questão da segurança”.

Ele propôs a criação de um sistema nacional de segurança, como existe na área de saúde, e citou o Pacto pela Vida, implantado em Pernambuco, que, segundo Campos, diminuiu em 60% o número de homicídios no Recife. Eduardo Campos destacou ainda o combate ao tráfico internacional de drogas, mais recursos no Fundo Nacional de Segurança para financiar ações nos municípios e gratificação para os policiais nos estados que conseguem reduzir o número de assassinatos.

Na área de saúde, Campos defendeu melhoria na gestão dos hospitais federais. “Quando se implantou o SUS, vários estados receberam hospitais públicos federais. No Rio de Janeiro, a União continuou a financiar e gerenciar sete hospitais desses, e tem hospitais desses que efetivamente foram entregues ao fisiologismo, uma gestão completamente temerária. Nós precisamos ter gestões profissionalizadas, escolhidas por comitês de busca, gente capaz de fazer funcionar o que já existe, tratar melhor as pessoas”.

O candidato do PSB prometeu mais crescimento para o país, e comparou o cenário atual com os resultados do país no futebol. “O Brasil parou, nós estamos perdendo não é só no campo de futebol, na economia, nós estamos perdendo de 7 a 1. A inflação está já em 7 (%) e o crescimento está abaixo de 1 (%). Para fazer o Brasil retomar o crescimento, é preciso sobretudo confiança, liderança, passar aos agentes econômicos a segurança que o Brasil será governado com responsabilidade fiscal, com sinergia entre as políticas monetárias, a política fiscal, para que o Brasil tenha segurança jurídica e possamos alavancar os investimentos públicos e privados”.

Campos e a candidata a vice, Marina Silva, se reuniram na tarde de hoje com o cardeal arcebispo dom Orani Tempesta, na Arquidiocese do Rio. A imprensa não pode acompanhar o encontro. De acordo com o candidato, a reunião foi “uma conversa muito boa” sobre ideias de como melhorar o Brasil e fazer o país “voltar a crescer, gerar renda, oportunidade de trabalho, conter a inflação”, além da violência urbana e rural e a necessidade de um pacto em defesa da vida.

Caixa e Banco do Brasil emprestarão até R$ 6,5 bilhões a Eletrobras

Dinheiro2Empréstimo será usado na recomposição do capital de giro da estatal      Marcello Casal/Agência Brasil

A Eletrobras receberá um empréstimo de até R$ 6,5 bilhões da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. O aval para a operação foi publicado hoje (12) em despacho assinado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, no Diário Oficial da União.

De acordo com o Conselho de Administração da Eletrobras, até R$ 4 bilhões virão do Banco do Brasil, e a Caixa contribuirá com até R$ 2 bilhões. Segundo o despacho, o empréstimo será usado para recompor o capital de giro da Eletrobras e manter o programa de investimentos da estatal.

A operação foi estruturada com garantias do Tesouro Nacional. Dessa forma, o governo compromete-se a cobrir eventuais riscos de crédito. Condições como taxa de juros e prazo do empréstimo não foram informadas.

O empréstimo ocorre menos de uma semana após o anúncio do novo financiamento de R$ 6,6 bilhões para as distribuidoras de energia. Desse total, R$ 3 bilhões virão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e R$ 3,6 bilhões, de sete bancos: Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco, Santander Brasil, Itaú Unibanco, BTG Pactual e Citibank.

Como o empréstimo anunciado na semana passada beneficiava apenas as distribuidoras, a Eletrobras tinha ficado de fora da operação. Por causa da escassez de chuva no início do ano que levou à queda no nível dos reservatórios, as empresas de energia estão arcando com custos para usar a energia termelétrica, mais cara que a hidrelétrica. Além disso, a seca fez o preço da energia no mercado de curto prazo disparar.

Sem as operações de crédito, as empresas teriam dificuldade de manter o fluxo de caixa. Em abril, o governo tinha emprestado R$ 11,2 bilhões para as distribuidoras. O empréstimo, no entanto, havia sido totalmente usado pelas companhias em junho. Em março, o Tesouro havia aumentado de R$ 9 bilhões para R$ 13 bilhões o orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo que subsidia as tarifas de energia.

País terá que investir mais de 20% do PIB para manter crescimento, diz EPE

PIBA Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, estima que o Brasil viverá um ciclo longo de crescimento moderado da economia, com média de 3,6% a 4% ao ano, até 2050. Mas, para manter esse ritmo, o Brasil terá que aumentar o nível atual de investimentos, de 18% em média do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país) para pelo menos 20,5% do PIB, de acordo com o documento Cenário Econômico 2050, divulgado hoje (12) no Rio de Janeiro, pelo presidente da EPE, Maurício Tolmasquim.

O estudo faz parte de uma série de levantamentos que a EPE está produzindo para basear o plano de energia 2050.

Com base no PIB de 2013, que alcançou R$ 4,84 trilhões, significa dizer que os diferentes níveis de governo precisam investir quase R$ 1 trilhão por ano, nos diferentes ramos de atividade, para acompanhar o crescimento natural da população, que deverá ter 226 milhões de habitantes em 2050 pelas contas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o consequente aumento da demanda por mais consumo de tudo.

Seremos, portanto, 26 milhões de brasileiros a mais que atualmente, e Tolmasquim destaca que o pais passará por grande mudança estrutural nos próximos 35 anos. O documento ressalta, segundo ele, que haverá acentuada evolução do PIB per capita (por habitante), contabilizada em US$ 10,8 mil em 2012, mas pode alcançar algo entre US$ 36 mil e US$ 42 mil em 2050, nos níveis atuais da França e Alemanha.

O documento da EPE calcula que se a expansão do PIB per capita for acompanhada por um processo de distribuição de renda, isso estimulará a inclusão de maior contingente de pessoas na classe média, gerando aumento da demanda de bens de consumo, serviços e energia, com efeitos positivos sobre diversos setores da economia. Para começar, números da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores indicam que a frota nacional de veículos leves deve aumentar para 130 milhões de carros em 2050, reduzindo a proporção atual, de 5,4 habitantes por carro, para apenas duas pessoas por carro, como é hoje na Europa.

Tolmasquim observou que a expansão da classe média, além de triplicar a frota de veículos no período em análise, também elevará o número de aparelhos de ar-condicionado (de 23%, em 2013, para 65%) e de lavadoras de roupas (de 68% para 94% das casas), e tudo isso implica em mais consumo de energia elétrica.

Ainda no tocante a investimentos, o estudo da EPE destaca que o setor de infraestrutura terá prioridade nas próximas quatro décadas, devido à necessidade de eliminação dos gargalos logísticos que prejudicam a competitividade dos produtos nacionais. Outros setores que receberão também investimentos significativos são os de educação e inovação, com o objetivo de ampliar a qualificação da mão de obra nacional e a produtividade da indústria. Cita também mais investimentos em habitação e saneamento, petróleo e gás.

Brasil e Israel dispõem-se a manter relação histórica, diz assessor do Planalto

Brasil-e-Argentina1O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, considerou encerrada a questão das declarações do porta-voz da Chancelaria israelense, Yigal Palmor sobre o Brasil, que, recentemente, qualificou o país de “anão diplomático”. Ontem (11), o novo presidente de Israel, Reuven Rivlin, telefonou a Dilma e se desculpou pelas palavras do porta-voz.

De acordo com Marco Aurélio, a conversa foi “simpática” e os dois presidentes puderam expor as suas razões. “No mais, concretamente, ficou claro que há disposição dos dois governos de manter uma relação histórica”, disse.

As declarações do israelense foram dadas no fim do mês passado, quando o governo brasileiro convocou o embaixador em Tel Aviv para consultas e publicou notas considerando inaceitável a escalada da violência entre Israel e Palestina. De acordo com Marco Aurélio, a posição do Brasil sobre o assunto continua a mesma. “Não podia mudar, foi a posição do governo brasileiro que suscitou aquela reação, digamos, um pouco destemperada, mas nós consideramos que este é um assunto encerrado, deste ponto de vista.”

O assessor internacional da Presidência disse acreditar que a presidenta Dilma Rousseff não irá à próxima reunião da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) por causa do período eleitoral. O encontro está marcado para o próximo fim de semana em Montevidéu. Marco Aurélio ressaltou, porém, que o o assunto ainda não está definido.

“Não há nenhum problema, todos os presidentes presentes lá [na capital uruguaia] vão compreender concretamente que estando em uma fase decisiva da campanha eleitoral, é normal. Isso já aconteceu com outros presidentes em campanha, ou até por outras razões, que não estiveram presentes [a reuniões de cúpula]”, afirmou.

Quadrilhas usam base de dados da Receita para cometer fraudes

Informatica2Oito pessoas foram detidas hoje (12) por fraudar as bases de dados da Receita Federal e obter números do CPF. Os números, segundo a Polícia Federal em Pernambuco, eram usados em aberturas de empresas, empréstimos bancários e outras ações ilegais.

Os mandados são preventivos e foram cumpridos pela Polícia Federal como parte da uma operação denominada Alter Ego, deflagrada nesta manhã. A operação ocorreu simultaneamente em Pernambuco, no Pará, em Minas Gerais, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Além das prisões, foram cumpridos 17 mandados de condução coercitiva e 22 mandados de busca e apreensão.  

A PF informa que participaram das ações 110 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal. As investigações começaram em 2012 com a Receita Federal. Na época, constatou-se um início de fraude com a participação de servidores e empregados dos Correios, entidade conveniada para inserção e alteração de CPFs.

Há pouco mais de um ano, a PF, em conjunto com o Escritório de Corregedoria da Receita, reuniu provas da existência de, pelo menos, três quadrilhas especializadas na atividade criminosa. Os principais crimes investigados são de inserção e alteração de dados falsos em sistemas informatizados públicos, corrupção passiva e corrupção ativa, além de lavagem de dinheiro e associação criminosa. As penas podem chegar, de acordo com a PF, a 12 anos de detenção.

Aécio Neves diz que Nordeste e segurança pública serão prioridade

 Eleicoes2014O candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) disse hoje (12) que a segurança pública será uma das prioridades de seu governo, caso eleito, com a adoção de políticas no setor, reforma dos códigos Penal e de Processo Penal. “Segurança pública será uma prioridade absoluta do nosso governo”, disse em entrevista em atos em Imperatriz (MA). O candidato disse ainda que os índices de violência no Nordeste estão crescendo “em razão do governo federal não cuidar das nossas fronteiras e não atuar na repressão do tráfico de drogas, tráfico de armas, matrizes para muitas dessas mortes”.

Em entrevista coletiva, Aécio Neves prometeu que irá transformar o Ministério da Justiça em Ministério da Segurança Pública e Justiça e que não haverá contingenciamento de recursos para a área de segurança. Segundo ele, é possível que parte dos policiais que está trabalhando em serviços administrativos possa ir para as ruas e, com isso, o governo federal ajude os estados com financiamentos para o pagamento de pessoal administrativo, que substituiria os policiais.

Conforme o candidato, o Programa Bolsa Família será mantido e transformado em política de Estado. O tucano elogiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que ampliou o programa, mas lembrou que o Bolsa Família foi iniciado no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com o Bolsa Escola, o Bolsa Alimentação e outros programas.

Além da manutenção do Bolsa Família, Aécio disse que irá trabalhar para que as famílias beneficiárias recebam qualificação. “Quero essas famílias mais qualificadas, quero fazer o Brasil voltar a crescer e se desenvolver para gerar empregos cada vez de melhor qualidade”.

Ao falar sobre as políticas para o desenvolvimento do Nordeste, o candidato disse que a região será uma das prioridades de seu governo, com melhoria da infraestrutura para tornar a região mais competitiva e investimentos em diversas áreas. Ele lembrou que há 60 anos, Juscelino Kubitschek percebeu o potencial da região e com a construção da rodovia Belém-Brasília permitiu que o Nordeste encontrasse um caminho para o desenvolvimento econômico e social.

“O que quero oferecer ao Nordeste brasileiro é um pacto. Um pacto de solidariedade permanente, não de solidariedade eleitoral, que passa fundamentalmente por investimentos em infraestrutura, por um grande salto na qualidade da educação e da saúde, mas também pelo retorno e resgate da autoridade no que diz respeito à segurança pública”, disse Aécio Neves. Na noite de hoje, o tucano tem compromissos de campanha em Teresina.

Comissão Nacional da Verdade ouve parentes de ex-guerrilheiros do Araguaia

Comissc3a3o-da-verdade1A Comissão Nacional da Verdade (CNV) ouviu na tarde de hoje (12) os depoimentos de Maria Eliane de Castro e Elizabeth Silveira e Silva, irmãs de militantes desaparecidos durante a Guerrilha do Araguaia, na década de 1970.

Maria Eliane é irmã de Teodoro de Castro, conhecido como Raul e desaparecido há 40 anos. Ela falou aos membros da CNV sobre a luta de sua família para conseguir o reconhecimento de que a filha adotiva de um militar da região em que seu irmão desapareceu é, na verdade, sua sobrinha. Segundo Eliane, um exame de DNA entre a jovem Lia e as irmãs demonstra que há 90% de chances de ela ser filha de Raul.

Elizabeth, por sua vez, falou sobre a luta das famílias dos desaparecidos, que resultaram na condenação do Estado brasileiro pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, em 2010. A sentença considerou que as violações de direitos humanos, praticadas no Brasil, não poderiam ter sido anistiadas no fim da ditadura. Elizabeth é irmã do militante do PCdoB Luiz René Silveira e Silva, desaparecido à época.

Os membros da CNV ouviram antes, pela manhã, depoimentos de ex-militantes torturados por terem participado da guerrilha. Eles também pretendiam ouvir quatro militares acusados de participar de crimes como prisões ilegais, tortura, assassinato e ocultação de cadáver, mas nenhum deles compareceu à audiência pública.

Entre os militares que deveriam ter sido ouvidos hoje está Sebastião Rodrigues de Moura, conhecido como major Curió, que não compareceu porque está internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Assessores foram ao hospital e atestaram a internação do major, o que fez com que os membros da CNV adiassem o depoimento dele para data não definida ainda.

Cuiró é apontado por ex-presos políticos e até por ex-membros das Forças Armadas, em depoimentos à comissão, como peça-chave para esclarecer o que aconteceu na Guerrilha do Araguaia e onde podem estar os corpos dos desaparecidos.

Criada em 2011, por lei federal, a comissão tem o objetivo de apurar as violações aos direitos humanos, entre 18 de setembro de 1946 e 5 de outubro de 1988. A princípio, os trabalhos não têm a finalidade de incriminar ou servir de base à recomendação de punição aos militares acusados de violar direitos humanos, mas sim esclarecer os fatos para “recompor a verdade histórica e promover a reconciliação nacional”. As conclusões deverão constar do relatório final a ser apresentado até 16 de dezembro deste ano, mas a data ainda pode ser prorrogado. Mais de mil depoimentos já foram colhidos pela CNV.

 

Consórcio regional para aterro sanitário ainda está no papel

Lixão-limoeiro-foto-melquiades-juniorBrejo Santo. Municípios do Cariri têm a preocupação de buscar alternativas para cumprir a Lei que obriga a destinação correta para os resíduos sólidos, mas a maioria ainda não apresentou solução, mesmo com as discussões adiantadas de construção de um aterro sanitário consorciado. Dos cinco projetos de consórcios prometidos para serem instalados no Ceará, pelo Governo Estado, com empréstimo do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial/Bird) de forma mais imediata, o mais adiantado era o do Cariri, que há mais de seis anos vinha sendo debatido. Nenhum saiu do papel.

O prazo para resolver o problema findou no último dia 2, e agora a maioria dos municípios propostos para compor o consócio está sem um projeto definido de aterro.

Duas cidades da Região, que já previam o plano de consórcios não ser implantado a tempo do prazo de cumprimento da Lei 12.305, decidiram, em parceria com a iniciativa privada, implementar aterro em suas respectivas localidades. São os municípios de Brejo Santo, que irá completar um ano da experiência, e a cidade de Mauriti, que iniciou a operacionalização em junho passado. Nesta semana, o Cariri deverá receber uma missão do Banco Mundial. A instituição irá fazer uma avaliação do atual processo em andamento do consórcio regional.

De antemão, já foi estabelecido que a possibilidade de financiamento por meio de carta de crédito do órgão financiador internacional, segundo o secretário de Meio Ambiente do Crato, Hildo Júnior, está descartada. Ele disse que o Crato produz cerca de 120 toneladas de resíduos sólidos por dia, e está buscando uma alternativa para o município não ser punido pelo descumprimento à Lei, com a busca de uma possível parceria com a iniciativa privada para construir um aterro na cidade.

“Por enquanto, estamos tentando aplicar as normativas relacionadas à política nacional de resíduos sólidos”, diz. Uma delas, é a formação de um conselho municipal de implantação de um sistema de coleta. A cidade conta atualmente com uma cooperativa de catadores.

Investimento

A previsão de investimento era de cerca de R$ 34 milhões para concretização do aterro, que primeiro passou por um amplo processo de discussão para escolha do local adequado, na zona rural de Caririaçu. Mesmo com a manifestação contrária dos moradores, foi realizada audiência pública e chegou-se a um entendimento de que o espaço seria ocupado. O processo de gestão foi outro ponto que não teve ajuste final, por conta da grande demanda de resíduos de municípios como Juazeiro do Norte, o maior deles, com produção de 300 toneladas de lixo diárias.

As experiências têm sido positivas para os gestores que decidiram se antecipar e resolver o problema. Conforme adianta o prefeito da cidade de Brejo Santo, Guilherme Landim, havia a possibilidade de inserção do município em um dos consórcios, em que fariam parte nove cidades. Mas a sua preocupação quanto a isso começou cedo.

Prevendo que a questão não seria resolvida em tempo hábil estabelecido pela Lei, promulgada em 2010 e que estabelecia quatro anos para a destinação correta dos resíduos sólidos, a prefeitura buscou uma alternativa ideal para a cidade.

Parcerias

O gestor consultou vários técnicos e especialistas, inclusive órgãos ambientais, e chegou a uma parceria com empresa privada, que concretizou o projeto. Brejo Santo tinha um planejamento bem mais antigo, de implementação de um aterro em 2001, não concretizado. Dessa ação inicial, permaneceu uma verba no valor de R$ 99 mil, que foi acrescentada aos valores de implementação do atual.

Segundo o prefeito, foram cerca de R$ 450 mil gastos num projeto, que também contempla a coleta seletiva. O espaço tem a colaboração do trabalho de coleta de 23 pessoas da Associação dos Agentes Recicladores de Brejo Santo (Arbresa). A entidade funciona na própria área do aterro, onde também foram construídos dois galpões para realização da triagem e da prensa de materiais recicláveis como papelão, vidro, alumínio, dente outros.

A previsão de vida útil do aterro é de 20 anos, numa área de 10 hectares. O projeto vem sendo gerido pela empresa Proex, também responsável pela implantação do aterro de Mauriti.

Reciclagem

São cerca de 40 toneladas de lixo coletadas todos os dias na cidade e encaminhadas para o aterro, a cinco quilômetros da cidade, no sítio Malhada do Boi. Calcula-se que 15% dos resíduos sólidos sejam recicláveis. A área detém a capacidade de receber o dobro da demanda. No local é realizada a drenagem de todo o chorume produzido pelo lixo através de um sistema de escavações de cerca de 10 metros de profundidade, revestidas com geomembranas de 1,5 milímetros, conhecido como células.

A ação tem como finalidade impedir que haja possíveis contaminações no lençol freático do município e, assim, danos ao meio ambiente. O mesmo modelo de aterro foi construído pela Proex em Mauriti.

O município teve a licença ambiental de operação concedida em abril deste ano, mas ainda se encontra sem a parte da triagem. “Mas tem atendido ao principal exigido pela lei, quanto ao tratamento de gases e chorume”, explica a tecnóloga em saneamento ambiental da Proex, Nathália Cruz.

“É fundamental que a sociedade compreenda a importância de selecionar o lixo que produz”, aponta Guilherme Landim.

FIQUE POR DENTRO

Dificuldade de solução
Há mais de seis anos sendo debatido na região do Cariri, a implantação do aterro sanitário consorciado envolve os municípios de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Altaneira, Nova Olinda, Santana do Cariri, Farias Brito, Caririaçu, Jardim e Missão Velha. A previsão inicial era de que em seguida fosse construída uma usina de reciclagem de lixo. A perspectiva de tempo de vida do aterro seria de 30 anos.

Poucas são as cidades que têm um trabalho com agentes recicladores de forma mais organizada. No final do ano passado, a intenção era que o municípios concretizassem um projeto de R$ 14 milhões, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para ser implementado junto ao empréstimo que seria destinado pelo Banco Mundial de cerca de R$ 20 milhões, e com isso construir o primeiro aterro consorciado do Estado, para os 10 municípios do Cariri. O projeto continua no papel.

Mais informações:
Prefeitura Municipal de Brejo Santo
R. Manoel Inácio Bezerra,192,
Centro – Brejo Santo – CE
Telefone:(88) 3531-1042
www.brejosanto.ce.gov.br

Elizângela Santos
Repórter

Fonte: Diário do Nordeste

Empresários lotam a Câmara do Crato para cobrar efetivação do Polo Industrial

CamaracratoEmpresários do Crato lotaram as dependências da Câmara Municipal do Crato, nesta segunda-feira (11), para cobrar andamento das doações de terrenos no Polo Industrial do município.  Os empresários querem que a Prefeitura dê uma resposta sobre os terrenos doados para empresas e industrias de fora se estalarem com vários benefícios fiscais, mas que até agora apenas duas estão se instalando. Os empresários cratenses querem obter os mesmos benefícios.
No plenário a questão ficou dividida. O vereador Pedro Alagoano defendeu a doação, pois no entendimento dele, depois de instaladas, as empresas vão gerar renda emprego, mas reconheceu que o projeto está lento e precisa de melhor acompanhamento do Poder Executivo.
Já o oposicionista Amadeu de Freitas disse que os terrenos estão sendo doados sem critérios e o projeto atende a interessses próprios.

Foto: arquivo

Site da Prefeitura Municipal de Barbalha é Hackeado pela terceira vez

InternetNossa redação constatou na manhã de sexta-feira (08/08) que o site da Prefeitura Municipal de Barbalha foi mais uma vez alvo de invasão.

Desta vez o hacker, deixou o seu perfil do Twitter na página de entrada do website.

Isso demostra a pouca preocupação do Governo Municipal em relação a suas mídias digitais.

Fazendo uma breve analise ao site, pode-se perceber também que o mesmo não recebe uma atualização há mais de três anos, aumentando assim a sua vulnerabilidade como também sua acessibilidade.

 

Número de infrações à Lei Seca no Ceará cai quase 10% no 1º semestre de 2014

Dados também mostram que, do total de infrações registradas pelo Detran-CE deste ano, a maioria ocorreu por condução de motocicletas sem capacete

Número de pessoas que infringiram a Lei Seca caiu no Ceará
Bafometro

O número de infrações à Lei Seca registradas nas estradas do Ceará de janeiro a junho deste ano teve uma redução de 9,6%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE).No primeiro semestre de 2014, o orgão contabilizou 3.105 situações de desrespeito à lei. Nos seis primeiros meses de 2013, foram 3.436.

No total, foram 54.750 infrações registradas no primeiro semestre deste ano pelo Detran-CE, sendo a maioria delas por condução de motos sem capacete: 9.783.

O número representa um aumento de 13, 3% em comparação aos seis primmeiros meses de 2013, quando foram registrados 8.632 casos de desrespeito à lei. 

A condução de veículos não licenciados foi a infração com a segunda maior quantidade de casos registrados pelo órgão de janeiro a junho de 2014, com 8.340. Em seguida, está a condução de veículos não habilitados, com 6.236 infrações

DN

 

Governador recebe visita de cortesia do novo cônsul norte-americano

ConsulO novo cônsul geral dos Estados Unidos no Recife, Richard Reiter, assumiu o posto em julho passado.

 

consulO governador Cid Gomes recebeu nesta segunda-feira (11), no Palácio da Abolição, a visita de cortesia o novo cônsul geral dos Estados Unidos no Recife, Richard Reiter. O secretário do Turismo, Bismarck Maia, e o assessor das Relações Internacionais, Hélio Leitão, também participaram da audiência. O novo cônsul, que assumiu o cargo em julho, destacou a relação dos Estados Unidos com o Ceará e a ampliação de turistas brasileiros que viajam àquele país por ano.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Inscrições para o Prêmio Jovem Cientista começam hoje

Jovem-CientistaCom o tema Segurança Alimentar e Nutricional, a 28° edição do Prêmio Jovem Cientistas abre hoje (11) as inscrições para estudantes do ensino médio, superior, mestres e doutores que queiram criar soluções inovadoras para o setor de alimentos e concorrer a prêmios. As inscrições vão até o dia 19 de dezembro e devem ser feitas no site www.jovemcientista.cnpq.br.

A escolha do tema tem como objetivo estimular os participantes a pensar soluções para aumentar a qualidade da dieta da população em pesquisa sobre uso de recursos dietéticos na prevenção e tratamento de doenças; inovações em política de segurança alimentar para a merenda escolar; redução do desperdício de alimentos; soluções para a desnutrição e a obesidade; produção de alimentos orgânicos; e formas de produzir alimentos sem degradar o meio ambiente, entre outras.

As linhas de pesquisa envolvem também soluções para a cadeia de produção e conservação dos alimentos. Entre as áreas de conhecimento relacionadas ao tema estão agronomia, nutrição, medicina, engenharia de alimentos, farmácia e bioquímica.

Os prêmios individuais do Jovem Cientista variam de acordo com a categoria de ensino e vão de computadores a prêmio em dinheiro. No mérito institucional, serão pagos R$ 35 mil para cada uma das duas instituições que tiverem o maior número de trabalhos com mérito científico inscritos. O pesquisador que for indicado para a menção honrosa receberá R$ 35 mil.

O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 e é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho e a Gerdau. Na edição passada, o prêmio bateu recorde de inscrições, com 3.226 trabalhos.

Cinco bairros de Fortaleza devem ficar sem água até terça-feira

AguasMessejana e outros quatro bairros vizinhos estão com distribuição irregular. Abastecimento foi interrompido para conserto emergencial em adutora.

 

Os bairros Messejana, Cuiró, Guajeru, Lagoa Redonda e Pau Fino estão sem água desde sábado (9). De acordo com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), a distribuição de água precisou ser interrompida para a realização de um serviço emergencial na adutora que abastece a região. Ainda segundo a Cagece, o serviço deve ser concluído na manhã desta terça-feira (12).

Com a conclusão no prazo previsto, de acordo com a companhia, o abastecimento de água na região deve ser normalizado até o final da terça-feira. No sábado (9), a área precisou ser isolada para retirada de um vazamento na adutora. O conserto foi concluído no mesmo dia, mas ao finalizar o serviço foi constatado um vazamento em uma válvula da adutora.

A Cagece afirmou que, para não desabastecer por completo a região, está realizando a distribuição de água por meio de uma antiga adutora, o que pode ocasionar baixa pressão em alguns pontos dos bairros de Messejana e entorno.

Do G1 CE

Exploração eleitoral prejudica situação da Petrobras, diz Gilberto Carvalho

Petrobras2O lucro líquido da Petrobras, no segundo trimestre, ficou em R$ 4,959 bilhões – 8% menor do que os R$ 5,393 bilhões do trimestre anterior Arquivo/Agência Brasil

O secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse hoje (11) que a exploração eleitoral da situação da Petrobras prejudica a empresa. Carvalho participou, durante a manhã, na capital paulista, de uma palestra organizada pelo Centro Acadêmico 11 de Agosto da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

“A gente acha muito ruim, negativo, tentar usar, desmerecer, rebaixar a Petrobras, um patrimônio que não é do governo. É um patrimônio nacional. E nós sabemos que, como a Petrobras tem ações na bolsa [de valores], quanto mais se divulga que ela está com problemas, é profecia que se autorrealiza, você ajuda a piorar a situação da Petrobras”, destacou.

Na sexta-feira (8), a empresa divulgou que o lucro líquido, no segundo trimestre, ficou em R$ 4,959 bilhões – 8% menor do que os R$ 5,393 bilhões registrados no trimestre anterior. De janeiro a junho de 2014, o lucro líquido ficou em R$ 10,352 bilhões – queda de 25% em relação ao primeiro semestre de 2013.

Carvalho rebateu críticas a esse resultado. “A Petrobras continua tendo muito lucro. Os jornais estão dizendo que reduziu o lucro, mas é lucro, não prejuízo. Mas aí não se fala isso. E como agora, a inflação caiu, e não se fala isso, fala que a inflação caiu por causa da recessão. É um foco todo tangenciado pela questão eleitoral, nós temos que ter sangue frio, nervos de aço”, disse. “Problemas, toda grande empresa tem”, ponderou.

Ministério da Saúde da Nigéria confirma décimo caso de ebola no país

Nigeria-ebola-dezcasosO Ministério da Saúde da Nigéria confirmou hoje (11) mais um caso de infecção pelo vírus ebola no país. O registro foi feito em Lagos, maior cidade nigeriana e da África Ocidental. Com isso, chega a dez o número de casos da doença identificados na Nigéria, onde duas pessoas já morreram.

A décima vítima, uma enfermeira, teve contato com uma das pessoas que morreram em decorrência da doença – o liberiano-norte-americano Patrick Sawyer, que morreu de febre hemorrágica num hospital de Lagos, no dia 25 de julho. A enfermeira e o marido dela estão em observação médica. Sawyer é considerado o “caso primário” de ebola na Nigéria. Na semana passada, outra enfermeira que também teve contato com Sawyer morreu em consequência de complicações da doença.

Outro país africano, Ruanda, também confirmou que um estudante alemão está internado em Kigali, com sintomas da doença. Este é o primeiro caso suspeito de ebola identificado em Ruanda desde o início do atual surto na África Ocidental.

Já a Costa do Marfim suspendeu hoje todos os voos para países afetados pela epidemia da doença e proibiu todas as empresas de transportar passageiros desses países para Abidjan.

Desde o início do ano, o surto de ebola causou pelo menos 932 mortos em 1.700 casos suspeitos em quatro países da África Ocidental: Guiné, Libéria, Serra Leoa e Nigéria.

Na sexta-feira, a Organização Mundial da Saúde decretou situação de “emergência de saúde pública de alcance mundial”.

Presidente iraquiano pede a deputado xiita que forme novo governo

IraqueO presidente iraquiano, Fuad Massum, encarregou o deputado xiita Haider Al Abadi de compor um novo governo nacional. “O país está nas suas mãos”, declarou Massum a Al Abadi, logo após ser escolhido candidato do bloco parlamentar xiita Aliança Nacional para disputar o cargo de primeiro-ministro do país.

Nascido em 1952 e com doutorado pela Universidade de Manchester, Al Abadi ocupava o cargo de primeiro vice-presidente do Parlamento iraquiano. O governo dos Estados Unidos já felicitou o deputado pela nomeação.

“Os Estados Unidos estão prontos a apoiar plenamente um novo governo de união nacional, sobretudo na sua luta contra o Estado Islâmico e os rebeldes sunitas”, escreveu, no Twitter, o diplomata do Departamento de Estado norte-americano encarregado dos assuntos do Iraque e do Irã, Brett McGurk, exortando Al Abadi a “formar um governo e um programa nacional o mais breve possível”.

Ontem (10), integrantes do Estado Islâmico do Iraque assassinaram pelo menos 500 pessoas da minoria étnica Yazidi durante ofensiva no Norte do país.

Estados Unidos anunciam que vão enviar armas para as forças curdas

UsaOs Estados Unidos vão entregar armas às forças de segurança curdas que combatem os jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (EI), no Norte do Iraque, informou hoje (11) o Departamento de Estado norte-americano.

“Vamos colaborar com o governo iraquiano enviando aos curdos armamentos”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, à imprensa. Segundo ela, as armas sairão do arsenal das Forças Armadas americanas, e a entrega deve começar na próxima semana. Marie não informou o tipo de armas que o governo norte-americano enviará para às tropas curdas (peshmergas).

Após meses de confrontos no Iraque e de participar da guerra civil na Síria, o Estado Islâmico passou a controlar uma grande parte de território do Norte do Iraque e do Leste da Síria. No dia 29 de junho, os jihadistas anunciaram o estabelecimento de um califado, sistema de governo islâmico que desapareceu há quase 100 anos, com a queda do Império Otomano.

De acordo com a porta-voz, a crise levou os governos do Iraque e do Curdistão, cujas relações são normalmente tensas, a cooperar. “A colaboração entre forças iraquianas e curdas atingiu níveis sem precedentes. É algo que nunca observamos no passado”, afirmou a porta-voz.


Na última sexta-feira (8), os Estados Unidos começaram a atingir alvos do Estado Islâmico na tentativa de impedir que o grupo avance no Curdistão e de proteger o consulado norte-americano de Erbil, cidade da região autônoma curda.


Força Nacional de Segurança atuará 180 dias no Rio Grande do Norte

Forca_nacionalForça  Nacional  atuará no estado durante 180 diasFábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Força Nacional de Segurança Pública foi autorizada pelo Ministério da Justiça a atuar como polícia judiciária no Rio Grande do Norte, pelo prazo de 180 dias. A medida foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (11).

O uso da Força Nacional está sendo implementado a pedido do governo local, por meio de manifestação expressa no mês de junho, com o propósito de ajudar as autoridades locais a cumprir as metas da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública.

As operações serão feitas com apoio logístico e supervisão dos órgãos de segurança do Rio Grande do Norte. O número do efetivo a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça só será definido após a definição do planejamento das operações, pelas autoridades.

Casos de coqueluche aumentam em todo o mundo

GotinhaO número de casos de coqueluche no Distrito Federal aumentou, seguindo a tendência de crescimento mundial dos últimos três anos. Até julho deste ano foram confirmados 89 casos na capital federal. Em todo o ano passado, foram registrados 119 casos.

Segundo o Ministério da Saúde, apesar do aumento dos casos da doença no mundo, principalmente nos EUA e Europa, no Brasil os casos diminuíram em 2014, na comparação com o ano passado. Até 14 de junho deste ano foram registrados 2.544 casos da doença, redução de 24% se comparado ao mesmo período de 2013, quando foram identificados 3.369 casos.

A imunização contra a coqueluche é oferecida para crianças na rede pública. O calendário de vacinas começa com a pentavalente, administrada aos 2 meses, 4 meses e 6 meses. A criança recebe ainda dois reforços com a vacina DTP (difteria, tétano e coqueluche). O primeiro reforço da imunização é aos 15 meses e o segundo aos 4 anos.

Segundo a gerente do Núcleo de Controle de Doenças Imunopreviníveis, Ana Luiza Grisoto, ao longo do tempo as pessoas vão perdendo a imunidade da vacina e os adultos acabam contaminando as crianças – os mais atingidos são os bebês menores de 1 ano, que ainda não estão com o calendário vacinal completo.

“A transmissão é pelo contato direto, então a própria mãe pode passar para o filho. No adulto, os sintomas são mais leves e às vezes passam despercebidos, mas no bebê, eles são muito mais severos”, disse a gerente.

Por isso, o Ministério da Saúde quer incluir no calendário nacional aa vacina tríplice acelular (DTPa). A previsão é que ela esteja disponível até o final deste ano para gestantes, preferencialmente a partir da 27ª semana de gestação. O objetivo é reduzir a transmissão da coqueluche entre recém-nascidos e garantir proteção indireta nos primeiros meses de vida.

A coqueluche é uma doença infecciosa aguda, transmitida pelo contato direto de pessoa doente, através de gotículas de secreção eliminadas por tosse, espirro ou ao falar. Compromete especificamente o aparelho respiratório (traqueia e brônquios) e se caracteriza por acessos de tosse seca.

Regulamentação do uso da maconha divide opiniões em comissão do Senado

MaconhaComissão de Direitos Humanos volta a discutir  tema no próximo dia 25 Valter Campanato/Agência Brasil

A possibilidade de regulamentação da produção, comércio e uso da maconha voltou a ser debatida hoje (11) pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. A discussão fez parte da segunda rodada de uma série de audiências públicas promovidas pela comissão para decidir, com base em relatório que será elaborado pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF), se o tema será alvo de projeto de lei.

“Eu não tenho uma posição. Não estou convencido de nada”, afirmou o senador do Distrito Federal. Para ele, o Brasil está perdendo a guerra contra as drogas, o que mostra que a proibição não está dando certo, da maneira que feita hoje.

“É preciso que a proibição seja o caminho, mas que seja diferente. Temos que procurar outro caminho para enfrentar: ou regulamentando, não para permitir o uso, mas para resolver o problema, ou criando novos mecanismos que, sem regulamentar, façam com que a gente consiga ganhar a guerra.”

“Não queremos a maconha legalizada em nosso país; não queremos o argumento de que ela é benéfica para a saúde como medicamento, porque, se fosse esse o argumento, não seria pelo fumo, seria pela transformação dos componentes medicinais dela em comprimidos, em cápsulas, em qualquer tipo de medicamento. Mesmo assim, não é unanimidade na medicina internacional que a maconha é benéfica para a saúde”, disse o analista de sistemas Alamar de Carvalho.

A relação entre drogas e violência também foi abordada na reunião da CDH. Para o representante do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), Nivio Nascimento, a educação foi deixada em segundo plano. Segundo Nascimento, não há comprovação de efeitos da regulamentação da maconha, seja no nível de consumo ou na redução da violência.

“Durante muitos anos, as políticas de drogas centraram-se na redução da oferta por meio de ações de repressão ao uso, porte e tráfico de entorpecentes. Erros ocorreram, mas também acertos. O fato é que ficou em segundo plano a redução da demanda, que se traduz em ações destinadas à educação, ao tratamento e à reintegração social de usuários e dependentes”, disse Nascimento.

“Se o governo legaliza, qual é a moral, qual é a situação em que o pai que está tentando conversar, manter um diálogo com seus filhos? Vai dizer para ele: ‘não faça isso, não use maconha, porque ela causa isso, isso, isso, uma série de problemas para a saúde.’ Qual é a moral que ele vai ter, se a criança ou adolescente vai dizer: “Olha, o Estado brasileiro autorizou! Papai, deixe de ser careta! Que bobagem é essa que o senhor está falando aqui? O Brasil autoriza”, questionou um dos participantes da audiência pública, que não se identificou.


Na reunião, também se manifestaram pessoas favoráveis à regulamentação. Um deles, o estudante de ciência política Victor Dittz, disse que a política atual “é ineficaz e que existem inúmeros pontos para refutar qualquer argumento proibicionista, seja a anticonstitucionalidade da Lei de Drogas, seja o cerceamento de direitos individuais, seja o interesse medicinal”.


Na mesma linha, o também estudante da Universidade de Brasília (UnB) Filipe Marques pediu mudanças na lei. “Não se trata de legalizar. Já está legalizado. As pessoas consomem independentemente  de ser proibido, ou não. Quando se legaliza, dá-se a chance ao Estado de pelo menos acolher essas pessoas [consumidores]” , destacou.


Cristovam Buarque também leu a carta de Maria Aparecida Carvalho, mãe de Clárian, de 11 anos. Ainda bebê, a menina foi diagnosticada com Síndrome de Dravet, descrita pela mãe como “uma forma rara e catastrófica de epilepsia mioclônica na infância, que pode ser fatal, além de gerar atrasos no desenvolvimento cognitivo, distúrbios sensoriais e problemas de equilíbrio”. De acordo com Aparecida, foi só a partir do uso do CBD, óleo extraído da maconha, que a menina teve uma melhora considerável e passou a ganhar qualidade de vida.


Os debates na Comissão de Direitos Humanos sobre o assunto vão continuar. A próxima audiência pública sobre o tema  será no próximo dia 25, às 9h.


Rio vai sediar congresso mundial de arquitetura em 2020

Riodejaneiro_cnt_24nov09_iStock_bFruto do esforço conjunto dos governos federal, estadual e municipal, o Rio de Janeiro foi escolhido ontem (10) como sede do Congresso Mundial da União Internacional de Arquitetos (UIA) de 2020, vencendo as cidades de Paris,  na França, e Melbourne, na Austrália, em votação durante a Assembleia Geral da entidade, ocorrida em Durban, na África do Sul.

Falando hoje (11) à Agência Brasil, o secretário estadual de Turismo, Cláudio Magnavita, disse que a escolha do Rio representa a primeira conquista de um megaevento após a Copa do Mundo de Futebol. O secretário salientou que a Copa gerou a imagem de que o Brasil pode sediar congressos internacionais pela importância da estrutura  existente. “Isso aumentou a confiança”.

O secretário avaliou que a vitória do Rio de Janeiro sobre as concorrentes foi positiva para o país. “É o primeiro de uma série de  outros eventos que estão sendo captados no exterior. Esse é o grande  legado que nós temos dos grandes eventos esportivos: a visibilidade que o Brasil passou a ter, deixando de ser um destino de prateleira e passando a  ser um destino de vitrine no mercado internacional de turismo”.

Cláudio Magnavita lembrou que a Copa deixou como principal ativo no Rio de Janeiro a imagem internacional de  que a cidade vive um clima de tranquilidade e onde os turistas podem circular, além de destacar a infraestrutura que foi implantada. “Não existe metrópole  hoje no mundo com um volume de obras como o Rio está tendo. Isso vai levar também os arquitetos, que são formadores mundiais, a terem uma percepção pós-Copa do Mundo dessa transformação que o Rio está vivendo”.

Para a diretora cultural do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Cêça Guimaraens,  a escolha do Rio como sede do congresso da UIA significa a consolidação de uma arquitetura ativa e, em especial,  da ação do IAB no sentido de  colocar o planejamento urbano e a melhoria das cidades na agenda da sociedade. “Nesse congresso, nós vamos ampliar o nosso raio de ação, porque essa agenda vai tomar um vulto internacional”, disse à Agência Brasil.

A arquitetura  está preparando para levar para o congresso mundial no Rio três grandes eixos de debates, informou Cêça. O primeiro deles se refere à melhoria das cidades, ou seja, à melhoria dos espaços públicos abertos, enquanto o segundo eixo trata da melhoria da produção para moradia. Isso envolve uma habitação de qualidade e um espaço coletivo público também de qualidade.

Cêça  Guimaraens esclareceu que isso se traduz em possibilidades  de movimentação das pessoas nas cidades,  acesso aos  empregos, saneamento e esgotamento sanitário para todos. “Enfim, a cidade  é o lugar que a humanidade escolheu para viver bem. E  isso, desde os gregos. Então, nós precisamos garantir esse viver bem”.

O terceiro eixo se refere ao ensino, “à formação dos arquitetos e dos profissionais cujas disciplinas são articuladas à arquitetura e ao urbanismo, como geógrafos,  sociólogos, antropólogos, nossos parceiros nessa luta pela qualidade de vida nas cidades para todos”. O Congresso Mundial da UIA 2020 já tem previsão de espaços reservados no Riocentro, zona oeste do Rio de Janeiro. A expectativa é que o evento reúna cerca de 15 mil congressistas . O próximo congresso, que antecede imediatamente ao do Rio, vai ocorrer em 2017 na cidade de Seul, Coreia do Sul, escolhida há três anos.

Balança comercial inicia agosto com déficit de de US$ 336 milhões

Gráfico-quedaA balança comercial brasileira iniciou agosto com déficit (exportações menores que importações) de US$ 336 milhões. O valor refere-se às duas primeiras semanas do mês, que somaram seis dias úteis. O resultado negativo decorre de US$ 5,455 bilhões em exportações e de US$ 5,791 bilhões em importações. No ano, há déficit acumulado de US$ 1,255 bilhão. Os dados foram divulgados hoje (11) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Do lado das exportações, a média diária, que corresponde ao volume negociado por dia útil, ficou em US$ 909,2 milhões, 6,6% inferior à registrada em agosto de 2013. Já nas importações, a média ficou em US$ 965,2 milhões, 5,1% superior à do mesmo mês do ano passado.

Contribuiu para a diminuição da receita com exportações a queda nas vendas de produtos manufaturados (21%) e semimanufaturados (8,8%). No primeiro grupo, recuou o valor obtido com o comércio de automóveis, aviões, veículos de carga, açúcar refinado, motores para veículos, motores e geradores, máquinas para terraplanagem e tratores. Nos semimanufaturados, diminuiu o valor arrecadado com ouro, açúcar bruto e celulose.

A alta na média diária de venda de produtos básicos, que subiu 2,9%, evitou um recuo maior das exportações. Subiram, ante agosto do ano passado, as vendas de petróleo bruto, minério de cobre, farelo de soja, café em grão e carnes bovina, suína e de frango.

Nas importações, cresceram principalmente os gastos com combustíveis e lubrificantes, cereais e produtos de moagem, siderúrgicos, químicos orgânicos e inorgânicos e farmacêuticos.

Ban Ki-moon pede a novo primeiro-ministro do Iraque que forme governo amplo

BanKi-moonO secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, manifestou satisfação com a nomeação do deputado xiita Haider Al Abadi para o cargo de primeiro-ministro, no qual ficará responsável por, entre outras coisas, compor a futura equipe de governo.

Em comunicado divulgado hoje (11), Ban Ki-moon pede a Al Abadi que forme um executivo “amplo, aceitável por todos setores da sociedade”. O secretário-geral da ONU pede ainda que a nova equipe de governo seja composta dentro dos prazos legais e que todas as forças políticas iraquianas respeitem o processo de composição.

“O povo iraquiano merece viver em um país seguro, próspero e estável, onde todos os grupos, incluindo as minorias religiosas e étnicas, possam contribuir e sentir o país como seu”, destacou Ban Ki-moon no comunicado em que elogia Al Abadi e alega que sua escolha como primeiro-ministro respeita a constituição iraquiana.

Ao encarregar Al Abadi de formar o novo governo, o presidente iraquiano, Fuad Massum, disse ao novo primeiro-ministro que “o país está em suas mãos”.

Nascido em 1952 e doutorado pela Universidade de Manchester, Inglaterra, Al Abadi ocupava o cargo de primeiro vice-presidente do Parlamento iraquiano e foi escolhido candidato do bloco parlamentar xiita Aliança Nacional para disputar o posto de primeiro-ministro.

Agência Brasil

Governo altera regras do Minha Casa,Minha Vida – Entidades

Minha_casa_minha_vidaUnidades  do  Programa  Minha  Casa,  Minha  Vida

no  Rio  de  Janeiro       Tânia  Rêgo/Agência  Brasil

Publicadas no Diário Oficial da União de hoje (11) alterações das regras do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

Segundo o Ministério das Cidades, as mudanças abrangem principalmente “questões contextuais e operacionais, de forma a dar mais efetividade e eficácia às intervenções” nesta modalidade do programa, dedicada a “entidades organizadoras” – famílias organizadas em cooperativas habitacionais ou mistas; associações; e demais entidades privadas sem fins lucrativos habilitadas pelo ministério.

A resolução será regulamentada pela Secretaria Nacional de Habitação. Por meio dela, o governo busca estimular ainda mais a produção, aquisição e requalificação de imóveis urbanos para a população de baixa renda. Condidera-se como de baixa renda a família com renda mensal bruta limitada a R$ 1,6 mil.

De acordo com o ministério, as novas regras preveem que a unidade habitacional passa a ser adaptada com kit de equipamentos específicos para cada tipo de portadores de deficiência física. O contrato de financiamento só será assinado pelo cônjuge ou pelo responsável familiar – até então, era necessário que fosse assinado por todos os membros do núcleo familiar.

Beneficiários que tenham recebido subsídios diretos ou indiretos com recursos da União por meio de fundos habitacionais, e que não tenham assinado o contrato – ou nos casos em que o contrato tenha sido considerado ineficaz – poderão ser beneficiados pelo programa. Os recursos têm origem no Fundo de Desenvolvimento Social.

De acordo com a resolução, é vedada a participação de entidades com “fins lucrativos, restrições cadastrais ou que apresentem atraso superior a seis meses na execução de obras, em contratos firmados, na qualidade de partícipes ou intervenientes, com o agente financeiro”. Também não será permitido que a entidade organizadora obtenha ganho financeiro durante a assinatura dos contratos com o beneficiário.

A entidade organizadora contará com 0,5% do valor da operação para despesas administrativas para condução e apoio à execução da obra. Caso descumpra o contrato do Minha Casa, Minha Vida – Entidades, ela terá que devolver os recursos com juros de mora e atualizações monetárias pela taxa Selic.

Também entre as novidades está a possibilidade de substituição da entidade organizadora – nos casos de atraso ou de unidades não entregues, bem como nos casos de não cumprimento das exigências feitas pelo programa. Caberá ao Ministério das Cidades fazer essa desabilitação. A resolução prevê, também, a suplementação de recursos financeiros para o reinício da obra.

O pagamento das custas judiciais e extrajudiciais referentes a notificações, em caso de retomada de imóveis destinados de forma diversa da prevista no Minha Casa, Minha Vida – Entidades, será assumido pelo Fundo de Desenvolvimento Social; e o saldo remanescente de recursos na fase de contratação da obra poderá ser aplicado na construção, ampliação e ou em melhorias dos equipamentos comunitários do empreendimento.

Segundo a resolução, o número máximo de unidades habitacionais a serem construídas dependerá do porte do município e do déficit habitacional urbano.


Música de Qualidade - 24h!

300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2014

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -