Farc pedem suspensão de projetos hidrelétricos e minerais na Colômbia

FarcAs Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) exigiram hoje (25) a suspensão de projetos hidrelétricos e da entrega de concessões para exploração mineral. Em comunicado, a mesa de negociações das Farc em Havana propôs uma “nova política energética” para a Colômbia. A guerrilha e o governo colombiano negociam em Cuba o fim do conflito armado.

“Rejeitamos o roubo de nossos recursos naturais e exigimos a construção de um novo modelo mineral e energético que beneficie a todos”, diz o comunicado lido por Rodrigo Granda, um dos negociadores das Farc.

A guerrilha defende, no texto, que o modelo de exploração seja refundado com base na redistribuição da renda da atividade petrolífera e na decretação de uma moratória no setor mineral que congele a distribuição de licenças de mineração, até que sejam garantidas condições de exploração benéficas para o conjunto da sociedade.

As propostas anunciadas nesta terça-feira não estão em discussão atualmente, porque os negociadores estão tratando do tema das drogas ilícitas desde novembro do ano passado. Os representantes das Farc reforçaram que o tema da mineração e da matriz energética afeta diretamente a vida dos agricultores e o desenvolvimento rural colombiano.

De acordo com o governo da Colômbia, o país, que  produz 1 milhão de barris de petróleo por ano, é também grande produtor de carbono e ouro. A exploração mineral é feita por multinacionais, pequenos mineradores e também por grupos ilegais. Há denúncias de que, em algumas regiões, as Farc e gangues criminosas comuns cobram uma espécie de imposto ilegal pela exploração de minério.

Desde que o processo de paz foi iniciado, em novembro de 2012, os negociadores do governo e das Farc já chegaram a acordos parciais sobre o desenvolvimento agrário e a participação política de ex-guerrilheiros. Quando terminar a discussão do terceiro item da pauta, a solução para o problema das drogas, ainda será preciso os seguintes temas: a reparação das vítimas; o desarmamento e a reintegração de membros das Farc e garantias para o cumprimento dos acordos no pós-conflito.

As Farc completam 50 anos de existência em maio, mês em que a Colômbia terá eleições presidenciais. O presidente Juan Manuel Santos é candidato à reeleição e tenta conseguir votos em nome da continuidade do processo de paz.

Ideli critica Standard & Poor’s e diz que números da economia são sólidos

IdeleA ministra da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, criticou a agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P), que reduziu a nota da economia brasileira. Ideli disse que a agência “não conseguiu sequer perceber o risco da crise de 2008”, que abalou a economia mundial.

Segundo Ideli, “os números da economia brasileira são muito sólidos e muito contundentes no sentido da qualidade de vida da população: é o emprego, é o controle macroeconômico, são nossas reservas cambiais, é o investimento [estrangeiro] direto que temos tido”. Ela acrescentou que o governo tem a convicção de que está trabalhando “conforme os interesses da maioria da população e [da] preservação da economia brasileira”.

Em relatório divulgado no fim da tarde de ontem (24), a agência reduziu, de BBB para BBB-, a nota soberana do país com perspectiva neutra, o que indica que a classificação não será rebaixada nos próximos meses.

Deputado Asdrúbal Bentes se entrega à Justiça no DF

Asdrubal-bentes-size-598O deputado Asdrúbal Bentes (PMDB-PA) se entregou há pouco à Vara de Execução das Penas e Medidas Alternativas (Vepema), no Distrito Federal. O Supremo Tribunal Federal determinou, no dia 20,  a prisão do deputado que estava sendo procurado pela Polícia Federal. Ele foi condenado a pena de três anos e um mês de prisão em regime aberto, pelo crime de esterilização cirúrgica irregular. Segundo as denúncias, ele havia oferecido, em 2004, 13 cirurgias de laqueadura de trompas a eleitoras de Marabá (PA), em troca de votos, quando disputou a eleição para prefeito do município.

Contatada pela Agência Brasil, a Vepema confirmou que ele se encontra, neste momento, nas dependências do órgão, aguardando ser ouvido por um juiz, que vai decidir qual pena alternativa será aplicada.

O STF informou à Câmara dos Deputados sobre a condenação e, na quinta-feira (27), a Casa deve decidir se abre processo de cassação contra Bentes. Caberá ao primeiro vice-presidente da instituição, André Vargas (PT-PR), dar parecer sobre o caso, após ouvir o deputado. Depois, os demais integrantes da Mesa Diretora decidirão se encaminham a representação à Comissão de Constituição e Justiça para análise.

Se for feita a representação à CCJ, será nomeado um relator, que preparará  o parecer a ser votado pelos membros da comissão. Bentes terá amplo direito de defesa também na comissão. Após ser votado pela CCJ, o parecer será encaminhado à Mesa Diretora da Câmara, que reunirá seus membros para decidir se representa ao plenário contra o deputado.

Caso seja feita a representação ao plenário pela cassação, caberá aos parlamentares, em votação aberta, decidir por maioria absoluta se Bentes perderá o mandato.

De acordo com a Lei de Execução Penal, condenados ao regime aberto devem cumprir a pena em uma casa do albergado. No entanto, como não há este tipo de estabelecimento no sistema penal do Distrito Federal, se optar por cumprir a pena em Brasília, Bentes cumprirá prisão domiciliar, com restrições. O juiz poderá determinar horários para o condenado chegar em casa e proibí-lo de frequentar determinados locais.

Prefeitos fazem mobilização no Senado por mais recursos para os municípios

DinheiroCerca de 800 prefeitos reivindicaram mais recursos para os municípios, hoje (25), durante ato no Senado. O principal pedido é aumento de 2% nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O fundo é uma transferência constitucional proveniente de 23,5% da arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto de Renda (IR). A distribuição dos recursos aos municípios é feita de acordo com o número de habitantes.

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, disse que o aumento de 2% representa mais R$ 7 bilhões que seriam repassados às prefeituras. Segundo ele, duas propostas de emenda à Constituição, uma tramitando no Senado, a PEC 39/2013, e a outra na Câmara dos Deputados, a PEC 341/2013, aumentam o repasse em 2% para o FPM.

Gilson Antônio Romano, prefeito de Rio Negro, cidade de 5 mil habitantes em Mato Grosso do Sul, disse que os pequenos e médios municípios precisam do aumento. “É vergonhoso ver a quantidade de dinheiro que fica em Brasília [no governo federal]. É, lá no município, que estão os problemas. A presidenta Dilma deve olhar com carinho a reivindicação. As prefeituras não estão conseguindo fechar a conta com a folha de pagamento, saúde e educação”, disse Romano.

Os prefeitos pedem mudança da Lei Complementar 116/2003, para incluir novas atividades econômicas na matriz de incidência do Imposto sobre Serviço, o fim das desonerações do IPI sobre a parte dos municípios e o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal sobre a redistribuição dos royalties de petróleo e gás a todos os municípios e estados brasileiros. Eles querem também que o Congresso não aprove projetos de lei que criem novas atribuições para os municípios sem a indicação da fonte de financiamento.

A mobilização de hoje é uma preparação para o ato programado para 11 de abril em todos os estados. A ideia é que as prefeituras suspendam serviços não essenciais por um dia para mostrar a situação de crise dos orçamentos municipais. “A proposta é que as prefeituras diminuam suas atividades para explicar à comunidade por que os municípios estão em crise, muitos entrando praticamente em falência”, disse Ziulkoski.

O próximo encontro dos prefeitos em Brasília será na Marcha em Defesa dos Municípios, que ocorrerá entre 12 e 15 de maio.

Agência Brasil

Equipe cearense representará o Brasil na Copa do Mundo das Crianças de Rua

OPNMeninos da ONG O Pequeno Nazareno, de Fortaleza, vão representar o Brasil na Street Child World Cup – Copa da Rua. Idealizada por uma entidade da Inglaterra, A SCWC quer chamar a atenção do mundo para o drama das crianças e adolescentes em situação de rua.

Além de jogar futebol, os adolescentes terão passeios, conferências sobre o fenômeno situação de rua e, sob a coordenação da Campanha Nacional Criança Não é de Rua (www.criancanaoederua.org.br), farão um protesto para exigir do governo brasileiro uma política pública específica para as crianças que ainda moram nas ruas.

O time brasileiro é formado por nove adolescentes de 14 a 16 anos, e pegará Indonésia, Egito, África do Sul e Libéria, no primeiro grupo do certame, que começa dia 30 próximo no Rio.

DETALHE – Nesta segunda-feira, às 15 horas, no Auditório do Colégio Santo Inácio, adolescentes, treinadores e diretores da ONG O Pequeno Nazareno concederão entrevista coletiva para detalhar a participação na competição.

O povo

Nordeste do Brasil teve pior seca dos últimos 50 anos em 2013, diz relatório

Dados da Organização Meteorológica Mundial mostram clima extremo. Austrália e Argentina também sofreram com calor.

 
Seca2013Em 20130, seca provocou a morte de animais no interior do Rio Grande do Norte (Foto: Aldair Dantas)

 

O Nordeste do Brasil viveu em 2013 a pior seca dos últimos 50 anos, segundo o relatório “Declaração sobre o Estado do Clima), divulgado nesta segunda-feira (24) pela Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês). O relatório traz detalhes sobre chuvas, inundações, secas, ciclones tropicais, as camadas polares e o nível do mar em cada região do planeta. Segundo o documento, a Austrália teve o ano mais quente de sua história, e a Argentina o segundo mais quente.

Os registros são feitos desde 1961, e o relatório mostra que 2013 foi o sexto ano mais quente desde então. A temperatura média da superfície do oceano e da Terra em 2013 oi de 14,5°C, marca que é 0,50°C maior que a média registrada entre 1961 e 1990, e 0,03°Cs maior que à média da década mais recente (2001-2010). De acordo com a WMO, cada década é mais quente que a anterior, sendo que a última registrada. Treze dos 14 anos mais quentes registrados ocorreram todos no século XXI.

Veja ao lado reportagem do ‘Jornal Hoje’ de 16 de dezembro de 2013 sobre a seca no Nordeste

No ano passado, as temperaturas na América do Sul foram dominadas pelo calor na maior parte do continente. No Brasil o calor provocou seca no Nordeste, ao mesmo tempo em que muitos estados sofreram com chuvas fortes no final do ano. O relatório aponta, por exemplo, a cidade de Aimorés (MG), com precipitação média quatro vezes maior do que a normalmente registrada no Sudeste do Brasil para o mês de dezembro.

Australia-weather_franAustrália registrou temperaturas acima de 45°C em
2013 (Foto: Rick Rycroft/Reuters)

“Tivemos um 2013 chuvas mais fortes, um calor mais intenso e um maior número de danos causados por tempestades e inundações costeiras como resultado da elevação do nível do mar”, disse o secretário-geral da WMO, Michel Jarraud.

“O aquecimento dos oceanos aumentou em profundidades menores. Mais de 90% do excesso de energia acumulado por gases do efeito de inverno se armazena nos oceanos. Estes gases alcançaram níveis recordes, o que signigica que nossa atmosfera e nossos oceanos continuarão esquentando nos próximos anos”, destacou Jarraud. “As leis da física não são negociáveis.”

Veja 12 destaques do clima extremo no mundo em 2013:

1) O tufão Haiyan devastou partes da região central das Filipinas.

2) As temperaturas no hemisfério sul foram muito quente, o que resultou em onda de calor generalizado: a Austrália experimentou um recorde de calor o ano todo, enquanto Argentina e Nova Zelândia tiveram o segundo e terceiro ano mais quente já registrado nestes países.

3) Um ar gelado varreu a Europa e sudeste dos Estados Unidos.

4) Na África, uma seca severa afetou Angola, Botswana e Namíbia.

5) Fortes chuvas de monção provocou inundações na fronteira entre Índia e Nepal. Rússia, nordeste da China, Sudão e Somália também tiveram inundações.

6) Uma grande seca afetou o sul da China

7) O Nordeste do Brasil registrou sua pior seca em 50 anos.

8) Na Europa, chuvas fortes provocaram enchentes na Áustria, República Checa, Alemanha, Polônia e Suíça.

9) Israel, Jordânia e Síria foram atingidos por queda de neve sem precedentes.

10)  As concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera alcançaram níveis máximos sem precedentes.

11)  Os oceanos do mundo atingiram um novo recorde de alto nível do mar.

12)  A extensão do gelo marinho na Antártida atingiu o pico registro diário.

 

G1

Pássaros são pesquisados na Chapada do Araripe

SoldadinhodoararipeObservar pássaros faz bem a qualquer pessoa, e também ao meio ambiente, conforme biólogos que atuam na região e vêm transformando essa ação em um hobby, que a cada dia atrai mais pessoas, não apenas do Cariri, mas de outros países. Essa experiência vem sendo replicada, a partir do projeto com o pássaro encontrado apenas na área da Chapada do Araripe, o Soldadinho-do-Araripe.
Desde 2010 foram iniciadas as expedições pelas matas da Floresta Nacional do Araripe (Flona) e pelo sopé da serra. Inicialmente, a experiência de observação foi realizada por estudantes de escolas públicas e privadas da região, incentivados pelo projeto do soldadinho, mas agora se expande e com frequência. Observadores de outros países, a exemplo da Alemanha, vêm a região para conhecer os pássaros que voam pelos céus do extenso Araripe.
Para o biólogo e admirador do ofício, Jefferson Bob, o ‘Birdwatching’ como se denomina a atividade de observação, tem crescido muito no mundo nos últimos anos, e, mais recentemente tomou uma dimensão inexplicável no Brasil. Para ele, esse número cresce a cada dia.
De acordo com ele, a região recebe muitos visitantes. Além do Soldadinho-do-Araripe, as pessoas vêm em busca de ver outras espécies endêmicas da caatinga. Essas aves são facilmente mostradas no lugar, mas ainda não há um grupo significativo formado por observadores do Cariri.
Atualmente a região conta com duas páginas no Wikiaves, site que reúne observadores do mundo inteiro. Uma delas é da APA – Chapada do Araripe e outra da Flora. As cidades também possuem uma página individual. Por meio do site, os observadores buscam conhecer a fundo o comportamento das aves, e trocam informações, por meio de um processo interativo com a comunidade.
Os registros de acessos chegam a mais de 1 milhão de pessoas. O prazer de observar aves acaba despertando o interesse das pessoas. Para Bob, a atividade de observar e estudar vem de longe. Desde à infância, e na universidade continuaram os estudos, com a Orintologia. Mas os grupos normalmente são compostos por uma diversidade de profissionais, de área diferentes.
Em Potengi, por exemplo, ele disse que recebe com frequência visitantes da América do Norte e da Europa. No Brasil, grupos de interesse do Sudeste e Centro Oeste. “Também temos recebido grupos daqui do Ceará, e, aos poucos, vai se consolidando um trabalho e o Cariri entrando de vez nos roteiros de observação de aves do mundo”, diz ele.
O biólogo tem sido agente de divulgação das espécies da área da Chapada, por meio de páginas e grupos na internet. Uma delas é o ‘faceaves’. Através do Wikiaves, as pessoas ficam informadas do que ocorre na região e as aves existentes.
Consciência
Para o biólogo Weber Girão, que atua com o projeto voltado para a preservação do Soldadinho-do Araripe, esse tipo de atividade contribui para o turismo e também a conscientização ambiental. Na Chapada do Araripe, muita gente está sempre em busca de ampliar suas listas de espécies. Há diversas aves daqui endêmicas da caatinga. E o animal de topete vermelho, o soldadinho, passa a ser o grande atrativo para esses observadores. Além disso, o Cariri também passa a ser rota para os guias devotados. Quando normalmente são estrangeiros que escolhem o Nordeste para as atividades, percorrem o Cariri por até dois dias. Bob começou a acompanhar os grupos em 2013, com incentivo de Weber. E o público para essa prática tem aumentado. Tanto que ao intensificar suas atividades, acabou se integrando à equipe do projeto do Soldadinho-do Araripe, para atuar na área de turismo com conservação do meio ambiente.
Por conta dessa dimensão que alcançou a iniciativa, a Chapada do Araripe será apresentada no maior evento de Observação de Aves da América Latina, o Avistar Brasil. O evento será realizado nos dias 16, 17 e 18 de maio deste ano, em São Paulo, e contaraá com a apresentação do Weber Girão com Projeto Soldadinho-do-Araripe.
Dentro desse contexto, Potengi será apresentado como roteiro de observação de aves. Além do Soldadinho-do-Araripe, um dos principiais focos de observação da área do Araripe, outros pássaros, por serem raros, chamam a atenção do observador, como o Bico Virado da Caatinga, Torom do Nordeste, Farinheiro e o Choca do Nordeste.
Bob destaca que projeto Soldadinho-do-Araripe lançou um Guia de Aves da Chapada do Araripe, com fotos de 290 espécies que podem ser vistas por aqui. De acordo com ele, esse guia pode ser adquirido no Instituto Cultural do Cariri.

Fonte: Diário do Nordeste De

Empresários discutem criação de um laboratório de esquadrias de alumínio

 

SimecNa próxima quarta-feira, às 18 horas, empresários cearenses filiados ao Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos do Ceará (Simec), ligados à Associação Nacional dos Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal) vão se reunir, na cobertura da FIEC, para discutir as possibilidades de criação de um laboratório e de uma oficina na área de esquadrias de alumínio. A intenção é instalar a estrutura na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), no bairro Jacarecanga.

Segundo o diretor de Inovação do Simec e coordenador do núcleo da Afeal em Fortaleza, José Sampaio de Souza Filho, a criação da estrutura em parceria com o SENAI será importante, principalmente, porque, no caso do laboratório, atualmente as empresas precisam enviar os produtos para ser testados em São Paulo. Já as oficinas servirão para qualificar a mão de obra para atuar no mercado cearense.

Antes da reunião na FIEC, o grupo de empresários visitará pela manhã as instalações do SENAI em Jacarecanga. A ideia do laboratório e da oficina já vem sendo tema de debate entre os empresários.

O povo

Juazeiro inicia recuperação das vias

 

ObrasemergenciajnObras estão sendo realizadas emergencialmente em áreas onde os prejuízos foram maiores e contarão com sistema de drenagens e reconstrução de muros de contenção de canais

FOTO: R.F. ARAÚJO
 
Juazeiro do Norte. Após a decretação de estado de emergência devido aos estragos ocasionados pelas precipitações caídas neste município desde o início da quadra invernosa, as obras de recuperação de vias públicas deverão ganhar ritmo acelerado a partir desta semana. Nos bairros mais afetados pelos estragos um maior número de equipes de trabalhadores e de maquinários já está sendo deslocado para dar auxílio à realização das obras.

O caso que demanda maior atenção do setor de Infraestrutura do município se localiza no bairro Novo Juazeiro, onde os moradores da Rua Raimundo Sobreira Rocha ainda demonstram preocupação devido à situação em que a artéria se encontra. Com as chuvas caídas no último dia 13, cerca de 100 mm, o solo, que não possui qualquer tipo de canalização para o escoamento das águas, acabou sendo arrastado por quase toda a extensão da via, gerando um enorme buraco no local.

Em vias onde o acúmulo de lixo e areia trazidos pelas águas de enchentes dificulta o escoamento das águas, equipes de limpeza também já foram acionadas para a retirada destes materiais para que, posteriormente, seja feita a recuperação da pavimentação das artérias com a utilização de pedra tosca ou, ainda, com a reposição da camada asfáltica, através da chamada operação tapa-buracos.

Retroescavadeira

Estes serviços estão sendo realizados, desde a semana passada, nas ruas Antônio Pinheiro Landim e Construtor José Sabino, no bairro Antônio Vieira, um dos pontos mais castigados pelas precipitações. Na Avenida Virgílio Távora, na Baixa das Timbaúbas, a limpeza da via vem sendo feita através do uso de uma retroescavadeira. No primeiro dia de uso do maquinário, foram recolhidas três caçambas de areia, mato e lixo. Os materiais vinham se acumulando e impediam que as águas pluviais escoassem, gerando pontos de alagamentos que impediam o fluxo normal de veículos pela artéria.

Também nas regiões dos bairros Betolândia, Tiradentes, Frei Damião e São José, há áreas onde o setor de Infraestrutura do município realizará ações de recuperação de vias e de reconstrução de muros de contenção de canais, além de obras de drenagem. “O estado de emergência decretado pelo prefeito municipal se deu, principalmente, para que nós tivéssemos a oportunidade de realizarmos um trabalho mais amplo em menor espaço de tempo. Neste sentido, já estão sendo feitos os levantamentos em torno do material necessário para que iniciemos, o mais rápido possível, as obras de drenagem e de recuperação dos muros de contenção dos canais que atravessam o município”, informou o secretário de Infraestrutura, Akiro Menezes.

Conforme o secretário, os transtornos vivenciados por moradores de áreas atingidas por estragos ocasionados após as chuvas acontecem devido a falta de sistema de drenagem em áreas onde foram realizadas obras de pavimentação. “Quando as obras de pavimentação foram realizadas, em gestões passadas, não se observou a necessidade da construção de um sistema de drenagem capaz de atender a todo o município. Por isso é que hoje em dia, quando chove na cidade, diversos locais apresentam pontos de alagamentos. Esse trabalho que está sendo iniciado, vai resultar na expansão da rede de drenagem oportunizando, a partir daí, um Juazeiro do Norte mais funcional para todos”, avaliou.

Akiro Menzes informou que a administração do município colocou um número telefônico (3571-1128) à disposição da população para receber denúncias e reclamações com o objetivo de ser realizado um mapeamento das áreas atingidas e, consequentemente, o conserto da malha viária da cidade, a partir de uma triagem onde serão priorizados os trechos mais graves com ênfase aos interditados para o tráfego de veículos.

Cronograma

“Nós já havíamos, inclusive, estabelecido um cronograma de atendimento a todos os bairros da cidade. No entanto, em virtude da intensificação das chuvas, houve a necessidade de deslocamento das equipes para áreas com maior registro de danos. Com as ligações feitas pela população o trabalho será facilitado e, em tese, haverá condições de respondermos mais rapidamente ao atendimento das demandas”, concluiu.

Nas últimas 24 horas, apenas três municípios cearenses registraram precipitações. As chuvas caíram com pouca intensidade nos municípios de Cedro (Posto Várzea da Conceição), 9.0 mm; Mulungu (Posto Mulungu), 6.0 mm e em Guaramiranga (Posto Guaramiranga), que registrou apenas 3.8 mm.

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) a previsão para hoje é de céu entre parcialmente nublado e claro com possibilidade de chuvas isoladas, principalmente entre a tarde e a noite, no Litoral Norte.

Isso ocorreria devido à atuação já observada de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e a proximidade de um ramo da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Obras Já para amanhã, a Funceme informa que haverá nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas no Estado, especialmente no centro-norte do Ceará.

Mais informações:

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos
(Funceme)
Avenida Rui Barbosa, 1.246
Telefone (85) 3101-1088

Roberto Crispim
Colaborador

Crimeia: forças russas atacam navio ucraniano no lago Donuzlav

Crimeialagosoldadosap01

Soldados ucranianos deixaram o navio Konstantin Olshansky no lago Donuzlav, Crimeia, nesta segunda-feira

Foto: AP

As forças russas atacaram nesta segunda-feira, em um lago do oete da Crimeia, um dos poucos navios da marinha ucraniana que ainda não havia caído sob controle de Moscou.

Um correspondente da AFP viu colunas de fumaça saindo do navio “Kostantin Olshanski”, momentos depois do ataque das forças russas no lago Donuzlav. Um porta-voz do ministério ucraniano da Defesa disse que a tripulação do navio lançou granadas de fumaça para se defender.

 Crimeialagosoldadosap02

Cansados de semanas de tensão, os soldados deixaram suas tropas. Segundo algumas fontes, eles estariam recebendo ameaças de militantes russos

Foto: AP

O governo interino da Ucrânia enviou mensagens para as tropas recuarem nesta segunda-feira, depois de ser bastante criticado pela posição indecisa sobre as tropas ucranianas em território da Crimeia. 

Os soldados serão transferidos para outras cidades com suas famílias, em resposta a supostas ameaças recebidas pelos oficiais. Países ocidentais impuseram uma série de sanções contra a Rússia por seus movimentos na Crimea.

“Vieram atrás de nós”, afirmou Dmitri Kovalenko, capitão do navio, segundo o site do jornal “Ukrainskaya Pravda”, que estimou em 200 o número de russos na ofensiva contra uma tripulação de 21 ucranianos.

Com informações da EFE, AFP e AP. 

98 pessoas morrem em naufrágio na África

Mar1Pelo menos 98 pessoas morreram no último sábado, 22, no naufrágio de uma embarcação no Lago Alberto, localizado entre Uganda e a República Democrática do Congo. A notícia foi divulgada somente hoje pelo Alto Comissariado para os Refugiados das Organizações das Nações Unidas (ONU). Na embarcação havia 250 pessoas. “Pelo menos 41 pessoas foram salvas e 98 corpos foram recuperados”, informou o Alto Comissariado. De acordo com a mídia local, a grande parte dos viajantes era de refugiados congolenses que viviam em Uganda. Em 2010, pelo menos 30 pessoas morreram no Lago Alberto quando uma embarcação virou.

Agência ANSA

Primeira federal a adotar cotas, UnB deve decidir sobre sistema até abril

UnbA UnB deve decidir se vai aderir exclusivamente à Lei de Cotas (Lei 12.711) para o ingresso de estudantes negros e indígenas ou se manterá parte da política de inclusão criada pela própria instituição há 10 anosWilson Dias / Arquivo Agência Brasil

A Universidade de Brasília (UnB) deve decidir, no próximo dia 3 de abril, se vai aderir exclusivamente à Lei de Cotas (Lei 12.711) para o ingresso de estudantes negros e indígenas ou se manterá parte da política de inclusão criada pela própria instituição há dez anos, combinando as regras previstas nas duas normas.

A decisão deveria ter sido divulgada no último dia 13 pelo Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe) da universidade, mas foi adiada depois que estudantes pediram mais tempo para discutir as alternativas. O reitor da UnB, Ivan Camargo, garantiu que o assunto será votado antes do próximo vestibular da instituição.

No ano passado, quando a política de cotas da universidade completou uma década, uma comissão formada por professores da UnB concluiu um relatório, com análise de pesquisas e dados do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), da Secretaria de Assuntos Acadêmicos (SAA) e do Centro de Informática da UnB (CPD), que aponta que os resultados da política de cotas da universidade é positivo.

“Com as cotas, a UnB escolheu o caminho certo e o debate nacional que se instalou desde então confirmou esse acerto. Do ponto de vista acadêmico, o rendimento dos estudantes formados, em todas as áreas do conhecimento, não varia muito entre cotistas e aqueles que ingressaram pelo sistema universal. Além disso, os dados mostram a expressiva quantidade de estudantes negros que não teriam ingressado na UnB se não houvesse a possibilidade de concorrência pelo referido sistema de cotas”, destacaram os integrantes da comissão.

No documento, a comissão recomenda que a UnB opte por uma solução mista: a reserva de metade das vagas para alunos de escolas públicas – previsto na Lei de Cotas – e a reserva exclusiva para negros, independentemente da situação socioeconômica, como ocorre atualmente, mas reduzindo o percentual de 20% para 5%. A Universidade de Brasília foi a primeira a adotar uma política de reserva de vagas. Quase 4 mil alunos entraram na instituição por meio do sistema de cotas raciais e 2 mil ex-alunos foram beneficiados pela política.

O grupo aponta, pelo menos, duas razões para essa alternativa. A primeira delas é que, apesar de terem se passado dez anos, o plano de metas definido pela UnB em 2003 ainda não foi totalmente alcançado. “A UnB já inclui, em 2012, um total de 41% de estudantes negros, contudo, a população de pretos e pardos no Brasil, como um todo, é 50%, e no Distrito Federal é 56%, o que significa dizer que se o sistema de cotas for interrompido, a igualdade racial proposta pelo plano de metas não será alcançada em sua plenitude”, afirmaram os professores.

A outra justificativa é que a adesão exclusiva à Lei de Cotas representaria um retrocesso na política de inclusão étnica e racial na universidade. De acordo com a comissão, a lei aprovada pelo Congresso Nacional cria divisões e uma nova dificuldade de ingresso dos negros ao ensino superior.

“Na medida em que as vagas foram divididas em duas partes iguais, é muito provável que os 50% de vagas dedicadas à concorrência geral sejam colonizadas inteiramente pelos brancos de classe média e alta que estudaram nas escolas particulares mais preparadas para esse tipo de competição. A classe média negra tenderá a concentrar-se na escola pública para evitar uma concorrência numérica desvantajosa com os brancos mais ricos”, afirmaram.

Na avaliação do grupo, os jovens negros vão optar pela escola pública e serão “forçados” a competir entre si. “Os negros pobres competirão apenas com os negros pobres e os negros de classe média competirão apenas com os negros de classe média”, destacam.

Durante um debate que ocorreu no final da semana passada, a ativista negra Natália Maria Alves Machado, da primeira turma de cotista da UnB, afirmou que a política foi essencial para conquistar uma vaga na instituição. “Sem cota eu não teria entrado e não teria me mantido na UnB porque só depois da implantação dessa política é que houve uma atmosfera minimamente apta a nos acolher nessa diferença. Pessoas como eu não podem ficar tentando vestibular indefinidamente porque quando saem do ensino médio já caem em subemprego”, disse.

Para Natália, a Lei de Cotas, que privilegia o recorte socioeconômico, limita a inclusão de negros e indígenas na universidade. Segundo ela, apesar de a maioria dos participantes da audiência ser a favor da recomendação do relatório, existe um temor em relação à decisão que será tomada no início do próximo mês. “A nova lei dá uma falsa impressão que contempla a problemática étnica racial, mas só contempla parte da demanda porque trata de pessoas pretas, pardas e indígenas que conseguem comprovar como oriundas de escolas públicas”.

Durante a audiência pública, apenas um aluno se manifestou contrário à manutenção da política de reserva de vagas mantida há dez anos pela instituição. Ouvido pela Agência Brasil – apesar da tentativa de uma professora de direito, que não se identificou, de pressionar a equipe de reportagem com acusações de racismo e parcialidade –, o estudante Calebe Mello Cerqueira disse que é contrário à manutenção da política nos moldes atuais, mas defende a reserva de vagas para estudantes oriundos de escolas públicas. Para ele, o maior limitador de oportunidades é a questão financeira e econômica.

“Não creio em política de cotas como retribuição às desgraças que nós, brancos, fizemos aos negros. Temos que ajudá-los a voltar a ter oportunidades, mas, do ponto de vista intelectual, o negro tem a mesma oportunidade que um branco. A única diferença é no nível de oportunidades. Sabemos que boa parte da população negra é de baixa renda e a capacidade intelectual é interferida por essa situação financeira”, avaliou.

Gastos de brasileiros no exterior diminuem de forma moderada

Grafico2O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel, considera que há sinais de diminuição, mas ainda moderados nos gastos de brasileiros no exterior. Em fevereiro deste ano, essas despesas chegaram a US$ 1,915 bilhão, o maior resultado para o mês, superando os gastos do mesmo período de 2013 (US$ 1,862 bilhão).

Já nos dois primeiros meses deste ano, essas despesas somam US$ 4,036 bilhões, com redução de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 4,162 bilhões). De acordo com Maciel, se for considerada a média diária de gastos, há uma queda de 6% no bimestre.

O motivo para essa moderação, segundo Maciel, é a alta do dólar, que estava em R$ 2,03, na média de janeiro e R$ 1,97 em fevereiro do ano passado. A média da cotação do dólar no primeiro bimestre deste ano ficou em R$ 2,38.

Segundo Maciel, os gastos no exterior já chegaram a crescer 20% na comparação entre os anos. “Esse crescimento era bastante consistente. Da metade do ano [passado] pra cá, a dinâmica mudou”, disse. Maciel ponderou, entretanto, a aumento da renda dos brasileiros contribui para os gastos no exterior, mesmo com a alta do dólar.

Já as receitas de estrangeiros em viagem no Brasil chegaram a US$ 591 milhões, em fevereiro deste ano, contra US$ 624 milhões, em igual período de 2013. De janeiro a fevereiro, as receitas ficaram em US$ 1,234 bilhão, ante US$ 1,321 bilhão nos dois primeiros meses do ano passado.

Com os resultados dos gastos de brasileiros e as receitas de estrangeiros, a conta de viagens internacionais fechou o primeiro bimestre negativa em US$ 2,802 bilhões, contra US$ 2,841 bilhões em igual período do ano passado. A previsão do BC é que o déficit na conta de viagens fique em US$ 18,5 bilhões neste ano, ante a previsão anterior de US$ 19 bilhões.

Dados preliminares deste mês mostram que a conta de viagens internacionais ficou negativa em US$ 646 milhões, com gastos de brasileiros no exterior em US$ 942 milhões e receitas de estrangeiros no Brasil em US$ 296 milhões.

Prorrogada atuação da Força Nacional para combater desmatamento

A Força Nacional de Segurança Pública continuará reforçando as operações policiais, em apoio ao Ministério do Meio Ambiente, de combate aos crimes ambientais na Amazônia, sobretudo o desmatamento ilegal, até o dia 28 de janeiro de 2015. A portaria do Ministério da Justiça, que prorroga a permanência do efetivo, está na edição de hoje (24) do Diário Oficial da União.

O pedido de apoio da Força Nacional na Amazônia foi feito pela ministra Izabella Teixeira, no dia 7 de março. Segundo a portaria, o número de policiais e as ações a serem desenvolvidas obedecerão ao planejamento definido pelos órgãos envolvidos na operação. O prazo do apoio prestado pela Força Nacional poderá ser prorrogado.

Forca_nacional

Força Nacional permanecerá na Amazônia para combater crimes ambientaisArquivo/Agência Brasil

Desde 2013, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) conta com as operações Onda Verde e Hileia Pátria, na Amazônia Legal, para combater o desmatamento e outros crimes ambientais. De caráter preventivo, a Onda Verde começou em fevereiro do ano passado. Ela tem seis frentes atuando centradas em áreas críticas que respondiam por mais de 70% do desmatamento da Floresta Amazônica.

Em maio do ano passado, foi incorporada uma nova frente de trabalho, a Hileia Pátria, que conta com o apoio logístico e de inteligência do Exército e a atuação mais repressiva, para coibir a extração de madeira em terras indígenas e unidades de conservação. Segundo o Ibama, as operações continuam por tempo indeterminado e a Onda Verde incorporou as ações da Hileia Patria.

Saúde anuncia inclusão do teste rápido de tuberculose no SUS

Sus2No Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, lembrado hoje (24), o Ministério da Saúde anunciou a inclusão do teste rápido da doença no Sistema Único de Saúde (SUS). A tecnologia, denominada Gene Xpert, detecta a presença do bacilo causador da tuberculose em duas horas, além de identificar se há resistência ao antibiótico Rifampicina, usado no tratamento da doença.

Ao todo, 50 equipamentos devem ser distribuídos ainda nesta semana aos estados do Amazonas, de Pernambuco, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e de São Paulo. De acordo com a pasta, até maio, todos os estados brasileiros terão recebido os equipamentos. Ao todo, 160 máquinas devem entrar em funcionamento, com capacidade para realizar 640 mil testes rápidos.

Até maio, 92 cidades consideradas estratégicas para o controle da doença devem contar com os equipamentos. As localidades concentram 55% dos novos casos de tuberculose registrados no país e englobam todas as capitais e municípios com mais de 130 novos casos da doença.

De acordo com o ministério, estão sendo investidos R$ 15 milhões na implementação da tecnologia no SUS. Os recursos são destinados à aquisição dos testes, das máquinas (computadores com leitor de código de barras e impressora) e para o treinamento dos profissionais de saúde. A técnica já foi testado em Manaus (AM) e no Rio de Janeiro (RJ).

No exame tradicional para detecção da tuberculose, são necessários 30 dias para realizar o cultivo da micobactéria e outros 30 dias para o diagnóstico de resistência à Rifampicina.

Em cúpula sobre segurança nuclear, Temer defende eliminação de armas atômicas

MichelTemerRepresentando o Estado brasileiro, o vice-presidente Michel Temer defendeu hoje (24), em Haia, na Holanda, a eliminação total de todos os arsenais atômicos do mundo. Durante discurso na 3ª Cúpula sobre Segurança Física Nuclear, Temer também ressaltou que toda atividade nuclear deve ser admitida somente para fins pacíficos.

O vice-presidente disse que o maior risco para a humanidade não está nas instalações de uso civil de energia nuclear, mas sim nas bombas atômicas. “Hoje, como sabemos, todo o estoque de material nuclear voltado para uso militar escapa dos mecanismos multilaterais de controle. O modo mais eficaz de se reduzirem os riscos de que agentes não estatais utilizem explosivos nucleares ou seus materiais é a eliminação total de todos os arsenais atômicos”.

Temer ressaltou que a Constituição Federal brasileira estabelece que toda atividade nuclear em território nacional somente será admitida para fins pacíficos e que o país defende o lançamento de negociações multilaterais sobre uma convenção que proíba as armas nucleares e preveja sua eliminação “de forma transparente, verificável e irreversível, com metas e prazos realistas”.

Segundo Temer, essas preocupações motivaram o Brasil a apresentar a declaração intitulada “Em maior segurança: uma abordagem abrangente da segurança física nuclear”, apoiada por outros 14 países: Argélia, Argentina, Chile, Egito, Indonésia, Cazaquistão, Malásia,Filipinas, México, Nova Zelândia, Cingapura, África do Sul, Ucrânia e Vietnã.

“Um mundo que aceita as armas nucleares será sempre um mundo inseguro. É imperioso eliminar tais armas que permanecem como ameaça à humanidade”, concluiu o vice-presidente, explicitando a expectativa de que os esforços da cúpula contribuam para reforçar o empenho político neste propósito.

Paralelamente à 3ª Cúpula sobre Segurança Física Nuclear, que conta com a presença, entre outros líderes, do presidente norte-americano Barak Obama, da chanceler alemã Angela Merkel e do primeiro-ministro britânico Cameron David Cameron, os líderes do G7 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá) se reúnem em Haia para avaliar sanções à Rússia pela anexação da Crimeia, península pertencente à Ucrânia, ao seu território. Uma das medidas que serão votadas pelo grupo é sobre a possível expulsão da Rússia do G8.

Malásia confirma que Boeing caiu no Sul do Oceano Índico

AviaoperdidoO primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, confirmou hoje (24) que o avião desaparecido da Malaysia Airlines caiu no Sul do Oceano Índico. Em coletiva de imprensa, ele disse que a informação foi confirmada por dados de satélites.

“É com profunda tristeza e pesar que devo informar que, segundo novos dados, o voo MH 370 terminou no Sul do Oceano Índico”, disse Razak, informando que as famílias das vítimas foram avisadas na manhã de hoje.

De acordo com a empresa britânica BBC, a Malaysia Airlines enviou mensagem às famílias informando que não houve sobreviventes. “A Malaysia Airlines lamenta profundamente ter que concluir para além de qualquer dúvida razoável que o [voo] MH370 se perdeu e que nenhuma das pessoas a bordo sobreviveu”.

O avião, um Boeing 777-200, desaparecido há 16 dias viajava de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, na China, e levava 239 pessoas, está dado como desaparecido desde 08 de março.

*Com informações das agências Lusa e Télam

Recomendações do TCU geraram economia de R$ 700 milhões em obras da Copa

Copa-2014-BrasilA recomendações do Tribunal de Contas da União (TCU) para obras da Copa do Mundo de 2014 geraram uma economia de R$ 700 milhões aos cofres públicos. A afirmação é do ministro do TCU Benjamin Zymler, que participou hoje (24) de seminário no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ).

“Produzimos uma economia de algo de R$ 700 milhões, [por meio] de medidas para a revisão de orçamentos, repactuação de contratos e revisão de editais. Há a visão global de que, alguns casos, houve a frustração de algumas obras que não vão ficar prontas para a Copa do Mundo, mas, por outro lado, temos bons resultados na maior parte dos estádios que foram controlados pelo tribunal”, disse Zymler.

Segundo o ministro, apenas nas adequações feitas ao contrato de reforma do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, onde será realizada a partida final da Copa do Mundo, foram economizados entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões. 

Financiamento do déficit das contas externas é ‘confortável’, diz diretor do BC

Bc2O financiamento do déficit das contas externas brasileiras está em situação favorável e confortável, de acordo com a avaliação do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel.

Hoje, o BC divulgou a revisão da estimativa de déficit em transações correntes, que são as compras e as vendas de mercadorias e serviços do país com o mundo – de US$ 78 bilhões para US$ 80 bilhões, este ano. Em relação a tudo o que o país produz, o Produto Interno Bruto (PIB), o saldo negativo deve ficar em 3,60%, contra 3,53% previstos anteriormente.

Maciel argumentou que os ingressos de investimentos estrangeiros diretos (IED) seguem entrando no país de “forma significativa”. “É a melhor forma de financiamento do déficit de transações correntes porque são recursos que entram no país e se incorporam ao processo produtivo”, disse.

Entretanto, o IED não será suficiente para cobrir o saldo negativo. A projeção do BC é que o IED fique em US$ 63 bilhões, este ano, o que corresponde a 2,84% do PIB.

Para Maciel, a segunda melhor forma de financiar o déficit em transações correntes são os empréstimos externos de médio e longo prazo. Segundo Maciel, no primeiro trimestre, a taxa de rolagem dos empréstimos deve ficar acima de 150%. Quando essa razão entre desembolsos e amortizações está acima de 100%, as empresas não somente rolam os vencimentos, mas também tomam mais recursos. De janeiro a fevereiro deste ano, essa relação ficou em 139% e neste mês, até o dia 20, em 271%.

Além do IED e dos empréstimos, o déficit em transações correntes também é financiado por investimento estrangeiro em ações e títulos. A previsão do BC para o investimento estrangeiro em ações negociadas no Brasil e no exterior é US$ 5 bilhões este ano, contra US$ 10 bilhões, previstos anteriormente. Para o investimento em títulos negociados no país, a estimativa é US$ 15 bilhões em 2014, ante projeção anterior de US$ 10 bilhões.

Casais estrangeiros já podem se inscrever no Cadastro Nacional de Adoção

 
 Adocao

Em todo país, há 5.440 crianças e adolescentes até 17 anos cadastrados para adoçãoArquivo/Agência Brasil

A adoção de crianças brasileiras por casais estrangeiros ficou mais fácil, a partir de hoje (24), com a aprovação, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de uma mudança na resolução que trata do Cadastro Nacional de Adoção (CNA). A partir de agora, o cadastro – por onde são feitos os processos de adoção no Brasil – estará aberto também a pretendentes estrangeiros.

De acordo com a assessoria do CNJ, a publicação da nova resolução faz com que brasileiros e estrangeiros sigam o mesmo trâmite no processo de adoção. Antes, os casais estrangeiros só poderiam adotar crianças que não tivessem sido adotadas por meio do CNA, ou seja, após elas não terem despertado o interesse de brasileiros. Em todo país, há 30.424 pretendentes para a adoção de 5.440 crianças e adolescentes até 17 anos cadastrados (3.081 meninos e 2.359 meninas). O estado com maior número de criancas cadastradas é São Paulo (1.341), seguido do Rio Grande do Sul (702), de Minas Gerais (669) e do Paraná (667).

Há, segundo o cadastro, oito crianças com menos de um ano, em  busca de uma família. O número cresce à medida que a idade avança. São 40 crianças com um ano de idade esperando por adoção; 59 com dois anos; 91 com três anos. No outro lado da tabela do CNA, há 567 pessoas com 17 anos na busca por uma família e 628 com 16 anos.

Do total de crianças e adolescentes cadastrados, 2.588 são pardos; 1.762 brancos; 1.033 negros; 31 indígenas; e 25 de raça amarela (oriental-asiática). Dos 30,4 mil pretendentes cadastrados, 8.995 (29,57% do total) dizem querer “somente” crianças brancas, enquanto 511 (1,68%) dizem querer “somente” crianças negras. Há, ainda, 206 querendo somente adotar indígenas (0,68%).

Estudantes do IFCE Juazeiro apresentarão projeto no “Caldeirão do Huck”

AlunosifceAlunos do IFCE, campus Juazeiro do Norte, participarão do programa “Caldeirão do Hulk” da TV Globo na tarde deste sábado (22). Eles participarão do quadro “Jovens Inventores” apresentando o projeto “Água Renovada” em que demonstram que é viável o reuso da água.

O projeto consiste na construção de um destilador rústico, de baixo custo, que purifica a água. Esse sistema foi desenvolvido pelos estudantes do ensino médio Larissa Brenda, Júnior Nicácio e Laleska de Oliveira, sob a orientação de Ricardo Fonseca. “Para um estado como nosso, que enfrenta períodos de seca, a relevância é muito grande”, afirma Ricardo.

Segundo Larissa, o projeto é resultado de uma preocupação com a seca e a vontade de fazer algo pelas pessoas que sofrem com a falta de água. “A seca já chegou a atingir mais de 90% dos municípios cearenses. Em algumas cidades o litro de água custou mais que um litro de gasolina. Encontramos uma forma de amenizar a situação sem gastar muito”, acrescenta.

IFCE 

Crato inaugura Centro de Especialidades Odontológicas do município

OdontoDando continuidade às comemorações relativas aos 250 anos do Município e com o intuito de melhorar os  serviços em saúde o prefeito do Crato Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos e a secretária municipal de saúde Aline Franca inauguram hoje, sexta-feira,  21, às 18 horas o Centro de Especialidades Odontológicas – Dr. José Nilo Alves de Sousa.

O CEO municipal de Crato Dr. Jose Nilo Alves de Sousa – que funcionará na Rua André Cartaxo, em frente ao Sesc – objetiva atender a população que necessita de assistência odontológica em procedimentos de média complexidade, complementando e servindo de referência às unidades básicas de saúde já existentes no município.

Os CEO’s são uma das frentes de atuação do programa Brasil Sorridente, onde o tratamento oferecido é uma continuidade do trabalho realizado pela rede de atenção básica e no caso dos municípios que estão na estratégia saúde da família, pelas equipes de saúde bucal. Deste modo, os profissionais da atenção básica são responsáveis pelo primeiro atendimento ao paciente e pelo encaminhamento aos centros especializados apenas para casos mais complexos.

De acordo com a odontóloga da Secretaria de Saúde do Crato, Sáskia Barreto, o CEO Municipal de Crato é do tipo II, e contará  com cinco consultórios odontológicos completos seguindo as exigências do Ministério da Saúde e oferecerá à população cratense o atendimento em especialidades como estomatologia, com ênfase em diagnóstico e detecção do câncer bucal; endodontia (tratamento de canal); periodontia (tratamento da gengiva); atendimento a pacientes portadores de necessidades especiais; prótese (totais e parciais); cirurgia oral menor e ortodontia (preventiva e interceptativa para crianças até 11 anos de idade). O funcionamento do CEO acontecerá nos turnos manha, tarde e noite de acordo com a especialidade.

A secretária Municipal de Saúde Aline Franca enaltece mais uma ação do Governo do Crato, no que diz respeito a melhorar a qualidade da saúde no município “Nossa cidade contará com um equipamento muito bem preparado para diversos atendimentos, bem como, profissionais especializados. Com a inauguração do CEO Municipal o prefeito Ronaldo Gomes de Matos mostra que tem se empenhado em promover melhorias nos serviços assistenciais de saúde para a comunidade cratense”, conclui.

C1

Ceará pleiteia mais 30 mil toneladas de milho para os produtores rurais

MILHORepresentantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) participaram nesta sexta-feira (21) de reunião na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) para discutir a demanda do Estado do Ceará no que diz respeito ao milho para os produtores rurais. Após o encontro, o secretário Nelson Martins afirmou que o Governador Cid Gomes vai encaminhar à Casa Civil da Presidência da República solicitação do envio de mais 30 mil toneladas de milho para o Ceará via navio.

 

“O Estado do Ceará conta com toda uma estrutura para receber o milho no Porto do Pecém e fazer a distribuição para os municípios, além do frete ser mais barato”, afirmou o secretário. Também vão subscrever o documento a Federação da Agricultura do Estado do Ceará, (FAEC) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraece).

 

O presidente nacional da Conab, Rubens Rodrigues, destacou que além das 30 mil toneladas que virão de navio, a entidade deve encaminhar mais uma remessa de milho através do transporte terrestre. “Nós ainda estamos negociando esta quantidade com o Governo do Estado e as entidades”, informou.

 

O Governo Federal prorrogou, até o próximo dia 30 de junho, a comercialização de milho em grão dos estoques públicos – a preços subsidiados pelo Programa de Vendas em Balcão – para os municípios localizados na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A determinação consta da Portaria Interministerial Nº 223, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 20 de março.

 

Com isso, o milho continuará sendo vendido a R$ 18,12, a saca de 60 kg para os agricultores familiares com DAP, e a R$ 21 para médios e grandes produtores rurais.

 

Produção de forragem

O secretário Nelson Martins informou ainda que o Estado está adquirindo mais de 4 mil kits de produção de forragem para distribuir com os agricultores familiares. “Os kits estão sendo adquiridos com os recursos arrecadados com a venda do milho no ano passado”, disse o secretário.

 

Participaram da reunião o secretário-adjunto da SDA, Antônio Amorim, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Gerardo Fonteles, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, o superintendente estadual da CONAB, Agenor Ribeiro, a superintendente estadual da Agricultura no Ceará, Maria Luiza Rufino, o presidente da FAEC, Flávio Saboya, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta e representantes da Fetraece.

 

Assessoria de Comunicação da SDA

Princípio de incêndio atinge consultório em Juazeiro do Norte

IncendioParte dos equipamentos de uma clínica de reabilitação oral ficou destruída devido a um princípio de incêndio ocorrido no início da tarde desta sexta-feira (21) em Juazeiro do Norte. O local funciona na sobreloja do edifício Medical Center e estava fechado para horário de almoço.

O sinistro só foi percebido por volta das 13h, quando uma funcionária retornava ao trabalho para reabrir o consultório. Segundo ela, ao perceber a fumaça que tomava conta dos corredores decidiu retornar ao piso inferior para pedir ajuda ao porteiro do prédio e solicitar que o Corpo de Bombeiros fosse acionado

“A fumaça já estava por todo o corredor. Fiquei com medo de entrar no consultório sozinha e desci pra pedir ajuda ao porteiro. Depois ligamos para os bombeiros pra que eles pudessem vir apagar o fogo antes que o consultório fosse todo destruído”, contou a funcionária.

A fumaça também fez com que grande parte das pessoas que estavam em outros andares do prédio saíssem das salas onde se encontravam e retornassem ao piso térreo do edifício. A situação só foi normalizada após a chegada do Corpo de Bombeiros, que demorou cerca de dez minutos para atender ao chamado realizado pela funcionária da clínica.

Rede elétrica pode ter ocasionado o sinistro

Para ter acesso à sala onde o fogo havia iniciado, os bombeiros tiveram que usar uma janela que fica próxima a um telhado de acesso ao piso inferior do edifício. Conforme o sargento Silva Gomes, que comandou o trabalho dos bombeiros, as suspeitas são de que o fogo teria começado devido a um problema na rede elétrica do andar onde o consultório funciona.

“Ainda é muito prematuro qualquer tipo de avaliação. Só após a realização da perícia é que nós saberemos realmente o que teria ocasionado o princípio de incêndio. No entanto, devido às características, há indícios de sobrecarga de algum equipamento, mediante a existência de possíveis problemas na rede elétrica”, explicou o militar.

O proprietário do consultório, John Vasconcelos, que também possui outras salas no mesmo andar do prédio, disse que todos os equipamentos foram desligados antes que ele e outros funcionários saíssem para o horário de almoço. “Não havia equipamento ligado, a não ser na tomada. Mas, quando nós saímos todos os equipamentos foram desligados, como acontece diariamente no consultório”, disse.

O fogo destruiu um aparelho de ar-condicionado, equipamentos odontológicos e um aparelho fotopolimerizador, além de outros materiais. O proprietário informou que aguardará o laudo da perícia para acionar o seguro na tentativa de diminuir os prejuízos ocasionados pelo sinistro.

Escândalo das Vassouras – MP acusa ex-presidente da Câmara Municipal

Vassouras“O Ministério Público da Comarca de Juazeiro do Norte ajuizou, em 18 de março, uma Ação de Improbidade Administrativa em face de José Duarte Pereira Junior, conhecido como Zé de Amélia, ex-presidente da Câmara Municipal no período 2009-2012, e em face de outros vinte e sete promovidos, dentre eles, fornecedores e integrantes da Comissão de Licitação (José Lidemar Figueiredo Calou, Maria das Graças Tavares de Souza, Kathia Matos Rodrigues, Delton Pinheiro Sá e Wanilda Maria Lopes Oliveira), nos exercícios de 2009-2010, sendo a ação subscrita pelos Promotores de Justiça Lucas Felipe Azevedo de Brito e José Silderlandio do Nascimento, em trâmite na 3ª Vara Cível.

Em resumo, o Ministério Público apontou na ação de improbidade administrativa esquema fraudulento consistente na montagem e direcionamento de licitações, fracionamento de despesas, expedição de notas fiscais frias, superfaturamento, relacionados à aquisição de material de consumo, serviços de publicidade, locação de veículos, serviço de consultoria, assessoria jurídica, além de irregularidades relacionadas ao IRRF.

Chama a atenção o fato de que o “Escândalo das Vassouras”, da gestão do Presidente da Câmara Municipal “Antonio de Lunga” não é um fato recente na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte. Enquanto na gestão de “Antonio de Lunga”, o exagero de aquisição de mercadorias de consumo alcançou aproximadamente apenas a quantia de R$ 63.000,00; na gestão de José Duarte Pereira Junior, a aquisição exagerada de material de consumo nos anos de 2009 e 2010 alcançou a absurda e injustificável quantia de aproximadamente R$ 1.500.000,00, sendo assim o prejuízo ao erário causado por José Duarte Pereira Junior bem mais grave.

Fazendo um comparativo apenas das vassouras supostamente adquiridas: na gestão de José Duarte Pereira Junior (2009-2010) teriam sido adquiridas 12.016 vassouras, sendo 6.100 vassouras de palha, enquanto na gestão de Antônio Alves de Almeida teriam sido adquiridas 4200 vassouras, sendo 1200 vassouras de palha. As supostas aquisições de José Duarte incluiriam inúmeros outros produtos, chamando a atenção da Diretoria de Fiscalização do Tribunal de Constas que em inspeção em setembro de 2010 verificou que as dependências da Câmara Municipal não dispõe de espaço físico capaz de suportar a elevada aquisição de mercadorias, as quais não foram encontradas no momento da inspeção. O maior fornecedor de material de consumo foi Josineide de Morais Tributino ME, existindo outros.

Em relação aos serviços de publicidade, não há a comprovação da realização dos aludidos serviços, sendo efetuadas despesas pela Câmara Municipal no valor de R$ 1.451.520,00 em 2009 e no valor de R$ 868.670,00 em 2010 junto a Cícero Yorio Pequeno Bulhões, valendo citar que as despesas com publicidade em 2009 foram as maiores despesas da Câmara Municipal, maior do que a Folha de Pagamento de Vereadores e do que a Folha de Pagamento de Pessoal. No que diz respeito à locação de veículos: a Câmara Municipal realizou duas licitações (convites) no mesmo ano de 2009, sagrando-se vencedora a mesma empresa Simões Construtora Ltda que não possuía um único veículo de sua propriedade para locar à Câmara Municipal e cujo contrato social da empresa foi subscrito por irmão do ex-Presidente da Câmara Municipal que é advogado.

Com a finalidade de recuperação de créditos previdenciários e tributários, contratou-se a empresa Consultec, a qual, durante a inspeção do TCM em setembro de 2010, já havia recebido a vultosa quantia de R$ 380.000,00, e somente havia recuperado a quantia de R$ 215.680,42, acarretando grave prejuízo ao erário. Os contratos administrativos e aditivos somavam a quantia de R$ 382.500,00, sendo recuado o dano ao erário após inspeção do TCM. Por sua vez, em relação à Assessoria Jurídica, teriam sido pagos nos exercícios de 2009 e 2010, R$ 540.000,00 a outra empresa. Ainda na referida gestão, foram descontados valores do imposto de renda retido na fonte dos agentes públicos da Câmara e não foram repassados ao órgão competente a quantia aproximada de R$ 610.000,00.

O Ministério Público requereu o afastamento cautelar de José Duarte Pereira Júnior por seis meses para fins de instrução processual e diversas outras medidas relacionadas à maioria dos promovidos, sigilo bancário e fiscal e exibição de documentos relacionados às contas públicas. Os atos de improbidade administrativa que causam enriquecimento ilícito e dano ao erário podem acarretar, dentre outras sanções, a perda do cargo público e a suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos, além do ressarcimento do dano ao erário.”

Site do MP-CE

Bimotor continua desaparecido no Pará

Beechcraft_baron_g58-03Sem pistas do paradeiro do bimotor Beechcraft BE 58 Baron, desaparecido há quatro dias no sudoeste do Pará, a Força Aérea Brasileira (FAB) reiniciou hoje (21) as buscas do avião, agora fazendo modificações no provável trajeto feito pela aeronave. Ontem (20), os militares percorreram 1.630 quilômetros quadrados e não encontraram vestígios do aparelho, que transportava uma equipe do Ministério da Saúde.

De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), como a região é de mata fechada, o bimotor de prefixo PR-LMN, pertencente à empresa Jotan Taxi Aéreo, pode estar entre as árvores, o que dificulta a localização. Desde o início da manhã, e ao longo do dia, um avião e um helicóptero da FAB continuarão as buscas.

O bimotor desapareceu terça-feira (18), por volta das 12h30, com cinco pessoas a bordo, cerca de uma hora depois de decolar do aeroporto de Itaituba, no Pará, com destino à cidade paraense de Jacareacanga.

Segundo o Ministério da Saúde, estavam no avião as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin. Eles substituiriam as equipes que prestavam atendimento às aldeias da etnia Munduruku, na região de Jacareacanga.

O ministério informou ainda que, desde a última quarta-feira (19), estão sendo feitas também buscas por terra, coordenadas pelo Distrito Sanitário Especial Indígena Rio Tapajós.

Colômbia determina militarização de cidade portuária, após crimes violentos

Colombia1O Ministério da Defesa da Colômbia determinou a militarização da cidade portuária de Buenaventura, costa pacífica colombiana, na tentativa de capturar integrantes de gangues criminosas que aterrorizam moradores com mutilações, esquartejamentos, assassinatos e desaparecimentos. É a segunda vez que o município é militarizado este mês.

“Vamos enviar forças especiais para a captura de grupos criminosos que atuam na região”, declarou na manha de hoje (21) o ministro da Defesa colombiano, Juan Carlos Pinzón.

A cidade tem população de quase meio milhão de pessoas e abriga uma significativa comunidade afrocolombiana. Cerca de 80% da população é composta de afrodescendentes. Na região também atuam gangues organizadas de bandidos, chamadas de bacrins (do termo espanhol bandas criminosas), como Los Urabeños, La Empresa e Los Rastrojos.

Segundo analistas, organizações não governamentais e a imprensa colombiana, o governo do país perdeu o da cidade que é comandada por essas gangues. A população vive em situação de extrema insegurança, com toque de recolher, comércio fechado e constante interrupção de aulas, por exemplo.

Apesar dos problemas e violações constantes de direitos humanos, a cidade abriga o mais importante porto marítimo da Colômbia, responsável por 60% do escoamento e chegada de produtos ao país.

É pelo porto de Buenaventura que a Colômbia escoa boa parte dos produtos que exporta e importa, provenientes de tratados de livre comércio com os Estados Unidos, a Ásia e com a Aliança do Pacífico (bloco econômico que reúne Chile, Colômbia, México e Peru).

O governador do departamento Valle de Cauca, onde fica a cidade de Buenaventura, Weimar Delgado solicitou a militarização do município há 15 dias, depois de denúncias de que integrantes das gangues esquartejavam e mutilavam pessoas da cidade.

Um dos crimes recentes divulgados pelo próprio governador foi o assassinato de duas mulheres e um homem que foram desmembrados pelos criminosos. A população tenta reagir e chamar a atenção para os crimes.

Na semana passada e nesta semana foram realizadas duas marchas para pedir segurança e o fim da violência. Há relatos de desaparições de pessoas que participaram das marchas.

Alguns estudiosos consideram que os grupos que atuam na região tem características paramilitares, mas o governo do país recusa a denominação e prefere qualificá-los como “gangues criminosas comuns”, que praticam mineração ilegal, extorsão e narcotráfico.

Há indícios e relatos de que alguns dos integrantes dessas gangues seriam das Autodefesas Colombianas (AUC), extinto grupo paramilitar, desmobilizado em 2006. Nos últimos quatro anos, Buenaventura foi considerada a cidade do país com maior número de desaparições forçadas: 153 casos foram registrados no período.

Ataques a bancos sobem 16% e número de mortos chega a 65

Grafico2O número de assaltos e tentativas de roubos em agências e postos bancários cresceu 16,36% em 2013, chegando a 2.944 ocorrências em todo o país. 2.085 foram casos de arrombamentos, que aumentaram 18,26%. O maior avanço foi registrado na Região Nordeste (43,54%), com destaque para os estados do Piauí (235,29%), do Rio Grande do Norte (203,45%) e da Paraíba (141,67%).

A Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos aponta que entre os 27 estados, São Paulo é que o que apresentou o maior número de ocorrências (768), porque que detém o maior número de estabelecimentos bancários. O aumento foi 56% ante 2012. Na segunda posição  aparece Minas Gerais com 314 ataques e aumento de 4,32%. Em nove estados, houve recuo, com destaque para Mato Grosso (-76,22%) e um total de 44 casos.

A pesquisa indica aumento gradativo nos ataques que resultaram em mortes. Em 2011, ocorreram 49 mortes, número que passou para 57, em 2012, e 65 em 2013.  A maioria das vítimas foi atacada e morta quando deixava as agências, crime chamado de saidinha de banco, um total de 49% dos casos (32 mortes). Em São Paulo ocorreram 17 mortes, no Rio de Janeiro (11), na Bahia (7); no Ceará (6), em Minas Gerais (6) e no Rio Grande do Sul (5).

O representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro Ademir Wiederkehr observou que em cidades onde há leis que ampliam as normas de segurança, houve uma baixa na criminalidade. Presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes, José Boaventura Santos defende a ampliação da regra para dar maior proteção a funcionários e clientes.

A 6ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos foi feita em conjunto pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, Confederação Nacional dos Vigilantes e Federação dos Vigilantes do Paraná, com apoio do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

Especialistas debatem consequências da legalização do uso de maconha

Maconha_288_arquivoAEO coronel da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro, Jorge da Silva, membro da Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia (CBDD), manifestou-se hoje (21) contra a proibição penal relativa ao uso de drogas. Silva foi um dos participantes do debate Legalizar É o Caminho?, promovido pelo Conselho Municipal Antidrogas (Comad) sobre a liberação ou não do uso da maconha.

Falando à Agência Brasil, o coronel, que é ex-chefe do Estado Maior da PM, esclareceu que “o modelo que temos, de combate policial, penal, carcerário, para resolver uma questão social, já se provou um fiasco. Basta ver o que ocorre em grandes cidades como São Paulo e, principalmente, Rio de Janeiro, nas quais temos pessoas morrendo aos borbotões”. Isso inclui, segundo Jorge da Silva, policiais, traficantes, supostos traficantes e pessoas das comunidades.

“As comunidades estão com medo. Há ataques de traficantes às bases policiais, traficantes matando policiais e estes matando traficantes. Em suma, no final, nós temos aqui um modelo que acaba resultando em brasileiros matando brasileiros”. Ele lembrou que em 1998 a  Organização das Nações Unidas (ONU) queria impedir o avanço das drogas, em dez anos, por meio da repressão policial. Em 2008, viu-se que o objetivo não foi alcançado, disse. “É uma matança tremenda”.

Silva insistiu que o modelo está ultrapassado. Para ele, é preciso pensar a questão das drogas em termos de prevenção, educação, saúde pública e restrições administrativas. “Acho que é preciso tirar o controle das mãos dos traficantes”. Salientou que os Estados Unidos, na década de 1930, quando declararam guerra ao álcool, o que conseguiram foi inventar o crime organizado no modelo atualmente em vigor. “Quando viram a besteira que fizeram, voltaram atrás com uma nova emenda constitucional e o álcool passou a ser controlado pelo governo. Hoje, é mais fácil tomar bebida alcoólica no Brasil do que nos Estados Unidos”.

Jorge  da Silva não gosta do termo legalização da maconha.  Ele prefere controle. Daí, admitiu  que o controle do uso dessa droga  pelo governo poderia ser feito como experiência, no Brasil.  “Uma coisa eu garanto: piorar não vai”. Voltou a insistir  que o modelo que vige hoje, no país, “é insano”.

Já o presidente da Associação Brasileira de Alcoolismo e Drogas (Abrad), psiquiatra Jorge Jaber, diz ser contrário à legalização da maconha, por razões médicas. Ele disse à Agência Brasil que já está comprovado que o uso da maconha, em especial por pessoas jovens, compromete de forma significativa os neurônios.

“Há uma morte dos neurônios cerebrais, que ocorre lentamente. Isso leva  a um transtorno cognitivo, isto é, a uma perda da capacidade de memória e de desempenho intelectual. Então, sob o ponto de vista neurológico, há a destruição do cérebro”, informou.

Jaber acrescentou que do ponto de vista pulmonar, o uso da maconha acarreta a instalação de bronquite e de câncer de traqueia e de brônquios. A droga provoca também alteração na produção de espermatozoides no homem  e disfunção sexual. Do lado  psiquiátrico, disse que o uso da maconha está “fortemente associado” a transtornos psicóticos. “Ou seja, doenças em que o paciente perde totalmente o contato com a realidade e pode desenvolver  alucinações  visuais e auditivas, delírios persecutórios, principalmente, o que leva, por exemplo, a situações de descontrole, colocando em risco a própria vida ou de terceiros. Então, sob o ponto de vista médico, a maconha causa inúmeros problemas”, apontou.

O presidente da Abrad, que integra também o Comad, informou que, no Brasil, está se confirmando o uso  crescente de maconha em idades cada vez mais jovens. Ele argumentou que não há nenhuma vantagem cientificamente comprovada de que o uso da maconha traga algum benefício, além de uma sensação que consideram agradável.

Destacou que  em populações das classes  média e média alta  das maiores capitais, que têm acesso a bens, a uma boa alimentação, a práticas esportivas, o prejuízo do consumo da maconha é menor do que em populações de baixa renda. “Aí é uma catástrofe. É uma garotada que não tem escola, que não se alimenta bem. É um pessoal mais complicado e que, certamente, ficará bastante comprometido”.

Outro argumento contra a legalização da maconha, levantado por Jaber, está ligado ao controle da droga. “Se a proibição da venda de  tabaco e de álcool para crianças e adolescentes fosse respeitada,  nós poderíamos acredita  que também a maconha, quando fosse liberada, poderia ser controlada e os jovens não iam usar. A verdade, porém, é que não conseguimos controlar o uso de álcool”. Esse é um ponto importante da questão, sob o ponto de vista de saúde pública, acrescentou, “porque nós não temos recursos suficientes para tratar as pessoas que sofrem do uso de drogas atualmente. Imagina quando aumentar o consumo”.

Agência Brasil

Justiça nega habeas corpus a ex-diretor da Petrobras preso na Operação Lava Jato

AdvocaciaO Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, negou pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso ontem (20) pela Polícia Federal.  Costa é suspeito de ter ligação com uma organização criminosa que lavava dinheiro em seis estados e no Distrito Federal, desarticulada no início desta semana na Operação Lava Jato, e pode ter movimentado mais de R$ 10 bilhões.

Na segunda-feira (17), a Polícia Federal cumpriu 24 mandados de prisão e 15 de condução coercitiva, além de 81 mandados de busca e apreensão em 17 cidades. Cerca de 400 policiais participaram da operação. A organização contava com quatro grupos que tinham à frente doleiros que lucravam com câmbio paralelo ilegal, mas também praticavam crimes como tráfico de drogas, exploração e comércio ilegal de diamantes e corrupção de agentes públicos.

O ex-diretor deverá ser encaminhado ainda hoje (21) à Superintendência da Polícia Federal (PF) no Paraná, onde será interrogado. Ele está preso no Rio de Janeiro, mas as investigações têm origem em Curitiba.

Barbosa decidirá sindicância que apura uso de celular na prisão por Dirceu

JoaquibarbosaO juiz Bruno André Silva Ribeiro, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, enviou ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, o processo de sindicância instaurado pela VEP para apurar se o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu usou celular dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, onde está preso para cumprir pena de sete anos e 11 meses de prisão, definida na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Ribeiro confimou entendimento firmado por ele, em fevereiro, de que a palavra final sobre a sindicância será de Barbosa, mesmo com o processo sendo conduzido pela VEP. “Tem-se, assim, que, especificamente no caso de condenados da Ação Penal 470, a decisão final quanto às questões disciplinares de natureza grave, por poderem, em tese, implicar alteração de regime prisional, compete, a meu ver, ao Supremo Tribunal Federal, observados os estreitos limites da delegação operada”, disse o juiz.

Dirceu aguarda a conclusão do processo para ter direito ao benefício de trabalho externo em um escritório de advocacia, em Brasília. Em depoimento prestado no dia 11 de março, por meio de videoconferência, Dirceu negou que tenha recebido regalias dentro da prisão.

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, publicada no dia 17 de janeiro, Dirceu conversou por telefone celular com James Correia, secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia. Segundo a matéria, a conversa ocorreu por intermédio de uma terceira pessoa que visitou Dirceu. Na ocasião, a defesa do ex-ministro negou que a conversa tenha ocorrido, mas a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal abriu processo administrativo para investigar o caso.

O processo de sindicância envolvendo o ex-ministro foi arquivado pela direção do presídio, mas a VEP determinou que a apuração fosse reaberta porque as partes envolvidas, como Dirceu e agentes penitenciários, não foram ouvidas. A decisão fez com que o pedido de trabalho externo fosse suspenso.

Dirceu recebeu proposta para trabalhar no escritório do advogado José Gerardo Grossi, atuando na pesquisa de jurisprudência de processos e ajudando na parte administrativa. A jornada de trabalho é das 8h às 18h, com uma hora de almoço.

Policiais que arrastaram mulher em viatura são soltos

Policiais-ciaturaOs subtenentes Adir Serrano Machado e Rodney Miguel Archanjo e o sargento Alex Sandro da Silva Alves, que estavam na viatura onde a auxiliar de serviços gerais Claudia Silva Ferreira foi arrastada, foram soltos hoje (21). Os policiais disseram que estavam levando Claudia para ser atendida no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na zona norte, após ter sido baleada no peito e no pescoço durante uma operação policial no Morro da Congonha, em Madureira, também na zona norte. Durante o transporte, a porta traseira do veículo abriu e Claudia, pendurada no carro, foi arrastada na Estrada Intendente Magalhães.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), os policiais foram liberados no final da manhã desta sexta-feira. Eles estavam presos desde segunda-feira (17), na Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste.

De acordo com a Polícia Militar, os subtenentes e o sargento, a partir de agora, vão trabalhar em funções administrativas do 9º Batalhão da Polícia Militar (Rocha Miranda).

Mais 700 cubanos chegam a São Paulo para acolhimento no Mais Médicos

Foram recepcionados hoje (21), na capital paulista, 700 médicos cubanos que participarão, durantes as próximas semanas, do módulo de acolhimento do Programa Mais Médicos, do governo federal. Eles fazem parte dos 4,3 mil profissionais que estão sendo incorporados à iniciativa, na quarta etapa do programa. Durante o acolhimento, os médicos receberão capacitação e serão avaliados em conhecimentos de medicina e língua portuguesa.

Os cursos também estão sendo ministrados em Gravatá (PE), Porto Alegre, Guarapari (ES) e Brasília. Com os recém-chegados, o Mais Médicos deverá atingir a meta de colocar 13,3 mil profissionais para prestar atendimento em todo o país. Após a capacitação, os profissionais serão redirecionados para as áreas onde vão atuar.

São Paulo deve ficar com 1,3 mil dos médicos que chegaram agora, na última etapa. Além dos quase 4 mil cubanos, há 201 formados no Brasil e 206 intercambistas. Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, isso acontece porque, apesar do estado ter requisitado 2,1 mil profissionais, os municípios foram atendidos por critérios de vulnerabilidade. As cidades com piores condições foram contempladas primeiro. “Estados que têm melhores condições de vida, de indicadores de saúde, ficaram com uma quantidade maior para este último ciclo”, ressaltou o ministro após participar da cerimônia para receber os novos médicos.

De acordo com Chioro, até o momento os resultados mostram que a iniciativa tem sido bem-sucedida. “Um retorno muito positivo, com aumento de consultas, de diagnósticos de hipertensão, diabetes, transtornos mentais, condução de pré-natal. São esses cuidados primários, tão essenciais”. Segundo ele, 80% dos motivos que levam alguém a procurar um centro de saúde são resolvidos com uma atenção básica bem feita”.


O ministro ponderou, no entanto, que como o programa tem previsão de duração de três anos, ainda é cedo para avaliar com profundidade o impacto na saúde pública, de forma consistente. “Teremos que aguardar o desenvolvimento do programa para medir o impacto sobre outros aspectos: epidemiológicos, assistenciais e de qualidade de vida da população”.


O nível de desistência dos profissionais, segundo Chioro, também tem sido baixo em comparação percentual com o que acontece na saúde privada e pública. Entre os estrangeiros, de acordo com o ministro, o percentual não chega a 1%, entre os cubanos é quase nulo e entre os brasileiros é de aproximadamente 10%.


Muitos dos brasileiros com diploma, que abandonam o programa, deixam o Mais Médicos após passarem na prova de residência, quando poderão se especializar. “Não é porque o programa estava ruim, é porque ele [médico] tinha a pretensão de ser cirurgião, ser oftalmologista, ser ortopedista. Durante aquele período ele topou vir para o Programa Mais Médicos, mas depois fez uma opção de vida”, explicou Chioro.


Apesar dos bons resultados, o ministro ressaltou que o programa é uma ação emergencial. Chioro defendeu que o debate agora seja focado na formação de novos médicos no país. “Se a gente não fizer isso agora, nós vamos perpetuar o número de médicos necessários insuficiente. O estruturante é a ampliação da graduação, da residência, e a mudança no perfil de formação”, enfatizou. Segundo ele, ações nesse sentido vêm sendo desenvolvidas pelo Ministério da Educação.


 


Com 236 quilômetros, São Paulo bate novo recorde de congestionamento no ano

 

CongestionamentoNa noite de hoje (21), a cidade de São Paulo registrou novo recorde de congestionamento no ano, com 236 quilômetros de ruas e avenidas paradas às 18h30. Na última sexta-feira (14), a cidade havia registrado 232 quilômetros de congestionamento às 19h.

O recorde histórico na capital paulista ocorreu no dia 14 de novembro de 2013, às 18h, quando foi registrado 309 quilômetros de filas.

Preço médio de passagens para a Copa cai 25% desde outubro

Copa-2014-BrasilA Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) registrou queda de 25% no preço médio de passagens aéreas para as cidades-sede da Copa do Mundo no período dos jogos. Em nota, a agência informou que tem monitorado as ofertas de passagens para o período do torneio – 12 de junho a 13 de julho – e observou que o preço médio passou de R$ 481,43 em outubro de 2013 para R$ 361,33 em janeiro deste ano. Apesar de verificar certa alta em novembro (R$ 491,33), a média de valores cobrados caiu em dezembro e chegou a um patamar ainda mais baixo no primeiro mês deste ano.

Segundo a Anac, entre os fatores que contribuíram para a redução no preço das tarifas, estão o anúncio dos jogos da primeira fase da Copa – feito apenas no início de dezembro – e a autorização de novos voos feita pela própria agência, em janeiro. Até o momento, está em 10% a taxa de ocupação dos voos que tem cidades-sede do Muncial como origem ou destino. As cidades de Natal e Fortaleza são as mais procuradas até o momento, porém, ainda existem muitos assentos vagos nos voos previstos para o período.

A autarquia ressalta, no entanto, que o preço médio das passagens pode “subir um pouco” em virtude de parte da Copa ocorrer em período de alta temporada e também com a proximidade do torneio, uma vez que os bilhetes mais baratos são vendidos primeiro. A Anac informou ainda que continuará observando os preços cobrados por empresas aéreas e, caso haja abuso nos valores anunciados, o caso será levado ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e à Secretaria de Acompanhamento Econômico, do Ministério da Fazenda, para as providências.

BR Distribuidora destitui diretor ligado à compra de refinaria

BrO Conselho de Administração da Petrobras Distribuidora (BR Distribuidora), subsidiária da Petrobras para a área de distribuição de combustíveis, aprovou hoje (21) a destituição do diretor Financeiro da empresa, Nestor Cerveró, envolvido na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas, em 2006.

Em nota, a Petrobras informou que o presidente da BR Distribuidora, José Lima de Andrade Neto, vai acumular interinamente as atividades da diretoria.

Nestor Cerveró, que era diretor da Área Internacional da Petrobras quando houve a aquisição da refinaria texana, foi o responsável pelo parecer técnico que levou o Conselho de Administração da estatal a aprovar a compra de 50% da Refinaria de Pasadena.

A compra da refinaria está sendo investigada pela Polícia Federal, pelo Tribunal de Contas da União, Ministério Público e Congresso Nacional por suspeita de superfaturamento e evasão de divisas.

Militantes querem transformar prédio do Dops em local de memória histórica

DopsMilitantes de movimentos sociais fizeram um ato, na noite de hoje (21), em frente ao prédio onde funcionou o Departamento de Ordem Política e Social (Dops), na Rua da Relação, no centro do Rio de Janeiro. Eles reivindicam que o imóvel, atualmente em reforma para ser transformado em Museu da Polícia Civil, seja destinado a um espaço de memória das vítimas da ditadura, da resistência e das lutas sociais.

O local foi palco, durante décadas, de repressão e tortura contra presos políticos, desde o governo de Getúlio Vargas até a ditadura militar instaurada com o golpe de 1964. O ato intitulado #OcupaDops teve a participação de artistas de rua em pernas de pau, que fizeram performances e batucada, lembrando a resistência negra durante a ditadura.

O evento continua amanhã (22), a partir das 11h, em frente ao antigo Dops, com uma exposição de fotografias e uma mesa de debates, que terá a participação da historiadora Jessie Jane, que foi torturada pelos militares e ficou nove anos presa, por ter tentado sequestrar um avião, em 1970. O programa completo pode ser acessado em www.facebook.com/ocupa.dops.

A ocupação cultural do Dops faz parte da luta de décadas para conseguir conquistar este prédio. É um símbolo da repressão, durante todo o século passado. Nele foram reprimidos vários movimentos sociais, inclusive dos negros do candomblé”, disse Ana Bursztyn-Miranda, do Coletivo RJ – Memória, Verdade e Justiça. Ela mesma foi presa durante a ditadura militar e ficou nove meses encarcerada no prédio do Dops.

Ana acredita ser difícil conciliar o projeto do memorial com o do museu da Polícia Civil. “Se nós tivéssemos uma polícia que não fosse tão violenta, que ao menos reconhecesse o que foi esse golpe de Estado e o quanto ela fez sofrer a população, a gente poderia até discutir essa questão. Mas, neste momento em que pessoas são arrastadas, que Amarildos se proliferam, é difícil. No momento histórico que a gente vive, são iniciativas antagônicas. Será possível quando ela [polícia] e as Forças Armadas reconhecerem o que aconteceu e como foram violentas.”

O prédio tem 6 mil metros quadrados, e foi construído em 1910 para ser sede da Polícia Central do Brasil, quando o Rio era a capital do país. Por suas dependências passaram gerações de ativistas políticos, quase todos vítimas de maus-tratos e torturas.

Agência Brasil

Argentina publica documentos secretos da ditadura

Argentina2Quase três centenas de reuniões secretas, realizadas pelas juntas militares que governaram a Argentina entre 1976 e 1983, estão ao alcance de todos a partir desta sexta-feira (21). Os encontros – para decidir desde os rumos da economia até a sorte dos 30 mil opositores que desapareceram na ditadura – foram devidamente registrados em 280 atas, encontradas por acaso, em outubro do ano passado. Elas foram digitalizadas e publicadas pelo Ministério da Defesa argentino, na pagina web: www.archivosabiertos.com.

O anúncio de que os arquivos estariam à disposição do público foi feito pelo ministro da Defesa, Agustín Rossi, três dias antes do 38o aniversario do golpe de 24 de marco de 1976. “Queríamos torná-los acessíveis a todos os argentinos, da forma mais fácil”, disse ele, na inauguração da página Arquivos Abertos.

“São mais de 1.500 documentos que têm valor histórico e também podem ser usados pela Justiça, que ainda está processando os responsáveis pelos crimes da ditadura”, disse em entrevista à Agência Brasil, Mariel Alonso, do Centro de Estudos Legais e Sociais, uma organização de defesa dos direitos humanos.

Os documentos foram encontrados no subsolo do Edifício Condor, sede da Forca Aérea, durante uma limpeza. A ditadura argentina durou sete anos (pouco, em relação a países vizinhos, como Brasil, Chile e Paraguai). Mas nesse período, os militares argentinos acumularam enorme lista de crimes, que estão sendo julgados até hoje. Entre eles, o sequestro de 500 filhos de desaparecidos, cujas identidades foram mudadas e entregues ilegalmente para adoção. A organização Avós da Praça de Maio já encontrou mais de 100, e ainda busca os outros, que hoje são adultos de mais de 30 anos.

Os documentos mostram como os militares registraram pedidos de parentes e amigos de pessoas que haviam sumido nos porões da ditadura, mas davam instruções para evitar o uso da palavra “desaparecido”. Preferiam falar em pessoas de paradeiro desconhecido. Havia também uma lista negra com nomes de artistas e escritores famosos (como Mercedes Sosa e Júlio Cortazar) e discussões sobre o conflito com o Chile pelo Canal de Beagle, que quase acabou em guerra.

Agência Brasil

Arquivo Público receberá equipamentos para digitalização de documentos

O projeto “Digitalização dos Documentos Manuscritos da Chefatura de Polícia da Província do Ceará (1823-1889)”, do Arquivo Público do Estado do Ceará (APEC), equipamento da Secretaria da Cultura do Governo do Estado, foi um dos contemplados no Edital Prêmio Memorial Digital, da Petrobras e do Instituto Brasiliana – USP. O resultado, divulgado nesta terça-feira, 18/3, foi recebido com entusiasmo pelo diretor do Arquivo, historiador Márcio Porto, que elaborou o projeto em parceria com o também historiador Fabiano Almeida Matos e com a estagiária de História Patrícia Marciano. “Ficamos muito satisfeitos com a visibilidade deste trabalho, pois o Arquivo Público do Ceará concorreu com várias instituições arquivísticas de grande porte do País e ficou entre os premiados”, declarou Márcio Porto.

InterneteCom a seleção no Edital, o Arquivo Público receberá, em regime de comodato, equipamentos para montagem de um laboratório de digitalização de documentos e também o treinamento de um funcionário do APEC, em São Paulo, para a utilização dos equipamentos recebidos. Conforme Márcio Porto, a direção do Arquivo será consultada, previamente, pela organização do Edital, sobre necessidades específicas da instituição cearense. “Após essa etapa será definido o montante total de recursos a serem destinados ao Arquivo Público do Ceará, na forma de equipamentos, referentes ao prêmio do Edital”, ressalta.

Márcio Porto destaca que a aprovação do projeto no edital prevê que o conjunto documental selecionado deverá ser organizado, higienizado e digitalizado, conforme a Carta do Recife (documento que define princípios para uma política de digitalização de acervos públicos), para ao final do projeto ser hospedado em uma plataforma certificada pela Rede Memorial.

Com a digitalização, pesquisadores do estado e de outros lugares poderão fazer as consultas sem a necessidade de manuseio destes documentos. “É fundamental a preservação dessa massa documental que se refere ao período imperial, de grande importância e movimentação na história do Ceará”, acrescenta o diretor do Arquivo Público.

O Ministério da Cultura e a Rede Memorial lançaram o edital com a proposta de formar um espaço colaborativo de instituições comprometidas com a digitalização e o acesso público de seus acervos, a fim de contribuir para a construção de um metabuscador dos repositórios digitais brasileiros.

Assessoria de Imprensa da Secult

DNIT do Ceará usa materiais sustentáveis na sinalização das rodovias

 

EstradaO DNIT do Ceará, dentro do “Programa BR Legal”, do governo federal, já está adotando materiais sustentáveus, duráveis e com maior visibilidade diurna e noturna em suas sinalizações. O trabalho, nesse sentido, está sendo tocado pelas empresas Sinalisa (Segurança Viária e Faixa) e  Sinalização Viária Ltda.

Na ação, estão sendo priorizados materiais como tintas a base d’água, o emprego de plástico a frio (metilmetacrilato), estrutura por dispersão nos segmentos com curvas horizontais com raio de curvatura menor que 450 m – com característica de alta incidência de chuvas, além de materiais termoplásticos em alto relevo. Tachas metálicas (alumínio) recicláveis e tachas de resina, classificadas de acordo com a norma brasileira como tipo III, que garantiram a visibilidade mesmo sob forte chuvas, também serão empregadas.

Outra medida. A sinalização vertical está sendo revista e todas as placas que não atendem aos padrões das normas brasileiras serão substituídas.

O povo


Música de Qualidade - 24h!

300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2014

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -