Sem-terra ocupam sede da Embrapa em Ponta Grossa

Mst_bandeira_grandeSem-terra ocuparam a entrada da sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em Ponta Grossa (PR), na manhã de hoje (9). Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), cerca de 150 manifestantes participam do ato.

O movimento reivindica que a Embrapa acelere o processo de liberação do título de propriedade de uma área de 630 hectares (o equivalente a 630 campos de futebol) ocupada por 48 famílias há 11 anos. O acampamento, batizado de Emiliano Zapata, ocupa 15% do terreno que pertence à Embrapa. Os manifestantes pedem o desmembramento das terras.

O grupo que ocupou a área montou barracas de lona e promete não deixar o local enquanto a Embrapa não se comprometer a liberar o título de propriedade e, assim, permitir que o acampamento seja transformado em um assentamento.

Como funcionários da empresa foram impedidos de entrar para trabalhar, a Agência Brasil não conseguiu conversar, por telefone, com nenhum servidor que esteja no local. De Brasília, a Embrapa garantiu, por meio de nota, que já está providenciado a regularização da área. O georreferenciamento do terreno está em fase de finalização e deve ficar pronto nos próximos dias. Tão logo os laudos e certificados estejam prontos, a documentação será enviada ao cartório responsável por emitir a matrícula do imóvel.

De acordo com o MST, desde que o sem-terra acamparam no terreno, em 2003, o monocultivo da soja foi substituído pelo plantio de diversos tipos de hortaliças vendidas em feiras livres e ao Programa de Aquisição de Alimentos do governo. As famílias acampadas também praticam agricultura de subsistência e criam animais no local.

URCA comemora 28 anos nesta segunda-feira, dia 9

 

 
URCA comemora 28 anos nesta segunda-feira, dia 9
A Universidade Regional do Cariri (URCA) realiza nesta segunda-feira, a partir das 8 horas, solenidade de comemoração dos seus 28 anos, com programação a ser iniciada com a execução dos hinos, hasteamento das bandeiras, com a participação da banda música do Crato. O evento conta com a presença da Reitora da URCA, Professora Otonite Cortez, e do Vice-Reitor, Patrício Melo, além Pró-Reitores, Professores alunos e funcionários da Instituição. Às 17 horas, será celebrado missa em ação de graças.
Vestibular da URCA mobiliza estudantes em sete cidades da Região
Realizado no último final se semana, o Processo Seletivo Unificado 2014.2 da Universidade Regional do Cariri (URCA). As provas do Vestibular foram aplicadas para alunos em campus e Unidades Descentralizadas da URCA nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Mauriti, Brejo Santo, Iguatu, Missão Velha, e Campos Sales, para os estudantes concorrerem às vagas para os 16 cursos da Instituição. Entre os mais concorridos, os cursos de Enfermagem e Direito. Nos dias 09 e 10 de Junho de 2014 os candidatos poderão entrar com recurso administrativo contra questões e gabaritos das provas objetivas. O resultado dos julgamentos dos recursos será divulgado por meio do site da cev.urca.br/vestibular. O resultado dos aprovados no processo seletivo, conforme a coordenação da CEV, será divulgado no próximo dia 11 de julho, também por meio do site da URCA.
URCA

Estátua a N. S. de Fátima é coroada com êxito na cidade de Crato, no Ceará

 

 

A cidade de Crato-CE presenciou na tarde da última quinta-feira, dia 05 de junho, uma grande realização; Dizem que quando se sonha só, é apenas um sonho, mas quando se sonha de forma coletiva, a muitas mãos, este sonho pode vir a se tornar realidade. 
Há muitos anos, o Deputado Estadual Ely Aguiar investiu todo o seu empenho e quase toda a sua verba parlamentar num único propósito: Construir uma enorme estátua à N.S de Fatima na cidade de Crato, onde ele acredita que através de peregrinações, trará desenvolvimento à cidade, que segundo ele, possui sim uma vocação religiosa ainda não despertada.
UMA HISTÓRIA DE SUCESSO
O monumento, de cerca de 50 metros de altura, é um dos maiores da América Latina, e foi idealizada pelo Deputado ainda em 2007, com a doação do terreno por parte da prefeitura do Crato na gestão do ex-prefeito Samuel Araripe, que acreditou e abraçou a idéia. Na época, apenas o próprio deputado e alguns poucos otimistas cratenses acreditavam que isso daria certo algum dia. Vários meses depois, a obra sofreu atrasos por falta de verbas e foi embargada duas vezes pela justiça sob a justificativa de que Crato não tinha perfil religioso e invocando o Estado Laico. O caso foi parar no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Os desembargadores entenderam que o projeto seria importante para o desenvolvimento da Região do Cariri e o Governo do Estado que é o realizador da obra, prosseguiu a sua construção até os dias de hoje.
Na tarde desta quinta-feira, dia 05 de Junho, após muitos anos em construção, aconteceu a coroação da estátua por um helicóptero, numa operação arriscada, com a presença de milhares de pessoas, onde ao final, tudo deu certo, e no evento estiveram presentes diversas autoridades do Governo do Estado.
A COROAÇÃO
Os curiosos começaram a chegar cedo ao local onde está situada a enorme estátua a N. S. de Fátima no bairro Barro Branco, e foram ocupando quase todas as áreas, sendo preservadas apenas aquelas em que os técnicos da Secretaria das Cidades e do DAE haviam isolado por questões de segurança. O horário da coroação estava marcado para as 16:00, mas devido a um atraso na vinda da caravana do governador Cid Gomes, que aconteceu depois das 17:30 é que os trabalhos realmente começaram. Havia muito vento no local e várias tentativas foram feitas sem sucesso, inclusive em 2 delas com a coroa batendo nas grades que circundam o monumento. Num dado instante, algumas pessoas da platéia começaram a rezar para que tudo desse certo, e alguns chegaram a afirmar que só teria êxito às 18:00, que é a tradicional hora da Ave Maria. O certo é que, sob fortes emoções, finalmente, após as 18:00, o monumento à Nossa Senhora de Fátima estava finalmente com sua merecida coroa, para o aplauso e alegria dos presentes.
O Governador Cid Gomes falou com exclusividade à TV Chapada do Araripe através do repórter Ed Alencar ( Ver vídeo na WebTV Chapada do Araripe ). Procuramos ouvir também a opinião de diversas autoridades que estiveram presentes no local, inclusive, ( como não poderia deixar de ser ), o Deputado Ely Aguiar, o atual Secretário das cidades Camilo Santana, Deputado Sineval Roque e o Vice-prefeito do Crato Raimundo Bezerra Filho. Falaram também à nossa reportagem o Dr. Francisco leitão Moura e o prefeito Ronaldo Gomes de Mattos, que sinalizaram positivamente para o evento como de grande interesse para a cidade do Crato. É importante ressaltar que esta foi apenas a coroação do monumento, e que a inauguração oficial ocorrerá de fato, no dia 21 de Junho, que é o dia do Município, quando o Crato comemora 250 anos de existência. 
Como dissemos no início, sonho que se sonha sozinho, é apenas um sonho, mas uma idéia em que trabalham muitas mãos, muito provavelmente pode se tornar realidade. Esta é a vitória não apenas do Deputado Ely Aguiar, que durante todo este período foi inclusive ridicularizado por algumas pessoas. Este é um feito notável, em que se prova mais uma vez que por mais “loucos” que sejam alguns projetos, se você realmente acreditar neles, e tiver força de vontade, conseguirá obter o entusiasmo de outros e aquilo que era apenas uma mera idéia no papel pode vir a se tornar realidade. 
Crato está hoje de parabéns pela idéia de um único homem que apesar das adversidades, não desistiu do seu sonho, pois soube com muito tato, conquistar aliados. Parabéns ao Deputado Ely Aguiar, ao ex-prefeito Samuel Araripe, que doou o terreno, e ao Governo do Estado que realizou a obra.
Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com
VEJA LOGO MAIS O VÍDEO DO PROGRAMA “FATOS EM FOCO” COM REPORTAGEM COMPLETA SOBRE A COROAÇÃO DA ESTÁTUA A N.S DE FÁTIMA EM CRATO, PELA WebTV CHAPADA DO ARARIPE.
Agradecimentos especiais pela reportagem:

Ed Alencar: Repórter
Raimundo Bezerra Filho e Daniella : Apoio Logístico
Ely Aguiar: Apoio Logístico

FOTOGRAFIA: Dihelson Mendonça

Mostra de cinema alemão exibe “Berlin is in Germany” em Juazeiro do Norte

Cinema2 Dando continuidade à mostra “Encontro com o cinema Alemão”, o Sesc exibe “Berlin is in Germany” em Juazeiro do Norte. A sessão acontece na quarta-feira (11), às 19h, com o filme “Berlin is in Germany” dirigido por Hannes Stöhr. Entrada gratuita.

Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia.

            A mostra, que faz parte das comemorações do projeto “Ano Alemanha + Brasil 2013-2014”, reúne 10 filmes contemporâneos produzidos na Alemanha, entre o fim do século XX e início do XXI, sobre aspectos da vida cotidiana no país. As produções refletem temas maiores da sociedade ocidental como: a Segunda Guerra Mundial e a vida na Alemanha Oriental com a unificação do país.
Esse recorte proporciona conhecer, por intermédio da ficção, aspectos da vida cotidiana alemã, levando o público a refletir sobre uma infinidade de questões sociais e humanas, em detalhes normalmente esquecidos, apagados em filmes comuns.

Sobre o ano “Alemanha + Brasil 2013-2014”
De maio de 2013 a maio de 2014, instituições brasileiras e alemãs, de todo o país, participam e compõem a programação do projeto “Alemanha + Brasil 2013-2014”. O objetivo de aprofundar as relações entre as duas nações, dando maior visibilidade para a cooperação, incentivando assim novas parcerias. Atualmente, Alemanha e Brasil estão unidos numa parceria estratégica para enfrentar os desafios do século XXI.
Programação
“Encontro com o cinema Alemão”
11/6 – Berlin is in Germany (Berlin is in Germany, Dir. Hannes Stöhr, Alemanha, 90min, 2001)
- Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia.
18/6 – A vida é um canteiro de obras (Das Leben ist eine Baustelle, Dir. Wolfgang Becker,1997, 118min)
- Em Berlim, manifestantes e policiais se enfrentam na rua, enquanto Jan Nebel vai para seu emprego no frigorífico. No caminho, derruba dois homens que perseguem uma jovem, e ele nem imagina que são policiais à paisana. A noite traz sérias consequências para Jan: uma multa, sua demissão e, talvez, a perda de seu grande amor. Pela manhã, ao fazer uma visita ao pai, encontra-o morto. Além disso, Jan desconfia que contraiu Aids.
25/6 – Bem-vindo à Alemanha (Almanya-Willkommen in Deutschland, Dir. Yasemin Samdereli, 2010, 95min)
- Em 1964, Hüsyin Yilmaz deixou a Anatólia e veio à Alemanha como trabalhador imigrante. Agora está prestes a receber a cidadania alemã, mas não sabe se é isso que realmente deseja. Lembranças do passado se misturam com o presente enquanto a família toda está a caminho da Anatólia. O filme fala sobre identidades, que se transformam pouco a pouco, sobre a complexa pátria de cada um.
SERVIÇO
Mostra “Encontro com o cinema Alemão”
Local: Unidade Juazeiro do Norte do Sesc (Rua da Matriz, 227)
Datas: 11, 18 e 25/6
Horário: 19h
Informações: (88) 3512.3355/ 3587.1065
- Programação sujeita a alterações.
:::Gratuito:::
 *Entidade criada e mantida pelos empresários do comércio.

Sesc realiza palestra sobre Chico Buarque e Cazuza

 
   SescNa próxima terça-feira (10), o Sesc* realiza a palestra “Chico Buarque e Cazuza: Dois cantos da cidade”. Ministrada pelo professor doutor Edson Martins, a discussão, que faz parte do projeto Palestras Literárias, acontece a partir das 19 horas, na Unidade Crato do Sesc. Entrada gratuita.

           O debate traz uma abordagem das biografias e releituras de composições dos artistas que se tornaram ícones nas últimas décadas. 
SERVIÇO
Palestra Literária “Chico Buarque e Cazuza: Dois cantos da cidade”
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Data: 10/6
Horário: 19h
Informações: (88) 3523.4444
:::Gratuito:::
 *Entidade criada e mantida pelos empresários do comércio.
 

Aprovada criação de novos cargos de analista de controle externo do TCE-CE

 TCE (1)

 
A Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, Mensagem nº 01/14, de autoria do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) – que prevê a criação de 32 cargos efetivos de analista de controle externo no Quadro IV da Corte de Contas. A matéria segue, agora, para sanção do Governador do Estado.

De acordo com o presidente da Corte de Contas, conselheiro Valdomiro Távora, o processo para realização do concurso será iniciado tão logo a lei de criação dos cargos seja publicada no Diário Oficial. A organização do concurso ficará sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.

Valdomiro Távora ressaltou que a conquista vai ao encontro de sua principal meta nesta nova gestão à frente do TCE-CE: trabalhar com afinco para agilizar a tramitação dos processos e garantir maior transparência e acesso do cidadão às ações do Tribunal. “Nosso corpo técnico tem muita qualidade. E agora, com a elevação do quantitativo de analistas, certamente os trabalhos terão um maior rendimento.”

A Mensagem nº 01/2014 havia sido aprovada por unanimidade na Corte de Contas em 11 de março último. Na época, o Presidente Valdomiro Távora destacou a importância da iniciativa para melhorar o desempenho das atividades de controle externo.

Os esforços da Corte junto ao Executivo para conseguir a criação dos novos cargos foram ressaltados pelos servidores, conselheiros, auditores e pelo procurador-geral do Ministério Público junto ao TCE-CE, Eduardo de Sousa Lemos, que parabenizou o Presidente Valdomiro Távora pela iniciativa.

Com o acréscimo das novas vagas para analistas, o Presidente pretende, em breve, lançar o edital para realizar concurso público. A previsão é que sejam 35 vagas para analista, 10 para técnicos, uma vaga para procurador e uma para auditor.

Hepatite B: sábado (07) é dia de intensificação da vacinação

 

Hepatite_B_BannerNeste sábado (07) será dia de intensificação da vacinação contra a hepatite B. Toda a população até 49 anos que ainda não se vacinou ou que não completou o esquema de vacinação deve se vacinar. A proteção é garantida quando a pessoa recebe três doses da vacina. A segunda dose deve ser aplicada 30 dias após a primeira e, a terceira, seis meses após a primeira. Mesmo quem interrompeu o esquema há muito tempo deve procurar um posto de vacinação. A vacina contra hepatite B é de rotina e está disponível nos postos de vacinação dos municípios durante todo o ano para que a população de zero a 49 anos não deixe de completar o esquema.

 

As hepatites são doenças que atacam o fígado. A hepatite B é uma doença sexualmente transmissível, mas também pode ser transmitida pelo contato com sangue e por materiais cortantes contaminados, como alicate de unha. Por isso, o Ministério da Saúde (MS) alerta que, além do uso da camisinha em todas as relações sexuais, não se deve compartilhar escova de dente, alicates de unha, lâminas de barbear ou depilar. É importante também sempre usar materiais esterilizados ou descartáveis em estúdios de tatuagem e piercing, serviços de saúde, acupuntura, procedimentos médicos, odontológicos e hemodiálise.

 

Nem sempre a hepatite B apresenta sintomas. Quando aparecem, podem provocar cansaço, tontura ou ânsia de vômito. A pessoa pode levar anos para perceber que está doente. O diagnóstico e o tratamento precoce podem evitar a evolução da doença para cirrose ou câncer de fígado, por exemplo. O teste, o tratamento e o acompanhamento das hepatites virais estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS).

Assessoria de Comunicação da Sesa

Definido horário de funcionamento da administração pública do Estado durante a Copa

GovernodoestadoceFoi publicada no Diário Oficial do Estado de quinta-feira (05) a definição do funcionamento da administração pública direta e indireta durante os dias de realização dos jogos da Copa do Mundo FIFA 2014. Foi decretado ponto facultativo para os servidores todo o expediente dos dias úteis em que houver jogos da Seleção Brasileira em Fortaleza. Quando a Seleção disputar uma partida fora do município de Fortaleza, o ponto facultativo será depois do meio-dia (12 horas). Nos dias úteis de jogos, disputados em Fortaleza que não envolvam a Seleção Brasileira, o ponto facultativo será também depois do meio-dia.

O decreto foi assinado pelo governador Cid Gomes e pelo secretário de Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, baseado no artigo 88, incisos IV e VI, da Constituição do Estado, considerando o art. 56, da Lei 12.663/2012. “Considerando a magnitude do evento, de porte internacional, e da já reconhecida paixão pelo futebol; considerando que tal medida, além da mais perfeita consonância com o interesse público, visa garantir o conforto e o acesso da população estadual  e dos visitantes em geral, além de promover a segurança e a melhor gestão da mobilidade urbana, e, considerando, ainda, que a manutenção do expediente em sua normalidade nas datas de realizações das disputas seria contraproducente”, diz o decreto.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Ceará registra crescimento de 54% na geração de energia elétrica

Energia_Limpa_2As empresas de geração de energia instaladas no Ceará geraram no ano passado 2.547,78 MW (MegaWatts) de energia a partir de fontes térmicas, eólicas, solar e hídrica. Essa produção aponta um crescimento de 54% nos últimos quatro anos uma vez que em 2010 o Estado registrou 1.380,48 MW produzidos. O lançamento dessa energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) foi superior à demanda de consumo no Estrado, que varou de 1.570 a 1,770 MW no período. As fontes térmicas, que reúnem as usinas térmicas (acionadas a gás, diesel ou carvão mineral) foram responsáveis pela produção de 1.937,55MW.

As fontes eólicas participaram desse resultado com 603,23 MW gerados. Destas, os parques eólicos implantados mediante o Programa de Incentivo às Fontes Alternativas (Proinfa) produziram 501,53 MW. O Ceará conta atualmente com 22 parques eólicos em operação e possui o maior potencial de energia eólica gerada no país. A energia solar gerou 1,00 MW e a hídrica 4,00 MW.

Conforme levantamento feito pela Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra), entre as fontes térmicas – que são as Usinas Termoelétricas (UTE’s) Ceará, Fortaleza, Maracanaú I, Pecém I (Eneva/EDP), Pecém II (Eneva), a Pecém II foi a que mais produziu no período, atingindo 360 MW naquele ano. A Usina Fotovoltaica de Tauá (localizada no município de mesmo nome), a primeira do Estado e a primeira do gênero ligada ao SIN, produziu 1,00 MW enquanto a pequena central hidrelétrica (PCH) Araras foi responsável por 4,00 MW. A provisão é de que em 2018 a produção de energia no Ceará atinja 4.190,08 MW.

Leilão

O Ceará deverá apresentar 93 projetos de energia eólica (oferta de 2.271MW), dois de fonte fotovoltaica (60 MW) e um de térmica a gás natural (369 MW) no próximo leilão de energia elétrica a ser promovido pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) a ser realizado em setembro próximo. Mais de mil projetos se inscreveram para participar do Leilão A-5/2014 de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos com entrega a partir de janeiro de 2019. Ao todo foram 1.041 empreendimentos cadastrados que juntos somam uma oferta de 50,9 mil MW de energia elétrica. Os projetos passam agora por processo de habilitação. O leilão autorizado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) está marcado para o dia 12 de setembro.

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Ceará implanta tecnologia que elimina a revista vexatória nas unidades prisionais

ScannerA Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça (MJ), realizam nesta segunda-feira (09) uma coletiva para a apresentação dos bodyscanneres no sistema prisional cearense. A tecnologia pode detectar objetos intra-corpóreos e terá em funcionamento em sete unidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O projeto das revistas eletrônicas será apresentado pela secretária da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará, Mariana Lobo, e pelo diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Renato De Vitto. A implantação dos bodyscanneres visa à intensificação das vistorias e apreensões nas unidades penitenciárias, mas respeitando a dignidade dos visitantes, eliminando as chamadas “revistas vexatórias”. A iniciativa no Ceará serve de espelho para o País, pois ampara, com o uso da tecnologia, os processos de verificação de transporte de ilícitos, garantindo a segurança, a dignidade das mulheres visitantes e agilizando o procedimento de entrada delas nos presídios.

Mais informações sobre os equipamentos, demonstração, investimentos, cronograma de funcionamento serão apresentadas na Coletiva.

Coletiva de Imprensa
Data: Segunda-feira (09 de junho)
Hora: 13h30
Local: Casa de Privação Provisória de Liberdade III (BR 116 Km 27, Complexo Penitenciário Itaitinga II)

Assessoria de Comunicação da Sejusa

Felipão diz que amistoso com a Sérvia foi bom jogo

FelipaoEm entrevista coletiva, logo depois da magra vitória de 1 a 0, da Seleção Brasileira de Futebol sobre a equipe da Sérvia, em amistoso disputado na tarde de hoje (6), no Estádio do Morumbi, na capital paulista, o técnico Luiz Felipe Scolari disse que  o jogo foi bastante disputado, e reconheceu ter sido muito difícil para a seleção enfrentar a forte marcação do time adversário. “É difícil sair dessa marcação”, disse Felipão. “Mas o jogo foi muito bom. Foi um bom teste”, acrescentou.

O técnico da seleção disse que os jogadores estão prontos e ansiosos para o início da Copa do Mundo, no próximo dia 12 de junho, quando o Brasil entrará em campo para enfrentar a Croácia, na Arena Corinthians (Itaquerão), também em São Paulo. “Estamos ansiosos para começar. Tudo o que tinha de ser feito de planejamento foi feito, ou está sendo feito. Agora, no vestiário, disse para eles [jogadores] ‘aproveitem bem’. De agora em diante, o sacrifício será muito grande”.

Segundo Felipão, que citou uma palestra dada ontem (5) à noite pelo ex-treinador Rubens Minelli, o recado que foi dado aos jogadores é que o sacrifício pode durar 30 dias [tempo que dura a competição], mas a comemoração “pode durar 1.430 dias [quatro anos, até a próxima Copa do Mundo]“.


O técnico também considerou normal as vaias de torcedores que apareceram durante o jogo de hoje; principalmente na saída para o intervalo. “É normal [as vaias]. Apareceu em Goiânia também. Não foi problema para nenhum dos nossos jogadores. Eles estão bem preparados e sabem que se não jogam bem, pode acontecer. Dos 67 mil torcedores, 65 mil saíram satisfeitos. Foi um cartão de visita bem legal”, disse Felipão.


De acordo com o técnico, fisicamente a seleção está pronta para começar a Copa do Mundo, mas taticamente ainda pode melhorar. “Podemos fazer alguma coisa, principalmente com bola parada”, disse ele.


 


Exército recebe lançadores de foguetes produzidos no país

LancamisseisFoguetes lançados pelo Astros MK6 têm alcance de 300 km     Marcelo Camargo/Agência Brasil

Desenvolvidas com tecnologia nacional, as primeiras nove viaturas lançadoras de foguetes Astros MK6 foram entregues hoje (6) ao Exército. Capazes de lançar mísseis e foguetes táticos e teleguiados, com precisão e alcance de 300 quilômetros, os veículos poderão ser usados na proteção das fronteiras do país. Foram encomendadas 50 viaturas.

De acordo com o ministro da Defesa, Celso Amorim, a entrega das viaturas faz parte do processo de modernização do aparato militar. “Apesar de todas as dificuldades que o país vive, dentro de um contexto mundial complexo, estamos dando passos firmes”, disse Amorim.

“Estamos orgulhosos de ter uma indústria de defesa capaz de produzir os meios para a nossa própria proteção. Isso nos faz sentir mais protegidos dentro de um mundo que ainda é muito marcado por incertezas, em que a nossa estratégia tem que levar em conta, necessariamente, o elemento de dissuasão”, acrescentou o ministro.

Segundo o general do Exército, José Júlio Dias Barreto, gerente do Projeto Estratégico Astros 2020, os equipamentos entregues hoje formam a primeira bateria de mísseis e foguetes do Exército brasileiro. “Ela é composta por uma viatura de posto de comando e controle, uma meteorológica, seis lançadoras, com capacidade de disparar toda a família de foguetes [fabricados no país] – mais o míssil tático de cruzeiro, que ainda está em desenvolvimento -, além de uma viatura remuniciadora.”

Barreto ressaltou a importância de o país ter a capacidade de desenvolver e produzir o próprio arsenal de defesa. “Se comprássemos mísseis e foguetes de fora, íamos ficar na dependência bélica estrangeira. No dia que precisássemos nos defender contra uma agressão externa, a história mostra que isso corta o apoio a quem compra. Então, a decisão da Estratégia Nacional de Defesa é que tenhamos a produção nacional para obtermos a capacidade de dissuasão extra-regional”, argumentou.

Exército recebe viaturas Astros versão MK-6 do projeto estratégico do Exército Astros 2020. Esta entrega inicial consiste de uma Bateria de Mísseis e Foguetes ASTROS MK-6 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As viaturas Astros versão MK6 ficarão em Formosa (GO)Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Avibras Indústria Aeroespacial, Sami Youssef Hassuani, empresa responsável por desenvolver o armamento em conjunto com o Exército, disse que os equipamentos podem ser exportados, fortalecendo a indústria bélica nacional.

“Na parte de artilharia, o Brasil lidera [o mercado], o que não acontece com os caças [aviões], por isso o Brasil importa a tecnologia industrial. Mas, na área em que a Avibras atua, o Brasil é líder. Desenvolvemos e temos a capacidade de exportar. Hoje, a gente exporta 50% da produção”, disse.

As viaturas integrarão o 6º Grupo de Lançadores Múltiplus de Foguetes, em Formosa (GO).

Edital garante mais de R$ 600 milhões a institutos nacionais de C&T

TecnologiaeInovacaoA nova fase do programa dos institutos nacionais de Ciência e Tecnologia (Incts) vai destinar R$ 641,7 milhões para a consolidação das unidades de pesquisa que ocupam posição estratégica no Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e estimular a formação de novas redes de cooperação científico-institucional de caráter nacional e internacional.

O edital foi publicado hoje (6) no Diário Oficial da União e o anúncio oficial será feito pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz, e pelo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, em evento na manhã de hoje.

A apresentação das propostas começa em 7 de julho e termina no dia 8 de setembro, com limite de previsão orçamentária de R$ 10 milhões para cada projeto. O resultado da seleção deve ser divulgado a partir de março de 2015 e a implementação dos projetos está prevista para abril de 2015.

Do total dos recursos, R$ 300 milhões são do governo federal, por meio do CNPq, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fndct). Os outros R$ 341,7 milhões são oriundos de 14 fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), do Amazonas, Espírito Santo, Pará, Paraná, Rio de janeiro, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e da Bahia.

Outras entidades, públicas ou privadas, podem compor o grupo de financiadores das propostas, mesmo após a contratação dos projetos nos quais tenham interesse em aportar valores adicionais.

Lançado em julho de 2008 com o objetivo de mobilizar os Incts, com atuação em redes, o programa já articulou 1.937 instituições, com a participação direta de 6.794 pesquisadores e a publicação de 905 livros, 7.995 artigos em periódicos nacionais indexados e 26.215 artigos em periódicos internacionais indexados, segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Foram requeridas 578 patentes pelos Incts, das quais 265 já foram concedidas

A iniciativa, coordenada pelo MCTI e operacionalizada pelo CNPq, contou com aproximadamente R$ 850 milhões, distribuídos em editais de 2008 e 2010. O prazo de conclusão dos projetos em andamento termina em 2015.

Os temas preferencialmente apoiados são: tecnologias ambientais e mitigação de mudanças climáticas; biotecnologia e uso sustentável da biodiversidade; agricultura; saúde e fármacos; espaço, defesa e segurança; desenvolvimento urbano; segurança pública; fontes alternativas de energias renováveis, biocombustíveis e bioenergia; nanotecnologia; pesquisa nuclear, tecnologia da informação e comunicação e controle e gerenciamento de tráfego aéreo.

Dilma diz que lança na próxima semana segunda etapa do Pronatec

Dilma_RousseffA presidenta Dilma Rousseff disse hoje (6) que vai lançar, na próxima semana, a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Em maio, a presidenta adiantou que o chamado Pronatec 2.0 vai incluir cursos para capacitar microempreendedores individuais e pequenos empresários.

O Pronatec foi criado em 2011 pelo governo federal com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Até o fim de 2014, a meta é oferecer 8 milhões de matrículas em cursos técnicos, de formação inicial e continuada

“Nessa [etapa] nós estamos fazendo 8 milhões [de matrículas], na próxima, nós vamos fazer mais que 8 milhões”, disse Dilma ao discursar na cerimônia de formatura de alunos do programa em Florianópolis.

Em mais de uma ocasião, Dilma já manifestou a intenção de transformar o Pronatec em política de Estado, para torná-lo permanente.

“O Pronatec é um programa que reconhece que o Brasil só vai ser grande se nos tivermos técnicos, pessoas capacitadas. Esse é um programa que tem que ser permanente porque o Brasil vai precisar de técnicos e vai precisar que esses técnicos sempre busquem melhorar a sua formação”, reiterou hoje.

Copa do Mundo deve ajudar pouco exportações brasileiras

Copa_refeitoApesar de atrair a atenção internacional sobre o país, a Copa do Mundo deve ajudar pouco as exportações brasileiras. Com menos dias úteis, que comprometem a produção, o torneio provocará atrasos em embarques e reduzirá as vendas externas em junho e julho.

Segundo o professor Paulo Pacheco, especialista em Comércio Exterior da faculdade Ibmec, o impacto da Copa sobre as vendas externas é temporário. A tendência é que, depois da competição, ocorra um movimento de compensação, com embarques acima do normal no início do segundo semestre.

“Como os exportadores estão amarrados por contratos, são obrigados a vender a mercadoria de qualquer maneira. Depois da Copa, as empresas vão correr atrás do prejuízo para suprir os clientes”, diz o professor.

De acordo com Pacheco, apenas se os portos brasileiros parassem durante a Copa, haveria prejuízo imediato. “Não tenho informações de que nenhum porto vá parar em dias de jogos do Brasil. Talvez operem com escala reduzida, mas não podem parar porque uma paralisação significaria prejuízos para os navios e para os armazenadores, que pagariam mais taxas”, explica.

Embora o impacto nos embarques seja momentâneo, o professor adverte que existe outro efeito negativo da Copa do Mundo sobre as vendas para o exterior. Por causa do número menor de dias úteis, o torneio fará a produção industrial cair neste e no próximo mês, reduzindo o excedente a ser exportado.

“Esse é um efeito indireto, que não tem como ser medido na balança comercial. De qualquer forma, menos produção significa menos PIB [Produto Interno Bruto] e, por consequência, menos excedente de bens no mercado”, alega Pacheco.

Mesmo com a menor atividade econômica e os atrasos nos embarques, a Copa do Mundo traz oportunidades para as empresas brasileiras. A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex–Brasil), órgão federal que promove produtos e serviços brasileiros no exterior, montará, em cinco cidades-sede – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Fortaleza – estandes nos estádios para vender os produtos brasileiros a empresários estrangeiros que virão para o torneio.

Ao todo, 12 partidas nas cinco cidades terão os estandes da Apex–Brasil. Segundo Diogo Akitaya, coordenador de Marketing de Relacionamento do órgão, a Copa representa uma oportunidade de negócios porque os estrangeiros não virão ao Brasil apenas para os jogos. Convidados por companhias nacionais parceiras da Apex-Brasil, os visitantes ficarão de quatro dias a uma semana em cada cidade.

“Eles visitarão fábricas e empresas brasileiras e farão reuniões de negócios ao longo de toda a visita no Brasil. As áreas de hospitality [hospedagem] durante as partidas são apenas parte da ação, para criar um relacionamento de qualidade entre os empresários brasileiros e estrangeiros”, explica Akitaya.

Segundo o coordenador da Apex–Brasil, a ação na Copa das Confederações, no ano passado, rendeu US$ 3 bilhões em exportações e investimentos estrangeiros diretos no Brasil nos 12 meses seguintes à competição. O órgão não tem estimativa de recursos que o projeto deve atrair após a Copa do Mundo, mas espera ampliar o volume em relação ao ano passado.

Mesmo com o estímulo aos negócios com empresas estrangeiras, o esforço do governo na Copa das Confederações representou pouco mais de 1% dos US$ 242,2 bilhões exportados pelo país em 2013. “Se pegarmos o ano como um todo, não vejo como a Copa do Mundo possa ter grande impacto sobre as exportações. No máximo, os efeitos positivos, como a maior visibilidade do país, compensam os negativos, como a queda da produção industrial”, avalia Paulo Pacheco, do Ibmec.

Para o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Daniel Godinho, o impacto da Copa do Mundo sobre a balança comercial (diferença entre exportações e importações) é imprevisível. “O país vai exportar menos por causa dos dias parados, mas também vai importar menos. Então, não dá para fazer nenhuma estimativa sobre o saldo comercial”, alega.

Consumidores reduzem expectativa de inflação para 7,2%

Inflacao21A expectativa dos consumidores para a inflação dos próximos 12 meses caiu para 7,2% em maio, informou hoje (6) o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (FGV). A previsão dos consumidores recuou depois de ter atingido 7,5% em abril, o maior nível registrado desde novembro de 2005.

A FGV lançou este mês o Indicador de Expectativas Inflacionárias dos Consumidores, com informações que vinham sendo divulgadas desde 2005 em uma parte da Sondagem das Expectativas do Consumidor. O novo índice será divulgado mensalmente, com base nas respostas dos 2,1 mil entrevistados de sete capitais. Para chegar à previsão, os entrevistadores perguntam: “Na sua opinião, de quanto será a inflação brasileira nos próximos 12 meses?”. A coleta se dá nas três primeiras semanas de cada mês.

Desde janeiro de 2013, de acordo com a FGV, há uma tendência de alta nas previsões de inflação dos consumidores. Nesse período, a taxa esperada subiu de 6,3% para 7,2%. A menor expectativa de inflação foi atingida em meados de 2007, com 4,8%, e, no mês em que a pesquisa começou, setembro de 2005, a projeção era de 8,1%.

A inflação prevista em maio deste ano é a mesma de maio do ano passado. Nesse período, a taxa oscilou entre 7% e 7,3%, atingindo o pico de 7,5% em abril deste ano e voltando a cair no mês passado.

A pesquisa da FGV também mostra que os consumidores são mais pessimistas que os especialistas em suas previsões de inflação. Em todos os meses da pesquisa, o boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, previa índices menores que os entrevistados. Em maio deste ano, os especialistas ouvidos pelo BC esperavam uma inflação de 6%, 1,2 ponto percentual menor que a dos entrevistados. 

Com greve e manifestação, trânsito bate recorde em São Paulo

Transito_2Congestionamentos no trânsito da cidade de São Paulo atingem recorde Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sem os trens do Metrô, por causa da greve dos servidores, e com a manifestação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MSTS) na zona sul, além de chuviscos e a suspensão do rodízio de veículos, os congestionamentos no trânsito da cidade de São Paulo atingiram recorde na manhã de hoje (6).

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a lentidão foi, gradativamente, aumentando e alcançou recorde  às 10h, com 239 quilômetros (km) , na região do centro expandido. Essa é a maior marca do ano e a terceira na história da medição da CET, superando o recorde de ontem, que chegou a 209 km às 9h30. O maior congestionamento para esse horário foi registrado em 23 de maio de 2012 – 249 km.

Com a paralisação dos metroviários, houve a necessidade de alterar itinerários dos ônibus e reforçar a frota nas ruas, onde os espaços também foram mais concorridos porque muita gente que, rotineiramente, utiliza o transporte coletivo tirou o carro da garagem para se deslocar ao trabalho.

Integrantes do MSTS bloquearam a Avenida Interlagos, na altura da Praça Ministro Pedro Chaves, na zona sul, em protesto por mais moradias populares, ato feito das 7h30 às 9h10, de acordo com a CET.

Após greve de fome de manifestantes, MMA acelera processo de criação de reserva

PropostaICMBio_dez2012_MovGandarela_redDiante da greve de fome de dezesseis manifestantes pela criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Nascentes dos Gerais, no norte de Minas, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, determinou a retomada imediata do processo. Segundo o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Roberto Vizentin, a documentação vai seguir ainda hoje (6) para o Ministério do Meio Ambiente (MMA), onde a tramitação deve ser concluída, após uma análise procedimental, até quarta-feira (11).

O ICMBio é o órgão ambiental do governo responsável pela criação das unidades de conservação. Segundo Vizentin, o processo de criação da RDS Nascentes dos Gerais começou formalmente em 2005, mas a reivindicação das comunidades tradicionais era antiga. “O processo não estava travado. O que acontece é que o tempo das necessidades das populações é diferente do tempo dos procedimentos formais para criação de unidades”, justificou. 

A região de 37 mil hectares tem sido alvo de desmatamento e exploração de empresários e grileiros, o que tem destruído nascentes de água e plantações, de acordo com os representantes das comunidades, que reúnem apanhadores de flores, vazanteiros, veredeiros, geraizeiros, caatingueiros, quilombolas e indígenas.

Segundo Vizentin, as pressões denunciadas pelos moradores são reais. Ele explica que a situação jurídica das propriedades é precária, com terras com sobreposições, áreas griladas, públicas e devolutas.

“É um problema fundiário, mas sobre a terra estão essas populações que fazem um uso sustentável do Cerrado, comparativamente às outras operações econômicas. Eles reivindicam a reserva como forma de manutenção do estilo de vida e do sustento e, com essas atividades de baixo impacto preservam um das áreas extremamente importantes com relação às águas. Então eles lutam pela terra, pelo Cerrado e pela água”, disse Vizentin, explicando que na região há mais de 200 nascentes.

A greve de fome dos manifestantes começou na última quarta-feira (4), quando um grupo de cerca de 120 pessoas de comunidades tradicionais e extrativistas vieram do norte de Minas Gerais a Brasília para reivindicar a criação dessa RDS em protesto na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto. A greve foi suspensa após o encontro com a ministra Izabella Teixeira no fim da tarde de ontem (5), mas, segundo Braulino Caetano dos Santos, um dos líderes da mobilização, caso o processo não tenha o andamento prometido pelo MMA, eles vão voltarão a Brasília para pressionar o governo. O grupo diz que o processo de criação da reserva estava parado há mais de cinco anos. 

No Brasil, existem 12 categorias de unidades de conservação e as reservas de Desenvolvimento Sustentável e Extrativista são criadas, necessariamente, por demanda das comunidades.  

Atualmente, há no ICMBio 200 pedidos de criação de unidades desse tipo.  Segundo Vizentin, o processo é leno, envolve levantamento fundiário, minimização dos conflitos existentes, realização de audiência públicas, consultas a outros ministérios e outros procedimentos formais. “Já temos a convicção que, pelo trabalho do instituto, nós tenhamos uma convergência dos demais ministérios e vai predominar o interesse de criar essa unidade”, avaliou. 

Sobre a possibilidade da manifestação abrir precedentes para outras comunidades que reivindicam a criação de unidades, Vizentin explica que a RDS Nascentes dos Gerais já era uma demanda organizada e com processo em andamento no ICMBio  “Não é questão de atender a pressão ou abrir brecha para movimentos similares. É importante ter a clareza de que a demanda é apresentada e passa por análise criteriosa do instituto”. 


 


Agência Brasil

Aplicativos para smartphones ajudam turistas a conhecer o Brasil

SmartphoneOs aplicativos para smartphones e tablets serão ferramentas de grande utilidade para os turistas que viajarão pelo país para acompanhar os jogos da Copa de 2014. Antes mesmo de ir ao aeroporto, já é possível se beneficiar dessa tecnologia, com os aplicativos de empresas aéreas ou da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O Infraero Voos Online possibilita consultar – e compartilhar por meio de SMS, e-mail, Facebook ou Twitter – os horários de partida e chegada de voos em 50 aeroportos brasileiros. O aplicativo oferece também, por meio do Guia do Passageiro, informações úteis sobre diversos assuntos ligados a viagens.

Caso o voo faça escalas e o passageiro tenha de aguardar por muito tempo a conexão, uma possibilidade é aproveitar o tempo livre para conhecer opções de lazer, gastronomia, compras, hotéis e serviços a um raio de 20 quilômetros do aeroporto. Com o aplicativo Aeroperto (para iOS e para Android), basta ao usuário informar em qual aeroporto está e qual a disponibilidade de tempo que tem até o embarque. Com essas informações, o aplicativo lista uma série de estabelecimentos próximos aos 63 aeroportos que fazem parte da rede Infraero. Além disso, alertas sobre check-in e embarque são enviados ao usuário. 

Para se deslocar do aeroporto até o hotel, uma dica é o aplicativo Onde Tem Taxi Aqui?, desenvolvido pelo Ministério das Cidades com o objetivo de ajudar as pessoas a localizarem pontos de táxi próximos. Se o turista vier do exterior e tiver dificuldades para se comunicar em português, uma alternativa interessante são os aplicativos que fazem tradução por texto ou por voz – entre eles o iTranslate, o Google Tradutor (para iOS e para Android), o Voice Translator e o iTranslate Voice 2.

Caso a dificuldade seja a escolha de um bom restaurante ou bar, uma boa saída é baixar os aplicativos desenvolvidos pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Eles contêm sugestões para programas gastronômicos em algumas das cidades-sede. As versões para os estados do Amazonas, de Alagoas, do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco e do Distrito Federal já estão disponíveis. Já o GuiaMais Turismo contém, além de sugestões de praias, alimentação e lojas, informações sobre os municípios, serviços, mapas e roteiros de viagem.

O Ministério do Turismo e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) lançaram recentemente o Fellowtrip, um guia de viagens interativo que permite ao usuário criar seu próprio itinerário e compartilhar as melhores rotas do Brasil. Ao escolher seu roteiro, o turista poderá ver dicas de outros usuários sobre restaurantes, baladas, hotéis e lugares interessantes, bem como horários das atrações. Várias secretarias de turismo das cidades-sede também desenvolveram aplicativos que mostram os principais roteiros e pontos turísticos.

A Região Centro-Oeste conta com um aplicativo específico para ajudar os turistas a montarem roteiros e conhecerem cerca de 100 pontos turísticos de suas principais cidades. Desenvolvido pelo Ministério da Integração Nacional, por meio da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), o Brasil Central Tur contém mapas com indicações, imagens e descrições de cada um desses lugares, situados em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e no Distrito Federal.

Em meio a tantos roteiros e deslocamentos, o turista pode ter dificuldades para encontrar casas de câmbio onde possa, com segurança, comprar ou vender moeda estrangeira. Pensando neles, o Banco Central lançou o Câmbio Legal, um aplicativo que ajuda a localizar em todo o país instituições autorizadas para operações de câmbio.

Mas de nada adianta ter dinheiro no bolso se o turista não tiver boas condições físicas para dar conta de tantos programas. Para ajudar na localização de hospitais e farmácias, o Ministério da Saúde lançou o aplicativo Saúde na Copa (para iOS e para Android). Além de ajudar o turista a encontrar o atendimento médico mais próximo, o aplicativo ajuda no monitoramento de diversas informações de saúde e faz um mapeamento de tendências de ocorrências epidemiológicas (localiza áreas, em todo o mundo, com mais riscos de epidemias) para evitar contágio.

Já na área dos direitos humanos, o governo lançou recentemente o aplicativo Clique 180 (para iOS e para Android), desenvolvido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres e pela ONU Mulheres. O aplicativo permite o acesso direto ao Ligue 180 -  uma central de atendimento à mulher cujo foco está no acolhimento, na orientação e no encaminhamento para os diversos serviços da rede de enfrentamento à violência contra a mulher em todo o Brasil. O aplicativo contém informações sobre os tipos de violência contra a mulher, dados de localização dos serviços da rede de atendimento e proteção, além de sugestões de rota para chegar até eles.

Para denunciar crimes de violência contra crianças e adolescentes,o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou o aplicativo Proteja Brasil. A partir do local onde o usuário está, o aplicativo indica telefones, endereços e os melhores caminhos para chegar até delegacias especializadas, conselhos tutelares e organizações que ajudam a proteger crianças e adolescentes da violência nas principais cidades brasileiras.

 

aplicativos

Ancine anuncia vencedores de coprodução com Argentina e Uruguai

Cinema3A Agência Nacional de Cinema (Ancine) anunciou hoje (6) os projetos vencedores dos editais de coprodução com a Argentina e o Uruguai. Foram selecionados seis projetos cinematográficos, que receberão o equivalente a US$ 1,3 milhão em apoio à produção. As duas comissões binacionais de seleção foram integradas pela Ancine e pelos órgãos similares da Argentina, Instituto Nacional de Cine Y Artes Audiovisuales, e do Uruguai, Instituto del Cine y Audiovisual del Uruguay.

Na parceria com a Argentina, os vencedores com coprodução majoritária brasileira foram Jango – Como Matar um Presidente, de Roberto Farias, e O Fantasista, de Roberto Studart. Já entre os projetos de coprodução majoritária argentina foram selecionados La Patota (A Turma), de Santiago Mitre, e Zama, de Lucrecia Martel. Ao todo, foram 20 os projetos concorrentes ao prêmio de US$ 1 milhão.

No concurso com o Uruguai, cinco projetos disputaram o prêmio de US$ 300 mil. Os vencedores foram Faces da Alma, de Vinicius Coimbra, coprodução majoritária brasileira, e Menino Janela também Queria Ter um Submarino, de Alex Piperno, projeto majoritariamente uruguaio.

Para o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel, os dois editais foram decisivos no aumento do intercâmbio entre produtores, artistas e profissionais, em geral, do cinema brasileiro com os colegas dos países vizinhos. Este foi o quarto ano consecutivo em que a Ancine organizou os concursos em parceria com as entidades da Argentina e do Uruguai. 

IFCE prorroga inscrições em concurso para técnicos

IFECEO Instituto Federal do Ceará (IFCE) reabriu prazo para solicitação de isenção da taxa de inscrição no concurso público para servidores técnico-administrativos da instituição. A partir desta quinta (5/6), os candidatos que atenderem as condições estabelecidas em edital podem pedir dispensa no pagamento da taxa de inscrição pelo portal do Instituto. O novo prazo segue até o próximo dia 8 de junho e atende a decisão proferida pela 5ª Vara da Justiça Federal/CE motivada por ação civil pública de autoria do Ministério Público Federal.
Por conta da alteração no período de isenção, todo o cronograma do concurso será alterado. Agora, as inscrições também seguem até o dia 8 de junho. Já a data das provas de conhecimentos gerais e específicos foi postergada para 22 de junho.
O concurso oferece vagas para 22 cargos de níveis fundamental, médio e superior, com oportunidades para todos os 23 campi da instituição. As vagas de nível superior são para os cargos de administrador (16), bibliotecário (12), contador (12), enfermeiro (12), engenheiro de segurança do trabalho (2), jornalista (6), pedagogo (20), programador visual (6), psicólogo (8), técnico em assuntos educacionais (12) e tecnólogo em gestão financeira (10).

As oportunidades em nível médio são para os cargos de assistente de alunos (10), assistente em administração (45), técnico de tecnologia da informação (6), técnico em audiovisual (12), técnico em contabilidade (14), técnico em eletrotécnica (5), técnico em secretariado (15), técnico de laboratório – área química (4) e técnico de laboratório – área informática (3). Para o nível fundamental, as vagas são de auxiliar de biblioteca (16) e auxiliar em administração (15).

Marcellus Rocha|Ceará é Notícia

Hemocentros fazem campanhas para aumentar estoques de sangue

HemcecratoEstudantes também participam . No Ceará, a meta é alcançar 10 mil doações

FOTO: ROBERTO CRISPIM

Crato. Na semana que antecede o início dos jogos da Copa do Mundo, as seis unidades que integram a Hemorrede no Ceará estão mobilizadas para ampliar o estoque de bolsas de sangue. O clima é de expectativa é de preocupação para o período. O temor é o aumento da demanda por conta de excessos nas comemorações, bem como as festividades regionais relacionadas ao mês de junho.

Diante da situação, ações estão sendo desenvolvidas em todas as regiões do Estado com a finalidade de ampliar o estoque de sangue na Hemorrede, formada por um Hemocentro coordenador, com sede em Fortaleza; quatro Hemocentros regionais, localizados nos municípios de Sobral, Quixadá, Crato e Iguatu; um Hemonúcleo, em Juazeiro do Norte; além de 64 agências transfusionais instaladas em hospitais da Capital e em alguns municípios do Interior do Ceará.

No Cariri, o trabalho vem sendo realizado através de parceria envolvendo o Hemocentro do Crato e escolas que compõem a rede pública em 28 municípios da região. Ontem, alunos da escola José Alves de Figueiredo, localizada no bairro Vila Alta, em Crato, aderiram à campanha de doação para a Copa do Mundo lançada pelo Hemoce. Sob o slogan da campanha, “Nossa torcida é pela vida. Doe sangue”, os alunos transformaram o laboratório de informática da unidade de ensino em centro de coleta voluntária. Dezenas de estudantes participaram das doações.

“Esse trabalho vem sendo construído já há algum tempo, através de palestras nas unidades de ensino, com a finalidade de disseminar a cultura da doação de sangue como responsabilidade social de todos”, explicou a coordenadora técnica do Hemocentro do Crato, Aldilene Sobreira de Moura, ressaltando que a ação também tem a finalidade de atender às demandas provenientes de excessos cometidos durante os festejos relacionados ao mês de junho.

Expocrato

“Nós temos grandes eventos neste período, como a Festa do Pau da Bandeira, em Barbalha, e a ExpoCrato, em julho; além das festas juninas na maioria dos municípios. Tradicionalmente, há uma queda em relação ao número de doações nestes dois meses do ano. As doações obtidas durante a campanha da Copa vão garantir que haja estoque suficiente para atender a toda demanda”, observou.

Diferente de outros anos, quando havia escassez constante de doadores, o número de doadores voluntários vem crescendo paulatinamente na região. Conforme a coordenadora, cerca de 3% de toda a população do Cariri realiza doações de sangue periodicamente. “Este índice, inclusive, é maior do que o do próprio Estado, onde apenas 2% de toda a população cearense realiza doações sanguíneas”, afirma Aldilene Sobreira. Segundo ela, o Hemocentro do Crato contabiliza cerca de 70% de doações fidelizadas. “A população tem respondido ao nosso chamamento e isso tem oportunizado certo estreitamento da relação da população para com o Hemocentro do Crato, facilitando, desta forma, o nosso trabalho”, disse.

O Hemocentro do Crato atende a 45 hospitais em funcionamento em cerca de 28 dos 33 municípios que formam a região. Hoje pela manhã, funcionários e colaboradores do órgão estarão realizando panfletagem em torno da campanha da Copa, objetivando um maior número de doadores. “Nós estaremos, a partir das 9 horas, em frente ao Hemocentro, convocando a sociedade do Cariri. A doação voluntária precisa ser compreendida por todos como fundamental para nossa própria sobrevivência”, avalia a coordenadora.

Voluntários

Na região Centro-Sul, o Hemocentro de Iguatu atende a 30 hospitais e a 25 municípios, além de dar suporte para todas as unidades da rede no Estado. “A nossa estratégia foi intensificar até o próximo dia 10 as coletas externas nos outros municípios”, frisou a coordenadora local, Luana Cavalcante. “Vamos trabalhar normalmente e, apenas nos dias de jogos do Brasil, vamos suspender o expediente, duas horas antes”.

A média mensal de coleta de bolsas de sangue no Hemoce de Iguatu é de 400 e apenas 20% são oriundos de doadores voluntários. Já em Sobral, na zona norte do Estado, a campanha recebeu apoio do corpo técnico administrativo da Universidade Federal do Ceará (UFC), que realizou coleta de sangue junto aos estudantes, nas salas de aula do Campus Mucambinho. A ação contou com apoio de funcionários, professores, alunos e sociedade local.

De acordo com o professor Paulo Roberto Correia dos Santos, a campanha teve a finalidade de auxiliar o Hemoce e chamar atenção de maneira construtiva para as necessidades dos técnicos das Universidades Federais. Na ocasião, 46 pessoas se dispuseram à doação, das quais 20 foram consideradas aptas; dez inaptos por diversos motivos e 16 inaptos por falta de documentos, baixo peso ou por serem menores de idade. De acordo com o Ministério da Saúde, os hemocentros devem aumentar em 30% seus estoques para todos os tipos sanguíneos durante a realização da campanha da Copa. O plano de contingência foi elaborado visando o atendimento, além da demanda regular, de alguma emergência. O município de Fortaleza deve receber mais de 400 mil visitantes durante o período de jogos. Por isso, é necessário que a população cearense colabore e realize a sua doação voluntária de sangue. A meta da campanha é alcançar as 10 mil doações no Ceará.

FIQUE POR DENTRO

Critérios definem perfil para ser um doador

Doadores de sangue precisam passar por triagem antes do processo de coleta. Esse processo obedece às normas estabelecidas por órgão nacionais e internacionais, como o Ministério da Saúde, Associação Americana e Conselho Europeu de Bancos de Sangue. As triagens tem por objetivo a garantia de maior segurança e proteção ao receptor e ao doador de sangue. Para ser doador, o candidato precisa atender a alguns critérios básicos, como por exemplo: Estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam apresentar autorização dos pais ou responsáveis); pesar no mínimo 50kg; estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas); estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação) e apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteiras de Identidade; de Identidade de Profissional Liberal; de Trabalho).

Mais informações

Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce)
Av. José Bastos, 3390
Rodolfo Teófilo – Fortaleza
Telefone: (85) 3101.2296

Roberto Crispim e Sucursais
Colaboradores e repórteres

Estado quer a inclusão de 24 municípios na situação de emergência pela falta d’água

SisternasdAções de convivência com a seca são implementadas nas comunidades rurais, tais como as cisternas de polietileno, em parceria com o governo federal

Iguatu. O Governo do Estado do Ceará renovou o decreto que define situação de emergência em 176 municípios do Interior do Estado, tendo por base a pluviometria média que ficou abaixo da média, a não recarga dos açudes e a frustração de safra agrícola. Entretanto, a Defesa Civil Nacional excluiu 24 municípios desse quadro. Agora, o Comitê Integrado da Seca faz um esforço para incluir novamente essas cidades.

Para se ter uma ideia da gravidade dessa decisão de âmbito nacional, municípios como Canindé e Caridade, que enfrentam grave crise de desabastecimento de água, estão no rol dos excluídos. “Avaliamos que houve dificuldades de alguns municípios em enviar corretamente as informações para Brasília e isso gerou essa exclusão”, explicou o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Nelson Martins. “Confiamos que essa situação não vai perdurar e será revertida rapidamente”.

Dos 24 municípios, três desistiram da inclusão no quadro de situação de emergência, de acordo com o setor de homologação da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). São eles: Crato, Farias Brito e Várzea Alegre. Os demais correm contra o tempo e tentam atualizar dados no Centro de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden). A Cedec está apoiando as Prefeituras com fornecimento de tabela, informações e orientações para retirar pendências e preencher corretamente os formulários. Os outros municípios que não foram reconhecidos pela Defesa Civil Nacional em situação de emergência são: Acopiara, Apuiarés, Aracoiaba, Aratuba, Canindé, Capistrano, Caridade, Caririaçu, Cariús, General Sampaio, Granjeiro, Ibaretama, Itapajé, Itapiúna, Jardim, Missão Velha, Ocara, Paramoti, Pentecoste, Tarrafas e Tejuçuoca.

Diante dessa decisão, o governo do Estado, por meio do Comitê Integrado da Seca, da Cedec e da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), está dando suportes técnicos às Prefeituras para o correto preenchimento dos formulários a serem encaminhados à Defesa Civil Nacional.

“O quadro de seca está definido, as chuvas ficaram abaixo da média histórica em torno de 25%, em algumas regiões esse índice é maior, os açudes estão secos”, frisou Nelson Martins. “O governo vai instalar adutoras para evitar desabastecimento”. O Executivo cearense homologou a situação de emergência de 176 municípios, em virtude da seca, renovando decreto anterior cujo prazo terminou no último dia 17 de maio passado.

Entretanto, a Defesa Civil Nacional, com base em indicadores hidrometeorológicos, deixou 24 municípios fora do reconhecimento Federal. “Nós já encaminharemos à solicitação ao Governo Federal pelo Comitê Integrado da Seca e cada município vai enviar os seus dados”, informou o secretário Nelson Martins. Dos 184 municípios do Ceará, oito já estavam fora do decreto de emergência: Fortaleza, Eusébio, Maracanaú, Horizonte, Itaitinga, Guaramiranga, Juazeiro do Norte e Barbalha.

Honório Barbosa
Repórter

Memorial Padre Cícero recebe espetáculo teatral Duplo Sentido

MemorilapsciceroNeste final de semana, uma boa pedida é ir ao Memorial Padre Cícero, onde estará sendo exibida a peça Duplo Sentido. A peça é um espetáculo estruturalmente formado por esquetes de humor que se intercalam entre si, através da performance de apenas dois atores em cena.
Os mesmos chegam a fazer cerca de oito personagens cada, que visam – sobretudo com a participação direta do público – entreter, divertir, alegrar e emocionar quem assiste e prestigia o teatro brasileiro.
Formados no teatro de improviso,Vitor Thiré e Victor Lamoglia compõem o elenco de Duplo Sentido – uma comédia inteligente.
Duplo Sentido estará em cartaz nos dias 06, 07 e 08 de Junho, a partir das 20 horas, no Memorial Pe Cícero (Juazeiro do Norte-CE)

(Colaborou Érica Souza – www.fooba.com.br)

Hospital Regional do Cariri passa contar com equipe de neurocirurgiões com foco em vítimas de traumas e AVC

 
 
Hospital-Regional-do-Cariri-ultimaA partir deste mês de junho, o Hospital Regional do Cariri (HRC) passa a contar com uma equipe de neurocirurgiões, com foco em vítimas de traumas e Acidentes Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. A equipe será coordenada pelo médico neurocirurgião João Ananias.
A primeira neurocirurgia foi realizada no último dia 30 de maio. Na ocasião, a paciente Dircea Alves Magalhães, 65, foi vítima de uma AVC hemorrágico e foi operada com sucesso pelo neurocirurgião Iuri Araújo Honcy.
Desde março de 2013, o hospital conta com uma unidade de AVC. Em pouco mais de um ano, 703 pacientes foram atendidos, uma média de 50 internações por mês, sendo 85% dos casos isquêmico (entupimento dos vasos que levam sangue ao cérebro) e 15% hemorrágico (rompimento do vaso, provocando sangramento no cérebro). Anteriormente, os paciente com AVC hemorrágico eram encaminhados para o Hospital Santo Antônio, em Barbalha.
O HRC, unidade referência de trauma, presta atendimento a mais de 1,5 milhão de habitantes dos 44 municípios da macrorregião do Cariri: Juazeiro do Norte, Crato, Brejo Santo, Iguatu e Icó.
Assessoria de Imprensa do HRC

Adolescentes são apreendidos acusados de assaltos a pessoa e uma van do transporte alternativo

AdolescentesjnOs adolescentes foram apreendidos na área central. (Fotos: Padim)
Três adolescentes entre 16 e 17 anos foram apreendidos neste final da tarde de quinta-feira (5), em Juazeiro do Norte. Segundo a PM, dois deles estavam se preparando para práticas de assaltos contra transeuntes na área central da cidade, mais precisamente na rua São Damião. Com a dupla foi apreendido um revólver calibre 38 municiado e três aparelhos celulares, provavelmente roubados.
O terceiro é acusado de ter assaltado o cobrador de uma van que faz o transporte alternativo entre Juazeiro do Norte e Barbalha. O assalto ocorreu n avenida Leão Sampaio.
Os três foram encaminhados pelo cabo Souza e os soldados Max e Santos para a Delegacia Regional de Polícia Civil e Juazeiro do Norte.
 

Seinfra licita equipamentos que reforçarão atendimento do Porto

Pecem01A Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra) licita no próximo dia 26 o fornecimento e instalação de diversos sistemas para o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Porto do Pecém, cujas obras da sua segunda fase de expansão já estão em andamento. O edital prevê a contratação de empresas que vão implantar a ampliação e reforço do sistema elétrico do Porto, especialmente para o suprimento de energia de novos equipamentos portuários que serão instalados no TMUT, sistemas de automação e controle; monitoramento de atracação a laser; detecção e alarme de incêndio; segurança eletrônica; telefonia; sonorização; controle de acesso; sistema fechado de TV; distribuição de água tratada; sistema de combate a incêndios; balança rodoviária, além da construção de prédios de apoio operacional e novas subestações. As utilidades deverão ter preço máximo de até R$ 46.640.120,39 milhões e prazo de instalação de 36 meses. O edital referente a licitação encontra-se publicado no site da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado (Seplag).

 

O Porto do Pecém está recebendo a sua segunda expansão com obras que incluem uma nova ponte de acesso ao quebra-mar existente com 1.520 metros de extensão, a pavimentação de 1.065 metros sobre o quebra-mar; a ampliação do quebra-mar em cerca de 90 metros; o alargamento de aproximadamente 33 metros da ponte; e a construção de 600 metros de cais com dois berços de atracação de navios cargueiros ou porta-contêineres. A ampliação do Porto está recebendo um investimento de R$ 568,7 milhões.

 

Os dois berços de atracação serão voltados para operação com carga geral e produtos da Companhia Siderúrgica do Pecém – já em implantação -, da refinaria Premium II planejada pela Petrobras e da ferrovia Transnordestina, também iniciada. Está previsto também a ampliação do pátio da retro-área de aproximadamente 69 mil metros quadrados. O consórcio Marquise/QG/Ivaí (Construtora Marquise, Queiroz Galvão e Ivaí Engenharia de Obras), realiza as obras. A Ferrovia Transnordestina utilizará provisoriamente o TMUT até receber o seu próprio terminal. A obra é fundamental para fomentar a captação de empreendimentos de grande porte para o Estado, os quais resultarão em impactos positivos na economia estadual.

 

Movimentação cresceu 88%

 

A Cearáportos, empresa vinculada à Seinfra e responsável pela operação do Porto, deverá implantar dois portaineres e quatro carregadores de placas no terminal portuário com vistas a atender à crescente demanda registrada pelo equipamento. Um total de 173 navios operaram no Porto do Pecém no período de janeiro a abril deste ano movimentando 2,6 milhões de toneladas de mercadorias. Essa movimentação representou uma elevação de 88% em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

Em agosto de 2010 o Governo do Estado entregou a primeira etapa das obras do TMUT, composto por dois berços de atracação, que atenderão aos navios porta-contâiner; ampliação do quebra-mar para mil metros; e o prolongamento da ponte existente, de 348 metros. O custo da obra foi de cerca de R$ 410 milhões. Além do TMUT o Terminal recebeu, ainda, o reforço de obras como a implantação de uma correia transportadora e de um descarregador de minérios, que somaram investimentos da ordem de R$ 175 milhões.

 

Serviço:
Licitação para O FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DAS UTILIDADES DO TMUT do Porto do PECÉM
Data: 26/06/2014
Hora: 16h30
Local: Central de Licitações do Estado do Ceará-Av. Dr. José Martins Rodrigues,150 – Edson Queiroz

 

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Estado enviará a Defesa Civil Nacional situação dos municípios em relação a seca

Seca23O Governo do Estado do Ceará encaminhará à Defesa Civil Nacional relatório sobre a situação de 21 municípios cearenses que não tiveram a situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal em virtude da seca este ano.

 

O Executivo Cearense homologou a situação de emergência de 176 municípios, em virtude da seca, entretanto o Centro de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN) apresentou os indicadores hidrometeorológicos que deixaram 24 municípios fora do Reconhecimento Federal. “Nós encaminharemos à solicitação ao Governo Federal pelo Comitê Integrado da Seca”, informou o presidente do colegiado, o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Nelson Martins.

 

Após articulação com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, ficou acertado que os municípios prejudicados teriam a última quarta-feira (04) para regularizar as pendências documentais no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), bem como anexar laudos das informações relatadas nos formulários. Os municípios são: Acopiara, Apuiarés, Aracoiaba, Aratuba, Canindé, Capistrano, Caridade, Caririaçu, Cariús, General Sampaio, Granjeiro, Ibaretama, Itapajé, Itapiúna, Jardim, Missão Velha, Ocara, Paramoti, Pentecoste, Tarrafas e Tejuçuoca.

 

Além do Governo do Estado, a Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil encaminharão a informação ao Ministério da Integração Nacional, para que as ações de enfrentamento à seca não sejam suspensas nesses 21 municípios.

Assessoria de Imprensa da SDA

Inflação mostra resistência, mas efeitos de elevação da Selic vão aparecer

Inflacao21O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) considera que a inflação ainda mostra resistência, mas avalia que os efeitos da elevação da taxa básica de juros, a Selic, ainda vão se materializar.

O Copom aumentou a Selic por nove vezes seguidas, até a reunião de abril e, no mês passado, optou por manter a taxa em 11% ao ano. O índice é usado nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação. Ao manter a Selic, o comitê indica que considera que as elevações anteriores foram suficientes para gerar os efeitos esperados sobre a inflação.

O BC tem que encontrar equilíbrio ao tomar decisões sobre a taxa básica de juros, de modo a fazer com que a inflação fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional. Essa meta tem como centro 4,5% e limite superior em 6,5%. Pelas projeções de instituições financeiras, a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve fechar este ano em 6,47%, bem próxima do teto da meta.

Na ata, o Copom diz que “a elevada variação dos índices de preços ao consumidor nos últimos 12 meses contribui para que a inflação ainda mostre resistência”. Segundo o comitê, isso ocorre porque há, atualmente, dois “importantes processos de ajustes de preços”: realinhamento dos preços domésticos em relação aos internacionais e dos preços administrados em relação aos livres. “O comitê reconhece que esses ajustes de preços relativos têm impacto direto sobre a inflação e reafirma sua visão de que a política monetária [definição da taxa Selic] pode e deve conter os efeitos de segunda ordem deles decorrentes”.

O comitê lembra que para combater essas e outras pressões inflacionárias houve aumento da Selic, “mas o comitê avalia que os efeitos da elevação da taxa sobre a inflação, em parte, ainda estão por se materializar. Além disso, é plausível afirmar que, na presença de níveis de confiança relativamente modestos, os efeitos das ações de política monetária sobre a inflação tendem a ser potencializados”, acrescenta o Copom, na ata.

Editor Graça Adjuto

Depois de 16 anos sem ir à Copa, Colômbia vive “febre” com chegada do Mundial

Depois de 16 anos sem participar de uma Copa do Mundo, o “regresso” da seleção da Colômbia ao campeonato que será realizado este ano no Brasil movimenta o dia a dia no país. Da troca de figurinhas da Copa à reforma de praças para instalação de telões, os colombianos vivem uma espécie de “Copamania”.

Só em Bogotá foram investidos cerca de US$ 4 milhões na compra de 12 telões de alta definição para transmissão das partidas em espaços públicos.

 

Decoracao_shopping_copa

Bogotá – Centros comerciais aproveitam a Copa do Mundo como tema de decoraçãoLeandra Felipe / Agência Brasil

Segundo a Federação Internacional de Futebol (Fifa), depois dos brasileiros, os torcedores colombianos foram os que mais compraram ingressos entre os latino-americanos para o torneio deste ano.

No ranking de venda de ingressos entre estrangeiros, a Colômbia está em quarto lugar, atrás dos Estados Unidos, da Austrália, da Inglaterra. Mais de 33 mil ingressos foram reservados para colombianos.

Os pacotes de viagem para a Copa no Brasil estão esgotados desde abril. Os preços para a primeira fase do Mundial chegaram a US$ 20 mil por pessoa, com tudo incluso, hospedagem, voos internacionais e internos e o ingresso da partida.

“O fato de serem tantas cidades-sede dificultou a logística e encareceu o pacote”, disse à Agência Brasil Ricardo Ossa, vice-diretor de uma agência de turismo em Bogotá. Mesmo assim, todos os pacotes da agência dele – considerados de alto luxo – foram vendidos.

Alguns colombianos resolveram explorar opções alternativas, como o estudante de ciência política Lukas Lezama. Ele e quatro amigos irão de avião de Bogotá até a cidade colombiana de Letícia, que faz fronteira com Tabatinga (AM). De lá, viajam em um barco até Manaus. “Serão três dias de viagem nesta parte”, explica. Depois, eles seguem um roteiro extenso, passando por Cuiabá, Brasília e Rio de Janeiro, de ônibus. A viagem dos estudantes vai custar cerca de US$ 2 mil e eles ficarão hospedados em repúblicas e albergues.

“Somos fanáticos por futebol e queremos ver o Mundial na rua, com o povo brasileiro. E também queremos ver como vão ser os protestos, porque os movimentos sociais são muito importantes pra gente”, disse Lezama à Agência Brasil.

Para o diplomata Alessandro Candeas, da Embaixada do Brasil em Bogotá, colombianos e demais estrangeiros conhecerão um país que passou por intensas transformações nos últimos 20 anos. Sobre os protestos e as manifestações que têm tomado conta de várias cidades brasileiras, ele diz que são movimentos próprios da democracia, de um país que está amadurecendo. “Os turistas vão encontrar um país que está vencendo, uma mistura de raças, e um lugar de oportunidades”, destacou.

Para quem vai ficar na Colômbia, as cidades preparam eventos públicos em parques e praças. Restaurantes e shoppings também vão transmitir as 64 partidas da Copa do Mundo.

A prefeitura de Bogotá prevê um público de 30 mil pessoas por dia acompanhando os jogos em cinco diferentes pontos da cidade. Para as partidas da seleção colombiana, a estimativa é de 50 mil torcedores nos pontos de concentração públicos. Nos intervalos das partidas, serão exibidos filmes brasileiros. Também estão programadas atividades musicais e teatrais.

Bogotá - O comércio informal também lucrou com a venda de artigos ligados à Copa do Mundo

Bogotá – O comércio informal também lucrou com a venda de artigos ligados à Copa do MundoLeandra Felipe / Agência Brasil

Em bares, restaurantes e centros comerciais, o movimento deve aumentar em 45%, segundo estimativa divulgada pela Federação Nacional de Comerciantes do país.

O comércio informal também está lucrando com a Copa. Nas ruas, vários quiosques vendem bolas, figurinhas, revistas, perucas, buzinas e camisetas de seleções de futebol

Na região central de Bogotá, Fábio Trujillo vende camisetas falsificadas da seleção colombiana e de outros times como o do Brasil, da Argentina e da Espanha. “Essa época é o apogeu do comércio de camisetas”, diz o vendedor que tem três funcionários e vende cada camiseta por 10 mil pesos (US$ 5). Ele estima que tenha ganhado, por dia, 800 mil pesos colombianos (cerca de US$ 400) com a venda dessas mercadorias.

Copom aumenta projeção para reajuste das tarifas de eletricidade

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) aumentou a projeção para o reajuste dos preços da eletricidade. A estimativa passou de 9,5% para 11,5% este ano, de acordo com a ata da última reunião do comitê, divulgada hoje (5).

O Copom considera essa e outras estimativas, além de análises sobre a economia, para tomar a decisão sobre a taxa básica de juros, a Selic. No último dia 28, o comitê decidiu manter a Selic em 11% ao ano, após nove altas seguidas.

Nas projeções, o comitê também alterou a estimativa para os preços das tarifas de telefonia fixa, que passou da previsão de estabilidade para redução de 4,2%. Na ata, não foi divulgada a projeção para o preço da gasolina, mas apenas a variação ocorrida até abril (1,8%). Também foi considerada pelo Copom a variação do botijão de gás (0,5%).

Para o conjunto de preços administrados por contrato e monitorados, o comitê projeta variação de 5% em 2014 e no próximo ano, mesmo valor considerado na reunião do Copom em abril.

Conselho do FGTS libera R$ 10 bilhões para aumentar capital da Caixa

FGTS-carteira-de-trabalhoA Caixa Econômica Federal poderá usar R$ 10 bilhões da dívida com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para alavancar as linhas de crédito concedidas com recursos do fundo. A decisão foi aprovada hoje (5) pelo Conselho Curador do FGTS, órgão que administra o fundo e é formado por representantes do governo, dos trabalhadores e dos patrões.

De acordo com o Ministério do Trabalho, a decisão permitirá que o banco amplie os financiamentos para habitação popular, obras de infraestrutura e projetos de saneamento básico sem a necessidade de aportes do Tesouro Nacional. É a quarta vez em que o FGTS autoriza operações do tipo.

Com a medida, o Conselho Curador autorizou que o banco converta R$ 10 bilhões – da dívida de cerca de R$ 150 bilhões com o fundo – para aumentar o capital e poder emprestar mais. A decisão permitiu que a Caixa classifique, como parte do capital, os recursos que ingressaram na instituição financeira por meio do endividamento.

Os R$ 10 bilhões que entraram no capital do banco poderão financiar empréstimos de até R$ 90 bilhões nos próximos anos. Isso porque, na regra brasileira, cada R$ 1 de capital garante R$ 9 em operações de crédito.

O Conselho Curador estabeleceu, no entanto, que o dinheiro deve ser usado exclusivamente em operações de crédito associadas ao FGTS, e o banco deverá informar ao conselho todos os empréstimos concedidos com esses recursos.

 

Comemorações da vitória de Assad deixam dez mortos e mais de 200 feridos

Siria_eleicoes_damasco_comemora_bassem_tellawi_xinhuaPelo menos dez pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na Síria durante a celebração ontem (4) da vitória eleitoral do presidente Bashar Al Assad, informou hoje (5) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Entre as vítimas, cujas mortes foram provocadas por tiros, há um menor, um jogador de futebol e um cinegrafista da televisão Al Itiyah, indicou o OSDH.

De acordo com a organização, os disparos ocorreram na capital do país, Damasco; em Alepo, no Norte; e nas províncias costeiras de Latakia e Tartus, regiões controladas pelo regime de Assad.

O observatório acusou a milícia pró-governamental shabiha de ser a autora dos disparos. Nessa quarta-feira, antes do anúncio dos resultados, o próprio Bashar Al Assad pediu, em comunicado, que a população se contivesse e evitasse disparos para o ar, de forma a não colocar vidas em perigo.

Assad foi reeleito com 88,7% dos votos, muito à frente dos seus dois adversários, o deputado da oposição tolerada pelo regime, Maher Abdel Hafez Hayar, e o ex-ministro Hassan Abdallah Al Nuri. A eleição foi feita apenas nas zonas controladas pelo regime de Assad, a primeira em mais de meio século com mais de um candidato. A participação da população foi 73,42%.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos classificou as eleições como uma “farsa” e disse que muitas famílias foram votar por medo de serem detidas por forças leais ao governo caso não o fizessem.

A guerra civil na Síria começou em 2011 e já deixou mais de 160 mil mortos, 4,5 milhões de deslocados internos e 3 milhões de refugiados.

Cai o ritmo de vendas no comércio em maio

Gráfico-quedaO consumo nas lojas de todo o país cresceu 0,8% de abril para maio, o que indica perda de intensidade em relação à expansão registrada na passagem de março para abril, 1,6%. É o que mostra o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio.

Em relação a maio de 2013, o movimento de clientes foi 5,2% maior, taxa ligeiramente inferior ao crescimento verificado na comparação anual em abril (5,4%). No acumulado desde janeiro, a demanda teve alta de  4,1% ante uma elevação de 9,6%, no mesmo período do ano passado.

Os economistas da Serasa Experian atribuíram essa queda no ritmo das vendas ao “encarecimento do crediário em praticamente todas as suas modalidades, à inflação elevada e à queda dos níveis de confiança dos consumidores“.

O único setor com alta mais expressiva sobre abril é o de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas, com alta de 1,8%. No segmento de material de construção, a taxa ficou praticamente estável em 0,3%. Já  nos demais ramos do comércio varejista ocorreram quedas: móveis, eletroeletrônicos e informática (-2,3%); veículos, motos e peças (-2%); combustíveis e lubrificantes (-0.2%) e tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-0,2%).

Nos cinco primeiros meses do ano, o crescimento foi mais concentrado no setor de combustíveis e lubrificantes (4,7%),seguido dos de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (4,5%); material de construção (4,4%) ; veículos, motos e peças (1,8%); móveis, eletroeletrônicos e informática (0,7%). A única queda ocorreu em lojas de tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-3,3%).

Brasil é principal exemplo de sucesso na redução do desmatamento, aponta ONU

Desmatamentoamazonia

Um relatório divulgado hoje (5) na reunião da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas, destacou o Brasil como exemplo de sucesso na redução do desmatamento e das emissões de gases de efeito estufa. Produzido pela Union of Concerned Scientists (UCS), com sede nos Estados Unidos, o documento intitulado Histórias de Sucesso no Âmbito do Desmatamento: Nações Tropicais Onde as Políticas de Proteção e Reflorestamento Deram Resultado traz um capítulo dedicado ao Brasil, apresentado como o país que fez as maiores reduções no desmatamento e nas emissões em todo o mundo.

Dezesseis países da África, América Latina e Ásia também são citados como exemplos de sucesso na proteção às florestas. O relatório indica que o governo brasileiro reduziu o desmatamento na Amazônia, a maior floresta tropical do mundo, por meio da criação de áreas de proteção ambiental a partir da segunda metade da década de 1990, com grande intensificação neste século, e as moratórias acordadas com empresas privadas sobre a compra de soja e carne de áreas desmatadas. “As mudanças na Amazônia brasileira na década passada e a sua contribuição para atrasar o aquecimento global não têm precedentes”, diz o documento.

De acordo com o principal autor do trabalho, Doug Boucher, o caso brasileiro mostra que o desenvolvimento econômico não é prejudicado pela redução do desmatamento. “Por exemplo, as indústrias de soja e de carne bovina no Brasil prosperaram apesar das moratórias evitando o desmatamento”. O relatório avalia que a derrubada da floresta, “vista no século 20 como algo necessário para o desenvolvimento e uma reflexão do direito do Brasil de controlar seu território, passou a ser vista como uma destruição de recursos devastadora e exploradora daquilo que constituía o patrimônio de todos os brasileiros”.

O estudo destaca o papel desempenhado pelas reservas indígenas na conservação da Floresta Amazônica, iniciativas estaduais e a ação de promotores públicos de Justiça, “um braço independente do governo, separado do Poder Executivo e Legislativo, e com poderes para processar os responsáveis pela violação da lei”. Também é citado o apoio internacional, como o acordo celebrado com a Noruega, que já repassou US$ 670 milhões em compensação pelas reduções das emissões. O documento é considerado de natureza não apenas financeira, mas também política e simbólica, mostrando o compromisso em apoiar os esforços dos países tropicais.

Em relação ao futuro, no entanto, o relatório informa que duas mudanças em 2013 levantaram dúvidas sobre a continuidade do sucesso do país na área climática: as emendas ao Código Florestal Brasileiro que anistiam desmatamentos anteriores e o aumento de 28% na taxa de desmatamento entre 2012-2013 na comparação com o período 2011-2012. A avaliação do documento é que ainda é muito cedo para prever se este crescimento será uma tendência, mas ressalta que, embora o desmatamento tenha aumentado 28% no ano passado, em relação a 2012, ele foi 9% menor ao registrado em 2011 e 70% inferior à media entre 1996 e 2005.

“O Brasil inscreveu seu plano para reduzir o desmatamento em 80% em 2020 na lei nacional, mas para que haja um progresso continuado será necessário redobrar os esforços para reduzir as emissões” afirma o documento. “Nesse meio tempo, a redução do desmatamento da Amazônia já trouxe uma grande contribuição no combate à mudança climática, mais do que qualquer outro país na Terra”, finaliza.
 

BC revê ritmo de expansão da atividade econômica para “menos intenso”

Bc2O ritmo de expansão da atividade econômica no Brasil tende a ser “menos intenso” este ano, na comparação com 2013. Essa é a avaliação do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). A ata da última reunião do comitê, realizada nos dias 27 e 28 de maio, foi divulgada hoje (5). Houve mudança em relação ao que o comitê considerava em abril. Na ata da reunião daquele mês, o comitê previa que o ritmo de expansão da atividade doméstica tendia a se manter “relativamente estável” em comparação a 2013.

Para o comitê, o consumo tende a crescer em ritmo mais moderado do que o observado em anos recentes e os investimentos devem ganhar impulso.

Com relação ao cenário externo, o comitê considera que o maior crescimento global, combinado com a alta do dólar, torna a demanda por produtos e serviços do país mais “favorável ao crescimento da economia brasileira”.

“Pelo lado da oferta, o comitê avalia que, em prazos mais longos, emergem perspectivas mais favoráveis à competitividade da indústria, e também da agropecuária; e o setor de serviços tende a crescer a taxas menores do que as registradas em anos recentes”, acrescenta o Copom.

O comitê diz ainda que essas perspectivas somadas a avanços em qualificação da mão de obra e ao programa de concessão de serviços públicos devem gerar ganhos de produtividade. “O comitê ressalta, ainda, que a velocidade de materialização das mudanças acima citadas e dos ganhos delas decorrentes depende do fortalecimento da confiança de firmas e famílias”, diz.

No último dia 28, o Copom decidiu manter a taxa básica de juros, a Selic, em 11% ao ano, após nove elevações seguidas. Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação. Ao manter a Selic, o comitê indica que considera que as elevações anteriores foram suficientes para gerar os efeitos esperados sobre a inflação.
 

Anvisa: 38% dos serviços de alimentação têm padrão sanitário considerado ideal

AnvisaA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (5) que 38% dos estabelecimentos de alimentação avaliados pelo órgão foram classificados na categoria A e, portanto, mantêm um padrão sanitário considerado ideal.

Ao todo, 1.921 serviços de alimentação em 26 cidades, incluindo 11 das 12 cidades-sede (exceto Salvador), passaram voluntariamente pela inspeção – 41% deles foram classificados na categoria B, 15% na categoria C e 6% como pendentes.

Em relação aos serviços de alimentação localizados em 11 dos 12 aeroportos das cidades-sede (exceto o de Manaus), 53% foram classificados na categoria A, 39% na categoria B, e 6% na categoria C. Dois por cento foram qualificados como pendentes.

A gerente-geral de Alimentos da Anvisa, Denise Resende, ressaltou que os números desta edição são melhores do que os índices divulgados anteriormente. Em relação ao total de serviços de alimentação avaliados nos dois ciclos, 49% melhoraram, 40% se mantiveram no mesmo patamar e 11% pioraram.

Em relação aos 241 estabelecimentos que constavam como pendentes, 9% passaram a ser classificados na categoria A, 38% na categoria B e 28% na categoria C. Outros 25% permanecem como pendentes.
“O projeto mostra para os cidadãos, para o consumidor, o resultado da inspeção da vigilância sanitária”, disse Denise. “Muitas vezes, o consumidor não sabe o resultado dessa inspeção”, completou.

O diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, avaliou que a estratégia visa a atacar “algo que já preocupava” – o risco associado ao consumo de alimentos durante períodos como a Copa do Mundo, quando a maioria das pessoas se alimenta fora de casa e em estabelecimentos comerciais.

“Essa ação torna o olhar da vigilância sanitária muito mais frequente e dirigido e possibilita que o próprio consumidor exerça o papel de vigilância”, destacou

Para o ministro da Saúde, Arthur Chioro, o projeto de categorização dos estabelecimentos de alimentação representa uma oportunidade de fazer o processo de qualificação da vigilância sanitária de maneira diferente. “Temos hoje mais segurança, mais qualidade”, disse. Segundo ele, o governo estuda a possibilidade de universalizar o projeto.

As inspeções do projeto de categorização foram feitas pelas vigilâncias locais, com o apoio da Anvisa. As cidades participantes definiram os estabelecimentos que participaram de acordo com critérios locais, como rotas turísticas, circuitos gastronômicos e áreas de lazer.

Aldo admite deficiências em infraestrutura e destaca esforço para superá-las

A uma semana do início da Copa do Mundo, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, reconheceu hoje (5) que o país tem diversas deficiências em infraestrutura, mas relacionou esses problemas, não à Copa, mas a um processo histórico do país. Em entrevista promovida pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) em São Paulo, o ministro disse que o Brasil não é o único país a ter problemas e destacou o esforço feito para solucioná-los, que se estenderá além da Copa.
 

“Todo os países, sem exceção, tiveram, têm ou, quem sabe, terão problemas tão grandes ou mais graves que o Brasil. Os atrasos do Brasil são atrasos que não têm relação com a Copa do Mundo. Que temos uma infraestrutura deficiente, que causa problemas, não só na mobilidade urbana, mas também na economia, nós sabemos. Que temos problemas de segurança pública, sabemos”, disse Aldo.

Ele lembrou que outros países têm problemas de segurança de outra natureza, tal como nos aeroportos. “O nosso [problema] é mais na rua. O que procuramos é fazer um esforço para resolver alguns desses problemas, minimizá-los ou melhorar alguns e antecipar soluções”, acrescentou o ministro.

AuldoDeficiências continuarão existindo  após  o Mundial,  diz ministro do EsporteAntonio Cruz/Agência Brasil

Aldo citou o exemplo do veículo leve sobre trilhos (VLT) em Cuiabá, que, segundo ele, poderia ter demorado 20 anos para começar a ser feito, mas foi antecipado por causa da Copa do Mundo, embora não tenha ficado pronto a tempo do evento. “A Copa ajudou a antecipar as obras de mobilidade urbana.”

De acordo com o ministro, as deficiências do país continuarão existindo após o Mundial. “Estamos procurando superar, a cada dia, as nossas deficiências. E, depois de entregarmos e celebrarmos a Copa do Mundo, vamos prosseguir nosso esforço para tornar nosso país mais capaz, melhor e mais justo.”

O ministro ressaltou que não há como comprovar que tudo estará perfeito para a Copa, já que este será um processo diário para o país. “Não  vou colar um diploma na parede para dizer que aqui está o meu diploma de preparação e que está tudo preparado. Isso precisa ser provado todo dia. Mobilizamos todas as energias ao nosso alcance para que as coisas ficassem mais próximas do esperado. E continuamos com a atenção mantida e com as energias mobilizadas para que tudo funcione permanentemente e bem o tempo todo”, disse Aldo. 

Segundo ele, não houve gastos do governo com a Copa, mas financiamento. “A Copa é um evento privado. O Brasil não financiou nenhuma seleção. Os estádios receberam empréstimos do governo. Não houve dinheiro do orçamento para estádios. Houve financiamento. Há quem tenha calculado que todos os investimentos para a Copa, de 2007 até agora, em infraestrutura, mobilidade, aeroportos e empréstimos, corresponda a um mês de gasto do país com a educação. Mas o Brasil paga, por ano, R$ 300 bilhões de juros da dívida e mais R$ 300 bilhões de juros de devedores privados. E, em sete anos de [preparação para a] Copa gastamos em investimentos R$ 27 bilhões.”

Em mensagem de boas-vindas aos jornalistas que participaram da entrevista, Aldo disse esperar que todos os turistas se sintam acolhidos pelo país “e que guardem daqui, não a lembrança das dificuldades e dos desequílibrios que ainda marcam o país, mas [a lembrança] de um país que luta para corrigir suas diferenças”.

Também participaram da entrevista o presidente da Fifa, Joseph Blatter, o presidente do Comitê Organizador para a Copa do Mundo da Fifa, Eugenio Figueiredo, o presidente do Comitê Organizador Local, José Maria Marin, e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke. A entrevista ocorreu após reunião fechada do Comitê Organizador.

Blatter se disse um otimista e usou a palavra confiança para descrever o que espera da Copa no Brasil. Blatter lembrou que usou a mesma palavra a uma semana da abertura do Mundial de 2010, na África do Sul. “Tenho certeza de que, quando o pontapé for dado, todo o país estará apoiando o futebol.”Para ele, o país terá uma grande oportunidade de mostrar o mundo “que lugar incrível é este aqui”.

 Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Está tudo sob controle,  diz o secretário-geral  da Fifa, Jérome ValckeFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O dirigente da Fifa destacou que o mundo mudou muito nos últimos anos e que sempre haverá pessoas insatisfeitas com o evento:  “É impossível agradar a todos. Em todos os países há gente insatisfeita.”

Já Jérôme Valcke disse que está tudo sob controle e lembrou que a primeira semana da Copa será “a mais desafiadora”. “Estamos no controle. Não temos medo dos próximos dias”, disse Valcke, que voltou a lembrar hoje que foi o Brasil quem pleiteou sediar o evento.

O Mundial será aberto dia 12, na Arena Corinthians, o Itaquerão, em São Paulo.

Emenda do Trabalho Escravo será promulgada hoje

TrabalhoescravoEm clima de festa, será promulgada nesta quinta-feira (5) a Emenda Constitucional 81/2014, que prevê a expropriação de imóveis onde seja identificada a exploração de trabalho escravo. Um grupo  de artistas tem presença confirmada na cerimônia, entre eles Margareth Menezes, Alcione, Camila Pitanga e Letícia Sabatella. O objetivo é comemorar a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 57A/1999, que teve a unanimidade dos senadores na semana passada, após tramitar durante 15 anos no Congresso Nacional.

A área jurídica também deve comparecer ao evento, marcado para as 12h, como representantes do Tribunal Superior do Trabalho, da Associação dos Magistrados Brasileiros e do Ministério Público do Trabalho. Foram convidados também movimentos sociais que participaram da criação da emenda, entre eles a Comissão Pastoral da Terra e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

A emenda constitucional já está sendo comemorada por outros países na 103ª Conferência Internacional do Trabalho, que ocorre até a próxima semana em Genebra. “É algo avançado em termos de legislação, que nos coloca na conferência em uma situação bastante diferenciada em termos mundiais. O Brasil é um dos primeiros países a ter na Constituição a questão da expropriação da propriedade, do bem, quando caracterizado e comprovado o trabalho escravo”, diz a ministra Ideli Salvatti, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Ela considera a proximidade da conferência uma das principais motivações para a aprovação do texto. A demora na tramitação da PEC fez com que a Fundação Walk Free recomendasse ao Brasil a aprovação da proposta, sugerindo medidas preventivas e de proteção acerca da exploração de mão de obra.

Com a emenda, as terras urbanas e rurais em que sejam verificadas condições de trabalho escravo serão expropriadas e destinadas à reforma agrária e a programas de habitação popular, sem que o proprietário tenha direito a indenização. A mudança, no entanto, não terá resultados práticos antes de ser regulamentada, processo que deve causar disputa quanto ao conceito de trabalho escravo, aos critérios para a expropriação e aos recursos legais.

Em entrevista à Agência Brasil, Ideli Salvatti considerou que o que já está previsto na legislação brasileira deve servir de base para a regulamentação. Refere-se, dessa forma, ao Artigo 149 do Código Penal, que prevê pena de dois a oito anos de prisão a quem reduzir qualquer pessoa à condição análoga à de escravo ou sujeitá-la a condições degradantes de trabalho e a jornada exaustiva. Segundo ela, o “lógico” é que, ao aprovar a regulamentação, não haja retrocessos.

É em cima dessa legislação, entre várias outras propostas, que representantes de 185 países-membros da Organização Internacional do Trabalho (OIT) trabalham, no âmbito da conferência em Genebra, para aprovar um protocolo complementar à Convenção 29 da OIT, que trata do trabalho forçado. Ideli Salvatti deve representar o Brasil na votação final do texto, no próximo dia 11.

De acordo com os dados da OIT, há em todo o mundo cerca de 20 milhões de pessoas vivendo em condições análogas à escravidão, movimentando anualmente US$ 150 bilhões. Esse dado, segundo a ministra, é o ponto-chave a ser combatido com a nova emenda, já que ao expropriar as terras, o proprietário terá impactos econômicos, o que contribui para a eficiência da política.

No Brasil, 46.478 trabalhadores foram resgatados de condições de trabalho escravo desde 1995, por meio de equipes móveis que levam auditores do trabalho, agentes da Polícia Federal e procuradores do Ministério Público do Trabalho para fiscalizar e flagrar esse tipo de situação. Nos últimos cinco anos, cerca de 2.700 trabalhadores foram resgatados após a inspeção anual de mais de 310 estabelecimentos, em média.

Ideli Salvatti também cita outra política que vem sendo desenvolvida de modo eficiente no combate à prática: a “lista suja”, que detalha as empresas que comprovadamente utilizam trabalho escravo, e as proíbe de receber financiamento público. A relação é atualizada duas vezes ao ano e atualmente tem 568 empregadores.
 

Câmara aprova fim do teste com animais para fabricação de cosméticos

Rato-laboratorio-m-20110222A Câmara dos Deputados aprovou nessa quarta-feira (4) projeto de lei que proíbe o uso de animais em pesquisas de desenvolvimento de produtos de uso cosmético. O texto agora segue para votação no Senado antes de ir à sanção presidencial.

O projeto é uma resposta ao protesto feito por ativistas no ano passado, quando invadiram a sede do Instituto Royal, em São Roque (SP), e levaram 178 cães da raça beagle e sete coelhos usados em pesquisas de cosméticos.

A proposta estabelece prazo de cinco anos para que os laboratórios instalados no país deixem de usar animais para testar os produtos. Durante esse período, o texto diz que será “vedada a reutilização do mesmo animal depois de alcançado o objetivo principal do projeto de pesquisa.”

As instituições e pessoas que desobedecerem a norma serão multadas. A multa para instituições que violarem as regras passa a variar de R$ 50 mil a R$ 500 mil. Já as pessoas que usarem animais de forma indevida para testes e pesquisas terão de pagar multa que varia de R$ 1 mil a R$ 50 mil.


Música de Qualidade - 24h!



300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

agosto 2014
D S T Q Q S S
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2012

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -