Crato – Professores e Sindicato vencem queda de braço contra o Prefeito

 

Foi conquistado pela categoria um aumento de 10% dividido em duas vezes, 5%  a partir de 1º de junho, mais 5% para 1º de janeiro de 2014, além dos 8% já efetivados como reajuste, bem como o pagamento da progressão por antiguidade de 3% retroativo a maio.

Depois de um grande movimento pelas principais ruas do Crato, nessa segunda-feira (17), os professores da rede pública municipal,  anunciariam nesta terça – feira pela manhã em uma grande assembleia geral  o fim da greve no município. 
A decisão do fim da greve foi ratificada por assembléia, depois que uma  comissão composta por sete professores, entre membros da direção do Sindicato e outros professores da base,participaram de uma reunião com o prefeito. 
Foi conquistado pela categoria um aumento de 10% dividido em duas vezes, 5%  a partir de 1º de junho, mais 5% para 1º de janeiro de 2014, além dos 8% já efetivados como reajuste, bem como o pagamento da progressão por antiguidade de 3% retroativo a maio. Segundo informações de membros da comissão o resultado foi bom, uma vez que o gestor recuou diante da pressão dos professores. 
A greve deflagrada a menos de uma semana, conseguiu paralisar mais de 60% das escolas, com uma grande adesão da categoria.  
Durante toda a assembleia as falas foram sempre de vigilia e manutenção de unidade dos professores que também recolheceram o grande papel do sindicato e do seu presidente Junior Matos na mobilização da categoria, principalmente perante os meios de comunicação que deram grande visibilidade a greve dos professores do Crato. 
www.blogdocrato.com
Imagens cedidas pelo Sindsmcrato – Sindicato dos Servidores Municipais do Crato

Entrevista com o sindicalista Júnior Matos sobre a greve dos professores do Crato

 

 

O.B.S – Para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, pare antes o player da Rádio Chapada do Araripe, no canto superior direito do Blog. Para assistir á entrevista, clique no vídeo abaixo:



O Programa FATOS EM FOCO desta semana tem como convidado, o sindicalista, professor e radialista Junior Matos, que fala das greves dos professores em Crato, da luta por melhores condições de trabalho e salário para a categoria, da sua história de vida, dos motivos porque a categoria entrou em greve, da intransigência nas negociações, do chamado “assédio moral aos professores” e faz um comparativo entre a gestão passada e esta gestão; Fala ainda sobre a administração Ronaldo Gomes de Matos, seus pontos altos e baixos, os maus-tratos aos professores em Juazeiro e sua opinião sobre o que poderia ser melhorado no Crato. O sindicalista responde a questões quanto à sua vida, carreira, conquistas e perdas à frente do sindicato dos servidores municipais do Crato e diversos outros cargos que já exerceu. 
A entrevista está disponível em dezenas de sites da internet, Facebook, Youtube, Google+, Tweeter e Blogs. Também pode ser assistida no site principal da WebTV Chapada do Araripe – www.tvchapadadoararipe.com – Neste vídeo, a entrevista completa, de 1:40 de duração.
www.blogdocrato.com

Trabalhadores rurais mantêm ocupação da Superintendência do Incra no Maranhão

IncraBrasília – Trabalhadores rurais decidiram permanecer acampados por tempo indeterminado na Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Maranhão e na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), em São Luís, depois que as negociações por regularização fundiária  no estado não avançaram.

Neste momento, o superintendente José Inácio Sodré Rodrigues está em reunião de negociação com os trabalhadores rurais. Os protestos começaram ontem (19) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) informou que no Incra estão cerca de 600 pessoas e na Sedes, mais de 400.

“Estamos esperando mais 1.500 pessoas. A conversa com o Incra não avançou. O superintendente do órgão não deu uma resposta que contemple a pauta. Então, estão vindo mais trabalhadores para se concentrar aqui por tempo indeterminado”, informou o secretário de Política Agrária da Contag, Zenildo Pereira Xavier.

A pauta central dos trabalhadores rurais continua sendo a questão fundiária, informou Zenildo. Segundo ele, existem muitas áreas no Maranhão que são da União, propícias à reforma agrária, mas o Incra não faz vistoria e os processos se arrastam há mais de sete anos, sem uma resposta para as famílias que esperam ser assentadas.

Outras áreas, destacou o secretário da Contag, estão em mãos de grileiros e deveriam também ser destinadas à reforma. Ele também denuncia a violência no campo e a falta de proteção aos trabalhadores.

“Os trabalhadores são ameaçados. São conflitos nessas áreas, relativos à disputa pela terra. Em todo o estado do Maranhão há um conflito muito intenso, com a violência resultante do conflito agrário. Estamos esperando que tanto o Incra quanto os governos do estado e federal nos ajudem para evitar que mais trabalhadores percam a vida em defesa de um projeto que também é papel do Estado”, disse.

Nas estimativas de Zenildo Pereira, a demanda para a reforma agrária no Maranhão é superior a 5 milhões de hectares. Segundo ele, a proposta do Incra não atende nem a um terço da demanda dos trabalhadores rurais. Um hectare corresponde a 10 mil metros quadrados, o equivalente a um campo de futebol oficial.

“Acredito que temos mais de 400 mil famílias acampadas aguardando a liberação dessas áreas. O Maranhão é um dos maiores estados em questão de publico demandante para a reforma agrária”, garantiu.

Daniel Lima
Repórter da Agência Brasil

Edição: Davi Oliveira

Agência Brasil

“Cura gay”: Feliciano diz que Maria do Rosário deve “tomar cuidado” porque 2014 é ano eleitoral

 

FelicianoBrasília – O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), rebateu hoje (19) as declarações da ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, que ontem (18) disse que vai trabalhar para evitar a aprovação do projeto que autoriza psicólogos a tratar homossexuais com o objetivo de curá-los, a chamada “cura gay”.

Ontem, a Comissão de Direitos Humanos, em votação simbólica, aprovou o projeto de decreto legislativo, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), que visa suprimir um dos trechos da Resolução nº 1/99 do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe os profissionais da área de participar de terapia para alterar a orientação sexual e de atribuir caráter patológico (de doença) à homossexualidade. A proposta ainda precisa ser votada pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça (CCJ).

Para Feliciano, a interferência do Executivo no Legislativo é “perigosa” e a ministra deve “tomar cuidado” porque 2014 é um ano eleitoral. “Acho que ela está mexendo onde não devia. Senhora ministra, juízo. Fale com a sua presidenta [Dilma Rousseff] porque o ano que vem é político”, ironizou Feliciano em referência ao apoio dos evangélicos à eventual candidatura de Dilma para disputar a reeleição.

“Dona ministra Maria do Rosário, dizer que o governo vai interferir no Legislativo é muito perigoso. É perigoso, dona ministra, principalmente, porque ela mexe com a bancada inteira, feita não só por religiosos”, acrescentou Feliciano antes do início de audiência pública na CDHM sobre a situação do Programa Brasil Quilombola.

Perguntado sobre as críticas que vem recebendo em manifestações espalhadas pelo país, Feliciano preferiu não responder e disse que abrirá espaço na comissão para ouvir as reivindicações de minorias como os negros e índios.

“Essas minorias têm que ser ouvidas nesta Casa. São brasileiros de verdade, herdeiros das pessoas que foram escravizadas no país. A situação deles não é enxergada pelo governo como deveria ser. Como a situação dos índios. A morte dos índios [terenas, em Mato Grosso do Sul] poderia ter sido evitada se a Comissão de Direitos Humanos tivesse se debruçado sobre a situação deles nos últimos oito ou dez anos, coisa que não aconteceu.”

Em dezembro de 2011, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados percorreu durante dois dias a região sul de Mato Grosso do Sul para checar a situação dos indígenas. À época, os deputados já apontavam descaso do Estado brasileiro em relação à situação no local.

Ivan Richard
Repórter da Agência Brasil

Edição: Lílian Beraldo

Agência Brasil

Governo admite sistema 4G com problemas nos estádios

4GModem_

O ministério das Comunicações admitiu que o sistema 4G, uma exigência da Fifa, não está funcionando 100% nos seis estádios que estão recebendo a Copa das Confederações, e creditou o problema ao atraso nas obras e o pouco tempo que o governo teve para implantar os serviços de telecomunicações nas arenas. Para evitar que o mesmo aconteça na Copa do Mundo de 2014, o governo reconheceu que terá de mudar o planejamento.

Até o secretário executivo do ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, teve problemas para usar o celular dentro do Maracanã, antes de participar de entrevista coletiva nesta quarta-feira. “Agora há pouco eu mesmo tive problema com meu sinal. Vou sair daqui diretamente para conversar com a empresa contratada (no caso do Maracanã, a Oi)”, disse Alvarez. “Há problemas, sim, no 4G, na área do entorno do estádio e dentro, no momento de maior frequência”, admitiu.

Por conta disso, uma reunião será realizada entre o governo e a Fifa em Belo Horizonte, no dia 26, dia da semifinal entre o primeiro colocado do Grupo A e o segundo do B, no Mineirão. O secretário adiantou uma das exigências para o Mundial: as instalações de telecomunicações não podem ficar para o último momento, como foi antes da Copa das Confederações. “Em Recife, por mais de dez vezes as obras no entorno cortaram nossa fibra, e não foi só lá”, disse Alvarez.

No Maracanã, por exemplo, por causa dos constantes atrasos do governo do Rio para entregar o estádio, as empresas só tiveram 47 dias para implantar o sistema – o prazo mínimo necessário era de 120 dias. “A instalação das telecomunicações tendeu a ser a última coisa. Mas aprendemos e estou mais tranquilo em relação à Copa do Mundo”, afirmou o secretário executivo do ministério. Nos dois jogos realizados no Maracanã até agora (o amistoso Brasil 3 x 0 Inglaterra e Itália 2 x 1 México, pela Copa das Confederações), torcedores e imprensa tiveram problemas para se comunicar e acessar pacotes de dados pelo celular.

Alvarez reconheceu que a rede 4G “não tem se mostrado plenamente satisfatória” no entorno e dentro dos estádios. O diretor de comunicação do Comitê Organizador Local (COL), Saint-Clair Milesi, completou: “É por isso que o COL e a Fifa reforçam o prazo de entrega dos estádios”, de seis meses antes da competição. O Maracanã, por exemplo, foi entregue à Fifa dias antes do início da Copa das Confederações, ainda inacabado, principalmente no entorno.

TIAGO ROGERO E JAMIL CHADE – Agência Estado

Combate à inflação é desaprovado por 57%, diz CNI/Ibope

Inflacao2O combate à inflação no governo da presidente Dilma Rousseff é desaprovado por 57% dos entrevistados em junho, ante 47% na pesquisa anterior, em março, de acordo com pesquisa CNI/Ibope. O relatório aponta que “essa é a área que apresentou a maior deterioração na avaliação da população”.

As ações relativas às taxas de juros são desaprovadas por 54% dos entrevistados, de acordo com a pesquisa feita em junho. A política de impostos também foi desaprovada pela maioria neste mês: 64%. Em março, o porcentual era de 60%.

Desemprego

Com relação ao combate ao desemprego, a política do governo Dilma Rousseff é aprovada por 52% da população, contra 57% de março. “Apesar do recuo de 5 p.p, esta continua sendo uma das três áreas com aprovação da maioria da população”, diz o relatório. Outros 45% desaprovam as ações de combate ao desemprego. Em março, eram 40%.

A política de segurança do governo é desaprovada por 67% dos entrevistados. A CNI aponta que é o setor com maior índice de desaprovação. O porcentual de pessoas que aprovam as ações nessa área caiu de 32% para 31% entre março e junho.

Na área de saúde, 66% dos entrevistados em junho desaprovam as medidas tomadas pelo governo federal. O porcentual de aprovação manteve-se inalterado na comparação com março: 32%. A educação é reprovada por 51% em junho. Em março, o porcentual era de 50%.

LAÍS ALEGRETTI E DAIENE CARDOSO – Agência Estado
Estadão

Crato promove Conferência Municipal de Educação para a CONAE 2014

A Secretaria de Educação Municipal do Crato realizou no sábado, 15, a Conferência Municipal de Educação como intercâmbio de debates da CONAE 2014 – Conferência Nacional de Educação. A CONAE tem um caráter mobilizador e propositivo, canalizando as aspirações e expectativas da sociedade brasileira, construindo com o poder executivo e o legislativo propostas para a definição e implementação de políticas públicas para a educação. Dessa forma, a conferência municipal objetiva construir diretrizes a fim de fortalecer a educação básica no município através da participação democrática, reforçando desta forma, o Plano Nacional de Educação.
O evento contou com a palestra da professora Edna Belem, coordenadora da CREDE 18, sobre o tema central da conferência “O PNE na articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração”. A conferência teve o objetivo de debater e apresentar propostas para melhorar a educação básica, superior, profissional – tecnológica e as demais etapas e modalidades de ensino no município do Crato para que sejam apresentadas e adicionadas às demais propostas de todo Estado do Ceará e unificá-las às de todo o Brasil. Na ocasião foram escolhidos os delegados representantes do município para a Conferencia Estadual. 
Fonte: PMC

URCA abre debate sobre fortalecimento das universidades estaduais e municipais, em pauta no Ministério da Educação

Uma discussão relacionada ao ‘Funcionamento das Universidades Públicas Estaduais: Desafios e Perspectivas’, foi realizado na última sexta-feira, na Universidade Regional do Cariri (URCA), com o senador Inácio Arruda (PC do B), que relatou os principais avanços relacionados à mobilização que tem sido realizada entre os reitores das universidades estaduais e municipais do Brasil.
O senador da República, da bancada cearense, enfatizou a necessidade de e proporcionar melhorias nessas instituições, por meio de um orçamento garantido também pelo Governo Federal e disse que estará sendo realizada, em breve, reunião dos reitores e Ministério da Educação, para debater a temática. Ele aposta na sensibilização do governo, para a provável conquista de orçamento federal destinados à essas instituições.
Já a reitora da URCA, Professora Otonite Cortez, que trouxe para a universidade a debate, em que compareceram alunos e professores, destacou a grande necessidade dos novos investimentos do Governo Federal, como forma de ampliar as condições de investimentos das universidades estaduais e municipais. “Isso inclui mais pesquisa, extensão, para que essas instituições possam cumprir o seu papel no desenvolvimento dos seus respectivos territórios”, disse.
O senador destacou a importância do movimento realizado pelos reitores das universidades estaduais e municiais, destacando a participação da reitora da URCA, professora Otonite Cortez. Ainda ressaltou as reivindicações das universidades, provocando a formação de uma frente parlamentar que irá chegar até o governo federal, com as solicitações para as universidades, frente às necessidades no ensino superior do Brasil, com sua grande amplitude e alcance.
Na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), uma emenda do senador estimula a expansão e reestruturação das instituições de ensino superior estaduais e municipais, por meio de apoio técnico e financeiro do Governo Federal, foi acatada pelo Relator, senador José Pimentel (PT-CE), por considerar que estas instituições contribuem para o alcance das metas do Plano Nacional de Educação (PNE).
“Esta emenda visa a valorização das instituições de ensino superior estaduais e municipais, afinal elas são hoje responsáveis por 43% das matrículas no ensino superior público e estão presentes em quase todos os estados da Federação, podendo contribuir sobremaneira para o cumprimento das metas do PNE, especialmente na expansão das vagas”, disse.
A proposta inicial do governo destinava 7% do PIB ao setor educacional, mas os deputados fixaram este índice como meta intermediária, a ser alcançada no quinto ano de vigência do PNE, e prevendo, ao fim do plano, o percentual de 10% do PIB. Cabe destacar a atuação das entidades estudantis lideradas pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) foi decisiva para atingir os 10% do PIB para educação.
ASSESSORIA DE IMPRENSA
UNIVERIDADE REGIONAL DO CARIRI – URCA

Exposição em Juazeiro do Norte traz personagens da tradição popular

Segue em cartaz até o dia 12 de julho, na Unidade Juazeiro do Norte, a exposição “Anjos”, do artista cearense Francisco di Freitas. O trabalho reúne imagens de “Anjos” morenos, caboclos e crianças aladas. A visitação acontece de segunda a sexta, das 13h às 21h, com entrada gratuita.
No espaço, os visitantes encontram um cenário que remete à tranquilidade e harmonia em uma iluminação especial. Banners e fotografias estão distribuídos pela Galeria de Artes, além da exibição de uma produção audiovisual feita com brincantes da tradição popular, que traz trilha sonora com musicas da tradição – algumas cantadas e outras instrumentais, obras do artista.
A iniciativa faz uma homenagem à Mestra Dorinha, Mestra Tatai, Mestra Tôta e todas as Mestras de Lapinha.
SERVIÇO
Exposição – Anjos
Local: Galeria de Artes – Unidade de Juazeiro do Norte do Sesc (Rua da Matriz, 227, Centro)
Período: até 12/7 (segunda a sexta-feira)
Horário: 13h às 21h
Informações: (88) 3587.1065
:::Gratuito:::
Informações do SESC

Japão pede ajuda contra suicídio entre jovens

Tóquio, 18 jun (EFE).- O governo do Japão pediu nesta terça-feira uma maior colaboração para reduzir a alta taxa de suicídio dos jovens japoneses entre 20 e 29 anos, que representa quase a metade das causas de mortalidade dessa faixa etária e ocorre principalmente por problemas trabalhistas e emocionais.
O pedido do governo aconteceu durante um encontro para analisar os dados da Agência Nacional de Polícia japonesa, que revelou que no ano passado 27.858 pessoas se suicidaram no Japão.
O dado de 2012 representa uma redução de 2.793 mortes em relação a 2011 e se situou, pela primeira vez nos últimos 15 anos, abaixo dos 30 mil, mas o país ainda está entre os primeiros países do mundo em número de suicídios.
Segundo a informação divulgada pela polícia japonesa, os suicídios correspondem a 47% das causas de mortalidade entre os jovens japoneses de 20 a 29 anos, informou a agência “Kyodo”.
O medo de perder o emprego é uma das principais causas de suicídio entre os jovens, que aumentou de 60 casos em 2007 para 149 em 2012.
Segundo o documento, existe um forte vínculo entre os suicídios e o índice de desemprego, que no Japão se encontra abaixo de 4,3%, por isso a polícia pede que este indicador seja controlado para evitar a elevação dos casos.
Desta forma, as medidas aprovadas no ano passado pelo governo japonês para a solução dos problemas das dívidas ajudaram a reduzir em 18% em 2012 os suicídios motivados por problemas econômicos e financeiros, detalhou a polícia.
Além disso, nos últimos anos o governo japonês fez várias campanhas para reduzir os suicídios, que incluíram ajudas no valor de 10 bilhões de ienes (US$ 107 milhões) para promover consultas e assistência psicológica às pessoas. EFE
Via Yahoo Notícias

Secretaria de Saúde do Crato trabalhando no combate às muriçocas, com o projeto Boa Noite

 

  
O projeto foi iniciado ontem, e a Secretária de Saúde do Crato, Aline Franca, destaca o trabalho que vem sendo feito, no sentido de garantir sua continuidade
O Núcleo de Endemias, da Secretaria de Saúde do Crato, reiniciou ontem o Projeto Boa Noite. Esse projeto tem o intuito de amenizar o índice de infestação de muriçocas nos bairros e no Centroo. As atividades foram iniciadas com limpeza do canal, capinação e retirada de lixos de vários pontos da cidade. O importante, em princípio, é desobstruir valas para evitar água parada, que é um dos grandes atrativos para a muriçoca, e assim dificultar a proliferação do mosquito.
Conforme a coordenação de Endemias, o segundo passo será aplicar o larvicida nos bairros. Seguindo este passo, a Prefeitura inicia o trabalho de aplicação do chamado carro fumacê. “O Núcleo de Endemias já tem informação de quais são os principais focos do mosquito em cada bairro e vamos combatê-los”, explica Antonio Esmeraldo, coordenador do setor.
Ontem à noite foi feita a aplicação com o carro fumacê desde a Avenida Dom Melo, no bairro São Miguel, até a RFFSA e, em seguida, por todo o Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcanti. Hoje pela manhã terá a limpeza e à noite a pulverização na Vila Novo Horizonte.
O coordenador do Núcleo de Endemias, Antonio Esmeraldo, ainda faz um apelo à população para que evite colocar lixo em valas. Esmeraldo orienta para que a comunidade não impeça a correnteza natural dos córregos e alerta para que abram suas portas e janelas quando o carro fumacê passar.
Vacinação contra Poliomielite vai até a próxima sexta-feira
A Secretaria de Saúde do Crato começou no início do mês a Campanha contra a Poliomielite. A vacina está disponível nas Unidades de Saúde da cidade
A Coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde do Crato, Tereza Cristina Brito, informa que a campanha teve boa adesão, contudo muitas crianças ainda precisam ser vacinadas. “A vacina está sendo aplicada em todas as unidades básicas de saúde do município. É muito importante que as crianças a partir de 6 meses e menores de 5 anos se imunizem contra a pólio”, diz. Teresa Cristina lembra para que os responsáveis não esqueçam de levar a caderneta de vacinação da criança. A vacina contra a poliomielite é aplicada em forma de duas gotinhas o que corresponde a uma dose, de forma rápida, segura e indolor.
Programa “Mais Cultura nas Escolas” é apresentado a artistas e professores cratenses
A Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Coordenadoria de Políticas Públicas para Juventude, realizaram no auditório do Largo da RFFSA, na manhã de ontem, encontro com artistas e professores da rede de ensino estadual e municipal para apresentar o Programa “Mais Cultura nas Escolas”, dos ministérios da Educação e da Cultura.
            
O “Mais Cultura nas Escolas” é o resultado da parceria entre os Ministérios da Educação e da Cultura para promover o encontro de iniciativas culturais e escolas públicas de todo o Brasil, democratizar o acesso à cultura, e ampliar o repertório cultural de estudantes, professores e comunidades escolares do ensino básico. As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola por, no mínimo, seis meses, valendo-se das mais diversas linguagens artísticas e manifestações da cultura. De acordo com a Coordenadora de Políticas Públicas para Juventude, Érika Souza, o encontro teve como objetivo estreitar a relação entre professores e artistas, para que o programa seja realizado na rede de ensino do município.
Fonte: PMC

Mais tecnologia para o campo

Colheita-sojaa-gov-paranaCom a criação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), que depende da aprovação de um projeto de lei já enviado ao Congresso, o governo pretende aproximar ainda mais os centros de pesquisas dos produtores rurais, dos quais apenas 25% têm acesso aos conhecimentos tecnológicos. A Anater deverá articular em nível nacional o trabalho desenvolvido pelas instituições estaduais de extensão rural de levar aos agricultores e pecuaristas as tecnologias disponíveis de produção e criação, armazenamento, processamento e de gestão dos negócios rurais. Com isso, o que se espera é a modernização mais rápida da agropecuária brasileira, com o aumento da produtividade e maiores ganhos para os produtores.

O papel que caberá à nova agência já foi desempenhado, no passado, pela Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural (Embrater). Em 1989, o governo Sarney decretou o encerramento das atividades da empresa, mas uma rápida reação do Congresso impediu que o decreto tivesse efeito prático. O governo seguinte, de Collor, porém, conseguiu fechar a Embrater em 1992. Desde então, a atuação das empresas estaduais de assistência técnica e extensão rural – em São Paulo, a atividade é desempenhada pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, vinculada à Secretaria da Agricultura – vem sendo coordenada por uma entidade nacional por elas criadas.

Mesmo já tendo alcançado níveis elevados de produtividade, que lhes têm assegurado crescimento contínuo da produção de grãos com aumento bem menor da área cultivada, o Brasil ainda tem muito espaço para desenvolver sua agropecuária e oferecer mais alimentos para o mercado interno e para outros países. Dos estabelecimentos rurais registrados no País, 11% dos considerados familiares e 9% dos médios e grandes não têm nenhuma produção, de acordo com dados do governo. Mais de 1,3 milhão de estabelecimentos não obtém receita com a atividade agropecuária.

O mais recente censo agropecuário, de 2006, mostrou o impacto da assistência técnica e da extensão rural na renda auferida pelos produtores. “Enquanto os grandes e médios produtores que não recebem assistência técnica e extensão rural obtêm um valor básico de produção de R$ 232 por hectare, os que contam com esse serviço obtêm R$ 996 na mesma área”, conforme a mensagem enviada pelo governo ao Congresso para justificar a criação da Anater.

Como mostram esses números, a assistência técnica e a extensão rural podem mais do que quadruplicar a renda, nas médias e grandes propriedades. Nas propriedades familiares, o impacto é semelhante: o valor da produção passa de R$ 639 para R$ 2.309 por hectare.

Na esfera federal, o sistema coordenado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) conta com uma rede de 47 centros de pesquisas e 16 instituições estaduais. Além da estrutura da Embrapa, o País dispõe de uma rede privada e também de universidades.

O Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014 anunciado no início do mês pelo governo inclui o investimento de R$ 120 milhões para a ampliação e modernização dos seis laboratórios nacionais agropecuários, para dar-lhes condições de produzir diagnósticos mais rápidos e precisos sobre a qualidade dos produtos agropecuários nacionais.

Para levar a mais produtores os conhecimentos gerados nas instituições de pesquisa, além da criação da Anater, o governo pretende montar uma rede de educação profissional e de inovação tecnológica. Essa rede envolverá a estrutura da Embrapa, as universidades federais, as escolas técnicas e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, gerido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Ao mesmo tempo que levará conhecimentos para os produtores, a nova estrutura federal para a assistência técnica e extensão rural trará para os centros de pesquisa as demandas e as necessidades reais do setor produtivo. Os dois lados têm a ganhar com isso.

O Estado de S.Paulo

Militares punidos na ditadura militar criticam anistia

Anistia7mulheresRio de Janeiro – Em sessão conjunta, a Comissão Nacional da Verdade e a Comissão Estadual da Verdade do Rio de Janeiro ouviram hoje (18) cinco militares da reserva que foram perseguidos, presos e torturados por resistir ao golpe de 1964.

O comandante da Marinha, Ferro Costa – que participou do gabinete do almirante Paulo Mário, o último Ministro da Marinha do governo de João Goulart – foi preso e cassado após o golpe. Ele contou que a resistência à ditadura militar já ocorria antes do Ato Institucional 5 (AI-5), de 1968.

“Ficou cristalizada a ideia de que esse golpe foi uma salvação da democracia. Nunca se salva uma democracia com um golpe, é uma contradição. Além disso, [diziam] que nós éramos inimigos do Brasil, que os inimigos eram os comunistas, os legalistas, quando o verdadeiro inimigo do Brasil, que eles [governo militar] não combateram e que nós queríamos combater, era a miséria, o atraso e a desigualdade que grande parte do povo brasileiro estava mergulhada”.

Para ele, a anistia, concedida em 1979, beneficiou apenas os militares “criminosos, torturadores e assassinos” do próprio regime e foi uma farsa. “Os marinheiros foram massacrados porque não tinham família aqui. É preciso mostrar à exaustão os fatos. A anistia foi outra fraude, nós não merecíamos anistia, porque nós não éramos criminosos. Os verdadeiros anistiados foram os criminosos que mataram e esconderam corpos. Nós temos que ser reparados. Os militares legalistas [os que resistiram à ditadura] ficaram esquecidos”.

Outro militar que falou às comissões foi o coronel do Exército Bolívar Meirelles, que servia em Goiânia quando foi preso. De família tradicional do movimento de esquerda, foi um dos primeiros militares a ser cassado e depois atuou pela anistia na Associação dos Militares Cassados (Amic) e Associação Democrática e Nacionalista dos Militares do Rio de Janeiro (Adnam). É autor da dissertação Conflitos Políticos e Ideológicos das Forças Armadas entre 1945 – 1964.

“Eu acho importante para o Brasil, vir à tona esses torturadores, esses golpistas, serem nominados para que isso não aconteça mais no Brasil. Que a juventude tenha uma paz de sossego para poder amar, trabalhar, estudar, e jamais uma moça ser estuprada em um quartel, ser torturada, nem um homem também”.

Também prestaram depoimento hoje o coronel do Exército Ivan Proença, que era capitão e abortou uma missão com  o objetivo de massacrar estudantes; o marinheiro Antônio Duarte, que participou da resistência armada; e o marinheiro Oswaldo Araújo, que fez parte das mobilizações antes de 1964 e atuou na resistência ao golpe.

Membro da Comissão Estadual da Verdade, Eny Moreira, explica que o trabalho tem sido importante para ouvir a versão de quem estava nas Forças Armadas na ocasião do Golpe de 1964.

“É importante que a história registre que havia, mesmo naquela época, no ceio das Forças Armadas, militares dignos e honrados que se colocaram contra o golpe, que se colocaram em uma posição de não aceite à tirania”, disse.

Consultor do grupo de trabalho Perseguição a Militares da comissão nacional, o professor Paulo Cunha afirma que, proporcionalmente, os militares foram o grupo mais atingido pela perseguição da ditadura militar. “Então, são milhares de praças, centenas de oficiais, e um dado ainda não devidamente contabilizado, temos também dezenas, talvez centenas de policiais militares pelos estados. Uma parte deles já faleceu, outros estão literalmente desaparecidos, sem contato há muito tempo. Então, nós temos feito vários depoimentos, para nos aproximarmos de uma amostragem segura para a primeira parte desse trabalho”.

O trabalho do grupo começou com uma audiência pública, no dia 4 de maio, quando a Comissão Nacional da Verdade ouviu outros militares vítimas da ditadura. Durante a semana, mais militares que passaram pela mesma situação serão ouvidos em sessões reservadas.

Akemi Nitahara
Repórter da Agência Brasil

Edição: Carolina Pimentel

Agência Brasil

Governo entrega carros a municípios que se destacaram no Selo UNICEF

UnicefOs 20 municípios cearenses que mais evoluíram em 10 dos 32 indicadores acompanhados pelo Selo Unicef Município Aprovado – versão 2012 receberão nesta quinta-feira (18), às 9h30min, a premiação de 3 (três) veículos pelo Governo do Estado, totalizando 60 carros. A entrega aos prefeitos será feita no Centro de Eventos – Pavilhão Oeste – Bloco A, com a presença do governador Cid Gomes, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Albuquerque, do secretário do Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, da presidente da Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), Adriana Pinheiro Barbosa, da coordenadora do Unicef, Ana Márcia Diógenes e dos prefeitos dos municípios agraciados. 

A decisão de premiar os municípios foi anunciada pelo governador Cid Gomes como parte da programação de certificação dos 66 municípios cearenses com o Selo UNICEF Município Aprovado. Os carros devem ser utilizados pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar e Secretaria municipal da área da assistência social.

A iniciativa do Governo do Estado representa o reconhecimento ao trabalho desenvolvido nos municípios agraciados na sexta edição do Selo UNICEF Município Aprovado para melhorar os indicadores sociais e a qualidade de vida da população infanto-juvenil.

Municípios a serem premiados:
Aratuba, Brejo Santo, Croatá, Eusébio, Farias Brito, Forquilha, Iguatu, Iracema, Itaiçaba, Itarema, Jaguaruana, Jijoca, Dep. Irapuan Pinheiro, Orós, Palhano, Paracuru, Porteiras, Potiretama, Sobral e Várzea Alegre

Assessoria de Imprensa da Seplag

Polo da Fiocruz no Ceará produzirá medicamentos para doenças raras

GOV_18destaque

O Governador Cid Gomes participou nesta terça-feira (18), em Brasília, do encontro do Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde (Gecis), que reúne os principais atores da indústria farmacêutica nacional, além de seis ministérios, a Anvisa, Fundação Oswaldo Cruz e do Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES). No encontro, foi assinada a parceria para a primeira plataforma tecnológica para produção de medicamentos biológicos a partir de células vegetais, como as de cenoura e do tabaco, e envolve a parceria entre a Fiocruz, a empresa israelense Protalix, o norte-americano Centro Fraunhofer para Biotecnologia Molecular e a iBio Inc. A produção começará a funcionar plenamente em 2016, quando o polo tecnológico da saúde no Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, for inaugurado.

O novo polo da Fiocruz no Ceará começa a ser construído até o fim deste ano.  Por meio da parceria firmada, a fábrica produzirá inicialmente medicamentos para doenças raras como o Taliglucerase Alfa Humana Recombinante, para a doença de Gaucher, e a primeira vacina do mundo a partir de uma planta, contra febre amarela.

“Com essa parceria nós estamos ajudando a corrigir as desigualdades sociais e reduzir as desigualdes regionais. Nós disponibilizamos há um tempo um terreno para instalação de indústrias na área de tecnologia e a primeira delas foi a Fiocruz com este grande projeto.  Portanto, esta parceria será de grande importância para o Brasil e também para nós, com os empregos gerados”, disse Cid Gomes.

Ministério do Planejamento

Ainda em Brasília, o governador Cid Gomes esteve em audiência com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para tratar dos projetos inclusos no PAC Estiagem, programa do Governo Federal que tem o objetivo de ampliar os investimentos de combate à seca.

Na reunião, o Governador apresentou o andamento dos projetos dentro do programa com a construção de Açudes, como o Lontras e adutoras, como a de Coreaú, Moraújo,Uruoca e Senador Sá, além de adutoras de Beberibe e Quiterianópolis.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Raimundo Macedo contesta cortes em salários de docentes

greve em juazeiro do norte

Prefeitura explica que não haverá redução dos 40% nas gratificações, mas incorporação de 10% aos salários

Juazeiro do Norte. O prefeito deste município, Raimundo Macedo, disse que não haverá cortes no salários dos professores do Município, e sim readequações e correção das distorções relacionadas ao magistério, além de incorporação de parte das gratificações aos salários de mais de 1.800 docentes. Em entrevista coletiva na manhã de ontem, o gestor tentou explicar que houve um “grande equívoco” em relação às informações divulgadas. O prefeito esteve viajando e retornou da Europa somente na semana passada.

CortesalarioprofjnDurante a entrevista coletiva, realizada na manhã de ontem, o prefeito de Juazeiro, Raimundo Macedo, disse haver distorções na interpretação da lei que deverá ser sancionada foto: elizângela santos

A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Mazé dos Santos, afirma que a greve será mantida e haverá uma nova assembleia com os professores na próxima semana, no intuito de analisar as garantias propostas pela administração. Amanhã, segundo Mazé, será realizada uma audiência, com o Ministério Público, a pedido da Procuradoria Geral do Estado, com a participação de membros da Administração e da categoria.

Conforme a presidente do Sindicato, a retirada dos 40% vai sim atingir professores readaptados, em cerca de 200. No início do ano, ela lembra da retirada dos 30% de gratificação dos salários, que foram devolvidos por determinação judicial. “Não estamos garantidos de que esse percentual de 30% de gratificação por regência continue”, diz.

Segundo a procuradora do município, Mariana Gurgel, não houve reduções salariais. Ela desmentiu a redução propalada dos descontos de 40% dos pagamentos dos professores. Desses 40% das gratificações e bônus, haverá o repasse de 10% para o salário-base, continuando os 30% de gratificação mais a outra parte incorporada ao salário. “Portanto, não haverá perdas e sim o que considero um ganho, porque é uma garantia futura até para os casos de aposentadorias”, afirma a procuradora.

Ontem, pela primeira vez, o prefeito veio a público durante a entrevista, dar uma explicação oficial sobre a mensagem do Executivo, aprovada na Câmara Municipal, no último dia 7, com maioria de 12 votos, sobre mudanças no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR). Ele disse que na próxima sexta-feira será feito o pagamento dos professores e serão dirimidas toda as dúvidas.

Festa junina

Raimundo Macedo afirma que a realização do 13º Juaforró, que teve abertura ontem, com a banda Aviões do Forró, e nesta quarta-feira, com a presença da cantora Elba Ramalho, além de outras atrações até o dia 25, é um evento de valorização da cultura local, e conta com orçamento voltado para a cultura. Estão sendo gastos, inicialmente, mais de R$ 620 mil.

Conforme a procuradora, houve uma forma proposital de má interpretação da lei, por parte de pessoas que não compõem o movimento grevista, para tirar vantagens políticas.

Ela admitiu que a lei é simples e clara e não traz redução dos salários. “O que se fez foi incorporar 10% de gratificação por regência para o salário-base”, diz ela. A procuradora disse estar perplexa com a divulgação nacional. “Os professores vão receber o pagamento e vão perceber que não houve a redução”, afirma. Ela disse que incorporação beneficia o professor, inclusive as aposentadorias.

Sobre a gratificação por planejamento dos profissionais do 1º ao 5º ano, que teriam de realizar essas atividades aos sábados, com direito a 10%, Mariana Gurgel explicou que, por medidas administrativas, os docentes ficam de segundo à sexta e não precisará ser pago esse percentual de gratificação.

Quanto aos docentes readaptados, ela ressalta que os professores nessa situação e em funções pedagógicas não perderam a gratificação de regência. E sim, será realizada uma avaliação e as pessoas que atuam com suporte pedagógico, com regência de sala, continuam com os valores. Os que estiveram em função burocrático, perdem.

A procuradora ainda explicou o cumprimento dos 60 minutos de aula, conforme estabelece o Ministério da Educação, ao invés dos 50. Com isso, há a ampliação dos dias de aula durante o ano, de 167 para 200 dias do ano letivo. O prefeito de Juazeiro disse não estar disposto em ceder para os professores.

Ele admite estar havendo ganho para a categoria. Não descartou a possibilidade de avaliação de ilegalidade da greve. Ele disse que a lei foi discutida no Sindicato e na Câmara Municipal. “Não vejo porque estar com esse pensamento de voltar. Estou procurando corrigir distorções que há na lei”, diz o prefeito.

Mais informações

Prefeitura Municipal de Juazeiro
do Norte, (88) 3566.1029
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Rua São Cândido, 397 Salesianos, (88) 3511.9247

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

Senado aprova projeto que estabelece competências exclusivas dos médicos

MedicinaO plenário do Senado aprovou no fim da noite dessa terça-feira (18) o projeto do Ato Médico, que regulamenta o exercício da medicina e estabelece atividades que serão privativas dos médicos e as que poderão ser executadas por outros profissionais de saúde.

Pelo parecer da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), aprovado anteriormente na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, estabelece como atividades exclusivas das pessoas formadas em medicina a formulação de diagnósticos e prescrição terapêutica. Além disso, somente os médicos poderão executar procedimentos como intubação traqueal, sedação profunda e anestesia geral, indicação de internação e alta médica, atestação médica e de óbito – exceto em casos de localidade em que não haja médico –, além de indicação e realização de cirurgias.

O texto também estabelece os procedimentos que podem ser compartilhados com outras profissões da área da saúde. É o caso de diagnósticos funcional, cinésio-funcional, psicológico, nutricional e ambiental, e as avaliações comportamentais e das capacidades mental, sensorial e cognitiva.

Os não médicos também poderão prestar atendimento a pessoas sob risco de morte iminente, fazer exames citopatológicos e emitir seus laudos, coletar material biológico para análises laboratoriais e fazer procedimentos através de orifícios naturais, desde que não comprometa a estrutura celular e tecidual.

A relatora negou que o projeto supervalorize os médicos, tornando as demais profissões de saúde “subalternas”. “O projeto não apresenta nenhuma evidência dessa argumentação, mesmo porque foi finalizado com a participação de especialistas encaminhados por todos os conselhos federais, discutindo-se palavra por palavra e vírgula por vírgula”, disse a relatora.

Contrário à aprovação da matéria, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) argumentou que o texto é excessivamente minucioso e não abarca questões próprias da modernidade como as ressalvas práticas terapêuticas alternativas – caso da acupuntura e da homeopatia. “Eu penso que uma regulamentação minuciosa como essa, que chega a exageros que podem gerar uma certa curiosidade, desconhece o fato de que no mundo global nós recebemos influência de outras tradições terapêuticas e científicas”, disse o senador antes de se manifestar contrário à aprovação.

Agência Senado

Regional Prefeito de Juazeiro do Norte deixa cerco após 5 horas

RaimundoMacedo-VivianePinheiroO prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, deixou o cerco que manifestantes fizeram nesta terça-feira (18), em uma agência do Banco do Brasil.
Segundo o filho, Mauro Macedo, a Polícia fez um cordão de isolamento e o prefeito saiu pela porta da frente do banco. Cerca de 200 manifestantes estavam no local no momento da saída.
Raimundo Macedo ficou mais de 5 horas dentro da agência bancária, depois que manifestantes cercaram o banco, em protesto na cidade que envolveu 8 mil pessoas.
Blog Ceará é Notícia

Juazeiro do Norte, no Ceará, tem protesto contra redução de salário

 

Foto: Ericsson Coriolano/Arquivo pessoal

Protestojn2Cerca de oito mil manifestantes participam de protesto em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, na tarde desta terça-feira (18). As pessoas são principalmente professores da rede municipal de ensino, que protestam contra a lei aprovada que reduz bônus salariais da categoria em até 40%. Os manifestantes pedem ainda o impeachment do prefeito da cidade, Raimundo Macedo (PMDB).

A Polícia Militar fez uma barreira de proteção na Prefeitura de Juazeiro do Norte, para evitar uma possível tentativa de invasão ao prédio. Na manhã desta terça-feira, a prefeitura foi pichada em sinais de protesto.

A manifestação ocorre de forma pacífica e é acompanhada por policiais militares. Segundo a Polícia Militar, até a tarde desta terça-feira não havia registros de violência na cidade. A prefeitura de Juazeiro do Norte afirmou que não houve redução nos salários dos professores da rede pública de ensino na manhã desta terça-feira. De acordo com a procuradora do município, Mariana Gurgel, “a lei não traz qualquer redução salarial”. “O que se fez foi incorporar 10% que seria da gratificação para o salário base”, afirmou.

Greve
Os professores da rede municipal de Juazeiro do Norte decidiram em assembleia geral entrar em greve por tempo indeterminado, após a aprovação do projeto de lei que altera o Plano de Cargos Carreiras  e Remuneração. A paralisação iniciou quarta-feira (12), os professores acreditam que afirma que alguns servidores terão redução salarial de até 40%.

Entenda a lei que reduz bônus
A lei aprovada também reduz o nível de aumento salarial por tempo de carreira. Antes da aprovação, cada professor recebia automaticamente um aumento de 5% no salário a cada três anos no serviço público, um bônus por tempo de carreira.

Com a mudança, o aumento a cada três anos passa para 3%. “Uma preocupação extra é com os professores que estão afastados das salas de aula por doença e que agora perdem a gratificação de regência de classe. Tem professor com redução de R$ 900 no salário”, explica.

O Ministério da Educação estabelece o valor de R$ 1.567,00 como piso para docentes. Em Juazeiro do Norte, somando as gratificações, os professores recebem R$ 2.193,00. A Secretária de Educação, Célia Viana, diz que a redução é necessária. “Nós precisamos fazer um reajuste nessa folha porque, como está, está sendo impossível pagar. A gente reconhece que, em certa parte, está atingindo os nossos servidores, mas a gente precisava mesmo rever isso”.

Por: G1/Ce

Manifestantes encurralam prefeito de Juazeiro do Norte dentro de agência bancária

Cercoraimudao-carro-forte

A Polícia Militar levou um carro forte para a frente da agência do Banco do Brasil (BB). O objetivo era retirar o prefeito Raimundo Macedo de dentro do banco direto para o veículo.
Após uma avaliação da situação sobre o resgate, o Tenente Rosendo, que comandava a operação, desaconselhou Raimundão a deixar as dependências do BB por falta de garantias.
Há uma revolta generalizada contra a administração dele e os manifestantes exigem a sua renúncia imediata. Nas ruas, a PM temeu que se Raimundão fosse levado para o carro forte haveria risco de ele ser linchado. Ou de o carro forte ser incendiado.
Quando correu a notícia de que o prefeito já estava dentro do carro forte, o veículo foi cercado por dezenas de professores que impediram seu deslocamento.
Cerco ao prefeito de Juazeiro do Norte 
Manifestantes quebravam vidros, jogavam pedras, paus, e a todo instante a PM tinha que intervir para impedir que o veículo fosse incendiado.
A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Mazé dos Santos, temendo um desfecho trágico, apelou aos manifestantes para que deixem Raimundão ir embora. Em vão.
A PM pediu reforço à PM da cidade vizinha do Crato. De Fortaleza, o Secretário de Segurança, Francisco Bezerra, acompanha tudo por telefone.
Iguatu Notícias

Dilma diz que ‘Brasil acordou mais forte’ após manifestações

DilmaSegundo a presidente, ‘o Brasil tem orgulho deles [dos manifestantes pacíficos]‘.

Ao longo de cinco minutos de discurso no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff fez sua primeira declaração mais contundente sobre as manifestações, elogiando o caráter democrático dos protestos, e criticando episódios isolados de violência.

A presidente elogiou, ainda, a postura das forças policiais nas manifestações . Foto: Divulgação

Segundo a presidente, “o Brasil tem orgulho deles [dos manifestantes pacíficos]“. “O Brasil hoje acordou mais forte. A grandeza das manifestações de ontem comprova a energia da nossa democracia, a força da voz da rua e o civismo da nossa população.


É bom ver tantos jovens e adultos, o neto, o pai, o avô, juntos com a bandeira do Brasil, cantando o hino nacional, dizendo com orgulho “eu sou brasileiro” e defendendo um país melhor.


O Brasil tem orgulho deles”, afirmou a presidente, durante a apresentação do novo marco regulatório da mineração, no Palácio do Planalto.

A presidente elogiou, ainda, a postura das forças policiais nas manifestações de ontem, em mais de uma dezena de capitais brasileiras – entre elas, Brasília, em que manifestantes ocuparam o terraço do Congresso Nacional, ao lado do Palácio do Planalto.

“Devemos louvar o caráter pacífico dos atos de ontem. O caráter pacífico dos atos públicos de ontem evidenciou também o correto tratamento dado pela segurança pública à livre manifestação popular.


Conviveram pacificamente. Infelizmente, porém, é verdade, aconteceram atos minoritários e isolados de violência contra pessoas, contra o patrimônio público e privado, que devemos condenar e coibir com vigor.


Sabemos, governo e sociedade, que toda violência é destrutiva, lamentável e só gera mais violência. Não podemos aceitar jamais conviver com ela”, disse.

Folhapress

Teatro popular de bonecos no Palco Giratório

Sesc-novo

De 20 a 24 de junho, o Sesc apresenta, como parte da programação do projeto Palco Giratório, o espetáculo de bonecos “As aventuras de uma viúva alucinada”, do Grupo Mamulengo de Cheiroso (SE). Na quinta-feira (20), a peça é encenada em Iguatu. No sábado (21), o espetáculo acontece em Quixeramobim. Já no dia domingo (23), é a vez do município de São Gonçalo receber a programação. Além das apresentações, os municípios recebem uma oficina ministrada pelo grupo.
Com muita música, dança e sátiras do nosso cotidiano, a montagem se inspira na tradição popular do teatro de bonecos para contar, com muito humor, a história de uma viúva que, tendo perdido seu marido, é cortejada por vários pretendentes, entre eles o Diabo.
Apresentada há 22 anos, a peça tem direção artística de Augusto Barreto e texto do mestre e mamulengueiro pernambucano Januário Oliveira.
Sobre o Palco Giratório
Idealizado pelo Departamento Nacional do Sesc, o projeto Palco Giratório chega a sua 16ª edição e se consolida no cenário cultural, levando uma grande variedade de gêneros e linguagens artísticas para um público diversificado de mais de 3 milhões de pessoas. 
Mais do que entretenimento, essa iniciativa tem como objetivo não só a troca de experiências e vivências entre os artistas, mas também a difusão de montagens regionais pelo País afora, além de criar oportunidades de inserção de artistas, produtores e técnicos no mercado de trabalho.
Até o mês de novembro, o Palco Giratório traz companhias de teatro, dança e animação de todo o Brasil com o objetivo de democratizar o acesso às artes cênicas e fomentar a formação de plateia, promovendo um grande intercâmbio cultural.
SERVIÇO:
Projeto Palco Giratório
“As aventuras de uma viúva alucinada” / Grupo Mamulengo de Cheiroso (SE)
Iguatu
- Apresentação
Data: 20/6
Local: Teatro Sesc Iguatu (Treze de Maio, 1130)
Horário: 19h
- Oficina
Data: 20/6
Horário: 8h às 14h
Inscrições na Cultura da Unidade (Treze de Maio, 1130)
30 vagas
Informações: (88) 3581.1130
Quixeramobim
- Apresentação
Data: 21/6
- Oficina
Data: 22/6
Informações: (88) 3441.1402
São Gonçalo do Amarante
- Apresentação
Data: 24/6
- Oficina
Data: 24/6
Informações: (85) 3315.4462
Classificação: Livre
:::Gratuito:::
 
Blog Ceará é Notícia.

Dragão do Mar inicia Feira Internacional de Gastronomia e Artefatos Culturais e realiza show com Moraes Moreira e Davi Moraes nesta quarta (19)

Dragaodomar

Terá inicia amanhã, das 17h às 22h, na Praça Almirante Saldanha, a Feira Internacional de Gastronomia e Artefatos Culturais, idealizada pelo Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura para receber turistas e cearenses após os jogos da Copa das Confederações em Fortaleza. Até 23 de junho, a Praça Almirante Saldanha vai ser palco para um grandioso intercâmbio cultural. A Feira é gratuita e conta com apoio do Sesc, do Senac e dos Mercadinhos São Luiz.
Amanhã, os visitantes do Dragão do Mar poderão degustar as iguarias da cozinha mexicana. Oficinas gastronômicas com renomados chefs são ministradas pelo Senac. Além disso, marcas cearenses como Cláudio Quinderé (jóias), Jinja (bolsas e acessórios), Silvânia de Deus (moda), Desconexo (design), Sabor e Vida (queijos), Duggê (sorvetes), Cachaçaria Kukukaya (cachaça) e PPPosters (Design de pôsteres) participam da feira como expositores de seus produtos. A animação ficará por conta do Bloco Carnavalesco Bons Amigos, com participação especial do puxador da Mangueira Hudson Luiz.
Show Moraes Moreira e Davi Moraes
A partir das 19h, na Praça Verde, começa um grande show de homenagem à música brasileira. “Brasil Mostra a tua Cara” é uma produção exclusiva de artistas da cena local que apresentam releituras que vão da bossa ao axé, passando pelo rock e o baião. O show tem direção musical de Cristiano Pinho e é executado por músicos e intérpretes locais, como Davi Duarte, Jonhatan Doll, Niger Groove, As Gata Pira e Lúcio Ricardo. Às 21h, é a vez de Moraes Moreira, Davi Moraes e banda trazerem ao público o antológico trabalho do grupo Novos Baianos, recriando o repertório do álbum Acabou Chorare, que completa agora 40 anos. O segundo e definitivo disco dos Novos Baianos continua tocando sucessivas gerações, que há quatro décadas parecem nascer sabendo canções como Preta, Pretinha ou Brasil Pandeiro.
Segurança reforçada
Além do efetivo patrimonial do Dragão do Mar, a segurança do local receberá o reforço de 28 homens de segurança privada. Uma parceria foi firmada com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, que disponibilizará 30 policias para fazer o patrulhamento em diferentes modalidades (à pé, montado e motorizado).
Serviço: Feira Internacional de Gastronomia e Artefatos Culturais
De 19 a 23 de junho, das 14 às 22h, na Praça Almirante Saldanha. Acesso gratuito.
Dia 19, a partir das 19h – Shows “Brasil Mostra a Tua Cara” e “Acabou Chorare”, com Moraes Moreira e Davi Moraes, Praça Verde. Ingressos R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) na Bilheteria Dragão do Mar até o momento do show e no site Bilheteria Virtual. (www.bilheteriavirtual.com.br).

 

Blog Ceará é Notícia.

Número de reclamações contra Coelce aumenta cerca de 457%

Os dados foram repassados a Aneel pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce), através de sua assessoria de imprensa.

CoelcecontadeluzA Agência Nacional de Energia do Ceará (Aneel) divulgou dados referentes aos meses de janeiro e o meio de junho deste ano, onde apontaram que o número de queixas contra a Companhia Energética do Ceará (Coelce) aumentou para 457% nos últimos meses. 

Os dados foram repassados a Aneel pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce), através de sua assessoria de imprensa.

As denúncias realizadas pelos consumidores saltaram de 57 para 318 até o momento. De acordo com a instituição, os números são maiores do que o ano passado.

A Arce informou que durante os primeiros meses deste ano, foram realizadas 13 ações contra a Companhia, na qual nove resultaram em aplicação de autos de infração, uma foi arquivada e as outras três estão em análise.

A Coelce informou ainda que é a única Companhia presente em todo o Estado do Ceará e que possui cerca de três milhões de consumidores.

Por: Larissa Uchoa

Ceará Agora

Petição online quer reunir 5 milhões por impeachment de Dilma

 

Peticaoimpeachmentdilmarep

A rede de ativistas Avaaz, que promove petições online em diversos locais do mundo, pretende reunir 5 milhões de assinaturas digitais para pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No final da manhã desta terça-feira, quase 140 mil pessoas haviam aderido à campanha “para acabar com a corrupção, desvio de dinheiro público, sucateamento da saúde, das estradas, da educação, segurança pública e outros”, conforme o site.

“O PT, Partido dos Trabalhadores, hoje representado pela presidente Dilma, trouxe o mal estar para nação. A presidente Dilma, que foi eleita pelo povo brasileiro, está traindo o povo e dando continuidade ao idealismo esdrúxulo do PT. A Copa do Mundo comeu bilhões de reais que poderiam ter sido aplicados na saúde, na educação e em infra-estrutura. Nós brasileiros, estamos cansados dessa hipocrisia”, manifestou o Avaaz na petição.

Prefeito Raimundão fala sobre redução de salário de professores em Juazeiro do Norte

RaimundoMacedo-VivianePinheiroO prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, realizará nesta terça-feira (18) uma coletiva para se pronunciar sobre a redução dos salário dos professores do município, votado pelos vereadores da cidade no último dia 6 de junho. A entrevista será às 9h no auditório do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador). Segundo assessoria de Raimundão, o prefeito “considera que está ocorrendo um mal entendido” e “vai explicar as mudanças”.

As alterações na Lei do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) dos professores de Juazeiro causaram revolta quando foram aprovadas pela Câmara Municipal juazeirense e repercutiram em todo o país. Ainda de acordo com a prefeitura, “estão distorcendo a realidade dos fatos” e Raimundão sugere que sejam comparados os contracheques dos professores entre este mês de junho e o mês de dezembro do ano passado (último da gestão anterior). Entretanto, os salários de junho só serão pagos no final deste mês.

Segundo nota enviada à imprensa, o prefeito “garantiu que vai mostrar com fatos que não haverá prejuízos para a categoria e que a mensagem por ele enviada à Câmara Municipal foi para fazer ajustes”. Para ele, em seu primeiro mandado, a relação com os professores foi “das mais positivas” e os profissionais da educação “o conhecem e sabem da sua responsabilidade”. Ainda segundo o texto, Raimundão disse que “injunções políticas” querem desestabilizar sua gestão.

Protesto

Em greve desde o dia 12 deste mês, os professores municipais de Juazeiro do Norte estiveram na manhã desta segunda-feira (17) no Crato para apoiar os colegas que também paralisaram as atividades. Mais tarde, em plenária, os representantes da categoria confirmaram uma manifestação nesta terça-feira, às 18h30 em protesto ao Juá Forró, tradicional festa do município.

“Como eles podem ter milhões para uma festa e não têm dinheiro para pagar os professores”, questiona a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte (Sisemjun), Mazé dos Santos. O protesto será realizado nas proximidades do local do evento, no bairro Almino Loyola, conhecido como Parque São Geraldo. Mazé dos Santos informou também que o Ministério Público Estadual (MPE/CE) convidou a direção do sindicato para uma reunião na manhã desta terça-feira (18).

Diário do Nordeste

Foto: Viviane Pinheiro

Professores vão protestar no Juaforró

Professoresjn4Juazeiro do Norte Professores municipais pretendem intensificar os protestos contra a redução nos seus pagamentos, em até 40%, e deverão estar na abertura do Juaforró, maior festa junina da região, que trará atrações do porte de Elba Ramalho e Aviões do Forró. Às 9 horas de hoje, no auditório do Cerest, o prefeito Raimundo Macedo, em coletiva de imprensa, fará esclarecimentos sobre as mudanças relacionadas ao Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), já aprovadas por maioria de 12 votos na Câmara Municipal, sob protestos e tumultos no Legislativo, com a presença de vários policiais.

Na semana passada, os docentes realizaram manifestação em praça pública, defendendo a manutenção dos direitos trabalhistas e criticando a decisão do poder público de redução das garantias FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

A entrevista, segundo o vice-presidente do Sindicatos dos Servidores Municipais, Marcelo Alves, também será sob protesto dos docentes, que estão em greve desde o último dia 12 e não acreditam na possibilidade de mudanças em relação à posição do Poder Executivo.

O professor admite que o início de uma festa, com gastos milionários, é desproporcional à realidade pela qual passa a Educação na cidade, com os pagamentos ameaçados de redução, diminuição também do número de salas de aulas e fechamento de escolas na cidade, com o redimensionamento ocasionado pela Secretaria de Educação.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal, serão anunciadas novidades por parte do prefeito, mas nenhuma informação foi adiantada. Raimundo Macedo, participou de reunião com o seu secretariado durante todo o dia de ontem, no Verdes Vales Lazer Hotel. Durante o período em que foi aprovado o projeto de lei que possibilita emenda ao PCCR, ele esteve na Europa, e retornou somente no fim de semana último.

Plenária

O professor Marcelo Alves afirma que a categoria esteve reunida na noite de ontem, para uma plenária, no intuito de elaborar um plano de trabalho com atuação nos bairros da cidade. “Pretendemos realizar um corpo a corpo com a comunidade, para prestar maiores esclarecimentos a respeito do que está acontecendo”, afirma.

Para Marcelo, os professores não estão esperançosos em relação a um possível recuo do prefeito em não sancionar o projeto de lei, o que ele avalia como profundamente lamentável para a categoria, que irá continuar reivindicando os direitos adquiridos. “Até porque o projeto é de iniciativa da própria Prefeitura e há forte possibilidade de vigorar”, diz o sindicalista.

Os professores de Juazeiro do Norte são irredutíveis em relação à decisão da Câmara Municipal, que aprovou projeto de lei que reduz em até 40% as gratificações e bônus sobre o salário base, mensagem aprovada na quinta-feira, numa sessão tumultuada. Durante esta semana, o Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM) realiza uma inspeção especial na Prefeitura de Juazeiro.

O objetivo, segundo o presidente do Tribunal, Francisco Aguiar, é verificar todos os aspectos, especialmente os que dizem respeito à legalidade, sobre as modificações no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) na área da Educação, aprovadas pela Câmara Municipal, com base em proposta do Poder Executivo.

Sob protestos, a 13ª edição do Juaforró terá na noite de abertura a Banda Aviões do Forró como atração principal. O Juaforró vai até o próximo dia 25 de junho com vários shows todas as noites, entre eles, a cantora paraibana Elba Ramalho, que sobe no palco na quarta-feira (19).

Decoração

A expectativa é de que cerca de 40 mil pessoas assistam aos shows de abertura. No parque de eventos, todos os preparativos já estão sendo finalizados.

A decoração do parque está sendo feita pela Secretaria da Cultura e Romaria, que conclui toda a montagem do palco e de uma cidade cenográfica.

Também está sendo finalizada a construção de um “palhoção” (grande área coberta de palha de carnaúba) para o forró pé de serra. Já a limpeza do local fica sob a responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura de Juazeiro.

Mais informações
Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, (88) 3566.1029
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Rua São Cândido, 397 Salesianos, (88) 3511.9247

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

Após enxugar salário de professores, prefeitura no CE faz festa de R$ 621 mil

Prefeitura diz que as verbas para educação e para as festas são distintas. Vereadores votaram pela redução do salário dos professores em até 40%

 

A festa junina JuaForró, tradicional na cidade de Juazeiro do Norte, no Sul do Ceará, tem gerado polêmica no município cearense. Os festejos, que começam nesta terça-feira (18), estão estimados em R$ 621 mil e contam com atrações como Elba Ramalho e a banda de forró Aviões do Forró. Os gastos foram anunciados uma semana depois de a Câmara de Vereadores aprovar uma redução na gratificação dos professores alegando enxugamento dos custos do município. Os educadores estão em greve desde o dia 12.

“Achamos tudo isso o maior absurdo e a gente já expressou isso. Tudo bem que é outra verba [da secretaria de Cultura, mas como é que você deixa a educação nessa situação e tem tudo para gastar com uma festa como o JuaForró?”, questiona a representante sindical e professora Masé dos Santos. Os professores afirmam ter realizado manifestações contra os gastos com a festa nos anos anteriores, mas sem que houvesse qualquer retorno.

Para esta 13ª edição da festa, segundo Masé dos Santos, os professores pretendem fazer uma movimentação nos arredores. “Se as pessoas vierem, nós fazemos o protesto”, afirma. Ela conta que, normalmente, não há adesão por parte da população.

Prefeitura de Juazeiro do Norte
A Prefeitura de Juazeiro do Norte, autora da mensagem que solicitava a redução das gratificações, explicou que as verbas do órgão executivo são direcionadas. As verbas da educação não podem ser usadas em outras pastas e o mesmo vale para a verbas da Secretaria de Cultura, cujo orçamento prevê a realização do JuaForró.

No que se refere a redução da gratificação, a prefeitura informou que não há redução salarial. Segundo eles, os professores receberam o reajuste do salário base de 7,3%. O projeto enviado à câmara reduz parcialmente a gratificação, mas também dá um novo aumento no salário base de 2,06%. Números que, conforme a assessoria, não vão alterar o valor final recebido pelos professores.

Professoresjn3

Professores realizaram manifestações contra redução (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

 

Do G1 CE

Manifestantes percorrem três km até hotel onde está seleção em Fortaleza

Protesto foi encerrado em frente ao hotel onde está a seleção brasileira. Manifestantes andaram em ruas e avenidas dos bairros Centro e Benfica.

 

Protestosfortaleza

Manifestantes chegam ao hotel onde está hospedada a seleção brasileira; polícia impediu entrada do grupo (Foto: Gabriela Alves/G1)
 

Os manifestantes de Fortaleza terminaram o protesto desta segunda-feira (17), por volta das 20h30, em frente ao hotel onde a seleção brasileira está hospedada, no Bairro Moura Brasil. Todo o percurso da Praça da Gentilândia até o Marina Park, de cerca de três quilômetros, foi pacífico e sem confrontos. O protesto começou na tarde e percorreu avenidas e ruas movimentadas dos bairros Benfica e do Centro. Poucos policiais militares acompanharam a manifestação.

De acordo com a organização, cerca de cinco mil pessoas chegaram a participar da manifestação. O protesto foi realizado por estudantes, professores e grupos de movimentos políticos. No início, manifestantes, gritando palavras de ordem como ”Vem para rua”, a favor do Passe Livre e contra a Copa, sentaram no asfalto do cruzamento das avenidas 13 de Maio e da Universidade. Logo após, eles seguiram em direção ao centro da cidade e repetiram a ação nas principais avenidas, parando o trânsito por mais de 15 minutos.

Alguns motoristas e motociclistas chegaram a discutir com os manifestantes, mas a maioria demonstrou respeitar o protesto. “Já era para ter feito isso há muito tempo”, disse o motorista e aposentado Felício das Chagas, que estava na Avenida Domingos Olímpio. Outro motorista se exaltou, saiu do carro e discutiu com os manifestantes que faziam escudo humano em um dos cruzamentos.

A manifestação teve início no  bairro onde a seleção brasileira treinava para o jogo contra o México, no Estádio Presidente Vargas. Segundo o grupo que liderava o movimento, o objetivo principal do movimento desta segunda-feira (17) não foi ser um protesto contra a Copa do Mundo, como ocorreu em Brasília no sábado. “O ato é de solidariedade às pessoas que sofreram violência em São Paulo e no Rio de Janeiro, já temos um novo protesto em relação à Copa agendado para quarta-feira”, diz Rosa da Fonseca.

Na Avenida da Universidade, em frente ao diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, um dos manifestantes escreveu no muro com grafite “O gigante acordou!” e “Estado assassino”. As ações foram isoladas e, durante a manifestação, a maior parte dos manifestantes pedia calma e que evitassem confrontos. No Centro, manifestantes também picharam a favor do passe livre e contra a passagem de R$ 2,20 em um box do Bilhete Único, da Prefeitura de Fortaleza.

“O que está acontecendo é importantíssimo. Primeiro, vivemos um momento de indignação com o que aconteceu em São Paulo e no Rio de Janeiro, revendo cenas da ditadura. Hoje, temos esse sentimento que a juventude saiu do Facebook para as ruas”, disse Rosa da Fonseca, uma das que lideram o protesto.

Depois de ficar por cerca de meia hora em frente ao hotel, os manifestantes encerraram o protesto e se reuniram em uma praça ao lado do Marina Park para decidir sobre uma manifestação contra a Copa, agendada para quarta-feira (19), no entorno do Estádio Castelão. No mesmo dia, acontecerá o jogo Brasil e México.

Do G1 CE

Manifestantes deixam pacificamente área em torno do Congresso Nacional no começo da madrugada

 

ProtestosbrasiliaBrasília – A manifestação que ocupou todo o gramado em frente ao Congresso Nacional terminou por volta das 23h40, quando os cerca de 200 manifestantes que ainda protestavam deixaram a entrada principal do prédio sede do Legislativo federal. Eles se retiraram de forma pacífica, prometendo mais uma mobilização para hoje (18).

A concentração começou às 15h, em frente ao Museu da República. Uma grande número de pessoas, a maioria estudantes, saiu em passeata, às 17h, ocupando uma das pistas da Esplanada dos Ministérios em direção ao Congresso Nacional. Os manifestantes gritavam palavras de ordem, pedindo mudanças no país, melhorias na saúde, educação e criticando os gastos públicos com a Copa do Mundo. O número de manifestantes foi crescendo durante o caminho, chegando a cerca de 8 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar (PM). Movimentos ligados a partidos políticos tentavam se fazer presentes, com bandeiras, mas eram rejeitados pelos integrantes da passeata.

A PM tentava cercar o perímetro em volta do Congresso, chegando a entrar em confronto com alguns grupos que tentavam forçar a passagem. Em um desses confrontos, duas pessoas foram presas. A situação, porém, fugiu do controle dos policiais militares quando manifestantes conseguiram chegar à cúpula da Câmara (marquise do Congresso) por uma estreita passagem ao lado da pista. A polícia, no entanto, se manteve em posição de defesa, enquanto milhares de pessoas ocupavam a cúpula e a rampa da sede do Legislativo federal.

Um dos manifestantes, que não quis se identificar, expressou sua emoção com a mobilização popular. “Vejo toda esta gente lutando e dá muito orgulho de ser brasileiro”, declarou. “Meu sentimento é que o Brasil acordou, saiu da inércia na qual estava”, disse outro. Um dos líderes da passeata, o estudante Wellington Fontenelle, admitiu que a força popular superou as expectativas e fugiu do seu controle. Porém, demonstrou satisfação. “A intenção do movimento era apenas ficar em frente ao Congresso, atrás da barreira da polícia, não era invadir a rampa e a cúpula. Mas hoje eu me sinto um brasileiro, com muito orgulho”.

Gritando palavras de ordem contra a presidenta Dilma Rousseff, o senador José Sarney, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz e o presidente da Comissão de Ética da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano, o grupo se posicionou em frente à porta de entrada do Congresso Nacional, por várias vezes rejeitando atos de violência e vandalismo em seus gritos de guerra. Os manifestantes foram deixando o local à medida que o tempo passava, chegando a poucas centenas no início da madrugada, quando deixaram completamente o local.

Marcelo Brandão
Repórter da Agência Brasil

Edição: Aécio Amado

Manifestação no Rio termina em confronto e destruição

 

Protestosrio3Rio de Janeiro – Terminou em confronto e destruição, como na semana passada, o protesto feito por milhares de manifestantes na Avenida Rio Branco, centro da capital fluminense, contra o reajuste das passagens de ônibus, que passou a vigorar a partir do dia 1º deste mês.  Desta vez, as cenas de destruição ao patrimônio público foram bem maiores, com pichações no Paço Imperial, na Assembleia Legislativa, além de depredações de agências bancárias, bancas de jornais e revistas, pontos de ônibus e lojas comerciais.

Pouco depois das 22h30, um grupo conseguiu derrubar as barricadas colocadas pelos militares e invadiu o saguão do Palácio Tiradentes, ateando fogo em algumas dependências do prédio. O Batalhão de Choque da PM, treinado para controlar distúrbios, e o Batalhão de Ações com Cães chegaram à Rua Primeiro de Março depois das 23h, e em menos de meia hora conseguiram isolar a área. Quatro manifestantes ficaram feridos e foram levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro.

A Polícia Militar (PM) informou que 20 militares ficaram feridos durante o ataque de manifestantes ao Palácio Tiradentes, prédio da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). De acordo com balanço feito pelo comandante do 5º Batalhão da PM, tenente-coronel Sidney Camargo, responsável pelo policiamento na região central da cidade, 100 mil pessoas participaram do protesto. De acordo com a nota, a PM empregou 150 policiais na segurança da manifestação.

A passeata, iniciada por volta das 17h, tomou toda a Avenida Rio Branco e seguiu de forma pacífica até a Cinelândia, onde terminaria o ato. Por medida de segurança, as lojas da Avenida Rio Branco e as estações da Carioca, Cinelândia e Uruguaiana do metrô funcionaram parcialmente.

De lá, como ocorreu na quinta-feira passada (13), milhares de manifestantes seguiram pela Avenida Graça Aranha em direção à Avenida Presidente Antonio Carlos, onde fica a sede do Tribunal de Justiça do Estado. Lá, tentaram depredar vidraças do prédio, mas foram impedidos por um reforço na segurança.

O grupo continuou seguindo até a Rua Primeiro de Março, onde houve confronto com os militares que faziam a segurança do prédio nas escadarias da Assembleia Legislativa para evitar depredações. Os manifestantes – em número muito superior – atiraram pedras portuguesas retiradas da calçada e cocos contra os militares, que foram obrigados a recuar. Cinco PMs foram feridos. Luminárias do prédio foram destruídas. A luz do salão da Alerj foi apagada, onde 80 policiais militares ficaram abrigados.
 
Protestosrio4Em seguida, os manifestantes atearam fogo em um carro no estacionamento oficial da Alerj, que fica ao lado do Palácio Tiradentes. O carro foi totalmente destruído e chegou a provocar uma explosão, sem deixar feridos. Vidraças de agências bancárias,  de coberturas de pontos de ônibus, bancas de jornais e caçambas de lixo foram destruídos. Eles usaram material plástico e sacos deixados na calçada pelos comerciantes para fazer fogueiras e se reuniram em volta do fogo, onde dançavam e comemoravam.

Agências bancárias na Rua da Assembleia tiveram as vidraças da porta principal e os caixas eletrônicos destruídos, as paredes pichadas, mesas e cadeiras jogadas do lado de fora para servir de material para a fogueira. Um carro estacionado na mesma rua foi destruído, pichado e teve os bancos e portas arrancados. O comércio teve de fechar as portas rapidamente para evitar depredações. Portas de lojas comerciais foram danificadas. Na Rua Sete de Setembro, lojas também foram danificadas pela ação dos vândalos. O prédio histórico do Paço Imperial, na Praça Quinze de Novembro, também não foi poupado. As paredes foram pichadas e algumas vidraças destruídas.

O Palácio Tiradentes foi invadido pelos vândalos que entraram pelas janelas laterais, picharam as paredes, arrancaram fios de telefone e jogaram para o lado de fora e atearam fogo em alguns setores. Alguns dos manifestantes usavam camisas para cobrir o rosto e outros sem camisa, gritavam palavras de ordem e comemoram a invasão do prédio.

O rastro de destruição foi bem maior do que das outras manifestações contra o reajuste das passagens dos ônibus urbanos do município do Rio, que subiu no dia 1º deste mês de R$ 2,75 para R$ 2,95.

Douglas Corrêa
Repórter da Agência Brasil

Edição: Fábio Massalli

Agência Brasil

Presidente do Congresso reconhece legitimidade de protestos

Protestosbrasilia4

Brasília – A manifestação na área externa do Palácio do Congresso Nacional levou o presidente do Poder Legislativo, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), a divulgar nota à população em que reconhece a legitimidade das reivindicações. Renan diz no texto que deu ordens à Polícia Legislativa para que não use de “violência, mantendo apenas a ordem necessária”.

“O Congresso Nacional continuará aberto às vozes das ruas e recolherá todos os sentimentos das manifestações a fim de encaminhar soluções no que lhe couber, como não poderia ser diferente em um ambiente democrático”, diz a nota.

Enquanto isso, o presidente em exercício da Câmara e vice-presidente do Congresso, deputado André Vargas (PT-PR), está reunido com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. Vargas também divulgou nota em que diz que está acompanhando do gabinete do governador todos os acontecimentos no Congresso e solicitou o reforço de força policial para evitar possível depredação do Palácio do Congresso Nacional.

“O presidente entende ser legítima toda a forma de manifestação democrática. No entanto, sua maior preocupação é garantir a segurança dos manifestantes, dos servidores e do patrimônio público”, diz a nota divulgada pela assessoria de comunicação da Câmara.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), bem como a maioria dos líderes partidários, está em viagem à Rússia. A assessoria de Henrique informou que ele está acompanhando toda a manifestação e está preocupado com a integridade dos manifestantes, dos servidores e do patrimônio da Casa.

Neste momento, a maior parte dos manifestantes já se dispersou da frente do Congresso Nacional. No entanto, um grupo ainda permanece na chapelaria da Casa e em frente à entrada do Salão Nobre ameaçando invadir. Ao todo, 620 policiais militares, além da Polícia Legislativa, fazem a proteção das dependências do Parlamento.

Iolando Lourenço e Mariana Jungmann
Repórteres da Agência Brasil

Edição: Fábio Massalli

Agência Brasil

Campus avançado da UFC será instalado em Russas

Ufc2Além da Universidade Federal do Cariri, UFCA, sancionada no ultimo dia 5, através da Presidente Dilma Rousseff, o Ceará contará oficialmente com mais um campus, situado na região cearense do Vale do Jaguaribe, precisamente na cidade de Russas, onde já fincou sua placa de instalação onde se lê “Coordenadoria de Obras e Projetos Campus de Russas”.  A previsão é de que no terreno de 50 hectares funcionarão cinco cursos de graduação: engenharia de software, engenharia de produção, ciências da computação, engenharia civil, engenharia mecânica, sendo que os dois últimos com previsão de início para o próximo ano.

Segundo o Professor Lindberg Gonçalves, responsável pelo projeto, o processo licitatório para a construção do Campus encontra-se em fase final, devendo a construção ter início no prazo de 30 dias. Ainda segundo ele, as providências estão sendo tomadas para a realização de concursos para servidores técnico-administrativos e professores, ainda no segundo semestre deste ano. Darão dinamicidade a essa estrutura 92 professores, 44 técnicos de nível superior, 66 de nível médio para atender cerca de 1650 alunos.

O projeto deve avançar no propósito de trazer uma estrutura de ensino e aprendizagem conectado com a modernidade e resguardando o que tradicionalmente representa o ensino superior: a formação especializada, o serviço à comunidade do entorno e a pesquisa de ponta. O projeto do Campus de Russas deve ser vocacionado para o homem local, mas afim de capacitar pessoas para atuar em todo o país. Também é o caminho de construir uma identidade própria que irá se somar aos Campi de Quixadá, Barbalha, Sobral, Crateús e do Cariri.

Assessoria de Comunicação do Nutec

Seleção Brasileira colore Fortaleza de verde e amarelo PDF

 

Selecao

A cidade-sede da alegria está mais verde e amarela ainda. Depois de estrear com vitória de 3 a 0 sobre o Japão pela Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, a Seleção Brasileira de Futebol desembarcou em Fortaleza no domingo (16) e seguiu direto para o hotel, onde fica hospedada até o próximo dia 20 de junho. Os torcedores cearenses deram as boas-vindas ao time, confiantes e felizes pelo resultado positivo na partida que marcou a abertura da primeira edição do torneio em solo brasileiro.

 

O segundo desafio da Seleção acontece na próxima quarta (19) contra o México, no maior palco do futebol do Norte/Nordeste, a Arena Castelão. O estádio está todo decorado e com a estrutura pronta para receber a grande partida, que está com ingressos esgotados. Mas antes disso, na segunda-feira (17), dois jogadores da canarinho participam de uma entrevista coletiva às 12h30min e depois o time segue para o treino no Estádio Presidente Vargas, às 15 horas. Na terça-feira (18), véspera do grande Clássico das Américas, a equipe brasileira faz reconhecimento de campo e tem o primeiro contato com a nova Arena Castelão, toda reformada e verde-amarela, já no clima para o segundo jogo do Brasil na Copa das Confederações.

 

Centro de Imprensa e de Credenciamento

 

Para os profissionais que irão trabalhar nos jogos, o credenciamento já está sendo distribuído no Centro localizado no próprio Castelão, com entrada pela Avenida do Contorno. Outro ponto de apoio que também já está funcionando é o Centro de Imprensa do Castelão. Ele foi aberto no domingo (16) e vai atender aos jornalistas até 28 de junho. Confira abaixo o horário de funcionamento do Centro de Imprensa em cada dia de torneio.

 

16/6 – 10h às 20h
17/6 – 10h às 20h
18/6 – 10h às 23h
19/6 – 10h às 21h (Brasil x México no Castelão)
20/6 – 10h às 20h
21/6 – 10h às 18h
22/6 – 10h às 23h
23/6 – 10h às 21h (Nigéria x Espanha no Castelão)
24/6 – 10h às 18h
25/6 – 10h às 18h
26/6 – 10h às 23h
27/6 – 10h às 21h (Semifinal no Castelão)
28/6 – 9h às 14h

 

Coordenadoria de Imprensa da Secopa

Compra da usina fortalece potencial canavieiro no Cariri

Usinabarbalha

A crise na cultura canavieira, com a queda de investimentos em tecnologia e diversos outros fatores que enfraqueceram a cadeia produtiva,
os fatores foram avaliados para a compra do empreendimento que, segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Nelson Martins, deverá ser gerida, no futuro, pela iniciativa privada, de onde sairá o ressarcimento do valor da compra para os cofres estaduais ou deverá ser administrada por meio de uma cooperativa de produtores. levou ao fechamento, em 2004, da Usina Manoel Costa Filho, neste município. Quase uma década depois, reacende a esperança dos pequenos e grandes produtores, com a compra da usina por R$ 15,4 milhões, por meio de leilão, arrematado pelo Governo do Estado, há dez dias.

A compra foi efetivada após a realização de um estudo de viabilidade técnica, principalmente de áreas agricultáveis na região, correspondente a mais de 8.500 hectares, grande parte inativa, desde o fechamento da agroindústria que detinha pelo menos 3 mil ha plantados para manter o funcionamento da usina.

Vári
Segundo o relatório, esse meio de administração se configura como o mais viável para manter o funcionamento da usina, que chegou a representar na

década de 80, auge da produção, cerca de 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB), do Ceará. “O que não deve acontecer hoje, pelo crescimento no Estado, mas terá uma repercussão positiva em relação aos municípios onde haverá produção direta”, afirma o secretário.
Ele afirma que ainda não há uma previsão de funcionamento da usina, mas que a parte administrativa e de encaminhamento do processo de gestão estará a cargo da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Adece). Já o cultivo de cana-de-açúcar e incentivo aos produtores, principalmente da agricultura familiar, onde se encontra a maior parte da área cultivável, estará voltado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Situação atual

Agricultura familiar formou mão de obra

UsinabarbalhaA Usina Manoel Costa Filho deverá passar por um processo de modernização para ser reativada. O que restou do maquinário está obsoleto. Porém, no auge de sua atuação, a produção comercializada da agroindústria era de 5 mil sacos de açúcar, com capacidade para produzir 40 mil litros de álcool por dia. A maioria da mão de obra mobilizada, cerca de mil agricultores, era da agricultura familiar. O secretário de Agricultura de Barbalha, Elismar Vasconcelos, destaca o clima de otimismo dos produtores e ex-produtores na região. Ele defende o sistema de cooperativa como o mais viável para tocar a usina. A ideia é fortalecer o fornecimento de cana e álcool no Nordeste. Atualmente, estão em funcionamento quatro engenhos, mantidos comercialmente, principalmente em virtude das grandes romarias de Juazeiro fotos: elizângela santos

Origem

A usina foi implantada na região em 1973, por Fernando Júlio Maranhão, já falecido. Por três décadas incentivou o cultivo e foi responsável por 4 mil empregos diretos e indiretos, 500 deles na usina, número que deverá ser reduzido pela metade com a modernização dos equipamentos.

O êxodo rural passou a ser um dos grandes problemas gerados pela desativação da usina. Os que atuavam diretamente na indústria, passaram a viver em função da esperança de receber as dívidas trabalhistas. Foram anos de espera, que deverão ser compensados com o pagamento das dívidas por meio da compra efetuada pelo Estado. A oferta inicial era de R$ 25,8 milhões.

De acordo com o levantamento técnico realizado pela Ematerce, no Cariri, em 15 municípios foram identificadas áreas com possibilidade de cultivo. A maior parte, cerca de 70%, se concentra nas cidades de Barbalha (2,7 mil ha), Crato (1,4 mil ha) e Missão Velha, com quase 2 mil ha. Caso a região iniciasse a produção de cana ainda este ano, com a revitalização do setor, a perspectiva de moagem era em 2015. Mas, segundo o secretário, ainda não há uma definição ainda, por conta de todos os estudos técnicos que serão desenvolvidos, inclusive do maquinário disponível. A meta é investir nesse processo pelo menos R$ 30 milhões.

Segundo a gerente do escritório da Ematerce na região, Elcileide Mendonça, que coordenou a elaboração do relatório de viabilidade, os levantamentos realizados pela empresa de assistência técnica alcançaram 686 propriedades dos 15 municípios. Cerca de 2,6 mil ha disponíveis estão em estado precário, necessitando o replantio. Um dos aspectos ressaltados no documento é quanto à importância do investimento em tecnologia e cultivares da cana-de-açúcar.

Alguns ex-funcionários têm cálculos trabalhistas equivalentes a mais de R$ 500 mil. Outros chegaram ainda a receber parte do pagamento. Em setembro do ano passado, a usina seria levada a leilão público pela Justiça do Trabalho, no valor mínimo de R$ 10,8 milhões.

Foram 27 anos de vida dedicados ao trabalho da usina. Hoje, Antônio Alves Ribeiro, “Toinzinho”, espera resolver o impasse de anos e receber o seu dinheiro. “São anos de espera e até agora lutamos para que essa situação seja definitivamente resolvida”, afirma. Segundo a avaliação que foi feita do seu processo, ele deveria receber em torno de R$ 500 mil. Trabalhava no local como gerente. Segundo o ex-funcionário, agora aposentado por idade, José Manoel da Silva, a esperança deve continuar, até porque já recebeu parte do dinheiro que tinha como

direito, há oito anos. Agora, restam mais R$ 6 mil. O aposentado, da cidade de Missão Velha, chegou a trabalhar na usina por 17 anos.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barbalha, Francisco Sérgio Pereira, diz que será feito todo um trabalho para reanimar os produtores. Hoje, muitos agricultores se deslocam para trabalhar em usinas de Estados da Bahia, Interior de São Paulo, Pernambuco e até mesmo no Paraná. São mais de mil, segundo o órgão.

A classe empresarial está animada com os resultados futuros gerados para a economia de Barbalha, principalmente, onde está sediada a usina. A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Suzete Luna, destaca os avanços ocorridos em Barbalha nas décadas de 70 e 80. Ela afirma que foi a
Por: Diário do Nordeste melhor notícia dos últimos anos para a cidade, que recebeu o nome de ´terra dos verdes canaviais´, em função da vocação desenvolvida e que poderá voltar nos próximos anos.

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

Papa Francisco se reúne com o presidente da Venezuela no Vaticano

Papafrancisco2Brasília – O papa Francisco recebeu hoje (17) o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para uma audiência no Vaticano. Recentemente, Francisco disse que acompanhou com preocupação as manifestações, ocorridas na Venezuela, após as eleições presidenciais de maio. Os protestos foram marcados pela violência registrando feridos e detido. Foi o primeiro encontro de ambos. Para o papa, Maduro levou de presente fotografias de Simón Bolívar, herói na Venezuela, e do então presidente Hugo Chávez, que morreu em março.

Maduro aproveitou a visita ao papa para pedir a beatificação do religioso venezuelano José Gregorio Hernández. O presidente da Venezuela chegou ontem (16) a Roma para uma série de reuniões políticas na Itália. Segundo ele, a estatal Petróleos de Venezuela (Pdevsa) e a empresa correspondente italiana, cuja sigla é ENI, têm um acordo sólido que deve durar mais um século.

“A cooperação energética entre a Itália e a Venezuela tem grande importância para o futuro dos países e se estende também à colaboração econômica, comercial e de infraestrutura”, ressaltou Maduro, que deve se reunir ainda com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, e dirigentes de movimentos sociais.

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur.

Edição: Talita Cavalcante

Patriota falará na Noruega sobre Conselho de Segurança da ONU

Onu-495x309

Brasília – O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, viaja hoje (17) para Oslo, na Noruega, onde fará a palestra O Conselho de Segurança das Nações Unidas: Um Momento para o Multilateralismo, a Diplomacia e Reforma. A discussão faz parte de um seminário internacional, promovido pelo Norwegian Peacebuilding Resource Centre (Noref) e por um grupo de pesquisadores independentes chamado de Prio.
 
Em suas apresentações, Patriota costuma defender a urgência da reforma do Conselho de Segurança da ONU. Criado após a 2ª Guerra Mundial, nos anos 1940, o órgão reproduz a estrutura daquela época. Para o chanceler, é fundamental ampliar o número de assentos permanentes e rotativos na entidade.

Atualmente, o Conselho de Segurança é formado por 15 países, dos quais cinco são membros permanentes – os Estados Unidos, o Reino Unido, a França, Rússia e China – e dez são membros rotativos, que participam por dois anos e depois são substituídos. A defesa por uma reforma do órgão faz parte da política externa brasileira. Em seus discursos, a presidenta Dilma Rousseff argumenta que o formato atual do conselho não reflete o mundo contemporâneo nem as forças políticas.

Porém, a reforma do Conselho de Segurança esbarra em questões de políticas regionais e, por isso, a dificuldade de negociar um acordo em busca de consenso. Nas Américas, por exemplo, existiria apenas mais uma vaga. A disputa envolve o Brasil, a Argentina e o México que querem garantir espaço como membro titular do órgão.

De acordo com a assessoria da Noref, o seminário também se destina a analisar “a ascensão do Brasil e a discutir o impacto” em níveis regional e global. A assessoria informa que as novas forças políticas e econômicas são chamadas de “potências emergentes” ou “novos poderes”.

O Noref é uma fundação independente, constituída para agregar conhecimento e experiência para o fortalecimento das políticas e práticas de construção da paz. A fundação foi criada em 2008 pelo Ministério das Relações Exteriores da Noruega e é comandada por um conselho de administração.

Repórter da Agência Brasil

Edição: Graça Adjuto

Agência Brasil

Caixa retoma cronograma de pagamento do Bolsa Família

Bolsa-familia

Brasília – A Caixa Econômica Federal retoma hoje (17) o cronograma normal de pagamentos do Programa Bolsa Família. A retomada dos pagamentos ocorre depois de boatos de que o programa chegaria ao fim, no mês passado. Devido aos boatos, milhares de pessoas correram às agências bancárias para resgatar o benefício, o que provocou tumultos em 12 estados.

De acordo com o cronograma da Caixa, os cartões com final um recebem o benefício hoje. Amanhã (18), será a vez dos cartões com final dois e assim sucessivamente, com exceção dos finais de semana, quando não haverá liberação de pagamentos. Para os beneficiários com cartões com final zero, o pagamento será liberado no dia 28 deste mês.

No mês passado, a Caixa liberou antecipadamente todos os pagamentos do programa no dia 17. No último dia 27, o presidente da Caixa, Jorge Hereda, explicou que a instituição alterou o sistema de pagamento no dia 17 por causa da atualização no cadastro de informações sociais do governo federal, que fornece um número personalizado para cada cidadão inscrito em qualquer programa social da União. Em atualização desde março, o novo sistema substituiu o cadastro anterior, em vigor desde julho de 2000.

De acordo com o presidente da Caixa, o banco identificou 692 mil beneficiários com mais de um número no novo cadastro. Para impedir que essas famílias ficassem sem receber o Bolsa Família, por causa dos dois números de inscrição, a Caixa decidiu liberar o saque antecipado, sem informar aos beneficiários.

De acordo com a Caixa, todos os cadastros com duplicidade já foram unificados. Além disso, o banco assegura que as agências dispõe de funcionários preparados para tirar dúvidas dos beneficiários do programa, mas não há reforço de pessoal específico para esse atendimento.

A Polícia Federal (PF) investiga o que pode ter levado ao boato sobre o fim do programa. No último dia 27, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que uma das linhas de investigação da PF era de que o surgimento do boato ocorreu por meio de uma empresa de telemarketing.

Kelly Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Edição: Denise Griesinger

Agência Brasil

Polícia Militar do Rio descarta excesso em ação no entorno do Maracanã

 

ProtestorioRio de Janeiro – O porta-voz da Policia Militar (PM), coronel Frederico Caldas, disse que a ação dos policiais do Batalhão de Choque, hoje (16), com o lançamento de bombas de gás lacrimogêneo, foi para garantir a realização do jogo entre o México e a Itália, pela Copa das Confederações. Na avaliação da PM, o jogo ocorreu dentro de “um mínimo de normalidade” por causa da atuação dos policiais. “As vias foram fechadas e se o Batalhão de Choque não interviesse, estariam interditadas até agora”, acrescentou.

O coronel Caldas informou que a ordem de usar as bombas, o spray de pimenta e balas de borracha foi determinada pelo comandante do batalhão, tenente-coronel Fábio Almeida da Silva, que estava no comando da operação naquela momento. De acordo com o porta-voz, a ordem contou ainda com a aprovação do comando da Polícia Militar. “A ordem partiu do comando da tropa com respaldo do comando da corporação”, informou.

O coronel Caldas descartou um excesso por parte do Batalhão de Choque. Ele explicou que o uso da força é gradual, conforme vai modificando a ação dos manifestantes. Pelos cálculos da PM, a manifestação deste domingo começou com cerca de 300 pessoas e chegou a envolver  600. Além dos mil policiais designados para o esquema de segurança do jogo, no entorno do Maracanã, foram mobilizados 200 policiais para atuar no acompanhamento da manifestação. “Coube à Policia Militar dizer se ia ter o jogo ou não. Isso ficou nos ombros da PM”, disse.

Protestosrio2Segundo o coronel, as imagens das câmeras utilizadas para o monitoramento dos manifestantes apontavam para a obstrução da Avenida Radial Oeste, via de acesso ao estádio, o que, de acordo com ele, impedia a passagem de torcedores e de integrantes da Federação Internacional de Futebol (Fifa). “A ação da Polícia Militar foi no sentido de desarticular os manifestantes e evitar a obstrução das vias”, disse.

Durante a manifestação, segundo a PM, um policial ficou ferido depois de ter sido empurrado por manifestantes, seis pessoas  foram presas, três mexicanos foram detidos vendendo ingressos. Com eles foram recuperados R$ 840. Foram apreendidos ainda seis artefatos, entre eles dois coquetéis molotov. “O que pensar de quem sai de casa e vai para uma manifestação com coquetéis molotov?” perguntou.

Cristina Indio do Brasil
Repórter da Agência Brasil

Edição: Graça Adjuto

Agência Brasil

Feirão da Casa Própria bate recorde de vendas no Cariri

 

Evento foi o maior realizado na Região em quantidade de imóveis ofertados, sendo o dobro do ano passado

Juazeiro do Norte. Cerca de R$ 300 milhões em imóveis novos, usados ou na planta, foram negociados durante o último final de semana, no 9º Feirão Caixa da Casa Própria. O evento foi o maior já realizado na região, em quantidade de imóveis ofertados, cerca de 2.500, e chega acima do dobro do ano passado, em que foram financiados mais de R$ 111,5 milhões. Também contou com um público superior em 60%, em relação ao ano passado. De acordo com a superintendência regional da Caixa, que avalia o feirão no Cariri como um sucesso, 16 mil pessoas estiveram no feirão.

 FeirajnIniciativa começou no sábado passado no Cariri Garden Shopping Fotos: Elizângela Santos

A abertura da feira aconteceu no último sábado, no Cariri Garden Shopping, em Juazeiro do Norte, já contado com um grande público desde a sua abertura. A oferta de imóveis, a maior parte novos, envolveu a participação de corretores e construtores da região, com casas sendo ofertadas de vários municípios, inclusive de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Segundo o superintendente Regional da Caixa Econômica Federal, Antonio Carlos Franci, o feirão ocorreu em todo o Brasil, iniciado no Estado, em Fortaleza, com encerramento no Cariri.

Previsões

As previsões este ano para as negociações, estiveram em torno de 50% a mais que o ano passado. Estimativa superada. De acordo com o superintendente, os negócios estiveram voltados para todas as faixas de renda, no intuito de atender a expectativa dos diversos frequentadores do feirão. O processo de negociação continua. Conforme Franci, o Feirão começou mesmo no final de semana, continuando nas agências da região.

“No Feirão são realizados os atendimentos iniciais, com as avaliações, e quanto as pessoas poderão financiar, de acordo com a faixa de renda”, afirma. Há financiamentos que vão até 4,5% de juros ao ano, com imóveis que podem ser parcelados em até 35 anos, ou negociados para a efetivação do pagamento, no período que o cliente puder negociar. “O Cariri está em franca expansão e, a cada ano, podemos observar o crescimento de toda a região”, ressalta.

Vantagem

Outra vantagem para os clientes é o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para facilitar a entrada do imóvel e até quitá-lo. “Na maioria das vezes, o valor do financiamento vai estar a abaixo do que o cliente paga no aluguel”, diz ele. O evento acontece juntamente à 6ª Feira de Imóveis do Cariri, numa parceria da Caixa com o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci).

O gerente regional de Construção Civil do Norte e Sul do Estado do Ceará da CEF, Lucas Ferreira de Castro, afirma que para essa edição, foram cadastrados o dobro de imóveis em relação ao ano passado.

Quem contratou o financiamento imobiliário, no período do Feirão, poderá pagar a primeira prestação a partir de janeiro de 2014.

A condição é válida para financiamentos com recursos do FGTS e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), que forem concedidos durante a feira e assinados até o dia 28 de junho.

Foram instalados na praça de eventos 22 estandes, de empresas e instituições parceiras, como construtoras e imobiliárias. No local foi possível realizar o negócio, conhecer dados do imóvel e dar entrada nos papéis do financiamento.

Para isso, uma equipe de 70 funcionários da CEF detalhou para o público informações sobre linhas de crédito, efetuaram simulação do valor de financiamento e aprovação dos créditos, dentre outros serviços.

Para requerer o crédito para casa própria, o cliente teve de levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da Caixa e, inclusive nos finais de semana. E ainda é possível fazer simulações do crédito imobiliário no endereço www.caixa.gov.br.

Financiamentos

“Essa é a primeira vez que venho ao feirão para adquirir um imóvel. Tenho que ver realmente se a taxa de juros compensa”

Fernanda Lúcia Cipriano Gomes
Tesoureira

“Quero adquirir minha casa, com uma prestação de até R$ 200 por mês. Espero que seja compatível com a renda”

Cícero José Nascimento Ferreira
Comerciante

Mais informações:

Caixa Econômica Federal
Serviço de Atendimento ao Cliente do Banco
Telefone: (0800-726-0101)
http://www.caixa.gov.br/

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe


Música de Qualidade - 24h!



300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2012

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -