CMN aumenta juros para grandes e médios produtores e mantém para pequenos

CnmO Conselho Monetário Nacional (CMN) aumentou hoje (25) os juros para médios e grandes produtores rurais, em regiões afetadas pela seca. No caso dos agricultores familiares do Semiárido, as taxas seguem no mesmo patamar, mas só terão acesso a elas os que estiverem em áreas que comprovadamente continuem afetadas pela estiagem. O CMN resolveu ainda reduzir os encargos para linhas de crédito relacionadas à agroecologia, devido à política de estímulo do Ministério do Desenvolvimento Agrário a essa modalidade.

De acordo com Francisco Erismá, coordenador de Crédito Rural e Normas do Ministério da Fazenda, os juros para produtores de grande porte e para os que estão ao abrigo do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), em áreas afetadas pela estiagem, seguem abaixo da média de mercado. “Continua com encargo financeiro favorecido, mas um pouco mais alinhado com os definidos para os demais produtores”, disse, em coletiva de imprensa.

Para os grandes produtores, os encargos passaram de 5% para 6% ao ano na modalidade custeio, e aumentaram de 3,5% para 4,5% na modalidade investimento. Para os médios produtores, os juros subiram de 4% para 5% nos empréstimos para custeio, e subiram de 2% para 3% no crédito para investimento. As taxas valem para municípios da área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, em estado de calamidade ou situação de emergência em função de seca ou estiagem, reconhecidos pelo Ministério da Integração Nacional.

Os pequenos agricultores ao amparo do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no Semiárido continuam tendo juros de 1% a 3% ao ano para operações de custeio e de 1% e 1,5% ao ano para investimento. No entanto, as condições ficam restritas a municípios com as mesmas características exigidas para médios e grandes produtores. “Estamos dizendo que [as operações com encargos menores] só serão contratadas em municípios onde persiste a seca”, explicou Francisco Erismá.

No caso do Pronaf Agroecologia, o colegiado reduziu de 2% para 1% ao ano os encargos financeiros, estabelecendo que a assistência será obrigatória. As alterações entram em vigor a partir de 1º de julho e, de acordo com Erismá, ainda fazem parte dos ajustes necessários para execução do Plano Safra 2014/2015, anunciado em maio pela presidenta Dilma Rousseff.

Agência Brasil

Roubos aumentam 42% na cidade de São Paulo

GraficoacendenteOs roubos cresceram 41,87% na cidade de São Paulo, segundo balanço divulgado hoje (25) pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). Foram 14,7 mil ocorrências em maio deste ano, contra 10,3 mil registradas no mesmo mês de 2013. No estado, o aumento foi 33,6%, saindo de 21,2 mil, em maio do ano passado, para 28,3 mil no mesmo período deste ano.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, o aumento do número de roubos é um fenômeno nacional, não um problema apenas de São Paulo. “Todos os estados estão enfrentando alta de roubos”, ressaltou, ao apresentar as estatísticas de criminalidade. “Apesar das polícias estarem trabalhando e dos indicadores operacionais serem positivos, as polícias não estão conseguindo reduzir este tipo de crime”, acrescentou.

Quase metade dos roubos é feita por assaltantes a pé (46,7%), indicou o perfil do roubo, novo conjunto de dados que começou a ser divulgado hoje pela secretaria. Dos roubos, 24,95% foram praticados por criminosos em veículos. A SSP-SP constatou que em 45,1% dos casos as vítimas foram privadas de documentos e cartões bancários, e em 17,14% perderam aparelhos de telecomunicações, como celulares.

Grella disse que as polícias Civil e Militar estão sendo aparelhadas para combater esses crimes. “Nós estamos trabalhando em medidas estruturantes, reforçando os recursos humanos e trazendo novas tecnologias. Para que tenhamos ferramentas que permitam resultados melhores”, destacou, ao citar os concursos públicos que estão sendo feitos para aumentar o efetivo das duas corporações.

Ele lembrou ainda da implementação, neste ano, do Detecta – “uma rede de videomonitoramento, como temos nas maiores cidades do mundo, que inibe a prática de crimes e ao mesmo tempo permite a prova quando o crime acontece”.

 

Agência Brasil

Gabrielli admite que Abreu e Lima está saindo cara e nega negociata em Pasadena

BrO ex-presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, admitiu hoje (25), em depoimento à comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga denúncias de irregularidades na estatal, que a construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, está “cara”. “É uma refinaria que está cara, sem dúvida nenhuma está cara”, disse.

Gabrielli depôs durante cerca de seis horas na comissão, onde foi questionado sobre investimentos da Petrobras durante sua gestão, especialmente nas refinarias de Abreu e Lima e Pasadena, nos Estados Unidos, e duramente criticado por elas.

Gabrielli disse que os custos acima do esperado em Abreu e Lima estão relacionados à opção de construir a refinaria no Nordeste, onde os chamados investimentos extramuros são mais altos. “Tem custo maior porque lá o porto precisa de investimento, na estrada é preciso investir, no sistema elétrico é preciso investir, o tratamento de resíduo precisa de investimento, o que não está nas outras refinarias”, disse, corroborando a justificativa que já tinha sido dada pela atual presidenta da estatal,  Graça Foster, sobre o preço da refinaria.

Ele voltou a defender a importância do projeto para as regiões Nordeste e Centro-Oeste, mas admitiu que, atualmente, pensaria duas vezes sobre a decisão de construí-la. “Eu não posso dizer que os valores que estão saindo neste momento são os que estão na faixa mais econômica de uma refinaria. Então, eu pensaria duas vezes neste momento. Uma vez tomada a decisão de fazer a refinaria, nós temos que fazer pelo menor custo possível, mas tomada a decisão, nós temos que fazer”, disse.

Sobre Pasadena, Gabrielli demonstrou irritação quando ouviu acusações de que a compra da refinaria envolveu beneficiamento intencional de algumas pessoas em detrimento da Petrobras. “Não aceito, de jeito nenhum, a acusação, que eu acho infundada e incoerente, de que Pasadena foi uma negociata. Se foi uma negociata, é um absurdo, porque é tão complexo o processo, com tantas decisões judiciais e tantas decisões – cinco anos sem nenhum pagamento –, que é uma negociata absolutamente fantástica”, disse.

Ainda sobre o caso, o ex-presidente da Petrobras disse ainda que não está disposto a abrir seu sigilo bancário porque não é acusado de nenhuma ilegalidade. “Eu não acredito que tenha nenhuma acusação de falcatrua de minha parte. Por que eu vou abrir mão do meu sigilo bancário?”, questionou.

Gabrielli foi o segundo depoente da CPMI, que já tinha ouvido Graça Foster. A próxima reunião foi marcada para as 14h da próxima quarta-feira (2), quando devem ser votados novos requerimentos.

Estímulo à integração de pesquisadores e empresas começa a valer em 2015

C_novo_equipe._287153708O Programa Nacional de Plataformas do Conhecimento, lançado hoje (25) pelo governo federal, vai começar a valer a partir de 2015, mas a expectativa do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina Diniz, é que os primeiros editais sejam lançados ainda neste ano. Em entrevista a jornalistas, o ministro citou as áreas consideradas prioritárias e disse que a aplicação de recursos no programa vai depender de vontade política do governo.

De acordo com Clélio Campolina, os projetos prioritários do programa são saúde, agricultura e energia. “O projeto é uma articulação de conhecimento científico com o sistema produtivo empresarial. O que constitui a plataforma é a base científica – liderada por um ou mais cientistas, em uma instituição científica – e o sistema empresarial de outro lado”, explicou.

Com base no programa, serão lançadas plataformas como medicamentos, vacinas e serviços na área de saúde, por exemplo. Outras previsões de plataformas são em petróleo, engenharia básica e bioenergia na área de energia, e de melhoramento genético e mudanças climáticas na agricultura.

O ministro disse que não é possível indicar o valor do orçamento federal que será investido no programa, mas adiantou o cenário com que se trabalha: “Nós temos uma ordem de grandeza que as plataformas deveriam ter da ordem R$ 2 bilhões por ano. É uma estimativa preliminar. Sendo que no primeiro ano, que será em 2015, você não terá essa demanda”, informou. Segundo ele, os exemplos internacionais indicam que cada plataforma pode custar entre US$ 100 milhões e 200 milhões por ano, dependendo da natureza.

De acordo com ele, um comitê gestor – integrado pelos ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia e Inovação – vai definir as plataformas que lançarão os editais. “Será uma composição de uma agência de fomento e uma agência de financiamento. Por exemplo: o CNPQ [Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico] e o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] lançam uma plataforma conjunta, e vai identificar o que precisa de suporte à pesquisa científica, como laboratórios – que seria o fomento – e o que vai ser financiamento para as empresas”, explicou.

Já no que diz respeito aos investimentos, o ministro disse que a parte de financiamento virá de cada uma das instituições que já o fazem no país, e que a parte de fomento vai depender da natureza de cada plataforma. “O sucesso e a quantidade da plataforma vai depender da quantidade de dinheiro que o governo esteja disposto a colocar”, disse, informando que devido a esse motivo o comitê gestor será composto também pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. “Não vai ter nenhum efeito sobre orçamento de 2014. No orçamento de 2015, vai depender da vontade política do governo de pôr mais ou menos dinheiro”, acrescentou Campolina.

O ministro disse ainda que poderão ser convidados especialistas internacionais para julgar, de modo mais criterioso, as plataformas, e elas deverão ter um sistema de acompanhamento para avaliar a sua execução e, se necessário, determinar a sua interrupção, caso não haja desempenho satisfatório.

Agência Brasil

Ceará espera receber 19 mil turistas estrangeiros no próximo jogo da Copa

CastelaaojogoA Copa do Mundo FIFA 2014 continua impulsionando o fluxo turístico para o Ceará, sobretudo o internacional. Para o quarto jogo da competição na Arena Castelão, nesta terça-feira, 24, quando Grécia e Costa do Marfim disputam uma vaga nas oitavas de final da competição, a Secretaria do Turismo do Estado (Setur CE) estima que, dos 58 mil espectadores, serão 31,9 mil turistas.

 

 

tabela-1

Assim como os dois anteriores – Brasil e México, e Alemanha e Gana – mais da metade dos turistas que assistirão o jogo é estrangeira: 19.140 (vindos principalmente dos Estados Unidos (EUA), Inglaterra e Alemanha), ante 12.760 brasileiros, vindos, principalmente, de São Paulo e de outros estados do Nordeste.

 

  tabela-2

 

De acordo com os dados da FIFA, não foram registradas vendas para gregos ou marfinenses nos seus países de origem. “Isto não significa que não receberemos turistas da Grécia e da Costa do Marfim. Em geral, residem em outros países e virão de outros Estados para o Ceará, utilizando voos domésticos ou ônibus interestaduais”, explica o secretário do Turismo, Bismarck Maia.

 

 

 

 tabela-3

TUNAY MORAES PEIXOTO
Assessoria de Comunicação – Setur CE

Médica é assassinada pelo ex-namorado, que em seguida, atira contra própria cabeça

Neste início de noite desta terça-feira (23), o fotógrafo Onofre Ribeiro matou a médica pediatra  e professora da Faculdade de Medicina de Juazeiro (FMJ), Elisabete Bernardes e, em seguida, praticou o suicídio dentro de casa. O caso ocorreu na rua Pio X, próximo à igreja dos Salesianos, neste município. Antes de praticar o crime, o homem ateou fogo no carro e na casa da namorada e depois, já dentro de casa, praticou o suicídio.
Segundo informações preliminares da  Polícia, a médica tinha desistido de manter relacionamento com o acusado há poucos dias. Insatisfeito, ele decidiu praticar o crime e tirar a própria vida.

 
Vizinhos relataram aos policiais que atenderam a ocorrência, que o acusado chegou na residência da médica transtornado pouco depois das 18 horas e foi logo ateando fogo no veículo. Depois fez a doutora Elisabete Bernardes de refém e a conduziu para o andar de cima e a trancou no quarto. Em seguida atirou contra a ex-namorada, desceu e espalhou o fogo pelos cômodos da residência antes de atirar contra a própria cabeça.
Assustados os vizinhos acionaram a Polícia e o Corpo de Bombeiros. Uma caminhão tanque foi enviado para o local e só conseguiu debelar o fogo alguns minutos depois. Ao entrar na casa, os policiais encontraram os corpos do casal no quarto.

Medicacariri

Uma equipe dos Bombeiros e PMs atenderam a ocorrência. 
Medicacariricasal
O casal estava separado há poucos dias
(Colaborou Jota Fernandes/ Jota Lopes)

Pesquisa de Emprego e Desemprego e Pronatec Trabalhador serão divulgados nesta quarta (25)

 EmpregoO secretário Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Josbertini Clementino, apresentará os resultados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), referentes a Maio/2014, nesta quarta-feira, dia 25 de junho, na Casa dos Conselhos (Rua Pereira Valente, 491, Aldeota (próximo à Praça Portugal). Na oportunidade, a diretora de Qualificação Profissional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Mariângela Coelho, fará um balanço do Pronatec Trabalhador.

 

No Ceará, a PED/RMF é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), o SINE/CE, o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE). A pesquisa também ocorre nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo

 

Pronatec

 

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Os cursos são oferecidos por escolas públicas estaduais, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e pelos Serviços Nacionais de Aprendizagem – como o Senai, Senac, Senat e Senar.

 

Serviço:
Data: 25 de junho (quarta-feira)
Horário: 9 horas
Local: Casa dos Conselhos – Rua Pereira Valente, 491 (próximo à Praça Portugal)

 

Assessoria de Comunicação Social do IDT

Gov. Do estado Ce

Dnocs pleiteia verba federal para açudes estratégicos no CE

 

AcudesNovos reservatórios vão aumentar a segurança hídrica em Sobral e perímetro de irrigação Baixo Acaraú

Fortaleza. O Dnocs apresentou ontem, ao Ministério da Integração Nacional (MI), o projeto Açudes Estratégicos das Bacias dos Rios Acaraú e Coreaú, que propõe a inclusão da construção de cinco barragens no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), informa o diretor de Infraestrutura Hídrica, Glauco Mendes. O investimento nas cinco novas barragens foi estimado em R$ 1,437 bilhão, dos quais R$ 1.131.200.000,00 nos três reservatórios do Rio Acaraú e R$ 305.860.000,00 nos dois açudes propostos para a bacia do Rio Coreaú.

O projeto contém dados da população beneficiada em cada obra proposta e aspectos de produção das barragens de uso múltiplos que incluem abastecimento humano, irrigação e regularização de rios intermitentes. Muitos quilômetros das margens serão perenizados com a vazão dos reservatórios. A construção dos açudes nas bacias hídricas vai trazer um aumento na garantia e segurança hídrica do município de Sobral no abastecimento humano e industrial e também do perímetro irrigado Baixo Acaraú, o terceiro maior do Ceará, que em 2012 faturou R$ 28,499 milhões, situado em Marco, Bela Cruz e Acaraú.

Desde 1977, o Dnocs realizou estudo de aproveitamento hidroagrícola da bacia do Rio Acaraú, quando identificou locais para implantação de barragens. Já foram construídas as barragens Araras, Edson Queiroz, Forquilha, Arrebita, Ayres de Souza, Acaraú Mirim, Taquara e Carmina, com capacidade de acumulação de 1,655 bilhão de m³. O projeto propõe a construção das três barragens previstas no estudo que ainda não foram implantadas nesta bacia.

Duas das novas barragens ficam em Santa Quitéria: Pedregulho, no Rio Jucurutu, com capacidade para 79 milhões de m³; e Poço Comprido, no Rio Macacos, com capacidade para 689 milhões de m³. A terceira barragem, situada no Rio Acaraú, em Sobral, ainda não tem nome, embora seja chamada informalmente de José Euclides, e terá capacidade de acumular 250 milhões de m³.

O projeto apresenta também levantamento sobre o investimento a ser feito em cada uma das três obras, que juntas deverão acumular 930 milhões de m³. O projeto foi discutido na Diretoria de Infraestrutura Hídrica com o gerente de Projetos da empresa IBI de Consultoria, numa prévia da apresentação ao ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira.

Diversos estudos do Dnocs e da Secretaria de Recursos Hídricos do Ceará identificaram, na sub-bacia do Rio Coreaú, locais para a construção de sete barragens, das quais quatro já foram construídas: Gangorra, Jardim/Iraguaci; Boqueirão e Várzea do Volta, com capacidade de acumulação total de 144,3 milhões de m³. As novas barragens propostas pelo Dnocs para inclusão no PAC, a Paula Pessoa se situa em Granja, no Rio Itacolomi, com capacidade para acumular 166,8 milhões de m³ e a Frecheirinha, no Rio Coreaú, no município de mesmo nome, com capacidade para 85 milhões de m³.

Também participaram da apresentação no Ministério da Integração o coordenador de Projetos, Berlan Cabral; o coordenador de Obras, Felipe Cordeiro, e Patrício Alves, da Diretoria de Infraestrutura Hídrica.

O projeto inclui na ficha técnica de cada açude os dados de tamanho da barragem em hectares, a especificação do tipo da barragem e seu comprimento, largura do coroamento e altura máxima acima das fundações, além da descrição do vertedouro e da tomada d’água.

Em março, o Dnocs indicou ao Ministério da Integração os projetos prioritários para inclusão no PAC-3, que reúne a carteira de investimentos em infraestrutura do governo federal.

Novas barragens, perímetros irrigados e adutoras compõem a lista, que dependerá ainda de aprovação do Ministério do Planejamento para serem executados no próximo ano.

A relação inclui a barragem Congonhas, com orçamento de R$ 348 milhões, em Montes Claros, Minas Gerais, cujo processo de licitação está para ser lançado nos próximos dias.

Propõe também investimento de R$ 297 milhões para conclusão da barragem Berizal, também em Minas Gerais. A relação conta com as obras propostas para execução no Piauí, com as barragens Rangel, de R$ 780 milhões e Contrato, orçada em R$ 280 milhões.

Conforme a lista de prioridades do Dnocs submetida ao Ministério da Integração Nacional para seleção das obras a serem executadas ou não, foram propostos cinco novos açudes no Ceará, com os respectivos orçamentos. A barragem José Euclides Ferreira Gomes foi orçada em R$ 650 milhões e o açude Poço Comprido, teve orçamento de R$ R$ 400 milhões. A lista inclui ainda os açudes Paula Pessoa, de R$ R$ 170 milhões; Pedregulho, de R$ 79 milhões e a barragem Paulo, de R$ 37 milhões. Também no Ceará, a relação de obras indicadas pelo Dnocs inclui a construção do açude Fronteiras, que já foi licitada com orçamento de R$ 171 milhões e está sob questionamento judicial por parte de uma das empresas que concorreram no processo licitatório. Mais R$ 200 milhões constam da lista submetida para inclusão no PAC para as obras de recuperação de reservatórios estratégicos para o Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) nos Estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Mais informações

Dnocs – Sede Geral
Avenida Duque de Caxias, 1700
Centro
Fortaleza
Telefone: (85) 3223.2552

Flamínio Araripe
Especial para o regional

Gol no fim do jogo leva a Grécia às oitavas da Copa pela primeira vez

Grecia_costa_do_marfim_4Mais duas seleções deram adeus ao sonho de conquistar a Copa do Mundo no início da noite desta terça-feira: a do Japão e a da Costa do Marfim. Enquanto japoneses eram goleados em Cuiabá pela já classificada Colômbia, uma partida dramática se desenrolava em Fortaleza. Por 2 a 1, a Grécia passou para as oitavas de final pela primeira vez em uma Copa do Mundo.

 A Grécia vence a Costa do Marfim por 2 a 1 (Christophe Ena/AP/Direitos Reservados)Christophe Ena/AP/Direitos Reservados

O jogo começou muito equilibrado, sem que nenhum time conseguisse impor seu jogo. Drogba, um dos craques marfinenses, não conseguia ser decisivo e esbarrava na defesa adversária. A Grécia, por sua vez, teve mais problemas no jogo do que parar o ataque da equipe africana. Dois jogadores saíram do jogo por causa de lesões em menos de 25 minutos de partida. O meio-campista Kone e o goleiro Karnezis deixaram o jogo precocemente, deixando o técnico Fernando Santos com apenas uma substituição restante para a partida.

A Costa do Marfim quase chegou com perigo aos 22 minutos. Yaya Touré entrou na área e passou para Drogba, que não conseguiu dominar. A essa altura, os jogadores já deviam saber que a Colômbia vencia seu jogo, o que daria aos africanos a vantagem do empate.

Com o 0 a 0 favorável, o jogo parecia controlado pelos africanos, que não construíam muitas chances de gol mas também não eram ameaçados. Aos 32 minutos, porém, em um contra-ataque rápido, Cholevas recebeu e chutou de fora da área. A bola explodiu na trave de Barry, assustando os marfinenses e tirando-os da zona de conforto.

O lance animou a Grécia, que equilibrou a partida, melhorou a marcação e chegou ao gol aos 42 minutos. Em falha grotesca de Tioté, que recuou mal a bola na defesa, Samaris aproveitou o erro, roubou a bola, tabelou com Samaras e estufou a rede de Barry. O drama mudava de lado.

O segundo tempo começou com a Grécia melhor no jogo, mais aplicada na marcação e mais presente no ataque. A obrigação de fazer um gol não fez bem aos marfinenses, que passaram a tomar sustos um atrás do outro. Aos oito minutos, Christodoulopoulos entrou na área e, de frente para Barry, bateu para fora. Aos 12 minutos, Salpingidis arriscou de fora da área e obrigou o goleiro africano a fazer boa defesa, espalmando para fora. Aos 16 minutos, em outro contra-ataque rápido, Torosidis foi lançado e só não entrou na área, livre para marcar, porque foi parado com falta.

A Costa do Marfim tentava entrar na área grega e fazer o gol de empate, que lhe daria a classificação. Com isso, a defesa ficava muito exposta aos contra-ataques dos gregos, que tinham as melhores oportunidades. Aos 22, Karagounis, de muito longe, acertou um belo chute, que bateu na trave e levantou a torcida mais uma vez.

O jogo ficou mais aberto e interessante. A Grécia tinha as melhores chances, mas não fazia o segundo gol e acabou punida por isso. Aos 28 minutos, Gervinho aproveitou um dos raros momentos de cochilo da defesa grega, recebeu dentro da área e tocou para Bony. O atacante, que tinha acabado de entrar, tocou no canto esquerdo e igualou o placar.

O gol trouxe a defesa marfinense de volta a seu posto, e os contra-ataques gregos acabaram. Em uma das últimas boas oportunidades no jogo, aos 41 minutos, Salpingidis cruzou rasteiro, tentando achar alguém para escorar para o gol. Nenhum grego apareceu, mas, se o zagueiro Aurier não tivesse pulado, teria desviado a bola para dentro do gol. Parecia ter sido o último capítulo de uma festa africana, que já começava nas arquibancadas.

Aos 45 minutos do segundo tempo, porém, o roteiro dramático se completou. Samaras, dentro da área, foi travado por Sio e o árbitro marcou o pênalti, para desespero dos marfinenses. O próprio Samaras bateu firme, no canto, e colocou a Grécia na frente mais uma vez. Depois disso, não houve tempo para mais nada. Curiosamente, os dois gols gregos na partida foram os primeiros do time na Copa.

O apito final deu início a uma verdadeira festa grega, enquanto marfinenses choravam, incrédulos, por terem deixado escapar a classificação, que parecia tão certa, no último lance.

Com os resultados de hoje, a Colômbia, que venceu o Japão por 4×1, enfrenta o Uruguai no próximo sábado (28), no Maracanã, e os gregos enfrentam a Costa Rica, no domingo (29), na Arena Pernambuco.

Agência Brasil

ONU premiará três projetos brasileiros de administração pública

A Organização das Nações Unidas (ONU) vai premiar três projetos brasileiros nas áreas do serviço público e na promoção do desenvolvimento sustentável.

O Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão e a Secretaria-Geral da Presidência da República serão premiados pela criação do Fórum Interconselhos, que estimula a participação social no monitoramento dos planos plurianuais (PPAs). Segundo a ONU, no último PPA, foram apresentados 629 projetos da sociedade civil, dos quais 77% foram incorporados integralmente. O fórum é uma forma da sociedade civil monitorar o cumprimento dos objetivos e metas estabelecidas no PPA.

Também será premiado pela ONU o projeto Central do Cidadão, Transparência e Acesso à Informação: uma Política de Estado no Governo do Rio Grande do Sul. Trata-se de um portal criado para atender às determinações da Lei de Acesso à Informação.

 MaecorujaPrograma Mãe Coruja Pernambucana deu o prêmio
à Secretaria de  SaúdeAntonio Cruz/Agência Brasil

O terceiro prêmio é para a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, pelo projeto Programa Mãe Coruja Pernambucana, criado para garantir o acompanhamento das mães desde o período de gestação até após o parto. O objetivo é assegurar o direito das crianças a um nascimento e um desenvolvimento saudáveis.

A ONU selecionou 19 iniciativas de 14 países que se destacaram por projetos de implementação de soluções inovadoras na prestação de serviços públicos e promoção do desenvolvimento sustentável.

Os prêmios serão entregues em cerimônia marcada para quinta-feira (26), em Seul, capital sul-coreana. Os projetos vencedores são da África do Sul; da Áustria; do Barein; do Brasil; de Camarões; de Cingapura; da Coreia do Sul; de Marrocos; de Omã; da Tailândia; da Turquia e do Uruguai. As iniciativas premiadas tratam de melhoria da educação; do aumento do acesso à água potável nas zonas rurais; da melhoria do acesso e da qualidade da saúde; da integração de dados governamentais, incluindo os sistemas de segurança social; do aumento da transparência por meio de maior acesso à informação para os cidadãos; e da redução da taxa de mortalidade infantil.

Junto com a entrega dos prêmios, a organização vai comemorar o Dia das Nações Unidas para o Serviço Público.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, explicou que o prêmio destaca contribuições dos funcionários públicos e administradores para a construção de um mundo melhor para todos. “Em um momento de desafios globais complexos e interdependentes, uma governança eficaz e uma administração pública eficiente são fundamentais para cumprir os nossos objetivos de desenvolvimento. Eles também serão vitais para a implementação da agenda de desenvolvimento pós-2015”, disse ele.

Graça Foster comemora exploração de volumes excedentes do pré-sal

GracafosterA presidenta da Petrobras, Graça Foster, comemorou a contratação direta da companhia para a produção do volume excedente ao originalmente contratado sob regime de cessão onerosa, em áreas do pré-sal. A decisão foi tomada hoje (24), pelo Conselho Nacional de Política Econômica (CNPE), reunido em Brasília.

A decisão é referente aos volumes adicionais aos 5 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), contratados no regime de cessão onerosa nas áreas de Búzios, entorno de Iara, Florim e nordeste de Tupi. Os contratos de partilha de produção terão vigência durante 35 anos.

Para ter direito à exploração, a companhia terá de pagar ao governo, em dinheiro, R$ 2 bilhões como bônus de assinatura, ainda este ano. Depois, terá que antecipar parte do excedente em óleo. Serão pagos R$ 2 bilhões em 2015, R$ 3 bilhões em 2016, R$ 4 bilhões em 2017 e R$ 4 bilhões em 2018. A forma como esses valores serão pagos, se em óleo ou dinheiro, caberá ao governo decidir, explicou Graça Foster, durante coletiva de imprensa, na sede da estatal, no Rio de Janeiro.

Ao longo do dia, as primeiras informações inquietaram o mercado, fazendo com que as ações preferenciais da companhia fechassem em queda de 3,61% e as ações ordinárias, que dão direito a voto, queda de 2,67%. Investidores questionaram o desembolso de R$ 2 bilhões pela companhia. A presidenta da Petrobras, no entanto, considerou o investimento inicial pequeno – diante do total previsto para o ano, ao redor de R$ 45 bilhões – e disse que isso não afetará o caixa da empresa. Ela acredita que, com as explicações mais detalhadas aos investidores, nos próximos dias, haverá uma reversão de tendências.

Graça Foster salientou que a exploração dos excedentes do pré-sal é uma ótima oportunidade para a estatal, que poderá aumentar a produção nos próximos anos, enquanto muitas outras petrolíferas estão reduzindo o volume de petróleo produzido.

“Isto é o potencial de crescimento de uma companhia. É uma Petrobras muito maior, uma empresa que, com toda sua luta, tem conseguido crescer. Outras empresas têm perdido 200 mil, 400 mil barris por dia de produção, nos últimos cinco anos. A Petrobras tem conseguido manter sua produção de 2 milhões de barris [dia]. É uma empresa que está caminhando para uma produção de 4 milhões de barris por dia, de forma muito consciente”, acrescentou.

A presidenta da Petrobras resumiu a importância da decisão tomada hoje para o país: “Produção de petróleo, produção de energia, é soberania nacional. Quem tem energia é soberano. Quem tem este volume de petróleo, com o conhecimento que temos, é soberano de fato”.

Graça Foster revelou, em uma apresentação eletrônica, os motivos pelos quais considera a exploração dos volumes excedentes uma ótima oportunidade para a Petrobras. Segundo ela, a oportunidade vai reduzir a exposição ao risco nas atividades exploratórias, pois a área já é conhecida. Além disso, vai permitir a manutenção do patamar de produção de 4,2 milhões de barris por dia, em 2020. O primeiro óleo da área está previsto para 2021, com pico em torno de 1 milhão de barris em 2026.

Fora isso, segundo Graça Foster, a Petrobras passa a ter acesso a volumes potencialmente recuperáveis, entre 9,8 bilhões e 15,2 bilhões de barris de óleo equivalente, com baixo risco, pois esses volumes já foram parcialmente delimitados pela companhia. As estimativas são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Agência Brasil

BC continua a venda de dólares no mercado futuro até o fim do ano

Bc3O Banco Central (BC) continuará a vender dólares no mercado futuro até o fim do ano, para segurar a cotação. Em comunicado assinado pelo diretor de Política Monetária, Aldo Mendes, o órgão informou que os leilões de swap cambial e de venda de dólares com compromisso de recompra seguirão até pelo menos 31 de dezembro.

No último dia 6, a autoridade monetária confirmou que permaneceria intervindo no câmbio depois do fim de junho. O BC, no entanto, não tinha informado até quando continuaria com o programa nem detalhado o modelo dos leilões.

De acordo com o comunicado, o sistema de leilões não foi alterado. O BC venderá US$ 200 milhões por dia, no mercado futuro, por meio de contratos de swap. Além disso, em momentos de instabilidade, o BC fará leilões de linha, em que parte das reservas internacionais são vendidas com compromisso de recompra pela autoridade monetária. Nessa modalidade, os dólares saem apenas temporariamente das reservas, atualmente em torno de US$ 380 bilhões.

Segundo o texto, o BC poderá ainda promover operações adicionais de venda de dólares “sempre que necessário”. O órgão não informou, porém, que medidas seriam essas.

Depois que os Estados Unidos anunciaram que cogitavam a redução das injeções de dólares no mercado global, por causa da recuperação da economia norte-americana, em maio do ano passado, o dólar disparou. A volatilidade cambial levou o BC a vender dólares no mercado futuro, por meio de leilões de swap cambial, mas uma política de intervenções diárias ainda não havia sido formalizada.

O programa de intervenções cambiais começou em agosto, quando a autoridade monetária anunciou que leiloaria até US$ 500 milhões por dia, jogando US$ 60 bilhões no mercado de câmbio até dezembro do ano passado. Em janeiro deste ano, o valor das operações de swap foi diminuído para US$ 200 milhões diários, mas o programa acabaria no fim de junho.

Até o fim do ano passado, o Federal Reserve – Banco Central norte-americano – injetava US$ 85 bilhões no mercado, por mês, com a compra de títulos do Tesouro dos Estados Unidos para ajudar a maior economia do planeta a sair da crise iniciada em 2008. O valor dos estímulos foi reduzido para US$ 75 bilhões em janeiro, US$ 65 bilhões em fevereiro, US$ 55 bilhões em abril e US$ 45 bilhões mensais em maio.

 

TSE decide que minirreforma eleitoral não vale para eleições deste ano

TseO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (24) que Lei nº 12.891/2013, conhecida como minirreforma eleitoral, não valerá para as eleições de outubro. A maioria dos ministros entendeu que a regra, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em dezembro do ano passado, só valerá para as próximas eleições, pois deveria ter entrado em vigor em outubro de 2013, um ano antes das eleições.

O TSE entendeu que a norma não pode ser aplicada porque o processo eleitoral já teve início, com as convenções partidárias. Além disso, as resoluções do tribunal, que definiram as regras das eleições, já foram aprovadas. Com a decisão, a minirreforma fica suspensa e só poderá ser aplicada nas eleições de 2016.

Segundo o tribunal, o Artigo 14 da Constituição Federal prevê que qualquer regra sobre eleições só tem validade se for aprovada um ano antes do pleito. “A lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência”, informa o artigo.

O texto sancionado proíbe, em vias públicas, propaganda eleitoral em cavaletes e a afixação de cartazes, mas libera o uso de bandeiras e de mesas para distribuição de material, contanto que não dificultem o trânsito de pessoas e veículos. Também proíbe a substituição de candidatos a menos de 20 dias das eleições e obriga a publicação de atas de convenções partidárias na internet em até 24 horas. A nova lei também limita – a 1% do eleitorado, em municípios com até 30 mil eleitores – a contratação de cabos eleitorais. Acima disso, será possível empregar uma pessoa a cada mil eleitores a mais.

A validade da minirreforma eleitoral foi decidida em consulta formulada pelo ex- senador Sérgio de Souza (PMDB-PR). De acordo com o Código Eleitoral, cabe ao tribunal responder consultas sobre matéria eleitoral, feitas por autoridades ou partidos políticos.

Em dezembro, a presidenta vetou cinco dispositivos. Um dos trechos vetados proibia, em bens particulares, a veiculação de propaganda eleitoral com faixas, placas, cartazes, bandeiras, pinturas ou inscrições. Na justificativa para recusar a regra enviada ao Congresso, a presidenta ressaltou que a medida “limita excessivamente os direitos dos cidadãos se manifestarem a favor de suas convicções político-partidárias”. Outro ponto suprimido por Dilma é o que liberava doações para campanha de concessionárias de serviços públicos, caso as empresas não fossem “responsáveis diretas pela doação”.


Sob o argumento de que impedir a aplicação de sanções aos partidos que cometerem irregularidades na prestação de contas reduz a eficácia da fiscalização eleitoral e prejudica a transparência na aplicação do dinheiro do fundo, também foi vetado o dispositivo que impedia a Justiça Eleitoral de determinar a suspensão do repasse de cotas do Fundo Partidário no segundo semestre de anos eleitorais.


A presidenta da República também vetou o dispositivo que liberava a comprovação de gastos com passagens aéreas, feitos pelas campanhas eleitorais, quando necessário, apenas com a apresentação da fatura ou duplicata emitida por agência de viagem. O texto vetado proibia a exigência de apresentação de qualquer outro documento para esse fim.


Agência Brasil

Supremo acelera julgamento de processos criminais contra deputados

StfO Supremo Tribunal Federal (STF) começou hoje (24) a acelerar o julgamento de processos criminais envolvendo autoridades. Pela primeira vez após mudança no Regimento Interno, aprovada no mês passado, as duas turmas do Tribunal julgaram inquéritos contra parlamentares. A alteração retirou do plenário a competência exclusiva para julgar ações penais contra agentes públicos com prerrogativa de foro, como parlamentares e ministros de Estado.

Nesta terça-feira, a Primeira Turma abriu ação penal contra a deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), por peculato e dispensa de licitação na compra de material didático.  Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os crimes ocorreram entre 2003 e 2004, quando a deputada exercia o cargo de  secretária de Educação e Cultura do estado do Tocantins. A defesa da deputada alegou que ela não tinha responsabilidade pela licitação, que foi dispensada pelo então secretário da Fazenda.

Os ministros também receberam denúncia contra o deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), por desvio de verbas públicas e dispensa de licitação, na época em que era perfeito de Luís Eduardo Magalhães (BA). Segundo o Ministério Público, houve desvios na compra de combustível para abastecer os veículos da prefeitura. Para a acusação, as notas fiscais apresentadas eram muito superiores à média da quilometragem dos carros. De acordo com a defesa, a compra de gasolina e diesel seguiu pareceres da comissão de licitação da prefeitura.

A Segunda Turma da Corte abriu ação penal contra a deputada federal Dalva de Figueiredo (PT-AP), também por dispensa de licitação e peculato. Em 2002, a parlamentar foi governadora do Amapá e contratou uma empresa de assessoria tributária sem licitação, segundo a acusação. Os desvios foram de R$ 2,4 milhões. A defesa da deputada alegou que o contrato foi assinado na gestão anterior, e previa uma cláusula de êxito que deveria ser paga a empresa, mesmo após a mudança de governo.

 

Desfile cívico marca os 250 anos do Crato

Crato250O evento contou com a participação de alunos de escolas públicas, professores, grupos folclóricos e de tradição da cultura popular regional

FOTO: ROBERTO CRISPIM
Crato. Cerca de 5 mil pessoas, segundo cálculos da Polícia Militar, acompanharam o desfile cívico realizado no último sábado, em comemoração aos 250 anos de emancipação político-administrativa deste município. Alunos de escolas da rede pública municipal, professores, grupos folclóricos e de tradição da cultura popular regional, representantes dos diversos programas sociais desenvolvidos no município, soldados do Tiro de Guerra, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, além de funcionários das secretarias que formam a administração local, estiveram perfilados em homenagem à data.

Diferentemente de anos passados, o desfile cívico que marcou o aniversário de Crato foi realizado no período noturno. O evento foi aberto por carros do Corpo de Bombeiros, iniciando o percurso por volta das 18 horas. Na área da concentração, localizada no Largo da Rffsa, a movimentação de curiosos era intensa. Na Praça da Sé, onde aconteceu o encerramento do desfile, o número de pessoas presentes também era grande. Durante todo o dia do aniversário, foram desenvolvidas atividades em comemoração à data. Pela manhã, fiéis lotaram á área próxima à estátua de Nossa Senhora de Fátima para participarem da solenidade de inauguração do oratório em louvor à santa.

Celebração

Antes da entrega do novo local de oração, houve celebração presidida pelo bispo diocesano de Crato, Dom Fernando Panico, auxiliado por padres e religiosos da Diocese. O prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, compareceu à solenidade ao lado do vice-governador do Ceará, Domingos Filho.

Deputados estaduais e federais, além de prefeitos de cidades vizinhas também estiveram presentes à inauguração do oratório. Jogos e atividades esportivas também marcaram as comemorações em torno do aniversário de 250 anos do Crato. A prova ciclística 21 de Junho atraiu bom número de competidores.

O atleta Elionai de Souza, representante da cidade de Fortaleza, venceu a prova na categoria Elite, enquanto que a modalidade feminina foi vencida pela atleta Yuana Hanna, natural de Crato. Também foram disputados jogos de futebol de campo e futebol de salão. Um bolo confeccionado com a idade e o nome do município foi cortado diante da Igreja Matriz

Roberto Crispim
Colaborador

Teatro José de Alencar e Museu do Ceará recebem visitantes estrangeiros neste período de Copa

 
TeatrojosedealencarMexicanos, alemães, uruguaios, norte-americanos, australianos, belgas, entre turistas de outras nacionalidades, têm reservado um tempo na agenda de visita a Fortaleza para conhecer importantes equipamentos culturais da capital cearense. Desde o início da Copa do Mundo de futebol, no último dia 12 de junho, o Museu do Ceará, o Theatro José de Alencar e o Sobrado José Lourenço, equipamentos da Secretaria da Cultura do Governo do Estado que oferecem visitas guiadas em inglês, têm verificado aumento no número de visitantes provenientes de outros países e de outros estados brasileiros. O Museu e o Theatro seguem abertos ao público normalmente, durante o Mundial, e contam com guias capacitados a receber, em inglês, os estrangeiros que desejarem saber mais sobre a cultura e a arte do nosso Estado.
No Museu do Ceará, o aumento nas visitas de estrangeiros chegou a 50%, após o início da Copa. Já o número de visitantes provenientes de outros estados brasileiros aumentou 40%. Os dados são do coordenador do núcleo, Roberto Sabino, que destaca o grande interesse por parte dos turistas e o diferencial das visitas guiadas realizadas em inglês – e também em espanhol, atendendo aos turistas mexicanos, que por enquanto são maioria entre os que visitam o Museu do Ceará neste período de Copa do Mundo.
“A presença de guias bilíngues e a realização das visitas guiadas em inglês têm sido fundamentais nesses últimos dias, em que o Museu do Ceará está recebendo um grande número de visitantes estrangeiros, que se interessam em conhecer a história do nosso Estado, contada por meio do acervo do Museu”, ressalta Roberto Sabino. “Geralmente eles vêm ao Museu do Ceará ou no dia anterior ao da partida de futebol do seu país, ou um dia depois do jogo. Os visitantes são muito atenciosos, concentrados nas informações que os educadores passam e bastante interessados em conhecer todo o acervo do Museu”.
Para a diretora do Museu, a historiadora Carla Vieira, a formação bilíngue dos educadores é um diferencial importante. “O turista que visita um Museu quer interagir com a cultura do que está sendo visualizado, e por meio do diálogo essa interação se dá de forma mais plena”.
O Museu do Ceará, que fica na Rua São Paulo, 51, Centro, pode ser visitado de terça-feira a sábado, sempre das 9h às 17h. Educadores bilíngues estão presentes em todo o horário de funcionamento do Museu. A entrada é franca.
 
Secult

IFCE anula provas de concurso

 IFECENOTA À IMPRENSA

A Reitoria do do Instituto Federal do Ceará (IFCE) vem a público apresentar informações complementares acerca da realização das provas do concurso público para servidores técnico-administrativos da instituição, realizadas no último domingo, 22, referente ao edital nº 05/2014:
1 – PROSSEGUE normalmente o concurso público para os 14 cargos de níveis C e E, cujas provas foram aplicadas durante o período da manhã do dia 22, e FICA MANTIDO o cronograma previsto em edital, tendo em vista não ter ocorrido incidente que tenha ferido a isonomia entre os candidatos inscritos para esses cargos.
2 – A divulgação do GABARITO das provas aplicadas para esses cargos será feita nesta terça-feira, 24.
3 – O prazo para INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS será aberto imediatamente após a publicação dos gabaritos, por meio de sistema eletrônico cujo link será disponibilizado na página oficial do concurso público.
4 – Serão ANULADAS as provas para os oito cargos de nível D (assistente em administração, técnico de laboratório – área informática, técnico de laboratório – área química, técnico em audiovisual, técnico em contabilidade, técnico em eletrotécnica, técnico em secretariado e técnico em tecnologia da informação) ̶ realizadas durante o período da tarde do dia 22 ̶ por força da ocorrência de falhas que impediram a aplicação do exame em alguns locais previstos.
5 – A divulgação de NOVO CRONOGRAMA do concurso para esses cargos será feita oportunamente pelo IFCE;
6 – O IFCE, mais uma vez, reitera seu compromisso com a lisura e a transparência de todos os seus concursos públicos, razão pela qual garante seguir tomando todas as medidas necessárias para que a isonomia entre os candidatos seja garantida até o fim do certame.
Em 23 de junho de 2014.

A Reitoria do Instituto Federal do Ceará

Incêndio destrói borracharia e atinge igreja evangélica em Juazeiro do Norte

 

 
IMG-20140623-WA0004O Corpo de Bombeiros foi acionado pelos vizinhos.
Um incêndio de média proporção foi registrado nesta noite de segunda-feira (23), no bairro Triângulo, em Juazeiro do Norte. O fogo teria se iniciado em uma borracharia localizada na rua Engenheiro José Batista, próximo ao Casarão do Óleo. As chamas se alastraram chegando a atingir o prédio de uma igreja evangélica. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros estão no local tentando debelar o fogo. Não há informações sobre vítimas. Os militares do Corpo de Bombeiros acreditam que um curto circuito tenha iniciado o incêndio.

Ucrânia: rebeldes aceitam cessar-fogo provisório

Ucraniasmall_bandeira-O dirigente separatista ucraniano Oleksandr Borodai, principal líder da autoproclamada República Popular de Donetsk disse hoje (23), que os rebeldes cumprirão um cessar-fogo temporário e abrirão negociações para pôr fim a mais de dois meses de violentos combates com o Exército no Leste da Ucrânia. A promessa é uma resposta ao cessar-fogo decretado por Kiev, até o próximo dia 27.

O presidente pró-ocidental ucraniano, Petro Poroshenko decretou na sexta-feira (20) um cessar-fogo unilateral de uma semana, num esforço para pôr fim a uma ofensiva pró-russa que matou nas últimas dez semanas mais de 375 pessoas e ameaçou desmembrar a culturalmente dividida ex-república soviética.

Simultaneamente, Poroshenko apresentou um plano de paz que inclui um apelo para conversações com os separatistas que não estiveram envolvidos em assassinato e tortura – uma condição imediatamente condenada pelo Kremlin.

Os principais líderes dos rebeldes separatistas rejeitaram os termos da proposta de processo de paz do chefe de Estado ucraniano e a violência prosseguiu ao longo da semana nas regiões fronteiriças com a Rússia que proclamaram em maio a sua independência de Kiev.

Mas o presidente russo, Vladimir Putin, pressionado pelo Ocidente, saiu em apoio da iniciativa de Poroshenko durante o fim de semana, e também instou os rebeldes a baixarem as armas.

Borodai não se referiu a Putin diretamente nas suas declarações, mas disse que estava agora pronto para se reunir com Poroshenko pela primeira vez.

* Com informações da Agência Lusa

Ministros de 160 países se reúnem no Quênia para discutir meio ambiente

Quenia

O desenvolvimento sustentável, o combate aos crimes ambientais e o destaque à proteção do meio ambiente em agendas políticas de todo o mundo estão sendo discutidos na primeira Assembleia do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).

Na abertura do evento, hoje (23), na sede do Pnuma em Nairobi, no Quênia, a presidente da assembleia e ministra do Meio Ambiente da Mongólia, Oyun Sanjaasuren, afirmou que o mundo deverá ter 11 bilhões de habitantes até o fim deste século. A presidente pediu mais ação por parte dos países que participam da Assembleia para que o evento possa gerar resultados concretos.

Já o chefe do Pnuma, Achim Steiner, disse que o mundo não pode esperar mais e que os participantes devem se esforçar para por em prática medidas que garantam o desenvolvimento sustentável, evitando assim que a Assembleia se torne mais um encontro internacional com muitas palavras que depois não são executadas.

Entre os temas debatidos estão a questão do gênero e a contribuição da mulher para o desenvolvimento sustentável, o gerenciamento de químicos e lixo ambiental, além do tráfico ilegal de espécies da fauna e da flora. Na quarta-feira, a assembleia do Meio Ambiente vai publicar um relatório com dados sobre crimes ambientais que, segundo Steiner, geram US$ 200 bilhões por ano.

Também estão na pauta os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que passarão a valer após 2015, quando termina o prazo para o cumprimento das Metas do Milênio. Mais de 160 países enviaram seus ministros do Meio Ambiente e do Desenvolvimento a Nairobi. O encontro termina na sexta-feira (27), com a participação do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) Ban Ki-moon.

*Com informações da Rádio ONU

Polícia lança bombas de gás lacrimogêneo em manifestantes na Paulista

TropadechoqueOs manifestantes do ato Se Não Tiver Direitos, Não Vai Ter Copa – promovido na Avenida Paulista hoje (23) – percorreram sem problemas todo o trajeto da Praça do Ciclista à Praça Oswaldo Cruz, voltando até o vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Na dispersão, no entanto, por volta das 18h40, a Polícia Militar (PM) lançou bombas de gás lacrimogêneo em direção aos ativistas no quarteirão entre a Rua Augusta e a Rua Haddock Lobo.

Tropa de Choque reforça policiamento nesta segunda-feira (23) em São PauloFelipe Dana/AP/Direitos reservados

Próximo à Rua Augusta, manifestantes reclamaram que alguns soldados da Tropa de Choque usavam máscaras que impediam o reconhecimento facial. Dois manifestantes se desentenderam, formou-se um tumulto no local e, em seguida, a PM lançou bombas para dispersar as pessoas. Perguntada sobre o ocorrido, a PM ainda não se manifestou sobre o uso das máscaras e das bombas. Mais cedo, na concentração do protesto, os ativistas jogaram futebol na rua sob o olhar de centenas de policiais. Além dos gastos para a realização do Mundial, os manifestantes questionam a repressão policial e defendem o direito de livre manifestação e de greve.

A manifestação de hoje foi marcada pela presença ostensiva de policiais da Tropa de Choque e da Cavalaria, além de equipes em motocicletas, viaturas e a pé. Alguns policiais levavam armas nas mãos. Sobre os cavalos, soldados da PM estavam armados com sabres (espadas). De acordo com a PM, havia 200 pessoas, entre manifestantes e jornalistas. O número de policiais foi praticamente o mesmo que o de ativistas.

Mais cedo, por volta das 13h, em Porto Alegre, também houve uma manifestação. Foi organizado um ato em frente a prefeitura da cidade, com passeata até o Largo do Zumbi dos Palmares. “Tinha mais policiais do que manifestantes. A situação era a de controle”, disse Fernando Campos Costa, integrante do Comitê Popular da Copa e da Amigos da Terra Brasil. Ele acrescentou que amanhã (24), na capital gaúcha, haverá uma ação protesto, com o lançamento do filme A Copa Que o Mundo Perdeu em Porto Alegre. O filme retrata os impactos das obras da Copa em comunidades de Porto Alegre.

Polícia prende brasileiros e estrangeiros por venda ilegal de ingressos na Copa

Cambistas_ingressos_da_copaA Polícia Civil do Distrito Federal prendeu hoje (23), 11 pessoas que vendiam ingressos nas imediações do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, onde Brasil e Camarões se enfrentaram pela Copa do Mundo de Futebol. Entre os detidos, há dois holandeses, um polonês, um inglês e sete brasileiros – sendo seis de São Paulo e um do Distrito Federal.

No total, foram apreendidos 350 ingressos legítimos e cerca de 50 falsos, além de aproximadamente R$ 26 mil e de US$ 3,7 mil em dinheiro. Com os holandeses também foram apreendidos 50 cartões de débito internacional cuja origem vai ser apurada.

 Polícia prende brasileiros e estrangeiros por venda ilegal de ingressos na Copa, nas imediações do Estádio Mané Garrincha DIVICOM/PCDF/Divulgação/Direitos Reservados

Segundo o delegado Jefferson Lisboa, da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf), as prisões em flagrante foram resultado de várias ações policiais, de maneira que não há, até o momento, nenhum indício de que os quatro estrangeiros agiam conjuntamente ou com a participação dos brasileiros.

Todos os 11 presos vão responder pelos crimes de estelionato e cambismo, cujas penas variam de um a cinco anos. Todos vão ser encaminhados a unidades prisionais do Distrito Federal. Os estrangeiros, se condenados, terão que cumprir suas penas em território brasileiro para, na sequência, serem extraditados.

De acordo com o delegado, as autoridades ainda vão investigar como os estrangeiros conseguiram ingressos originais em seus nomes. “Tendo em vista a quantidade de ingressos que alguns deles portavam e os vários cartões internacionais em posse dos estrangeiros, é possível supor que exista uma organização criminosa por detrás deles”. Os ingressos eram

Protesto na abertura da Copa rende apoio internacional para causa indígena

IndiocopaCom apenas 13 anos de idade, o guarani Werá Jeguaka Mirim conseguiu chamar a atenção do mundo todo para a causa indígena no Brasil. O jovem foi um dos índios convidados para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo. Com uma faixa escondida dentro da roupa, Werá driblou a segurança do evento e aproveitou a ocasião para pedir agilidade na demarcação das terras indígenas. As fotos sobre o protesto feito dentro da Arena Corinthians, zona leste paulistana, rodaram o mundo.

O pai dele, o escritor indígena Olívio Jekupe, conta que tem recebido moções de apoio de diversas partes do mundo. “Recebi muitas mensagens depois disso: índios dos Estados Unidos e pessoas de vários países da Europa, elogiando”, contou ao receber a reportagem da Agência Brasil na Aldeia Krukutu, na região de Parelheiros, extremo sul da capital paulista. “O mundo todo está querendo saber o que é demarcação. Eles estão acompanhando lá na Europa e não sabiam o que é demarcação. E agora a palavra demarcação está rodando o mundo todo”, comemorou.

Durante a entrevista, concedida minutos antes do jogo da seleção brasileira contra Camarões, uma jornalista de uma rádio alemã aguardava na aldeia pela oportunidade de conhecer Werá. O jovem, entretanto, saiu de casa sábado (21) e ainda não tinha voltado. Ele foi conhecer o grupo de rap Racionais Mcs, uma recompensa conseguida pela Comissão Guarani Yvyrupa pelo feito durante a abertura do Mundial. Olívio disse que antes a imprensa francesa também tinha procurado o jovem, sem sucesso.

“Qualquer hora ele aparece”, falou tranquilo Olívio, acrescentando que provavelmente o adolescente está em outra aldeia guarani, na zona norte da cidade. “Ele falou que vem hoje. Mas aqui não é que nem na cidade, em que você marca um horário e se a pessoa não chega você fica desesperado”, compara. Porém, o pai nem sempre age de maneira tão despreocupada em relação ao filho. Um dia antes da abertura da Copa, Werá cortou o pé em um caco de vidro, jogando futebol. “Ele quis ir de qualquer jeito [à abertura]. Ainda mais porque é corintiano. Mas, eu fiquei preocupado, porque abriu um corte desse tamanho no pé dele”, relata mostrando com os dedos a extensão do ferimento.

Naquele dia, Olívio ainda não sabia dos planos para o protesto feito pelo filho. Mas, assim que recebeu a foto, o pai foi um dos principais responsáveis por divulgar a manifestação. Segundo Olívio, antes de saberem do ato, muitas pessoas criticaram a presença dos índios na abertura do Mundial. “Como se a gente fosse pelego, que não está preocupado”, conta ao mostrar orgulhoso o quarto onde o filho dorme. Na parede de madeira está pregada a credencial usada na cerimônia. Sobre a mesa, uma pequena televisão que Olívio ligou para assistir ao jogo do Brasil. “A Copa a gente não vê como algo prejudicial, porque para o mundo todo a Copa é uma forma de lazer. O futebol, que é uma coisa mundial, também é comum dentro das aldeias indígenas”, explica.

“O que nós somos é contra a injustiça que o governo tem feito contra a gente em todas as áreas.  A gente está com um problema sério com a demarcação das terras indígenas. E os índios estão revoltados no Brasil, porque nossos parentes vão a Brasília e não são bem tratados lá”, continuou. Apesar da presença do esporte nas comunidades, Olívio reconhece que os índios não compartilham a empolgação vista nas cidades com a Copa. “Não é igual na cidade, na aldeia é mais calmo. Cada um na sua casa, devem estar assistindo o Brasil, mas não são agitados igual o povo da cidade”, analisou.

Do lado de fora da casa, sua esposa, Maria Kuruxu, mãe de Werá, trabalhava na confecção de um pau-de-chuva. Mesmo com o início da partida, não fez menção de lagar a construção do instrumento musical. Na aldeia não se ouvia nenhum som, além dos barulhos típicos da mata. Olívio contou que eventualmente os guaranis até assistem os jogos reunidos. Mas, apesar dos quatro gols que deram a vitória ao Brasil, a Aldeia Krukutu permaneceu em silêncio durante o jogo de hoje (23). Lá, os guaranis reivindicam há 12 anos  a ampliação da área de 26 hectares e onde vivem cerca de mil pessoas.

Ambulantes são detidos em Brasília por venda de produtos associados à Copa

Copa-2014-BrasilTrês pessoas foram presas hoje (23), no Distrito Federal (DF), por estarem vendendo ilegalmente produtos licenciados para a Copa do Mundo. Os três homens tinham entre 20 e 40 anos de idade e foram detidos por agentes da Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops), poucas horas antes do jogo entre Brasil e Camarões, no Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha.

Entre os produtos apreendidos, há camisetas da seleção brasileira, bonés com emblemas do Mundial e caxirolas. O crime de violação de marcas é passível de punição de um a três meses de prisão ou
multa, que pode ser revertida em prestação de serviços comunitários.

Os três detidos foram encaminhados para a 5ª Delegacia de Polícia. Dois deles prestaram depoimentos e foram liberados após assinarem termo circunstanciado pelo crime de violação de marcas. O terceiro homem, no entanto, permanece preso porque tinha contra si um mandado de prisão em aberto devido ao não pagamento de pensão alimentícia.

Durante todo o Mundial, que termina em 13 de julho, cerca de 400 servidores da Seops, da Agência de Fiscalização (Agefis) e da Polícia Militar estão mobilizados para impedir as publicidades irregulares, a atuação de guardadores e lavadores de carros desautorizados, o comércio de rua e os produtos falsificados.

O plano operacional abrange a chamada área de restrição comercial, que inclui as imediações do estádio, o Eixo Monumental, a Rodoviária, os setores hoteleiros e o Parque da Cidade, perímetro onde apenas a Fifa e estabelecimentos autorizados podem vender produtos licenciados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Também nesta segunda-feira, a Polícia Civil do Distrito Federal prendeu 11 pessoas vendendo ingressos originais e falsos próximo ao Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha. Entre os detidos, há dois holandeses, um polonês, um inglês e sete brasileiros – sendo seis de São Paulo e um do Distrito Federal.

Festival de Quadrilha Junina agita Juazeiro do Norte

 

 

035

E para desopilar e sair do mundo da política, que tal assistir nesta noite de sábado, o Festival de Quadrilha Junina de Juazeiro do Norte. O evento está sendo realizado desde a última quarta-feira (18), no Parque de Eventos Padre Cícero, a partir das 19 horas.
Neste sábado (21), quatro grupos se apresentam no palco instalado especialmente para receber as quadrilhas juninas. Depois das 22 horas tem forró pé-de-serra e shows com bandas. A promoção é da Secretaria de Cultura e Romaria (Secrom), respaldado pela competente secretária Marli Bezerra.
Vale a pena conferir.

92% dos municípios cearenses estão em Situação de Emergência pela seca

Seca23Iguatu. A Defesa Civil Nacional voltou a reconhecer Situação de Emergência em 169 municípios do Ceará, isto é, em 92% do Estado. Recentemente, o órgão havia excluído 24 municípios. O esforço para rever a decisão foi do Comitê Integrado da Seca. A inclusão no decreto permite a aplicação de recursos financeiros e de políticas públicas por meio dos governos federal e estadual diretamente nos municípios. Nesta semana, a Ematerce apresentou relatório que revela perdas médias de 25% na produtividade da safra de grãos de sequeiro no Estado.

O reconhecimento de Situação de Emergência é fundamental, pois implica no recebimento de políticas públicas: liberação de recursos do Bolsa Estiagem, atendimento por meio do programa de carro-pipa, perfuração e instalação de poços profundos e de sistemas de abastecimento de água. Esse status dá direito também à dispensa de licitação para obras e serviços afins.

“A reavaliação da Defesa Civil Nacional foi resultado de um esforço coletivo e que vai assegurar a manutenção de ações em socorro às vítimas da seca”, observou o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Estado (SDA), Nelson Martins. “A exclusão dos municípios foi decorrente de erros de preenchimento de relatórios técnicos ou atraso no envio de documentos por parte das Prefeituras”.

O decreto estadual de reconhecimento de Situação de Emergência é renovado de seis em seis meses. No dia 17 de maio passado, o governo baixou novo decreto. Com a nova decisão da Defesa Civil Nacional, a ampla maioria dos municípios está incluída e distorções foram corrigidas como a exclusão de Canindé e de Caridade, por exemplo, que apresentam elevado índice de perda da safra agrícola, na região, em média, de 63%.

Cinco cidades concordaram em permanecer fora do decreto de Situação de Emergência: Aratuba, Crato, Farias Brito, Tarrafas e Várzea Alegre, pois não reenviaram novos dados. A Defesa Civil Nacional não reconheceu Situação de Emergência em Jardim e Missão Velha, onde foram registrados elevados índices de pluviometria e boa safra agrícola.

Na avaliação do secretário Nelson Martins, chuvas e safra acima da média devem ter levado as cinco prefeituras a não renovarem o pedido de Situação de Emergência. “Este ano, a nossa preocupação é com a baixa reserva hídrica em açudes importantes para o abastecimento de população urbana”, observou. “Estamos investindo em adutoras de engate rápido e vamos precisar perfurar e instalar mais poços profundos”.

O relatório da Ematerce sobre a perda da safra agrícola de grãos de sequeiro (plantio que depende exclusivamente das chuvas) em 2014 aponta para uma melhor situação do que em 2013. “No ano passado, a perda foi de 72% e neste ano, foi de 25%”, observou o diretor técnico da Ematerce, Walmir Severo. “Tivemos uma boa produção em virtude das chuvas, que foram finas, mas tiveram continuidade”, admite ele.

A região do Sertão de Canindé foi a mais afetada com a redução e irregularidade das chuvas. A perda média registrada é de 63%. No Sertão Central foi de 54%, no Vale do Jaguaribe, 47% e nos Inhamuns e Sertões de Crateús, 46%. Na Ibiapaba, 43%. “Em vários municípios houve perdas mais elevadas do que outros em uma mesma região, ou seja, o quadro varia de cidade para cidade”, explicou Nelson Martins.

A região Centro-Sul registrou índice médio de perda da safra de grãos de sequeiro de 25,5% e, o Cariri cearense, (Sul) de apenas 12,3%. Mediante esses dados, é provável que ocorra uma redução significativa do número de municípios que terá direito ao recebimento do Garantia Safra referente a 2014/2015. “Até agora somente 85 municípios solicitaram levantamento de perda de safra”, observou Nelson Martins. “Em 2013/2014, cerca 180 municípios estavam incluídos no programa com 334 mil famílias atendidas”. Um dado inicial aponta que apenas 40% apresentaram perda superior a 50%, que dá direito ao recebimento do Garantia Safra.

Os dados da Ematerce divulgados na última reunião do Comitê Integrado da Seca mostram que a safra de grãos neste ano no Ceará será de 545 mil toneladas, um acréscimo de 246%, em relação a 2013, que foi de 157 mil toneladas. A cultura de milho ocupa o primeiro lugar de forma isolada, 74%.

A previsão é de colheita de 405 mil toneladas. Em segundo lugar aparece o feijão de corda com 22%, ou seja, 122 mil toneladas. A colheita prevista de mandioca será de 543 mil toneladas, um acréscimo de 211%, pois em 2013 foram colhidas 177 mil toneladas.

Honório Barbosa
Repórter

|Diario do Nordeste – Regional

Crato comemora 250 anos de criação

CratoCearaCrato. As festividades em torno dos 250 anos deste município começaram cedo, por volta das 5 horas, com alvorada de fogos e repicar dos sinos das igrejas localizadas no Centro da cidade e nos bairros. Para marcar a data histórica, diversas atrações estão programas durante todo o dia, como desfiles, exposições, homenagens e apresentações artísticas. Ontem pela manhã, antecipando as comemorações, alunos das escolas que compõem a rede pública municipal de ensino desfilaram em cortejo pelas principais ruas e avenidas da cidade. A ação desenvolvida pelos estudantes resultou como culminância de um trabalho que vinha sendo desenvolvido nas unidades de ensino do município, objetivando um estudo mais aprofundado do contexto histórico e cultural vivenciado no Crato desde a sua formação como município emancipado.

Amanhã, o Caderno Cariri Regional circula nos municípios da região com reportagens especiais sobre economia, história, religiosidade e cultura do Crato.

As antecipações em torno das comemorações dos 250 anos de emancipação do município também foram marcadas pela entrega de títulos de cidadania e do Diploma de Mérito Legislativo a algumas personalidades que, ao longo dos anos, têm contribuído de forma decisiva para o desenvolvimento do município. Foram agraciados com os títulos de cidadania outorgados pela Câmara de Vereadores o deputado federal Mauro Benevides e os deputados estaduais Daniel Oliveira e Mirian Sobreira.

Os Diplomas de Mérito Legislativo foram entregues ao senador Eunício Oliveira e ao deputado federal Arnon Bezerra. Por volta das 22 horas de ontem, no Parque de Exposições da cidade, um show beneficente com apresentação do cantor José Augusto, da dupla Ítalo & Renno e da banda Mocidade Forrozeira, movimentou o lado social da festa em torno dos 250 anos de Crato.

Alimentos

Para ter direito aos ingressos que garantiam a entrada ao local das apresentações, o público precisou realizar doação de 2kg de alimentos para o setor da pista e duas latas de leite em pó para o setor do frontstage. Todos os alimentos arrecadados serão doados às instituições filantrópicas.

Logo mais às 9 horas, será realizada a inauguração oficial do monumento dedicado à Nossa Senhora de Fátima, no bairro Barro Branco. A estátua entregue à população há cerca de dez dias, receberá as bênçãos do bispo diocesano de Crato, dom Fernando Pânico. Estão previstas as presenças de autoridades do Estado e de grande parte dos municípios que compõem a região do Cariri. A programação oficial da festa também conta com um pronunciamento a ser feito pelo prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, onde serão por ele destacadas as principais ações e projetos desenvolvidos no município durante os últimos 18 meses de sua gestão.

O pronunciamento está previsto para às 10 horas, na Rádio Educadora do Cariri, com retransmissão através de um pool de emissoras.

No período da tarde, acontecerão apresentações artísticas e culturais com cortejo pelas ruas do Centro. O desfile cívico-militar e das bandas e fanfarras acontece a partir das16 horas, e será realizado na Rua Doutor João Pessoa, com o Grito Jovem pela Paz mundial, e a presença de participantes de entidades e escolas. Em seguida, haverá apresentações de quadrilhas juninas, maracatus, escolas de samba, batuques, vaqueiros e carroceiros.

A programação prossegue até o final do dia com homenagens a umas das principais personagens da história da cidade, a heroína Bárbara de Alencar, no largo da Reffsa, e com a partida referente à final da 8ª Copa 21 de Junho de Futsal, na quadra Bicentenário. O encerramento dos festejos será com o espetáculo “Ciranda de Todas as Artes e Aparição da Mãe D’água”, previsto para começar a meia-noite.

Roberto Crispim
Colaborador

Governo inaugura Oratório de Nossa Senhora de Fátima no Crato

SantaO Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria das Cidades, inaugura neste sábado (21), às 09 horas, o Oratório de Nossa Senhora de Fátima, no Crato. O evento contará com a presença do governador Cid Gomes e integra os festejos pela passagem dos 250 anos do município. A obra tem o valor total de R$ 946.856,25 e foi totalmente construída com recursos do Tesouro Estadual.

 

A imagem de Nossa Senhora de Fátima, que será benta pelo bispo diocesano do Crato, Dom Fernando Panico, deverá se constituir em mais um fator de atração do turismo religioso para o Cariri. A região se constitui num dos principais destinos dessa modalidade de turismo do País, com as romarias de Juazeiro, a festa de Santo Antônio (Barbalha), e a recente devoção à Mártir Benigna, em Santana do Cariri.

 

O monumento, erguido no bairro Barro Branco, tem 45 metros de altura (incluída a coroa). Possui estrutura de concreto e revestimento de fibra de vidro. Na base, há um altar para celebrações religiosas. No início deste mês (05.06), uma multidão de aproximadamente cinco mil pessoas compareceu ao Oratório para a assistir à coroação da imagem.

 

 

Assessoria de Imprensa das Cidades

Mobilização social de junho de 2013 levou o governo a propor cinco pactos

Protesto-BrasiliaNo dia 24 de junho do ano passado, a presidenta Dilma Rousseff usou a rede de rádio e televisão para apresentar cinco pactos em resposta à onda de protestos no país: responsabilidade fiscal e controle da inflação; investimentos em saúde e contratação de médicos estrangeiros; destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação; recursos para mobilidade urbana e a convocação de uma Constituinte sobre reforma política.

Um ano depois, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, avalia que o principal pacto – o da reforma política – “bateu na trave”. Após desistir da convocação de uma Constituinte para a reforma política, a presidenta enviou mensagem ao Congresso Nacional com sugestões de mudanças no sistema eleitoral, como financiamento de campanha, sistema de eleição de deputados e novo regime de coligações. “Não houve nenhum debate lá dentro mais acalorado, simplesmente não foi adiante”, criticou o ministro.

Questionado se faltou pressão por parte do governo para efetivar a proposta, ele disse: “Talvez pudéssemos ter pressionado mais. Eu posso dizer que os partidos mais à esquerda poderiam ter feito mais militância nisso, eu acho que faltou. Faltou um pouco mais de empenho dos partidos”, disse Carvalho.
Para ele, o pacto sobre responsabilidade fiscal não gerou ações concretas. Já os pactos da saúde, da mobilidade e da educação foram parcialmente cumpridos. Na saúde, houve a concretização do Programa Mais Médicos, que já vinha sendo formulado pelo governo. No caso da educação, foi aprovada a destinação de 75% dos royalties do petróleo e mais 50% do Fundo Social do Pré-Sal. Em relação à mobilidade, foi feito investimento de R$ 50 bilhões, destinados sobretudo para as sedes da Copa do Mundo. Para o ministro, os dois últimos pactos devem começar a mostrar resultados nos próximos anos.

Especialistas e movimentos sociais, por outro lado, criticam o que consideram a não execução dos pactos. O cientista político Leonardo Barreto avalia que os Três Poderes deveriam ter implementado uma agenda de reformas para responder à sociedade e retomar o diálogo. Essa agenda, avalia, deveria conter ações contra a impunidade e que garantissem reforma política, a prioridade de gastos com serviços públicos e mais transparência das ações do Estado.

“Para transformar isso em uma plataforma reformista, você tem que se comprometer com certas coisas que vão contra o status quo da própria classe política”. O estudioso considera que nenhum governo ou político conseguiu responder àquele processo e que a população voltou para casa sem as conquistas pretendidas. “O que me preocupa é a nossa incapacidade de achar soluções, e os problemas vão se acumulando. E hoje eu vejo o país muito imobilizado, as próprias lideranças políticas não mostram muita força”, critica Barreto.

O Movimento Passe Livre (MPL), que coordenou em junho do ano passado as manifestações em defesa da redução da tarifa do transporte público em São Paulo, também critica a postura do governo. “A presidenta fez uma mesa para ouvir o MPL, mas não tomou nenhuma atitude de garantir o direito ao transporte das pessoas”, afirmou Lucas Oliveira, um dos integrantes do movimento. Por outro lado, o MPL  contabiliza vitórias. Além da redução das tarifas, o ativista destaca a aprovação da Emenda Constitucional nº 90, que dá nova redação ao Artigo 6º da Constituição Federal e inclui o transporte como direito social.

Outras conquistas também foram obtidas pelos ativistas, como a retirada de pauta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 37, que retiraria o poder de investigação do Ministério Público, e o projeto que ficou conhecido como “cura gay”.

Sandra Quintela, integrante do Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (Pacs) e da Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop), aponta como vitória desse ano de lutas a divulgação das violações vivenciadas no contexto de preparação para a Copa do Mundo, por meio de relatórios e atos organizados pelos movimentos locais e pela Ancop, bem como a conquista de moradia e a diminuição das remoções, em cidades como Fortaleza.

Do ponto de vista das mobilizações, o MPL avalia que junho permitiu o crescimento das lutas urbanas, expressas nas ocupações, e também o diálogo entre trabalhadores do transporte público e os usuários do transporte.

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) também é otimista ao analisar os protestos. Para o coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, os protestos de junho abriram uma nova conjuntura para as lutas sociais do país.“As mobilizações de junho reabilitaram essa legitimidade da luta social para a consciência popular. Até porque as pessoas viram que a massa foi para rua e a reivindicação foi alcançada: a tarifa baixou no país todo”.

Ele conta que, desde junho do ano passado, “a quantidade não só de ocupações de terra, mas de greves e de mobilizações populares que ocorreram, foi muito mais expressiva que no período anterior. Isso é importante, é um avanço, demonstra um despertar dos trabalhadores de forma mais organizada”.

ONG dá “cartões vermelhos” para a Fifa e cobra mais ações sociais

A organização não governamental (ONG) Rio de Paz fez hoje (21) um protesto na Praia de Copacabana em que deu “cartões vermelhos” para a Fifa, cobrando maior contrapartida social na Copa do Mundo. A ONG critica isenções de impostos dadas à entidade que representa o futebol internacional e afirma que o valor desses impostos não pagos chega a R$ 1 bilhão.

Fifacartaovermelho

ONG Rio de Paz faz ato na Praia de Copacabana e cobra da Fifa mais ações sociaisTomaz Silva/Agência Brasil

“Queremos que ela pegue o dinheiro que pagaria de impostos e invista em quadras esportivas em escolas públicas, por exemplo, ou nas favelas brasileiras. Seria uma forma de dar um retorno ‘padrão Fifa’. A Fifa está manchando sua imagem perante o mundo inteiro”, disse o fundador da ONG, Antônio Carlos Costa.

ONG Rio de Paz faz ato na Praia de Copacabana. Segurando cartões vermelhos, os ativistas cobram da Fifa a intensificação de ações sociais (Tomaz Silva/Agência Brasil)

ONG Rio de Paz dá “cartão vermelho” para a Fifa e critica gastos públicos Tomaz Silva/Agência Brasil

Doze cartões vermelhos com 2 metros de altura foram posicionados na areia da praia, em frente ao Hotel Copacabana Palace, e cerca de 30 pessoas mostravam cartões menores no ato, que, segundo Costa, não é contra a Copa, mas contra o modo como ela foi realizada, com muitos gastos públicos. No protesto, cartazes comparavam os custos dos estádios e das estruturas com hospitais, escolas e o combate à miséria.

“Quem não está lucrando é a democracia brasileira. Na cabeça de milhões de pessoas, a democracia não está mais associada à justiça social e à distribuição de renda, mas associada à proteção dos poderosos. Quando o pobre olha isso, ele diz: ‘a democracia não serve mais para nós’. Isso é péssimo porque ela deveria ser um valor inegociável em toda a sociedade”, criticou.

O Departamento de Imprensa da Fifa respondeu que a entidade depende da renda de uma Copa do Mundo para manter seus projetos de desenvolvimento do futebol ao longo dos quatro anos entre uma Copa e outra e que muitas federações nacionais não conseguiriam se manter sem ajuda financeira. A Fifa também afirma que criou um fundo para o desenvolvimento do futebol no Brasil que terá o valor divulgado depois da Copa do Mundo, mas que, inicialmente, tem a aprovação de 20 milhões de dólares. Entre os 108 programas de desenvolvimento do futebol que apoia em todo o mundo, a Fifa informa que há 26 entidades brasileiras.

Sobre a isenção de impostos, a federação informa que “diz respeito primordialmente à importação de bens (isto é, uniformes para voluntários, frotas de automóveis e ônibus)” e afirma que paga impostos sobre a venda de ingressos e que tem suas subsidiárias tributadas. A federação também paga impostos à Suíça, onde fica sua sede. 

Protesto em Copacabana lembra atentado antissemita que matou 85 argentinos

ProtcompacabanaA comunidade judaica do Rio de Janeiro e um grupo de jovens argentinos protestou hoje (21) na Praia de Copacabana para lembrar as 85 vítimas de um atentado à Associação Mutual Israelita ocorrido em Buenos Aires em julho de 1994, quando um carro-bomba explodiu na sede da associação.

Um dos organizadores do protesto, o argentino Enrique Rosenburt, disse que a Justiça do país chegou a apontar iranianos e argentinos como possíveis culpados pelo atentado, mas, 20 anos depois, ninguém foi punido. O protesto foi realizado antes do confronto entre os dois países na Copa do Mundo para pedir justiça às vítimas da explosão. 

“Nosso protesto não é contra nenhum governo, é só para que seja respondida essa questão. É pela memória e pela Justiça”, disse Rosenburt, que espera sensibilizar mais pessoas sobre a tragédia. “O mais importante é a conscientização pública das pessoas sobre o que aconteceu num país vizinho. Fazer as pessoas entenderem que, quando um vizinho tem uma dor, a gente tem que se solidarizar, como país latino-americano com uma comunidade judaica.”

Fotos das vítimas foram expostas na Praia de Copacabana e o nome de cada um foi dito. No fim, os manifestantes fizeram um minuto de silêncio, o que gostariam que tivesse sido feito também no início do jogo no Mineirão, em Belo Horizonte. “O Congresso Judaico Latino-Americano chegou a mandar um pedido para a Fifa, mas não teve resposta”. Um ato simultâneo foi feito em São Paulo.

Morando há três anos no Brasil, Enrique acredita que a comunidade judaica do Brasil, apesar de ser menor que a da Argentina, se integrou melhor à sociedade. “Aqui, outros setores sofrem mais com a discriminação. Na Argentina, ainda há antissemitismo.”

Manifestações diminuíram na Copa do Mundo

 

As reivindicações que foram levadas às ruas das cidades brasileiras em junho do ano passado não foram esquecidas. Embora tenham perdido força, os protestos continuaram nos meses seguintes, como as ocupações de Câmaras de Vereadores e as greves de professores no Rio de Janeiro e dos rodoviários em São Paulo.

Na Copa do Mundo, entretanto, os atos chamados pelos movimentos sociais, sobretudo pelos Comitês Populares da Copa, não têm surtido o mesmo efeito. Poucas centenas de pessoas têm participado dos protestos, que ocorrem simultaneamente aos jogos.

 Copamanifestacoes

Manifestantes fazem passeata pela Avenida Rio Branco, no centro do Rio, em direção à Cinelândia em protesto contra a Copa do MundoArquivo/Agência Brasil

Para Lucas Oliveira, integrante do Movimento do Passe Livre (MPL), que coordenou em junho do ano passado as manifestações em defesa da redução da tarifa do transporte público em São Paulo, a pauta da redução dos R$ 0,20 na tarifa faz falta.

“Ano passado, a gente tinha uma demanda muito objetiva colocada. Esse ano não existia uma demanda específica.” Ele também cita o cansaço como um dos fatores para o esvaziamento dos atos. “A gente fazia um ato a cada dois dias e dormia em média quatro, cinco horas por noite.” A mobilização, contudo, não parou. Oliveira defende que atos menores, mas constantes, além de ações nas comunidades, continuam sendo feitos. “Estamos acumulando.”

Já o cientista político Leonardo Barreto aponta a violência como motivo para a mudança no perfil das manifestações. Ele lembra que muitos dos atos terminaram em cenas de violência e depredação protagonizadas pelos black blocs, ativistas que defendem a ação direta como forma de chamar atenção e desafiar o Estado. Em fevereiro deste ano, o cinegrafista Santiago Andrade morreu depois de ser atingido por um rojão disparado por um desses ativistas, em meio a um protesto.

“Os protestos perderam muito apoio depois que isso aconteceu. As pessoas ficaram com medo de serem expostas”, diz Barreto, explicando que os atos deixaram de contar com o “protestante de ocasião”, pessoas que não são vinculadas a grupos políticos. “Nas marchas de junho, você escutava os amigos dizendo que levariam os filhos para ver. Hoje, você vê pais pedindo para os filhos saírem dos atos.”

Já Sandra Quintela, integrante do Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (Pacs) e da Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop), aponta a violência policial como um dos motivos para a mudança. Para ela, há uma militarização muito forte das forças de segurança. “Esse é o grande legado da Copa: a militarização recente, seja a nível local, com as guardas municipais, estadual, com as policiais Militar e Civil, e nacional, com as Forças Armadas.”

Desde junho passou a ser comum ver balas de borracha e spray de pimenta sendo usadas nas manifestações, que deixaram muitas pessoas feridas, inclusive jornalistas. Ainda em 2013, levantamento da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) apontou que 75% das agressões aos profissionais em manifestações foram cometidas por policiais. A Anistia Internacional também fez campanha para denunciar a violência policial e as detenções arbitrárias, bem como para defender o direito à manifestação.

A opinião é compartilhada pelo coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos. “Nós achamos que esse momento está se destacando, infelizmente, como um momento repressivo, o que já era esperado. Foram gastos R$ 2 bilhões só em aparato de segurança para essa Copa, exatamente para impedir que mobilizações tivessem um efeito maior e pudessem crescer nesse processo.”

Ele pondera, contudo, que o atual momento não encerra o ciclo de mobilizações iniciado em junho. “Nós achamos que esse processo, inclusive com as vitórias obtidas, traz um acúmulo importante que, nos próximos meses e nos próximos anos, devem também se reverter no fortalecimento das lutas sociais.”

Para Sandra Quintela, ainda é cedo para afirmar o que vai acontecer depois da Copa. Além dos impactos do endividamento das cidades-sede, o que vai ser criado pelos novos movimentos e também a posição dos já consolidados podem produzir mudanças, ou não, na vida política do país nos próximos anos.

Oito torcedores ficam feridos antes de jogo em Belo Horizonte

Copa-2014-BrasilOito torcedores ficaram feridos hoje (21), em Belo Horizonte, antes do início da partida entre Argentina e Irã pela Copa do Mundo. Eles aguardavam a chegada, pela manhã, do ônibus com a delegação da Seleção Argentina de Futebol no Estádio Mineirão, onde ocorreu o jogo. De acordo com a Polícia Militar (PM), uma aglomeração desordenada dos torcedores foi contida por munições não letais a fim de que não ultrapassassem o limite de segurança da escolta. A mobilização não era um protesto formalmente organizado.

Dentre os feridos, há quatro brasileiros, três argentinos e um colombiano. Segundo a PM mineira, todos foram atendidos em um posto médico próximo ao estádio, e liberados em seguida. O jogo, que começou no início da tarde, terminou com a vitória apertada da Argentina, com gol de Lionel Messi aos 46 minutos do segundo tempo.

Morre a feminista Rose Marie Muraro aos 83 anos

Rose_marieA escritora e feminista brasileira Rose Marie Muraro faleceu neste sábado (21) aos 83 anos, no Rio de Janeiro. Ela lutava contra um câncer reincidente, mas a causa da morte foi uma infecção urinária que se generalizou, de acordo com a assessoria de imprensa do Hospital São Lucas. Ela será velada neste domingo (22) a partir das 8h, no Memorial do Carmo.

Rose Marie Muraro lutava pela igualdadede direitos para as mulheresDivulgação/Instituto Rose Marie Muraro

Intelectual que lutava pela igualdade de direitos para as mulheres, Rose Marie Muraro foi reconhecida em 2005 pelo governo federal como Patrona do Feminismo Brasileiro. Nascida no dia 11 de novembro de 1930, com um problema na visão que a deixou praticamente cega durante parte da sua vida, a escritora deixou cinco filhos, doze netos e publicou 35 livros.

Além de escrever livros que retratavam de forma quase que inédita no Brasil a condição da mulher na sociedade da época, como A Sexualidade da Mulher Brasileira, Rose foi importante para a disseminação de conteúdos estrangeiros sobre o tema, traduzindo e editando inúmeras publicações. Trabalhou durante 17 anos na Editora Vozes e depois fundou, junto com outras feministas, a  Editora Rosa dos Tempos (hoje pertencente à Editora Record), criada para difundir um instrumento que desse voz às mulheres.

De acordo com a professora da Universidade Federal Fluminense Hildete Pereira de Melo, a vida de Rose Marie Muraro foi influenciada pelo seu trabalho na Teologia da Libertação, segmento da Igreja Católica que transformou a vida da intelectual. Após publicar Por Uma Erótica Cristã, no entanto, as suas ideias não foram mais aceitas pela Igreja.

Hildete contou à Agência Brasil que outro papel fundamental da intelectual foi na promoção de um seminário, há 40 anos, que culminou com a criação do Centro da Mulher Brasileira. O “papel vital” de Rose se deu não apenas na fundação da organização feminista, mas também no financiamento para que tal empreendimento se viabilizasse.

Pelo Twitter, a presidenta Dilma Rousseff  lamentou a morte de quem considerou um ícone da luta pelos direitos das mulheres. “Intelectual notável, Rose Marie foi uma mulher determinada em tudo, na luta contra a barreira da cegueira, na luta pelas suas ideias. Somos todas gratas à dedicação incansável de Rose Marie”, escreveu.

“Ela é um patrimônio das mulheres brasileiras, pela sua inteligência, vivacidade, pelo desprendimento na luta para vencer o patriarcado da sociedade e o machismo, na luta pela liberdade política democrática e pela igualdade das mulheres. Hoje, as mulheres estão órfãs”, declarou Hildete, que prepara uma homenagem neste domingo com muitas flores, o que, segundo ela, era desejo de Rose Marie Muraro antes de falecer.

A ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, participa do velório no Rio de Janeiro.

Um mês depois da tragédia que matou 18 passageiros em Canindé, familiares retornam ao local do acidente e cobram conclusão do inquérito policial

Canindeacidente
Familiares das vítimas fizeram orações e a conclusão do inquérito policial (Foto: Antônio Carlos/CNL)
Familiares das vítimas do acidente com o ônibus da empresa Princesa dos Inhamuns, em Canindé, realizaram ontem (quarta-feira, 18), no local da tragédia, um ato religioso para marcar um mês do acontecido. Depois eles participaram de missa na Basílica de Canindé. Em seguida, um grupo de mais de 50 pessoas, lideradas pelo presidente da Associação das Vítimas do Acidente da Princesa dos Inhamuns, Daniel Moura, seguiu para a Delegacia da Polícia Civil para cobrar agilidade na apuração do caso. 
Um mês depois do acidente que matou 18 passageiros, a Polícia ainda não concluiu o inquérito policial. “Mataram várias famílias, ninguém quer assumir o crime”, desabafou Daniel Moura.
O advogado das famílias, Alberico Ribeiro, depois de passar pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Canindé, acompanhado dos familiares das vítimas, foi até o Ministério Público Estadual buscar informações sobre a situação, mas disse que outras medidas serão adotadas após ouvir as famílias.
Os familiares também cobram ação da Defensoria Pública do Estado, que por ocasião do acidente, enviou defensores públicos para ajudar as famílias dos mortos na abertura de processos contra a empresa, mas até, segundo Daniel Moura, não houve nenhuma resposta do órgão.
Durante o manifesto que ocorreu no local da tragédia, todos rezaram o “Pai Nosso” pelos familiares mortos e também pediram proteção aos passageiros.
 
(Com informações de Antônio Carlos Alves/CNL)

Divulgada a lista dos aprovados no concurso público de Barbalha

 

Barbalha

A Universidade Patativa do Assaré divulgou Durante esta semana a lista dos aprovados no Concurso Público da Cidade de Barbalha 2014 . A entidade foi a responsável pela realização das provas.

Lembramos que essa lista consta o resultado parcial da prova objetiva.

Clique aqui e Confira a Lista

 

MEC pune duas instituições de nível superior de Fortaleza por baixa qualidade do ensino

Mec

“O Ministério da Educação (MEC) abriu processo administrativo para punir 79 instituições de educação superior que obtiveram resultados insatisfatórios no Índice Geral de Cursos (IGC) e que não tenham assinado Termo de Saneamento de Deficiências do MEC. A decisão e a lista de instituições estão publicadas na edição dessa quarta-feira, do Diário Oficial da União.

As instituições têm 15 dias para apresentar defesa à Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC. As instituições com o índice considerado insuficiente ficam impedidas de firmar novos contratos do Programa de Financiamento Estudantil (Fies), de participar de processo seletivo para oferta de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O IGC é um instrumento construído com base numa média das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. Assim, sintetiza num único indicador a qualidade dos cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma organização de ensino. O índice tem notas de 1 a 5. Instituições com IGC 1 ou 2 estão abaixo da média e sofrem penalidades como suspensão de vestibulares e até fechamento do curso. O índice é divulgado anualmente pelo MEC.”

Ceará

Centec e Seduc selecionam estagiários, assistentes e instrutores do Projeto e-Jovem

CentecO Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) e a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc/CE) estão com inscrições abertas para o processo seletivo de estagiários, assistentes e instrutores do Projeto e-Jovem. O e-Jovem oferece formação complementar em Tecnologia da Informação e Comunicação para egressos e alunos do Ensino Médio da rede estadual e da 8º e 9º séries do Ensino Fundamental, possibilitando sua qualificação e a consequente inserção no mundo do trabalho para geração de renda, enfatizando o protagonismo juvenil e a universalização da cultura digital.

 

O Edital 007/2014 traz todas as informações sobre a seleção de estagiários, assistentes e instrutores de informática e empregabilidade para atuar em 74 municípios. O Edital 008/2014 seleciona estagiários educadores para as áreas de informática e educação empreendedora em 28 cidades.

 

As inscrições são on-line (AQUI) e vão até o dia 29 de junho. É necessário o pagamento de uma taxa simbólica de 10 reais. A primeira fase é composta por uma prova objetiva que acontecerá no dia 6 de julho. As 2ª e 3ª fases são de avaliação didática e curricular, respectivamente.

 

As vagas são para as seguintes cidades: Acarape, Acaraú, Acopiara, Aiuaba, Altaneira, Aquiraz, Aracati, Aracoiaba, Assaré, Banabuiú, Barbalha, Baturité, Beberibe, Boa Viagem, Brejo Santo, Camocim, Canindé, Caridade, Carnaubal, Cascavel, Caucaia, Cedro, Choró, Coreaú, Crateús, Crato, Croatá, Dep. Irapuan Pinheiro, Eusébio, Fortaleza, Granja, Groaíras, Guaraciaba do Norte, Horizonte, Ibicuitinga, Icó, Iguatu, Ipu, Iracema, Itaitinga, Itapajé, Itapipoca, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Mauriti, Meruoca, Milagres, Milhã, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Pacajus, Pacatuba, Parambu, Pedra Branca, Pentecoste, Quiterianópolis, Quixadá, Quixeramobim, Redenção, Reriutaba, Russas, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Senador Pompeu, Sobral, Solonópole, Tauá, Tianguá, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

 

Sobre o E-Jovem

 

O projeto foi criado em 2007 e, desde então, já qualificou mais de 15.000 mil alunos em 180 escolas estaduais, localizadas em 70 municípios. Os jovens participantes possuem taxa de 40% de inserção no mercado de trabalho e uma média de 500 projetos sociais implementados.

 

Mais Infiormações: selecao@centec.org.br

Assessoria de Comunicação do Instituto Centec

Primeiro voo direto para a Alemanha começa nesta sexta-feira (20)

Voo_AlemanhaA partir desta sexta-feira (20), o Ceará passará a ter o seu primeiro voo regular para a Alemanha, fazendo o trajeto Frankfurt – Fortaleza – Frankfurt. Operada pela Condor Flugdienst, e captada pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Turismo (Setur), esta é a segunda ligação direta e regular com a Europa (o voo para Lisboa, pela TAP, opera ininterruptamente há cerca de 20 anos).

Todas as sextas-feiras, o voo de número 5038 da Condor chegará no Aeroporto Internacional Pinto Martins às 15h15, vindo da cidade alemã, e fará o caminho de volta às 16h45. A capacidade total da aeronave utilizada (um Boeing 767-300) é de 259 passageiros, divididos em três classes tarifárias: turística, executiva, e primeira classe, com 206, 35 e 18 assentos, respectivamente.

O voo inaugural desta sexta-feira virá com a capacidade máxima, sendo todos os passageiros alemães, e voltará para Frankfurt levando 237 pessoas. Na chegada, haverá batismo da aeronave na pista de pouso, solenidade de recepção e coletiva de imprensa com a presença do secretário do Turismo, Bismarck Maia, e o gerente regional para a América do Sul, José Luiz Cruz Martins, na área de desembarque.

Para o acesso de cinegrafistas e fotógrafos à pista de pouso, onde haverá o batismo da aeronave, é necessário credenciamento prévio, com envio de nome completo, RG e CPF até esta quarta-feira (18). É necessário que estes profissionais cheguem para a coletiva às 14 horas.

A Alemanha é um dos mercados estratégicos para o Ceará “devido à frequência com que viajam, ao interesse por novas culturas e pelo nosso clima, e ao bom poder aquisitivo que os alemães apresentam”, ressalta o secretário Bismarck.

Em 2013, o país foi responsável pela emissão de 12,3 mil turistas para o Estado (5,1% dos cerca de 240 mil turistas estrangeiros), ficando na 5% posição no ranking de mercados emissores internacionais, atrás apenas de Itália, Portugal, Espanha e França.

 

Assessoria de Comunicação da Setur CE

Pesquisa CNI-Ibope aponta que 26% dos brasileiros não têm interesse nas eleições

Urna_menorPesquisa aponta que 26% dos brasileiros não têm interesse nas eleições, contra  Urna eletrônicaFábio Pozzebom/Agência Brasil

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Ibope aponta que 26% da população não estão interessados nas eleições de outubro, quando os brasileiros irão às urnas para eleger presidente, governador, senador e deputados. Conforme a pesquisa, 16% dos entrevistados disseram estar “muito interessados” nas eleições deste ano, 29% responderam “interesse médio” e 29% avaliaram ter “pouco interesse”.


Para o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, os percentuais indicam insatisfação das pessoas. Ele ponderou, contudo, que a situação deve mudar, com o início da campanha eleitoral, em julho. “Chama atenção um quarto da população dizendo que não tem interesse nenhum nas eleições ainda. E 16%, um pouco mais alto, o número de pessoas dizendo que vão votar em branco. Acho que isso é uma coisa nova, se você compara com 2010, onde o pessoal de brancos e nulos era muito menor”, avaliou.


De acordo com a pesquisa, a maior parte dos jovens e das pessoas com 45 anos a 54 anos não estão interessadas na eleição. Dos entrevistados entre 16 anos e 24 anos, 12% disseram ter muito interesse no pleito. Somando os que responderam muito interesse com médio interesse, chega-se a 43%. Quando se soma os que escolheram pouco interesse com nenhum, atinge-se 57%.


No caso dos que estão na faixa dos 45 anos a 54 anos, 41% estão com muito interesse ou interesse médio. E 59%, com pouco ou nenhum interesse.


Entre as pessoas com 25 anos a 34 anos, a diferença entre os muito e pouco interessados diminui. A soma de muito e médio interesse atinge 48%, enquanto a de pouco e nenhum, 52%. A situação é parecida quando se consideram os entrevistados com mais de 55 anos: 47% têm muito ou médio interesse. E 52%, pouco ou nenhum.


A parcela que tem ensino superior apresenta maior interesse nas eleições. Os que têm de quinta a oitava séries do ensino fundamental são os que responderam ter menor interesse.


Na Região Sudeste, foi registrado o menor percentual de entrevistados interessados nas eleições. Segundo a pesquisa, 60% responderam ter pouco ou nenhum interesse, contra 39% de interessados. Os percentuais são 46% e 53% no Norte/Centro Oeste; 54% e 45%, no Nordeste; respectivamente. Na região Sul, está metade para cada tendência (interessados e não interessados).


Nas capitais, o percentual referente a muito ou médio interesse chega a 40%, contra 59% dos que não estão muito interessados ou não têm interesse algum. Nas periferias, o número é 48% e 52%, respectivamente. No interior do país, é 46% interessados contra 54% dos que têm pouco ou nenhum interesse.


O levantamento, feito em parceria com o Ibope, ocorreu entre os dias 13 e 15 deste mês. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 142 municípios. A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos.



Música de Qualidade - 24h!

300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

setembro 2014
D S T Q Q S S
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2012

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -