Espetáculo internacional estreia e inova na 13ª Mostra SESC Cariri de Culturas

Iniciada nesta sexta-feira, dia 11, a 13ª Mostra Cariri de Culturas tem vasta programação com apresentações de teatro, música, dança, audiovisual, tradição e literatura. Realizada pelo SESC Ceará, em parceria com o Departamento Nacional do SESC, o evento acontece até o dia 16 de Novembro.

Somente num dos núcleos, o de artes cênicas, estão previstas mais de 120 apresentações, entre grupos nacionais e internacionais. Cerca de 300 artistas participam da Mostra. Um dos destaques deste ano é o espetáculo internacional Braakland (Terra esquecida), da holandesa “Compagnie Dakar”. Inspirado nos romances do escritor sul-africano John Coetzee, Braakland é um conto sóbrio sobre nove personagens vagando em uma terra esquecida, sem se proteger ou se defender. Após ter percorrido diversos festivais internacionais, Braakland estreia no Cariri. Sem o uso de palavras e com um olhar cinematográfico, o espetáculo propõe ao público acompanhar a desolação e a poesia desta narrativa a cinqüenta metros de distância.

O espetáculo inova com apresentações que acontecem em áreas descobertas, com dimensões de, aproximadamente, dois campos de futebol. O público chega ao local de ônibus e não sabe, a princípio, para onde está indo. Como as apresentações acontecem em áreas abertas, não há acesso para deficientes, e em caso de chuva não haverá cancelamento dos espetáculos.

A Mostra SESC Cariri de Culturas acontece entre 11 e 16 de novembro, em 23 cidades do Cariri, tendo como principais pólos de apresentações Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda.

SERVIÇO

Espetáculo: Braakland (Terra Esquecida)
Grupo: Companhia Dakar
Local de apresentação: Sítio São José
Dia/Hora: 14 a 16/11, às 13h

FICHA TÉCNICA

Título: Braakland
Sub-título: Wasteland
Produzido por: Compagnie Dakar (NL)
Co-produtor: Omsk (NL)

Créditos:
Direção: Lotte van de Berg e Guido Kleene.
Elenco: Matthias Maat, Jaap ten Holt, Fabian de la Quintana Santarciel, Rachid Laachir, Luc Loots, Daphne de Winkel, Monika Haasova, Lobke van Beuzekom e Klára Alexová
Diretor Artístico: Guido Kleene
Produtor: Erma van Maris
Produtor brasileiro: Ricardo Muniz
Créditos de produção:
A produção é da Compagnie Dakar, em colaboração com OMSK / Lotte van den Berg e Ricardo Muniz. Com o apoio do Fonds voor Internationalisering Podiumkunsten.

Jornalistas Responsáveis: Giselle Norões – (85) 3452.9060 / 8898.9899
Ana Luiza Caracas – (85) 8703.3243 / Leonardo Meireles – (85) 8893.2280
Gerência da ASCOM SESC Ceará: Caio Quinderé

ESCONDENDO-SE NO SEU EU

Vale a pena …?
Criar seu próprio mundo? Não se arriscar em errar e acertar?
Ter medo das verdades e críticas construtivas?
Vale a pena…?
Esconder-se de tudo e de todos, isolar-se em um casulo que
não te protege? A redoma é de vidro, sendo assim, transparen-
te e quebrável.
Vale a pena…?
Falar a verdade que só a você interessa? Não se permitir à sugestões e ajuda, só para ser ímpar.
Amargar o isolamento obscuro e icógnito. Não basta olhar no espelho e vê uma silhueta, temos que ir bem dentro do ego e ver o brilho da alma, saber que esse coração lateja e o sangue corre nas veias carregando esperanças de novas idéias, amigos, família, sempre buscando renovações na vida cotidiana. Não sejamos assim. Não vamos criar nossos próprios mundos isolados, pois isso pode ser egoísmo, fraqueza e covardia.
Lavante a cabeça! Seja o mais comum dos comuns.
Revela-se! Procure o acerto mesmo nos erros, busque a mão estendida, o seu todo é seu.
Muitos gostariam de compartilhar algo seu, como carinho, amizade, amor, conversas, afagos, brincadeiras, risos e alegrias. Não se puna, não seja tão rigoroso consigo. Mesmo que não queira, você é um pouco nosso. Se dê mais a quem te quer bem, te respeita e almeja o melhor pra ti. Desfragmente-se e junte os cacos transformando-se em um inteiro novamente, para dividir com tudo e todos, pois o mundo é nosso!

Jacques Bloc Boris
Artista Plástico

ARTE E INSUBMISSÃO – Por: Cacá Araújo

3ª GUERRILHA DO ATO DRAMÁTICO CARIRIENSE SEGUE CONQUISTANDO O CORAÇÃO DO POVO!

Desde o dia 3 último, a maior e mais legítima exposição das artes cênicas produzidas e experimentadas no Cariri cearense vem se consolidando como alternativa de inclusão cultural, integração artística e compartilhamento estético.

Vinte e seis espetáculos genuinamente caririenses se insurgem contra a escuridão do abandono e se unem na mais audaciosa empreitada de defesa da arte e dos artistas deste e neste pedaço do Brasil: a Guerrilha do Ato Dramático Caririense. Teatro, dança e circo nas ruas, nas praças, no palco e na arena! Um verdadeiro mostruário do talento e da alma criativa do Povo-Cariri.

Nós somos sertão, céu e mar! Atores, atrizes, dramaturgos, músicos, técnicos e produtores… Somos artífices da peleja no fortalecimento da identidade nacional a partir da cor local.

AGENDA DO DIA 14.11.2011, SEGUNDA-FEIRA:

ZEFA, A MISSÃO – Texto e Direção de Marcos Sachiell (Cia. Teatral Os Trapilhões, de Juazeiro do Norte-CE) / Indicação: Livre, 50min, Palco)
1ª sessão: 19h / 2ª sessão: 21h
Teatro Rachel de Queiroz, Crato-CE
R$ 5,00 (meia e antecipada)
R$ 10,00 (inteira)

PATROCÍNIO:
BNB – PARCERIA BNDES / PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO

Doce Natal 2011 renova propostas de solidariedade e amor ao próximo


Estiveram reunidos no Salão Nobre da Prefeitura Municipal do Crato os secretários municipais, assessores e alguns vereadores para o lançamento do projeto da sétima edição do Doce Natal, idealizado pela primeira-dama cratense Mônica Araripe. O Doce Natal tem o objetivo de favorecer, valorizar, engrandecer as famílias cratenses. Em especial as crianças, num contexto sócio-cultural, dando-lhes a oportunidade de vivenciar momentos inesquecíveis, recheados de atenção, carinho e respeito, fazendo ressurgir o sentimento natalino e de esperança nos corações, além de despertar em cada ser a missão de exercitar a prática do amor de forma incondicional.

Em sua mensagem de lançamento do Doce Natal 2011, a primeira-dama do município, Mônica Araripe, ressaltou que o poder público, organizações não governamentais, iniciativa privada e a sociedade em geral têm exercido um papel fundamental e de muita relevância para a concretização do evento. Mônica também enalteceu que o Doce Natal é sobretudo um momento de reflexão, de amor ao próximo e uma ocasião para despertar o sentimento de gratidão nas pessoas, por cada pedacinho da nossa cidade, acolhendo e reconhecendo todo o esforço desprendido por muitos que amam o Crato.

“O Doce Natal é uma grande oportunidade para que os cratenses, com alegria e otimismo, possam abrir as portas do coração e deixar que o amor de Deus os ilumine, fazendo com que cada um veja com bons olhos tudo que está sendo construído e preservado na nossa cidade, que o Doce Natal 2011 seja abençoado”, concluiu Mônica Araripe, primeira-dama do município do Crato.

A programação do Doce Natal 2011 trará belos momentos. No dia 11 de dezembro acontecerá a abertura oficial do evento, onde todos irão recepcionar o Papai Noel no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA, sendo que, no dia 5 já começam as ações do Mão Amiga. Nos dias 8, 9, 12, 13 e 14 estará acontecendo o Doce Natal nos bairros e distritos. O Doce Espetáculo será no dia 15. No dia 16 haverá o cortejo e mais uma apresentação do Doce Espetáculo, no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA. Na programação também constam o natal dos garis no dia 17 e no dia 18 o encerramento do evento.

Com a temática Crato, a flor do semiárido crianças da Escola Melvin Jones realizam seu IV Sarau Poético

O Governo do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Educação, juntamente com a coordenação da Escola de Ensino Infantil e Fundamental Melvin Jones, realizará nos próximos dias 17 e 18 quinta e sexta-feira, o seu IV Sarau Poético.

Esse ano o temática do sarau será “Crato, a flor do semiárido; Bendita sejas, ó terra de Alencar”.

De acordo com a Diretora, Sandra Maria Costa, o Sarau 2011 da Escola Melvin Jones, que fica localizada no Bairro Muriti, promoverá apresentações artísticas contando a história do Crato durante três dias nos períodos manhã e tarde. “Toda a Escola está unida – alunos, professores, funcionários, agentes de cidadania, pais e a comunidade em geral, para que essa edição do Sarau seja surpreendente no melhor sentido”, explica Sandra.

Através dos alunos as muitas versões da arte serão demonstradas: Teatro, Música, Dança, Artesanato, Culinária, entre outros. Vale ressaltar que o Sarau também dará ênfase aos projetos Agentes da Cidadania e Mais Educação, propostas educacionais que trazem inclusão, informação e promoção da auto-estima para as crianças e jovens.

O Prefeito Samuel Araripe e o Secretário de Educação Valentin Dantas apóiam incondicionalmente o Sarau Poético da Escola Melvin Jones que já configura como um dos melhores eventos de educação e cultura do município.

Saúde do Crato capacita seus profissionais, visando a qualidade no atendimento à população

O município do Crato vem trabalhando de forma permanente na capacitação dos profissionais visando mais conhecimento e mais qualidade no atendimento. Na semana passada, nos dias 10 e 11, quinta e sexta-feira, foi realizado o 2º módulo do Curso de Saúde da Mulher, para médicos e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família. Durante essa semana, nos próximos dias 17 e 18, estará acontecendo um Curso de atualização no tratamento do Fumante e, em seguida, nos dias 21, 22 e 23 haverá um Curso de Aconselhamento e Testagem Rápida no HIV.

O Secretário de Saúde do município, Cícero França, vem disponibilizando todo o apoio necessário para que os profissionais estejam sempre dentro do contexto de formação continuada e melhorias na qualidade do trabalho.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal do Crato
www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com
Na foto: Abertura do Doce natal 2010 – Por Dihelson Mendonça

Somos todos portugueses? – Por Carlos Eduardo Esmeraldo


De tantas e tantas vezes escutar anedotas sobre a “pressuposta” pouca inteligência dos nossos descobridores, deu-me uma falsa impressão de verdade, a um ciúme ou quem sabe, uma revolta, provavelmente ambos iniciados nos tempos coloniais. Mas ao residir numa cidade, e aqui abro um parêntese e peço licença para usar uma palavra da moda, numa cidade com índice de “mobilidade” cada vez menor, onde construíram um viaduto para desafogar o trânsito e colocaram um semáforo por baixo; onde já encontrei uma rua cujo já mencionado sinal luminoso foi colocado cerca de dez metros após o cruzamento, impedindo os carros circularem pela rua transversal; onde uma de suas universidades oferece “curso de verão” em pleno mês de julho, quando oficialmente é inverno no hemisfério sul, é que cheguei à conclusão que não poderemos jamais zombar da inteligência dos fundadores do Vasco da Gama. Se precisasse de uma prova da sabedoria portuguesa, bastaria a fundação do meu “Vascão” para colocar por terra qualquer argumento contrário.

Entretanto, convém lembrar que os portugueses detêm a maior e melhor tecnologia em Engenharia Civil do mundo, sendo inigualáveis no domínio das Mecânicas dos Solos e das Rochas. É da responsabilidade dos engenheiros portugueses do Laboratório Nacional de Engenharia Civil de Lisboa o projeto e construção das grandes barragens norte americanas.

Será que falamos a mesma língua? De nada adianta os governantes dos países de língua portuguesa desejarem unificar o idioma. Nós brasileiros, jamais passaremos a chamar o concreto armado de betão e time de futebol de “equipa“.

É bom lembrar que nós temos nossos vícios de linguagens que atropelam qualquer estrutura do idioma de Camões. Além, é claro, de desafiar a lógica. Um amigo, foi conhecer Portugal. Lá chegando alugou um carro e saiu pelo interior do país, pouco maior que o nosso Ceará. Com o mapa rodoviário à bordo, e admirado com a perfeição de suas estradas, esse amigo desejava conhecer um cidadezinha lá existente de nome Almeida, de onde vieram seus bisavós. Ao chegar a uma pequena vila, onde a estrada se bifurcava, resolveu perguntar a um velhinho que se aquecia ao sol da manhã:

- “Onde é que fica Almeida?” – Quis saber. E o velhinho, com muita simplicidade, respondeu:
- “Primeiramente deseje-me um bom-dia!”
- “Ah, desculpe-me, bom-dia!”
- “Muito bem, agora podes perguntar!” – Ordenou o português:
- “Onde é que fica Almeida?”
- “Ora que pergunta mais tola: Almeida fica em Almeida, pois!”

De outra feita, outro brasileiro, viajando pela Europa, alugou um carro em Lisboa para ir até Madri. Na saída da cidade, perguntou a um frentista de um posto de gasolina:

- “Esta estrada aqui vai para Madri?” – Quis saber, se expressando no nosso dialeto.
- “Pelo visto, quem estar a viajar para Madri és tu, pois essa estrada é nossa e se ela for para lá irá nos fazer muita falta, pois só temos ela!” – Zombou o bombeiro lusitano.

Afinal, os portugueses também sabem nos dar um merecido troco! No meu primeiro ano na Escola Politécnica da Bahia, apareceu por lá um colega português, o Braguinha, cuja família acabara de se mudar para o Brasil. De tanto a turma lhe encher as medidas, ele nos contou essa, com carregado sotaque:

Um português, recém chegado ao Brasil quis entrar num clube onde se realizava animado baile de carnaval. Na entrada, foi barrado pelo porteiro que alegava a festa ser exclusivamente para brasileiros. Insistiu uma segunda vez, uma terceira, até que viu um jumentinho a pastar junto ao meio fio da calçada. Arrastou-o até a portaria do clube, onde já se encontrava o presidente para impedir a entrada do português:

- Você já foi informado várias vezes que somente entra aqui os brasileiros! – E o português, empurrando o jumento para o interior do clube, gritou:
- Então vás tu, que és brasileiro!

Por Carlos Eduardo Esmeraldo

Mostra SESC Faz Homenagem a Pedro Bandeira

Dentro da programação da 13ª Mostra SESC Cariri de Culturas, o Núcleo de Literatura faz uma homenagem especial ao cantador, cordelista e escritor Pedro Bandeira, que em sua longa trajetória na cultura nordestina publicou mais de mil folhetos, centenas de poemas, dez livros e doze LP´s. 

A homenagem aconteceu no sábado, dia 12, na Feira Cordel, no estacionamento do SESC de Juazeiro do Norte. O espaço é dedicado à divulgação e venda dessa que é uma das formas mais tradicionais de literatura do Nordeste, com apresentações dos músicos João Nicodemos(CE) e Luiz Salgado(MG).

Estão previstos lançamentos de livros, intervenções poético-performáticas, diálogos transculturais, contações de histórias e workshops. O Núcleo também contará com presenças especiais de autores e poetas convidados. As apresentações do Núcleo de Literatura acontecem entre os dias 12 e 16 e estão divididas em dois pólos principais, um em Juazeiro do Norte e outro no Crato.

Pedro Bandeira – Poeta popular, violeiro e repentista

Nasceu no dia 1 de maio de 1938, no município de São José de Piranhas, na Paraíba, já editou mais de mil folhetos, tem 12 livros publicados e oito discos gravados, além de ter sido referência em mais de 100 livros. É formado em Letras e Direito.

Ao lado de Luiz Gonzaga e padre João Câncio, participou do projeto de criação da Missa do Vaqueiro, no distrito de Laje. Faz parte do ciclo do jumento, liderado por padre Antônio Vieira, Patativa do Assaré, Zé Clementino e Luiz Gonzaga. Pedro Bandeira percorreu “meio mundo”. Nos primeiros anos, no lombo do burro Estrela, debaixo do sol quente da Paraíba, ou atravessando o lamaçal dos invernos rigorosos.

15 de Novembro: há cem anos falecia o advogado cratense Dr. Leandro Bezerra Monteiro – por Armando Rafael

Este dia 15 de novembro de 2011 traz à memória o centenário da morte de um ilustre brasileiro, Leandro Bezerra Monteiro, falecido em Niterói em 1911.


Fica aqui consignado esta singela homenagem a quem foi um magistrado honestíssimo, um político de destaque no Brasil Império, um líder católico que se destacou na defesa dos bispos Dom Vital e Dom Antônio Macedo – ambos encarcerados pela fidelidade à Igreja Católica, enfim uma homenagem a um cratense valoroso e ao grande homem que foi Leandro Bezerra Monteiro.
Nasceu ele na cidade de Crato, no dia 11 de junho de 1826, filho primogênito do Coronel José Geraldo Bezerra de Menezes e de Jerônima Bezerra de Menezes, sendo seu avô o Brigadeiro Leandro Bezerra Monteiro, de quem herdou o nome. Descendia de uma família que se transportou de Portugal para o Brasil, acompanhando o primeiro donatário da capitania de Pernambuco, aí fixando residência. Tempos depois, membros dessa família, já nascidos no Brasil, migraram para o Ceará. Aqui, à custa de trabalho e honradez, atributos que sempre caracterizaram o clã, ganharam destaque na vida sócio-econômico-política da terra cearense.
Abaixo uma síntese cronológica da vida deste ilustre cratense:

1826 – Nasce na cidade de Crato.
1847 - Inicia o curso de Ciências Sociais e Jurídicas, na Academia de Direito de Pernambuco, com vinte anos de idade.


1851 – Recebe o título de Bacharel, aos vinte e cinco anos de idade.
1852 – Fixa residência em Sergipe, onde se casa, em 31 de janeiro, com uma parenta, Emerenciana de Siqueira Maciel Bezerra.
1860 – Eleito deputado geral (hoje deputado federal), por Sergipe mandato interrompido em 1863 por dissolução da Câmara.
1864 – Fixa residência na cidade de Paraíba do Sul, estado do Rio de Janeiro.
1872 – Eleito, mais uma vez, deputado geral por Sergipe. Nessa legislatura ganha destaque nacional pela defesa que faz dos bispos de Olinda, dom frei Vital Maria Gonçalves de Oliveira e do Pará, dom Antônio Macedo Costa, processados e presos pelo Governo Imperial.
1877 – Eleito, novamente, deputado geral, agora pelo Ceará, mandato interrompido em 1878 pela ascensão do Partido Liberal.
1880 – Em 31 de julho é iniciada construção da Casa de Caridade de Paraíba do Sul, que foi concluída e inaugurada em 4 de abril de 1883.
1889 – No dia 15 de novembro um golpe militar, comandando pelo Marechal Deodoro, derruba do trono o Imperador Dom Pedro II e instaura a forma de governo republicana no Brasil.
1911 – No dia 15 de novembro morre no bairro Fonseca, em Niterói.

Sobre Dr. Leandro assim se expressou o intelectual Carlos de Laet, em artigo publicado no jornal do Brasil em 15 de novembro de 1914:

“Quando entre festejos, salvas e foguetes, galas e aparatos, está o mundo oficial celebrando o jubileu de prata da República, peço vênia para conduzir os leitores ao túmulo quase esquecido desse grande católico e convicto monarquista, que foi o Dr. Leandro Bezerra Monteiro. Nem por isso me chamem de excêntrico. Há não raro na solidão dos túmulos umas lições mais salutares do que as que se podem colher no bulício da cortesania insincera e bajuladora”.

Mostra Sesc Cariri de Culturas: Conexões Poéticas do Mundo Cariri-Wilson Bernardo.

Crato Tênis Clube está de portas abertas para o caos e a rebeldia da poesia Cariri em conexão com a dialética urbana da ousadia do grupo Paulista das edições Toró.Viva! A sociedade dos poetas vivos em busca de espaços e dos desfalecimentos da ética do poema de bons comportamentos. Todas as noites estão eles divagando o que temos de melhor no fruto dionisíaco de nossa Chapada, que é a seiva dos efémeros piquis.

O dito maldito Gutu BITU na sombra do retroprojetor

Cláudia Rejane o que não é Amélia mas é de verdades e sinceras.

Cláudio Reis poeta que construiu seu cais no Cariri.


Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Crato é todo Poluição Sonora e Autoridades nada Fazem !



Pois é, a poluição sonora está voltando com força total numa cidade de ineptos, onde as autoridades nada fazem para conter. Existem leis contra a poluição sonora, que são desrespeitadas continuamente. Em bairros como a Vilalta, por exemplo, nos fins de semana, carros com volume altíssimo passam constante e impunemente. fazer o quê! Já reclamamos inúmeras vezes, nada fizeram, tudo continua pior. Não há polícia, não há nada… Terra de Ninguém.

ESSE É O CRATO. TERRA ONDE OS MAUS OPERAM EM COMPLETA IMPUNIDADE !

Coluna Armando Rafael – Notícias do Cariri

http://1.bp.blogspot.com/-P62NuZAx6RM/Trw9r3nHkbI/AAAAAAAAGQE/v6Hud7LrZHI/s1600/Coluna_Armando_Rafael.gif

Edição de 11 a 17 de novembro de 2011

Luciano Huck entrevistando “seu” Higino no centro de Crato


Pense num “auê”
Nunca antes na história do Rabo da Gata e do Alto da Penha (dois bairros centrais de Crato) se tinha visto acontecimento igual. O dado concreto é o seguinte: na última terça-feira, dia 8, o apresentador da Rede Globo, Luciano Huck, chegou a rua da Grota (oficialmente Rua Padre Sucupira) casa nº 338, residência de “seu” Antônio Higino. Este é comerciante ambulante e utiliza uma Kombi – caindo aos pedaços, porquanto fabricada há 26 anos – utilizada nas vendas dos seus variados produtos. O velho veículo tem pintado, na lateral, um sugestivo slogan: Aqui o lascado tem vez
Orgulho de ser cratense
No seu programa “Caldeirão do Huck”, transmitido às tardes dos sábados, Luciano Huck incluiu um quadro denominado “Lata Velha”. A produção do mesmo selecionou “seu” Antônio Higino para ganhar uma “reforma” na sua velha Kombi. A première foi a cena de terça-feira última. No cruzamento da Rua José Marrocos com Fábio Melo, os cinegrafistas da Globo filmaram a entrevista de Luciano Huck com “seu” Higino. O apresentador voltará outra vez a Crato para entregar a Kombi totalmente recuperada. Quando esse dia chegar – aí sim – o povo do Rabo da Gata e do Alto da Penha encherá a Rua Duque de Caxias. E aos gritos de “ele merece, ele merece” os bravos descendentes dos “guerreiros da tribo Cariri” terão seu fugaz momento de glória. Pois serão vistos – ao vivo e em cores – para todo o Brasil. É isso aí. “A Globo se liga em você”…
O Cariri é uma festa

Acontece nesta sexta-feira (11) a abertura da 13ª Edição da Mostra SESC Cariri de Culturas. Até o próximo dia 16 as cidades do sul-cearense servirão de cenário para as mais diversas manifestações artísticas e culturais, como espetáculos de dança, teatro, exposições, shows, mostras de cinema, entre outras atrações. Todos os hotéis da Região Metropolitana do Cariri estão lotados. Isso resultou em dificuldades para acomodar os 18 bispos cearenses – que chegaram na manhã desta sexta-feira a Crato – para participar da reunião do Regional Nordeste-1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil–CNBB. A solução foi hospedá-los em casas de famílias. Mas, enfim, pela décima terceira vez os caririenses terão uma semana de muitas atrações, as quais levarão pelo Brasil a fora, a fama desta região tão rica em tradições e manifestações culturais…
Aqui me tens de regresso
O jornal “A Ação”, órgão da diocese de Crato que circulou entre 1939 e 1985 – e estava há 21 anos inativo – voltou a ser publicado. No dia 1º de novembro veio a lume o primeiro exemplar da nova fase de “A Ação”. Agora com periodicidade mensal, a cargo da Pastoral de Comunicação–Pascom, esta coordenada pelo jovem padre Luciano Brito, um cratense que é administrador paroquial de Brejo Santo.
Crato ganha nova emissora de rádio
A Rádio Jangadeiro FM de Crato será inaugurada no início de 2012. Os estúdios da nova emissora ficarão localizados numa casa – que está sendo reformada para tal fim – na Rua Dr. Leandro Bezerra Monteiro, a poucos passos do Parque de Exposição de Crato. A nova emissora integra a holding do Grupo Jangadeiro de Comunicação, proprietário da Televisão e Rádio Jangadeiro FM de Fortaleza, além da futura emissora de televisão em Sobral, e outras duas FMs – ambas em fase de instalação – nos municípios de Crateús e Quixeramobim.
Os humildes serão exaltados
Dom Fernando Panico lançou nova Carta Pastoral com o objetivo de preparar as comemorações do centenário de criação da Diocese de Crato. No final da carta consta este parágrafo: “Podemos saudar e reconhecer a menina Benigna, a criança de 13 anos que no dia 24 de outubro de 1941, há setenta anos, foi assassinada no Distrito de Inhumas, Município de Santana do Cariri, preferindo antes morrer a ofender a Deus pecando contra a pureza. Desta menina Benigna – chamada de Mártir da Pureza – já iniciamos o Processo de Beatificação, nesta Diocese. Se Deus quiser, não vai demorar muito, assim esperamos, a nossa Diocese de Crato contará com uma Santa Mártir, reconhecida pela Igreja Católica e beatificada”…
Jornada Mundial da Juventude
Chegarão a Crato – no próximo mês de fevereiro – os dois símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude–JMJ. São eles: uma cruz de madeira de 3,8 metros – muitos a chamam de Cruz dos Jovens – e um Ícone da Virgem Maria (réplica de um antigo e sagrado ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, encontrado na primeira e maior basílica dedicada a Mãe de Deus no ocidente, a de Santa Maria Maior, em Roma). Ambos os símbolos foram doados aos jovens pelo Papa João Paulo II, com a finalidade de simbolizarem as Jornadas Mundiais da Juventude. A próxima JMJ será realizada no Brasil, no Rio de Janeiro, em julho de 2013.

Virou faroeste?

Lembram-se do que disseram alguns ministros de Dilma prestes a caírem por corrupção? Wagner Rossi (o ex-da Agricultura) foi taxativo: ”estou firme como uma rocha”. Orlando Silva (o ex-do Esporte) foi peremptório: “sou indestrutível”. Agora, o ministro Carlos Lupi (pense num cabra macho!) tornou-se o mais enfático de todos. São deles essas declarações: “Daqui só saio na bala”; “morro, mas não jogo a toalha, sou osso duro de roer”.
Mas Lupi agora é a bola da vez
Demorou, mas chegou a vez de Carlos Lupi. Ele pois será o 7º ministro da “herança maldita”– recebida por dona Dilma – a ser defenestrado do ministério. O sinal de que os dias dele – no ministério do Trabalho – estão mesmo contados foi ele afirmar “ter recebido da presidente Dilma a orientação de continuar trabalhando e se defendendo das acusações”. Ora, Dilma sempre age assim antes de decepar a cabeça de um ministro. Foi assim com os outros seis anteriores, todos “firmes como uma rocha” e “indestrutíveis”…
Já era
As agências de notícias divulgaram hoje que o Palácio do Planalto passou toda a semana respondendo indagações de órgãos públicos e solicitações feitas por revistas semanais e jornais diários (PiG puro!) sobre suspeitas de o ministério do Trabalho ter favorecido ONGs “amigas” com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O que pouca gente sabe é que – por ordem de Dilma – o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, já assumiu de fato as atribuições que restam ao esvaziado Ministério do Trabalho. E como já estamos em clima natalino, o mais provável é que só em janeiro, ocorra a saída de Carlos Lupi, junto com o anúncio da fusão do ministério do Trabalho com o da Previdência Social. Depois tudo continuará como sempre: uma república onde o Judiciário legisla, o Legislativo executa e o Executivo se preocupa em aparelhar ministérios e empresas estatais a serviço do seu partido político…
Realidade nua e crua
Mais uma vez, o relatório da ONU sobre o Índice de Desenvolvimento Humano–IDH deixou o Brasil em maus lençóis. Nosso país é, ao mesmo tempo, a 10ª economia do mundo (PIB de US$ 2 trilhões) e ficou com a 84.ª colocação em matéria de qualidade de vida entre 147 países avaliados. Suprema humilhação: o Brasil está bem atrás de seus vizinhos, Argentina, Chile e Uruguai. A contradição é flagrante e revela o altíssimo grau de concentração de renda que persiste na frágil democracia brasileira. De acordo com o IBGE, 52% da mão de obra ativa ganha por mês de um a dois salários mínimos.
Desgaste do governo
O ex-presidente Lula, mesmo doente, veio a público manifestar sua irritação pela 84ª classificação do Brasil no IDH. Faltou algum “aspone” dizer ao ex-presidente que só “bolsa-família” não resolve o problema dos brasileiros. É preciso investir em saneamento básico, melhorar a saúde, educação e segurança públicas, combater a corrupção… Se isso fosse feito, o Brasil – com certeza – melhoraria sua posição na avaliação do Índice de Desenvolvimento Humano, criteriosamente feito pela ONU.
Mas para compensar
O Brasil já é o terceiro colocado no mundo no ranking de fraudes bancárias digitais. Segundo dados da Synovate, com o crescimento do uso dos internet bankings (uma rotina utilizada hoje desde a micro até a grande empresa), o Brasil virou um dos líderes no número nesse tipo de crime, hoje um dos mais visados pelos bandidos em todo o mundo.
Torpedos
–Neste sábado, dia 12, Billy Paul –– um dos maiores “soulmans” da música norte-americana – fará show no Crato Tênis Clube. Melhor ainda: durante o show haverá espaço para uma apresentação do conjunto musical “Os Águias”, de Barbalha.
– Bem que a novidade poderia pegar pelas bandas da conurbação Crajubar! Um juiz de Teresina (PI) proibiu as lojas daquela capital tocar, em seus sistemas de som, a música “Então é Natal”, de Simone. Aqui no Cariri, todo mês de dezembro, as emissoras de rádio saturam seus ouvintes com essa musiquinha melosa e sem graça…
– Dom Fernando Panico designou o bispo emérito de Petrolina, dom Paulo Cardoso, Vigário Geral da Diocese de Crato para as Romarias de Juazeiro do Norte. Na qualidade de bispo emérito, dom Paulo não tem mais compromissos eclesiais com sua antiga diocese. Já como Vigário Geral para as Romarias, colaborará diretamente com dom Fernando Panico no planejamento e realização das peregrinações ao Padre Cícero.
– A Diocese de Crato se prepara para comemorar o centenário de sua criação em 2014. O Ano Jubilar será comemorado a partir de 20 de outubro de 2013. Os preparativos ficarão a cargo de três comissões: Histórica, Reflexão e Celebração.
– No seu discurso de posse a presidente Dilma disse uma frase emblemática: “Prefiro o barulho da imprensa livre ao silêncio das ditaduras.” Pois é. O Instituto Gallup acaba de classificar o Brasil na 47ª posição em ranking de liberdade de imprensa. E ainda tem “companheiros” e “camaradas” chamando de Partido da Imprensa Golpista–PiG a imprensa brasileira!


– A equipe econômica do governo federal já admite a hipótese de um crescimento negativo do PIB brasileiro neste último trimestre de 2011.Se isso for confirmado o PIB deste ano ficará um pouco abaixo dos 3%.


– O município pernambucano de Araripina ganhou destaque nacional nas estatísticas do trânsito de veículos. Lá existem 13 mil motos para 80 mil habitantes. Uma para cada 6 pessoas. E uma média de 120 acidentes por mês, com até 4 mortes. É isso o que dá nesta ruma de motos que circulam por aí…


– No próximo dia 9 de dezembro, 17 seminaristas concluem o curso de Teologia no Seminário São José de Crato e estarão aptos a serem ordenados sacerdotes. É a maior safra de novos padres já produzidos num único ano naquele velho educandário! Eles são provenientes das seguintes dioceses: 6 de Crato, 3 de Iguatu, 3 de Cajazeiras (PB), 3 de Salgueiro e 2 de Petrolina (as duas últimas localizadas em Pernambuco).

Juazeiro: SESAU executa política de saúde do homem – Por Beto Fernandes


E
m Juazeiro do Norte está sendo implantada pela SESAU – Secretaria de Saúde – a política de Saúde do Homem, aprovada pelo Ministério da Saúde em 2009 tendo como função principal levar os homens para o posto de saúde. A enfermeira Janaina Norões de Sousa, coordenadora do Programa em Juazeiro chama atenção para algo importante. “O homem não se cuida. Dificilmente ele vai a um posto de saúde e deixa isso por conta da mulher que é quem vai e leva as crianças e cuida da família neste sentindo”, ponderou lembrando que isso se deve a um processo histórico e sócio cultural.

Janaína Norões
A coordenadora disse ainda que o objetivo maior é sensibilizar, captar e receber esses homens nas unidades de saúde. Ela adverte que os homens estão mais expostos a diversos fatores de risco como acidentes de trânsito e doenças como hipertensão, diabetes que podem se agravar com o tabagismo e consumo exagerado de álcool. Ela lembra que as mulheres também podem ter estas doenças, mas que ocorrem com mais freqüência entre os homens.

Outra iniciativa da política de saúde do homem é quanto à importância de exames preventivos como o da próstata que poucos sabem o que é além da existência de preconceito. “Nós queremos, portanto, fazer uma sensibilização e mobilização dos homens para que eles procurem os serviços e se cuidem mais com ações de educação e proteção a saúde, sabendo os riscos e como se cuidarem melhor”, explicou Janaína.

Uma campanha publicitária está sendo lançada e palestras sendo realizada junto à população masculina explicando que o caminho para se prevenir está na atenção primária a saúde. Janaína Norões garante que está sendo criando uma rede de cuidados devidamente estruturada em todos os setores conclamando médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde, dentistas e profissionais da atenção básica a saúde para acolher os homens.

No processo de conscientização participam da campanha publicitária os atletas Júnior Xuxa e Valdo, do Icasa e Guarani de Juazeiro, respectivamente, símbolos de bons atletas e homens com saúde ideal sem sedentarismo. O setor de mobilização social da Secretaria de Saúde está elaborando uma peça de teatro que será levada as empresas como forma de conscientizar os homens para cuidar da saúde.

Seminário de Saúde do Homem

Para chamar ainda mais a atenção das pessoas para esta nova política pública de saúde pública, a SESAU já esta articulando o I Seminário Municipal de Saúde do Homem em data ainda a ser definida e devidamente anunciada.

Já se sabe antecipadamente que em janeiro haverá uma grande caminhada pela Rua São Pedro, rodas de conversas, palestras em praças e mobilização com profissionais das equipes de Estratégia Saúde da Família, NASF – Núcleo de Apoio a Saúde da Família – e CEREST – Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador -.

Todos os meios de comunicação estão sendo procurados pela coordenação do programa visando com as entrevistas mostrar que a saúde do homem é uma prioridade em Juazeiro como se preconiza também através do Ministério da Saúde.

No Cariri Cearense, apenas Juazeiro do Norte foi inserido na primeira fase de execução do projeto pelo Ministério da Saúde. Além de Juazeiro, Fortaleza e Sobral foram contemplados com o Programa. Isso se deve a densidade demográfica e as necessidades e carências que os municípios apresentam como acidentes de trânsito e doenças crônicas.

A coordenadora do Programa de Saúde do Homem disse ainda que articula através da Coordenação de Atenção Básica o funcionamento de centros de saúde em contra turnos. “Para isso vamos tentar viabilizar isso com alterações no funcionamento de postos de saúde, mas ainda está sendo pleiteado. Imaginemos, por exemplo, um posto de saúde funcionando ao invés de 14h00 às 17h00, de 16h00 às 19h00, mas, repito, ainda está sendo pleiteado porque muda a rotina e nem todos aceitam num primeiro momento”, explicou.

Todas as 64 equipes de ESF já estão sendo capacitadas no CEREST para esta política específica. Médicos e enfermeiros devem aderir e a abertura de mais ambulatórios noturnos ajudará na implementação deste programa. Atualmente funcionam na Vila Real, Salesianos e Vila Nova/Pedrinhas. Mais seis devem ser abertos ate o final do ano.

Serviço:


Programa Municipal de Saúde do Homem
Secretária Municipal de Saúde
Rua José Marrocos S/N – Bairro Santana Teresa
Telefone: (88)3512-2754
Coordenadora: Janaina Norões de Sousa
Clique e saiba mais sobre a Política Nacional de Saúde do Homem
Postado por Beto Fernandes

Curiosidades sobre o “feriadão” de 15 de novembro — por Armando Lopes Rafael


Afinal, quantos presidentes da república já teve o Brasil?
Na poltrona, este o nome de uma revista de bordo distribuída entre os passageiros da Itapemirim, trouxe – no seu número de novembro/dezembro-2010 – interessante matéria sobre os presidentes da República brasileira.
Interessante, mas contendo vários equívocos.
A revista Na poltrona afirma que a República dos Estados Unidos do Brasil (nome oficial do nosso país entre 1889 e 1967, a partir do último ano mudado para República Federativa do Brasil teve – nesses 122 anos (a completar na próxima terça-feita, 15 de novembro de 2011) 31 (trinta e um) presidentes. E incluiu na extensa lista 2 presidentes que não chegaram a tomar posse: Júlio Prestes e Tancredo Neves.
Ledo engano!

Ora, se incluiu até quem não assumiu o mandato, cometeu uma grande injustiça com alguns brasileiros que chegaram a exercer a Presidência da República (seja por meses, semanas ou mesmo dias).
E quem foram esses brasileiros que exerceram o mandato de presidente da República e não foram citados pela revista “Na poltrona”? A conferir.

1) Augusto Fragoso
2) Isaias de Noronha
3) Mena Barreto
(Trata-se de uma “Junta Presidencial” que assumiu o poder entre 24 de outubro a 3 de novembro de 1930, antecedendo a posse de Getúlio Vargas como “Chefe do Governo Provisório”, que governou com esse título de 1930 a 1934. Depois, Getúlio Vargas emendou o mandato como “Presidente Constitucional” – ele outorgou uma nova Constituição – de 1934 a 1937. Depois virou ditador por mais 8 anos, até 1945. Getúlio foi – por 15 anos seguidos – presidente dos Estados Unidos do Brasil.
4) José Linhares (cearense de Baturité. Era presidente do Supremo Tribunal Federal e exerceu a Presidência da República – entre outubro de 1945 a janeiro de 1946 – após a queda da ditadura Vargas).
5) Carlos Luz (Era presidente da Câmara dos Deputados e foi investido como Presidente — de 8 a 11 de novembro de 1955– em face de um golpe militar que tirou do poder o presidente Café Filho)
6) Nereu Ramos (era presidente do Senado Federal e foi investido como Presidente — de 11 de novembro de 1955 a 31 de janeiro de 1956 — em face de mais um golpe militar que derrubou o presidente interino Carlos Luz)
7) Ranieri Mazzilli (Era presidente da Câmara dos Deputados e assumiu a Presidência da República após a renúncia de Jânio Quadros entre 25 de agosto a 7 de setembro de 1961)
8) General Aurélio de Lira Tavares
9) Brigadeiro Márcio de Sousa e Melo
10) Almirante Augusto Rademaker
(Eram os ministros do Exército, da Aeronáutica e da Marinha, e assumiram “o exercício temporário da Presidência da República”, para o que não havia qualquer previsão constitucional. Estes ministros militares proibiram o emprego da expressão “junta militar” e em 6 de outubro de 1969, quando declararam “extinto” o mandato do presidente Costa e Silva).
Como se vê, a revista Na poltrona deixou de incluir na sua lista 10 (dez) brasileiros que efetivamente exerceram a Presidência da República. Com isso o número de Presidentes da República no Brasil sobe para 41 (quarenta e um).
O que dá uma média de cerca de menos de 3 anos por cada mandato…
Interessante, se não tivesse ocorrido o golpe militar de 15 de novembro de 1889 – que nos impôs a República –, e se o Brasil tivesse continuado como monarquia nestes últimos 122 anos, teríamos sido governados por apenas 3 (três) imperadores:

1) Imperatriz Isabel I (entre 1891–1921)
2) Dom Pedro Henrique III (entre 1921–1981)
3) Dom Luiz I (de 1981 até hoje)

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

O lado simples da vida – Por José de Arimatéa dos Santos

Hoje as informações vêm como uma avalanche. É tanta notícia e a todo momento que não dá tempo de digeri-las como se deve. Não dá tempo. Só é possível escolher algumas e fazer a análise superficial. É incrível como o dia passa rápido com tanto compromisso e tanto acontecimento. Isso se reflete até nas relações pessoais. Esses dias um aluno me fez uma pergunta e queria por que queria uma resposta de bate pronto. E eu tentando esmiuçar o tema e ele a querer o principal. Hoje parece que a maioria não se interessa pela introdução, meio e conclusão. É uma ansiedade sem tamanho ou sangria desatada. Tudo rápido e na hora. Com esse exemplo podemos ver e analisar o quanta anda a nossa pressa. Isso não é bom por que deixamos de viver o simples e o lado bom da vida.

Foto: José de Arimatéa dos Santos
É importante parar um pouco e escutar o canto dos pássaros livres e alegres a cantar em cima de uma árvore. Acredito até que nós seres humanos estamos a perder a sensibilidade para esses acontecimentos tão simples, mas tão preponderantes na vida de qualquer um de nós. Isso é perigoso e é necessário nunca perdermos o gesto tão nobre de não aceitar em hipótese nenhuma a violência e a corrupção que tira o pão da boca de muita gente ou deixa muito brasileiro sem atendimento devido nos hospitais públicos.
Mais importante do que tudo é viver bem com os nossos amigos e parentes e de uma forma que tudo seja alegria e momentos de engrandecimento, congraçamento e de amizade. Tendo sempre em mente a solidariedade e a luta por justiça para todos. Assim é que deve ser a vida.

Apostador de Barbalha leva prêmio de R$ 3 milhões da Mega-Sena

A Caixa Econômica Federal divulgou neste sábado (12) as seis dezenas sorteadas no concurso 1.336 da Mega-Sena. Uma aposta da cidade cidade de Barbalha (CE) acertou a seis dezenas e levou o prêmio de R$ 3.086.420,09, segundo a Caixa Econômica Federal.

Confira as dezenas: 01 – 32 – 38 – 47 – 51 – 54

A quina teve 38 acertadores, com prêmio de R$ 44.091,72 cada. A quadra teve 3.539 acertos com valor de R$ 676,33 cada.

Fonte: G1

Fotos da Abertura da 20ª Assembleia do Regional Nordeste 1 da CNBB, na noite da última 6ª feira no Centro de Expansão Dom Vicente Matos, em Crato

O segundo da fila é o bispo de Sobral, dom Odelir Magri. Atrás os bispos de Limoeiro do Norte,Itapipoca, Quixadá e Iguatu.

À esquerda  a  imagem-peregrina  de 

Nossa Senhora da Penha que preside
o encontros dos bispos. À direita, dom Fernando Panico sorri satisfeito com o êxito da Assembleia.


Números artísticos mostrados na abertura da XX Assembleia do Regional Nordeste 1 da CNBB. Acima, conjunto folclórico da cidade de Milagres (CE) e abaixo a maestrina Divani Cabral rege o Coral da  Sociedade  de  Cultura  Artística  de Crato –Scac,  que foi aplaudido de pé pelos presentes…

Campus-Cariri da UFC e SESC firmam parceria


Na tarde de ontem, dia 12, o SESC e a Universidade Federal do Ceará (Campus Cariri) abriram o 3° Seminário “Arte e Pensamento: A reinvenção do Nordeste”, fruto de um convênio firmado entre as duas instituições.

Estiveram presentes ao evento, o presidente do Conselho Regional do SESC Ceará, Luiz Gastão Bittencourt, a Vice Diretora da Universidade Federal do Ceará (Campus Cariri), Suely Chacon, o vice-prefeito de Crato, Raimundo Bezerra Filho, a Diretora Regional do SESC Ceará, Regina Leitão, e o Diretor da Universidade de Coimbra (Portugal), professor Dr. Carlos André.
Segundo o presidente do Conselho Regional do SESC Ceará, Luiz Gastão Bittencourt, a cultura tem um valor significativo na formação e na transformação do ser humano. “Para o povo nordestino, para a identidade do Nordeste, é muito importante reconhecer o destaque do “ser nordeste”, lembrou. “Neste ponto da Mostra, vamos instigar e provocar a academia para que possamos saber do impacto que um evento como este traz para a região, até para aperfeiçoarmos o projeto”, completou Luiz Gastão.

MENSAGEM PARA UMA REFLEXÃO -Por Maria Otilia


O Vendedor de balões

Era uma vez um velho homem que vendia balões numa quermesse. Evidentemente, o homem era um bom vendedor, pois deixou um balão vermelho soltar-se e elevar-se nos ares, atraindo, desse modo, uma multidão de jovens compradores de balões.
Havia ali perto um menino negro. Estava observando o vendedor e, é claro apreciando os balões.
Depois de ter soltado o balão vermelho, o homem soltou um azul, depois um amarelo e finalmente um branco.
Todos foram subindo até sumirem de vista. O menino, de olhar atento, seguia a cada um. Ficava imaginando mil coisas… Uma coisa o aborrecia, o homem não soltava o balão preto. Então aproximou-se do vendedor e lhe perguntou:
- Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros?
O vendedor de balões sorriu compreensivamente para o menino, arrebentou a linha que prendia o balão preto e enquanto ele se elevava nos ares disse:
- Não é a cor, filho, é o que está dentro dele que o faz subir.

Anthony de Mello.

Aberto ontem em Crato a XX Assembleia do Regional Nordeste 1 da CNBB


Ocorreu ontem, dia 11, no Centro de Expansão Dom Vicente Matos, na cidade de Crato, a abertura da 20ª Assembleia do Regional Nordeste 1, da CNBB, que compreende a Província Eclesiástica do Ceará. Bispos titulares e eméritos das 12 dioceses cearenses estão presentes ao encontro. Na solenidade de abertura, houve apresentação de um vídeo sobre a Diocese do Crato e apresentação do Coral da SCAC, sob a regência da maestrina Divani Cabral.

Ainda na abertura do evento, o presidente do Regional Nordeste 1, dom José Haring, bispo diocesano de Limoeiro do Norte – foto acima à esquerda – fez uma retrospectiva do que aconteceu desde a última assembleia, realizada em Tianguá, há quatro anos. Na sua fala disse dom José Haring: “É o mercado econômico que aumenta cada vez sua influência sobre a vida da sociedade e da política e também sobre a natureza, o mundo em que estamos vivendo. Os direitos fundamentais da pessoa humana são violados, principalmente o direito à vida no seu sentido mais amplo. Estamos entrando (ou já entramos) num mundo novo criado pelas ciências” (…) “Mas é esse o mundo em que vivemos como discípulos e discípulas de Jesus Cristo e somos chamados a dar respostas de fé pela vida, pela prática religiosa, pelas palavras. Há tempos estamos sentindo necessidade de novas respostas de fé”.

No segundo dia de reunião, os bispos cearenses receberam a visita de cortesia do vice-prefeito de Crato, Raimundo Bezerra Filho, que foi acompanhado do presidente do Sistema Fecomércio-Ceará, Luiz Gastão Bittencourt. Ambos dialogaram com os diversos bispos das dioceses do Ceará, num clima descontraído de troca de opiniões.

QUANTO AINDA TEREMOS QUE APRENDER NESTA VIDA? – Por Vicente Almeida

Esta cadelinha nasceu somente com as patas traseiras na véspera do natal de 2002.

Desta forma, não conseguia andar, e foi rejeitado por sua mãe. 

Como sempre acontece no reino animal, quando um filhote nasce com deformações físicas, os pais o julgam incapacitados para a vida e o abandonam, então ele morre por não ter quem o alimente. Assim também acontece em algumas das nossas tribos indígenas.
 

No caso desta cadelinha, abandonada pela mãe, foi também rejeitada pelo seu dono. Ele considerou que como ela jamais poderia andar, não lhe seria útil e deveria sacrificá-la, isto é: “Fazê-la dormir para sempre”….

Pela força que rege os destinos, quando a professora Jude Stringfellow conheceu-a raquítica e subnutrida, ficou penalizada e cheia de amor. 
Rogou que não a sacrificasse pois queria ficar com ela. Passou a alimentá-la como faria uma mãe determinada. Estava decidida a salvá-la a qualquer custo, ensiná-la e treiná-la para andar por si só.

Esta opção mudou a vida desses dois seres. A Jude acreditava que só precisava de um pouco de FÉ. Por isso lhe deu o nome de “Faith” (= FÉ).

Iniciou colocando-a numa prancha de skate, para que sentisse o movimento. E para que se levantasse e saltasse apenas nas duas patas, usou como recompensa para atraí-la, manteiga de amendoim

Ao final de apenas 6 meses,  “FÉ” aprendeu a equilibrar-se nas pernas traseiras, e a saltar para a frente. E assim com mais algum tempo aprendeu a caminhar como nós.

Hoje, aonde quer que  ela vá, é palco de muita atenção, atrai sobre si todos os olhares, e já tornou-se famosa no cenário internacional.

 Às vezes passeia sozinha

 Pousando para fotos

 
Acompanhando sua mãe adotiva nos passeios

Despertando alegria e emoção aos transeuntes

As vezes surpresa e emoção para outros

Confabulando com um amigo











***********************************************
Você acha que já viu tudo? Agora veja este vídeo e poderá até ver como uma atração, mas na verdade devemos olhar para elas (adotante e adotada) como quem veio para nos proporcionar uma grande lição de vida


  
Isto mostra que mesmo sem um corpo perfeito, se pode ter uma alma perfeita. Aliás, em muitos casos no ser humano, a imperfeição do corpo, revela simplesmente a perfeição da alma. Por isto sempre encontramos pessoas imperfeitas fisicamente, que nos dão verdadeiras aulas de amor e gratidão. A isto chamamos FÉ.

No caso desta cadelinha, devemos procurar entender qual a mensagem que Deus quer nos transmitir. Ele sempre fala conosco usando os meios mais próximos da nossa compreensão, nós é que não queremos ver nem ouvir.

Desejo 
de coração, que esta postagem leve às pessoas, mais uma nova maneira de pensar e ver as criaturas que Deus coloca em nossos caminhos, e possam sentir e agradecer cada novo dia como uma benção, pois sempre encontraremos uma continua manifestação do amor. É só querer ver.

Imagens e vídeo colhidos na internet

Tenha um ótimo domingo.

Hoje: “A DONZELA E O CANGACEIRO” na 3ª Guerrilha…



A Cia. Cearense de Teatro Brincante traz novamente seu mais novo sucesso de público. Um grande espetáculo que resgata o mito da Caipora e faz uma contundente defesa da ecologia e do meio ambiente. Um manifesto em favor da natureza!

“A ambição desmedida do homem rico, a ganância cruel do norte-americano e a trama infernal vinda das trevas ameaçam o Sítio Fundão, importante reserva ecológica brasileira. As forças do mal, lideradas pelo Bode-Preto, entram em disputa ferrenha pelo domínio da área, mas são enfrentadas pela legião do bem, liderada pela Caipora, deusa protetora da natureza. Somente o amor pode salvar o sítio da destruição total. Um enigma, proferido pela esfinge de Seu Jefrésso, contém todo o segredo do universo, capaz de restabelecer a paz e a harmonia. Donzela Flor, símbolo de pureza, precisa ser desencantada. O cangaceiro Edimundo Virgulino, valente e destemido, luta com bravura para salvar o sítio e conquistar o coração da donzela.”

ELENCO: Mateus – Cacá Araújo / Catirina – Kelvya Maia / Pafúncio Pedregôso – Franciolli Luciano / Cafuçú – Paulo Henrique Macêdo / Feiticeira Catrevage – Jonyzia Fernandes / Vicença – Rosa Waleska Nobre / Dona Colombina – Samara Neres / Donzela Flor – Charline Moura / Caipora – Orleyna Moura / Troncho Sam – Márcio Silvestre / Edimundo Virgulino – Emerson Rodrigues / Bode-Preto – Joênio Alves / Seu Jefrésso – Jardas Araújo.

TÉCNICA: Texto e Direção – Cacá Araújo / Assistência de Direção – Orleyna Moura / Iluminação – Cacá Araújo e Emerson Rodrigues / Cenografia e Sonoplastia – Cacá Araújo / Cenotécnica e Adereços – Saymon Luna, Willyan Teles, França Soares, Mestre Galdino, Cristiano de Oliveira e Marlon Torres / Figurino e Maquiagem – Joênio Alves / Ritualística Corporal – Joênio Alves e Kelyenne Maia / Música e Direção Musical – Lifanco / Instrumentistas – Lifanco e os atores / Criação e execução de efeitos sonoros – Lifanco e os atores / Operação de Luz – Paulo Fernandes / Operação de Som – Babi Nobre / Confecção de Figurino – Ariane Morais / Cinegrafia – Antonio Wideny (Toyota) / Fotografia – Gessy Maia e Mônica Batista / Xilogravura do Cartaz – Carlos Henrique / Designer – Felipe Tavares / Contra-Regra – Mauro Silvestre / Guarda-Roupa – Luciana Ferreira / Produção Executiva – Kelvya Maia / Produção – Sociedade Cariri das Artes.

AGRADECIMENTOS: Sociedade de Cultura Artística do Crato / Secretaria de Cultura do Crato / Casa Harmônica / Circo-Escola Alegria / Coletivo Camaradas / Ed Alencar.

PATROCINADORES: Banco do Nordeste – Parceria BNDES / Prefeitura Municipal do Crato-CE.

Crato republicano? algumas considerações — por Armando Lopes Rafael


(Excertos de um artigo publicado há 10 anos na revista A Província – nº 18, 2000) 


A
lguns escritores locais citam, vez por outra, a “tradição republicana” de Crato. Não acredito nessa alardeada “tradição”. Mas quero deixar claro que receberei com naturalidade, toda correção que vierem a fazer a este meu pensamento.

Começo por lembrar que o aniversário do golpe militar que implantou a República nunca foi comemorado em Crato. Nesta cidade o povo comemora datas como o 7 de setembro, 21 de Junho, Nossa Senhora da Penha, São José, São Francisco, dentre outras. Comemoração no dia 15 de Novembro – data da “Proclamação da República” – nunca vi.
O Crato, durante 149 anos (de 1740 quando foi fundado a 1889, quando houve o golpe militar que introduziu a forma de governo republicana) viveu sob a Monarquia. Não se apaga facilmente um século e meio na vida de um povo. No imaginário popular persiste a idéia de que a Monarquia é algo bom. O historiador cratense Denizard Macedo escreveu[1] : 

“O povo tinha apego aos soberanos e aversão às manobras revolucionárias. Diferente do que alguns tentam demonstrar existia uma tradição moldada na fé católica e na monarquia absoluta, com seus princípios, escala de valores, hábitos, usos e costumes, não sendo fácil remover esta herança cultural profundamente enraizada no tempo”.


Isso é verdade, ainda hoje quando o povo reconhece numa pessoa certos méritos ou qualidades acima do comum, costuma dar-lhe o título de “Rei”. Por isso temos ou tivemos; “O Rei Pelé”, “O Rei Roberto Carlos”, “O Rei do Baião”, “O Príncipe dos Poetas Populares” (o repentista Pedro Bandeira) etc. E o que dizer dos concursos que se realizam para escolha da “Rainha do Colégio”, “Rainha da Exposição”? e de nomes de lojas como “O Rei da Feijoada”, “O Império das Tintas”? Ou nomes como “Rádio Princesa FM”, “Colégio Pequeno Príncipe”?

Portanto, é um mito sem consistência essa alardeada “tradição republicana” de Crato. Precisamos ter coragem para proclamar isto, pois ela não reflete a realidade. Ainda não se conseguiu sensibilizar as camadas populares para comemorar, em Crato, o golpe militar que impôs no Brasil a República. Sempre foi assim. Vai ser assim, também, na próxima 3ª feira, dia 15 de novembro, quando o país vai parar – num feriado nacional – em comemoração à “Proclamação” da República.



“República” para o povo é sinônimo de casa de estudante, com a desorganização e improvisação comum aos jovens. Ou serve para lembrar as notícias que vêm da Capital da República como os escândalos de corrupção na Casa Civil. “República” continua a ser, no imaginário popular, a lembrança da falta de segurança, a falência da saúde pública, a precariedade da educação pública, a fila dos aposentados (expostos ao sol e à chuva) na fila das calçadas dos Bancos para receber suas míseras aposentadorias, os políticos corruptos, as obras públicas inacabadas, a demagogia e a falta de respeito para com a população…



[1]Notas Preliminares no livro “Vida do Brigadeiro Leandro Bezerra Monteiro”, de J.dias da Rocha, 2ª Ed. Secretaria de Cultura do Ceará, 1978.





Primeira bandeira da República dos Estados Unidos do Brasil (este foi o primeiro nome oficial da República e durou até 1967), imitação barata da bandeira norte-americana que durou apenas 4 dias, de 15 a 19 de novembro de 1889.



Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Relembrando a Princesa Isabel — por Hermes Rodrigues Nery (*)


Há 90 anos, em 14 de novembro de 1921, morria a princesa Isabel. Morreu distante do Brasil que tanto amava, no mais penoso e longo exílio já impingido a um governante brasileiro. Esta, uma página de dor em nossa história que ainda hoje comove aos que estudam com seriedade os documentos – há tanto tempo esquecidos e evitados por aqueles que a detrataram e procuraram diminuir a importância da vida da princesa Isabel. Uma vida de inequívocas virtudes heróicas e cívicas, que honrou a primeira mulher a governar o Brasil.

Dona Isabel Cristina de Orléans e Bragança foi uma das que melhor compreenderam a alma do povo brasileiro, por isso foi tão querida no tempo em que governou, e não fraquejou em tomar decisões acertadas e corajosas, de feliz memória, dentre elas a que culminou no 13 de maio de 1888, com a abolição da escravatura em nosso País.

Destinada a dirigir os destinos da Nação (de personalidade forte e resoluta, mas humaníssima em sua compaixão pelos sofredores); preparou-se como nunca antes outra autoridade política havia cuidado com tanto zelo em corresponder aos desafios e as incumbências do governo. Ao contrário do avô e do pai, afetados por uma infância de tão grandes turbulências, a princesa Isabel teve ambiente propício para desenvolver seus talentos e assumir seu imperativo vocacional. Não apenas com dedicação aos estudos, mas ainda com percepção aguda dos problemas do seu tempo, desejando dar ao Brasil soluções sociais pautadas em princípios e valores humanos e cristãos.

A sua fé – catolicíssima – deu-lhe força para fazer com alegria tudo o que empreendia (como mãe e esposa exemplar, como filha e amiga leal, como governante mulher) e a confortou nas horas de amargura, que não foram poucas.
Sofreu as angústias de ver o Brasil em guerra externa, com o risco de tornar-se viúva, ainda recém-casada, ou ter de ser forçada ao arranjo nupcial urdido pelo ditador paraguaio Solano Lopez. Pesou-lhe tanto a pressão de grandes proprietários rurais, que resistiram e dificultaram a aprovação da libertação dos escravos, criando obstáculos no parlamento, ameaças e um temor infundado de desestabilização social.

Foi preciso então agir com sabedoria, mas de modo perseverante, para ver bem sucedido o movimento abolicionista. Desde 1810 o Brasil comprometera-se em acabar com a escravidão, mas o processo político não foi fácil, porque era preciso preparar o País para tão significativa mudança. O movimento foi lento e gradual, exigiu mobilização e prudência, mas que poderia ser postergado ainda mais não fosse a precisão decisória da princesa em seus períodos de regência, que tudo fez para que a vitória do abolicionismo fosse obtida pela via institucional, e sem derramamento de sangue.

Com a Lei Áurea, a princesa Isabel visava não apenas a assinar o fim da escravidão, mas preparar os meios concretos de indenização e suporte social para oferecer aos libertos condições de dignidade para o exercício da liberdade, com acesso a educação e o trabalho com justa remuneração. Atestam os historiadores a visão de estadista da princesa Isabel, que não viu acontecer por completo seu projeto de promoção social do povo brasileiro, especialmente os libertados pela Lei Áurea. Isso porque tal relevante iniciativa foi solapada pelos republicanos positivistas, que temiam o 3º Reinado tendo à frente uma mulher de tão profundas convicções cristãs.

Pois justamente o catolicismo da princesa Isabel (e sua atuação pública e pessoal coerente com a doutrina social e moral da Igreja) levou os republicanos a forçarem a quartelada de Deodoro e ao cruel banimento (exigindo que ela e sua família deixassem o País em 24 horas), exílio este que se prolongou por 32 anos, até a sua morte.
O fato é que, apesar do patrulhamento ideológico e a conspiração do silêncio por mais de um século, a princesa Isabel não está no inteiro esquecimento, pelo contrário, seu nome ressoa luminoso em nossa história. O nevoeiro ideológico que a vitimou ao pior dos ostracismos, parece agora começar a ser dissipado, especialmente quando a Arquidiocese do Rio de Janeiro recebeu oficialmente, no mês passado, o pedido para a abertura do seu processo de beatificação. Isso comprova que a Princesa Isabel haverá de perdurar como estrela fulgurante no coração dos brasileiros, ad eternum.

(*) Hermes Rodrigues Nery e-mail: hrneryprovida@uol.com.br
São Bento do Sapucaí (SP)

Relembrando a Princesa Isabel — por Hermes Rodrigues Nery (*)


Há 90 anos, em 14 de novembro de 1921, morria a princesa Isabel. Morreu distante do Brasil que tanto amava, no mais penoso e longo exílio já impingido a um governante brasileiro. Esta, uma página de dor em nossa história que ainda hoje comove aos que estudam com seriedade os documentos – há tanto tempo esquecidos e evitados por aqueles que a detrataram e procuraram diminuir a importância da vida da princesa Isabel. Uma vida de inequívocas virtudes heróicas e cívicas, que honrou a primeira mulher a governar o Brasil.

Dona Isabel Cristina de Orléans e Bragança foi uma das que melhor compreenderam a alma do povo brasileiro, por isso foi tão querida no tempo em que governou, e não fraquejou em tomar decisões acertadas e corajosas, de feliz memória, dentre elas a que culminou no 13 de maio de 1888, com a abolição da escravatura em nosso País.

Destinada a dirigir os destinos da Nação (de personalidade forte e resoluta, mas humaníssima em sua compaixão pelos sofredores); preparou-se como nunca antes outra autoridade política havia cuidado com tanto zelo em corresponder aos desafios e as incumbências do governo. Ao contrário do avô e do pai, afetados por uma infância de tão grandes turbulências, a princesa Isabel teve ambiente propício para desenvolver seus talentos e assumir seu imperativo vocacional. Não apenas com dedicação aos estudos, mas ainda com percepção aguda dos problemas do seu tempo, desejando dar ao Brasil soluções sociais pautadas em princípios e valores humanos e cristãos.

A sua fé – catolicíssima – deu-lhe força para fazer com alegria tudo o que empreendia (como mãe e esposa exemplar, como filha e amiga leal, como governante mulher) e a confortou nas horas de amargura, que não foram poucas.
Sofreu as angústias de ver o Brasil em guerra externa, com o risco de tornar-se viúva, ainda recém-casada, ou ter de ser forçada ao arranjo nupcial urdido pelo ditador paraguaio Solano Lopez. Pesou-lhe tanto a pressão de grandes proprietários rurais, que resistiram e dificultaram a aprovação da libertação dos escravos, criando obstáculos no parlamento, ameaças e um temor infundado de desestabilização social.

Foi preciso então agir com sabedoria, mas de modo perseverante, para ver bem sucedido o movimento abolicionista. Desde 1810 o Brasil comprometera-se em acabar com a escravidão, mas o processo político não foi fácil, porque era preciso preparar o País para tão significativa mudança. O movimento foi lento e gradual, exigiu mobilização e prudência, mas que poderia ser postergado ainda mais não fosse a precisão decisória da princesa em seus períodos de regência, que tudo fez para que a vitória do abolicionismo fosse obtida pela via institucional, e sem derramamento de sangue.

Com a Lei Áurea, a princesa Isabel visava não apenas a assinar o fim da escravidão, mas preparar os meios concretos de indenização e suporte social para oferecer aos libertos condições de dignidade para o exercício da liberdade, com acesso a educação e o trabalho com justa remuneração. Atestam os historiadores a visão de estadista da princesa Isabel, que não viu acontecer por completo seu projeto de promoção social do povo brasileiro, especialmente os libertados pela Lei Áurea. Isso porque tal relevante iniciativa foi solapada pelos republicanos positivistas, que temiam o 3º Reinado tendo à frente uma mulher de tão profundas convicções cristãs.

Pois justamente o catolicismo da princesa Isabel (e sua atuação pública e pessoal coerente com a doutrina social e moral da Igreja) levou os republicanos a forçarem a quartelada de Deodoro e ao cruel banimento (exigindo que ela e sua família deixassem o País em 24 horas), exílio este que se prolongou por 32 anos, até a sua morte.
O fato é que, apesar do patrulhamento ideológico e a conspiração do silêncio por mais de um século, a princesa Isabel não está no inteiro esquecimento, pelo contrário, seu nome ressoa luminoso em nossa história. O nevoeiro ideológico que a vitimou ao pior dos ostracismos, parece agora começar a ser dissipado, especialmente quando a Arquidiocese do Rio de Janeiro recebeu oficialmente, no mês passado, o pedido para a abertura do seu processo de beatificação. Isso comprova que a Princesa Isabel haverá de perdurar como estrela fulgurante no coração dos brasileiros, ad eternum.

(*) Hermes Rodrigues Nery e-mail: hrneryprovida@uol.com.br
São Bento do Sapucaí (SP)

Mostra Sesc de Culturas:Traduções Cariri Abre as Portas da Chapada-Wilson Bernardo.

Na abertura da mostra SESC de culturas o Kariri mostrou aos visitantes da chapada que aqui,temos musica de qualidade e raízes,um show belíssimo que vem a fortalecer esse caldeirão cultural em que fervilha a mente e as bocas cantantes de Amélia,Abidoral Jamacaru,João do Crato,Luiz Carlos Salatil,Zabumbeiros Cariris e muito suing da floresta encantada do Araripe.
Temos ritmos e muito misticismos para encantares
Amélia ritualiza o bailado do Mago João do Crato
João Neto e Ibergsom dos teclados virtuosos

Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

Caldeirão Cultural: Começa a Mostra SESC de Culturas do Cariri – Wilson Bernardo

Providencial a desistência de Tom Zé, que poderá estar aqui em outras edições da mostra Sesc, mas presenciar e sentir a magnitude da musica de Elza Soares foi divino. A mulher e sua voz simplesmente nos faz rasgar qualquer significado e por que não dizer, o que seria e foi fantástico. Oitenta e um anos de uma voz instigante e inconfundível, em que o mundo aprendeu a ouvir como sendo uma das vozes negras mais “supimpas” de uma magia suingada, onde a mesma flutua por varias tendências. Ela faz uma salada entre o antigo e o novo, mesclando o fank, samba e o rep dos morros cariocas, passando pela avenida da miséria onde nêga do cabelo pixaim detona toda uma estrutura musical negra americana e nos devolve o jazz Blues dos tupiniquis brasilis. O Sesc acerta e nos presenteia pela grata oportunidade de termos Elza Soares antes do seu limar eterno.

Abertura da mostra Sesc com as boas vindas de Gastão Bittencourt, com a presença de Raimundo Bezerra Filho vice-prefeito da Cidade do Crato.

A bela voz se confunde com sua própria estética

Infinitamente fantástica a mulher de Oitenta

Bem mais cedo perfeccionista ao passar o som


Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Música, teatro e audiovisual no Crato Tênis Clube


E
ntre os dias 12 e 16 de novembro, o Crato Tênis Clube recebe a 13ª Mostra SESC Cariri de Culturas. Durante os quatro dias, no espaço “Cabaré Teatro”, o público prestigia apresentações de música, teatro e audiovisual, com a apresentação dos grupos: Cia do Tijolo, de São Paulo; TEMBIÚ, de Fortaleza; e Cia Animé, de Recife.

No sábado, 12, as apresentações acontecem a partir das 21 horas, já de domingo a quarta-feira, os espetáculos tem início às 22 horas. Para ter acesso aos espetáculos, o espectador deve doar 1kg de alimento não perecível. A iniciativa faz parte da Mostra Solidária, cujo tema é: “Cultura é o alimento da alma”. Os alimentos arrecadados serão destinados ao projeto Mesa Brasil do SESC Crato.

Programação dos Espetáculos:

Dia 12 – A partir das 21h
Safadezas do Samba (Grupo Cia do Tijolo)
LadoA LadoB – Jânio Florêncio & Ivan Timbó (lounge, eletroacústica) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 13 – A partir das 22h
Renegados – “Além dos Rótulos” (rock n’roll) – (Grupo TEMBIÚ)
Oscar – “Revolução” (jazz rock) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (vídeo-mapping) – (Grupo TEMBIÚ

Dia 14 – A partir das 22h
Toada Para João e Maria (Grupo Cia do Tijolo)
Ivan Timbó – “Voltas” (nujazz) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 15 – A partir das 22h
Gritei, gritei outra vez – (Grupo TEMBIÚ)
Soledad Brandão – “Trip” (trip-hop) – (Grupo TEMBIÚ)
Soslaio (interação poético-plástico-sonora) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (vídeo-mapping) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 16 – A partir das 22h
Safadezas do Samba (Grupo Cia do Tijolo)
Jânio Florêncio – “Eletromidivirtualdiosamba” (samba noise) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)
As Levianas – Pocket Show – (Grupo Cia Animé)

Jornalistas Responsáveis: Giselle Norões – (85) 3452.9060 / 8898.9899
Carla Pinto – (85) 8703.3244
Gerência da ASCOM SESC Ceará: Caio Quinderé

Música, teatro e audiovisual no Crato Tênis Clube


E
ntre os dias 12 e 16 de novembro, o Crato Tênis Clube recebe a 13ª Mostra SESC Cariri de Culturas. Durante os quatro dias, no espaço “Cabaré Teatro”, o público prestigia apresentações de música, teatro e audiovisual, com a apresentação dos grupos: Cia do Tijolo, de São Paulo; TEMBIÚ, de Fortaleza; e Cia Animé, de Recife.

No sábado, 12, as apresentações acontecem a partir das 21 horas, já de domingo a quarta-feira, os espetáculos tem início às 22 horas. Para ter acesso aos espetáculos, o espectador deve doar 1kg de alimento não perecível. A iniciativa faz parte da Mostra Solidária, cujo tema é: “Cultura é o alimento da alma”. Os alimentos arrecadados serão destinados ao projeto Mesa Brasil do SESC Crato.

Programação dos Espetáculos:

Dia 12 – A partir das 21h
Safadezas do Samba (Grupo Cia do Tijolo)
LadoA LadoB – Jânio Florêncio & Ivan Timbó (lounge, eletroacústica) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 13 – A partir das 22h
Renegados – “Além dos Rótulos” (rock n’roll) – (Grupo TEMBIÚ)
Oscar – “Revolução” (jazz rock) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (vídeo-mapping) – (Grupo TEMBIÚ

Dia 14 – A partir das 22h
Toada Para João e Maria (Grupo Cia do Tijolo)
Ivan Timbó – “Voltas” (nujazz) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 15 – A partir das 22h
Gritei, gritei outra vez – (Grupo TEMBIÚ)
Soledad Brandão – “Trip” (trip-hop) – (Grupo TEMBIÚ)
Soslaio (interação poético-plástico-sonora) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (vídeo-mapping) – (Grupo TEMBIÚ)

Dia 16 – A partir das 22h
Safadezas do Samba (Grupo Cia do Tijolo)
Jânio Florêncio – “Eletromidivirtualdiosamba” (samba noise) – (Grupo TEMBIÚ)
Max Leguiza (projeções audiovisuais) – (Grupo TEMBIÚ)
As Levianas – Pocket Show – (Grupo Cia Animé)

Jornalistas Responsáveis: Giselle Norões – (85) 3452.9060 / 8898.9899
Carla Pinto – (85) 8703.3244
Gerência da ASCOM SESC Ceará: Caio Quinderé

Mostra SESC Cariri de Culturas será transmitida ao vivo pela primeira vez

Cariri, 12 de novembro de 2011.

Realizada entre os dias 11 e 16 de novembro, em 23 cidades da região do Cariri, a Mostra SESC Cariri de Culturas, circuito cultural que reúne apresentações de teatro, dança, música, cinema, literatura e artes visuais, será transmitida ao vivo, via web, pela primeira vez.

A transmissão terá início no dia 11 de novembro, às 19h, com as apresentações do cerimonial de abertura da Mostra, que acontecem na Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. Além das transmissões ao vivo, o público pode conferir também entrevistas, resumos dos espetáculos e os principais destaques do dia.

Para assistir às transmissões, basta acessar o site oficial da Mostra SESC Cariri de Culturas: http://mostracariri.sesc-ce.com.br. As transmissões acontecem até o dia 16 de novembro, de 17h às 23h.

SERVIÇO:

Site: http://mostracariri.sesc-ce.com.br
Dias de transmissão: 11 a 16 de novembro
Horário: Entre 17h e 23h

Mostra SESC Cariri de Culturas será transmitida ao vivo pela primeira vez

Cariri, 12 de novembro de 2011.

Realizada entre os dias 11 e 16 de novembro, em 23 cidades da região do Cariri, a Mostra SESC Cariri de Culturas, circuito cultural que reúne apresentações de teatro, dança, música, cinema, literatura e artes visuais, será transmitida ao vivo, via web, pela primeira vez.

A transmissão terá início no dia 11 de novembro, às 19h, com as apresentações do cerimonial de abertura da Mostra, que acontecem na Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. Além das transmissões ao vivo, o público pode conferir também entrevistas, resumos dos espetáculos e os principais destaques do dia.

Para assistir às transmissões, basta acessar o site oficial da Mostra SESC Cariri de Culturas: http://mostracariri.sesc-ce.com.br. As transmissões acontecem até o dia 16 de novembro, de 17h às 23h.

SERVIÇO:

Site: http://mostracariri.sesc-ce.com.br
Dias de transmissão: 11 a 16 de novembro
Horário: Entre 17h e 23h

Crato investe R$ 10 mil para restauro de relógio da praça Cristo-Rei


NE - Parado no tempo há 17 anos, o relógio símbolo do Crato volta a funcionar.

Relógio instalado na praça central do Crato tem mais de 60 anos de existência e é considerado como um dos mais antigos do País. No entanto, outras informações são imprecisas – FOTO: ELIZANGELA SANTOS – Equipamento parado há 17 anos, finalmente é restaurado e se destaca no centro histórico da cidade do Cariri.

Crato. Após um decreto que reconhece como ícone do Município, o monumento do Cristo Redentor, instalado em uma coluna na Praça Francisco Sá, mais conhecida pelo nome de Cristo Rei, a Prefeitura Municipal do Crato investiu um valor de R$ 10 mil na restauração do relógio da coluna da hora, que está parado há 17 anos.

O equipamento já está completamente pronto para ser recolocado no local. Os reparos foram realizados por um dos mais antigos relojoeiros em atividade no Nordeste, Geraldo Ramos Freire, que há 48 anos exerce essa profissão.

O relógio da Praça Cristo Rei, que passou a ser chamada assim por causa da imagem que servia para orientar os viajantes recém chegados à cidade, foi instalado na década de1940 sobre a coluna que tem 30 metros de altura.

Segundo o relojoeiro Geraldo Freire, o mecanismo de continuidade das oscilações da máquina foi criado por Leonardo da Vinci. “Esse é um dos relógios mais importantes do mundo. Foi ele que deu origem a todos os outros relógios”, afirma. Ele explica ainda que, nesse tipo de relógio, as horas são marcadas através das oscilações do pêndulo, motivadas pela força e atuação do peso que trabalha por gravidade.

Nova engrenagem

O relógio deverá ser novamente instalado ainda este mês, após a reforma geral da parte interna da coluna, onde também será colocada uma tela nos vitrais da coluna para impedir a entrada de pássaros e insetos no local onde está instalada a máquina. Na restauração foram realizados as trocas de engrenagens, eixos e embuchamento. Segundo o relojoeiro que realizou os reparos, o equipamento estava bastante deteriorado pela ação dos vândalos. Há cerca de oito anos, o relógio foi retirado da coluna, ficando exposto apenas os quatro mostradores. Durante esse período, o objeto permaneceu na oficina aguardando a liberação de recursos financeiros para a realização dos reparos no mesmo.

A primeira reforma no relógio da Coluna da Hora foi realizada há 12 anos, pelo mesmo relojoeiro. Na época foram realizados os serviços na cabine de madeira que alojava a máquina. A cabine foi substituída por outra em aço, que permanece no local até hoje.

O relógio que é considerado um regulador público foi fabricado no Sul do país. De acordo com Geraldo Freire, o equipamento tem cerca de 60 anos e pode estar entre os relógios mais antigos do Brasil.

Mas as informações não tem precisão por que a placa que continha o registro da data de fabricação e o nome da empresa fabricante foi extraviada ao longo do tempo.

Réplica

Segundo Freire, o equipamento da Coluna da Hora, em Crato, é uma replica do relógio mais famoso do mundo, o Big Ben, instalado em Londres, no ano 1859 e que faz parte do conjunto arquitetônico do Parlamento Britânico. Os dois equipamentos funcionam na mesma modalidade. Mas, no Brasil, na Catedral da cidade de Oeiras, Estado do Piauí, há outra máquina muito semelhante a do Crato. O relógio piauiense foi fabricado na Inglaterra e tem cerca de 188 anos e se configura como um dos mais antigos do País. O mecânico e relojoeiro Geraldo Ramos Freire, trabalha fabricando e restaurando relógios desde a sua juventude. Ele é o fabricante do relógio instalado na Igreja de São Francisco, no mesmo Município.

O equipamento está no Guinness Book, o livro dos recordes, por ser o único do mundo com seis mostradores. Porém, apesar da importância histórica, o relógio encontra se em completo abandono e atualmente não está funcionando.

A fabricação e a doação do relógio a igreja só foi possível através do financiamento pessoal de um cidadão cratense, conhecido como José Professor. Na época o orçamento de todo o material foi pago em três parcelas que ao todo custaram Cr$12 mil cruzeiros, o equivalente a cerca de R$ 35 mil reais, em valores atuais.

MAIS INFORMAÇÕES

Secretaria de Infraestrutura do Crato
Rua 7 de Setembro S/N
Telefone: (88) 3586-8017

YACANÃ NEPOMUCENA
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Aceitação – Por: Emerson Monteiro

… Uma reação igual e em sentido contrário, princípio da Lei de Ação e Reação. Depois que acontecer de pisar na bola, cabe aceitar as consequências. Conciliar as respostas naturais em relação aos atos de seguir em frente, atitude por demais justa consigo mesmo, ser falível no estado atual. Caso diferente, agiria como que treme diante das circunstâncias, o que nada representaria em termos de racionalidade; o errar só para não dar a mão à palmatória.

Baixar a cabeça depois que falhar nas escolhas das ações, ainda que pela ignorância de conhecer o jeito exato de cumprir o papel perante a vida, eis o modo espontâneo de se render às evidências. Levantar a cabeça pode reduzir os prejuízos e abrir um espaço de perdão dentro da gente, isto no sentido de evitar danos à saúde física e abrir mão das vaidades; deixar de lado a suposição antiga de se ser senhor absoluto da razão.

Quantas e tantas vezes o errar humano pisar no território da solidão… Contar apenas com os elementos de quem ousa sonhar demasiado com a perfeição e cai da cama… Se achar acima do bem e do mal, quando Deus impera acima dos seres menores, Sua criação apenas… Nós, os viventes…

Viver a vida sem se punir a todo instante… Quando o sucesso domina a cena, as pessoas vibram de euforia. No entanto, perante as cobranças dos erros, afundam na lama quais juízes impiedosos de si, cruéis parceiros da autovingança. E dói e mata e pune contra as ordens mínimas da compaixão.

Aceitar a condição de relativos nas malhas humanas; admitir a retratação, invés das normas rígidas do combate interno às inferioridades, doutores de leis impiedosas e totalitárias. Persistir vivos para preservar a espécie dos aprendizes, senhores da fé nos dias melhores. Render homenagem ao impossível, em noites e dias sempre adoráveis. Ninguém é o senhor do destino além do Poder superior aos poderes limitados deste mundo. Existe o conceito da religiosidade natural que demonstra ordens eternas que a tudo comanda.

Haverá meios de reagir às trevas, aos tombos, às turras, atabalhoadamente… Haverá, sim; nenhuma dúvida resta. Creio, entretanto, significar apenas desespero e frustração assumir o erro e querer eliminar à força as consequências, modos de desencontrados exércitos perdidos em retiradas infames, que as histórias contam. Que glória há nas perdidas as ilusões? Também as personagens individuais, que andam pelas ruas, equivalem aos exércitos de si próprios, por vezes batendo cabeça em jornadas dolorosas. O fazer nesses instantes pede alternativas de sabedoria. De deixar de lado os valores equivocados e marchar firmes para os verdes campos da satisfação interior, no amar e se amar quais motivos da experiência, esquecendo vícios e abandonos, mágoas e rancores. Sorrir aos instantes menos felizes, que somem e deixam o perfume da solidariedade, resposta indiscutível de viver bem.

Atendendo a pedido do Blog do Crato, DEMUTRAN instalará 4 Semáforos em cruzamento perigoso na cidade


Há cerca de 1 mês fizemos aqui no Blog do Crato um pedido para que o Sr. joatan, Chefe do Demutran, instalasse um semáforo num dos piores lugares de tráfego da cidade, que é naquele cruzamento de várias vias, próximo ao Hotel Tabajara, quando há tráfego vindo da R. Alm. Alexandrino, outro vindo da R. Nelson Alencar, outros vindos das margens do canal do Rio Grangeiro. O local é mesmo caótico e isso é uma reivindicação da população.

No pedido anterior, alertamos sobre a dificuldade de quem trafega da Vilalta pela margem do canal do Rio grangeiro para o centro e chega até a ponte, onde existe um poste que impossibilita qualquer visão de quem vem da R. Alm. Alexandrino.

Queremos parabenizar o Demutran por essa iniciativa. Já é a segunda grande reivindicação que fazemos neste ano em nome da população em que somos atendidos, além de diversas pequenas idéias que foram acolhidas pelo órgão. A primeira reivindicação do Blog do Crato neste ano de 2011, foi a colocação de um grande redutor de velocidade ao final da ladeira da Ce. Luiz teixeira, que dá acesso á ponte do Arco. Foi atendida rapidamente. Agora, após 1 mês, irão ser instalados não apenas 1, mas 4 semáforos. Ouvi boatos de que será no próximo Domingo.

Em conversas que sempre mantenho com o Joatan, uma das frases que sempre faz questão de repetir é: “Estamos abertos à todas as idéias quem venham a contribuir para um melhor trânsito na cidade do Crato”.

Da nossa parte, resumindo em uma só palavra: Parabéns!
Dihelson Mendonça Na foto: Joatan

Acontece em Crato a Primeira Mostra de Cinema Infantil – Estrela Criança

A APDM (Assossiação de Primeiras Damas do Ceará) em parceria com a Casa Harmônica está realizando desde o dia 08 de Novembro e se estenderá ate o dia 16 de Novembro de 2011, o projetoEstrela Criança nas escolas da rede pública Municipal da cidade. O Projeto Estrela Criança tem o compromisso com a melhoria da qualidade de vida e inclui também a garantia ao acesso à educação e cultura, fundamentais para a formação do indivíduo no período da infância.

Filme Uma estrela no Quintal

Adaptada a partir da 10ª Mostra realizada em Florianópolis, para o Ceará o objetivo é levar a possibilidade de cultura através do entretenimento, de forma gratuita, para crianças de até 12 anos de idade. E, mediante o comprometimento por parte de 91 municípios, a mostra percorrerá o interior do estado também de forma gratuita.

Fonte: Casa Harmônica / Evandro

Robôs com movimentos humanos são destaque em feira no Japão


Máquinas que podem ajudar filhos a cuidar de pais idosos e que servem como cão-guia foram algumas das novidades mostradas no evento.

Equipamentos que reproduzem os movimentos humanos em tempo real são o maior destaque da maior feira de robôs do Japão. O correspondente Roberto Kovalick esteve lá. A linha de montagem ainda é feita de monstros mecânicos, que estão evoluindo e ficando mais parecidos com a gente. O robozinho do empacotamento é tão simpático que um operário poderia chamá-lo de colega. Essa é a intenção: tornar fábricas robotizadas mais humanas.

E os dentistas mais eficientes. Na faculdade, eles poderão treinar com um robô que se comporta como um paciente e até reclama se ficar tempo demais com a boca aberta. O cachorro robô foi criado para guiar cegos, e vence obstáculos como degraus.

Um traje permite que o operador controle o robô como se estivesse dentro dele, vendo, ouvindo e até sentindo nos dedos o que ele está tocando. No futuro, o equipamento poderá ser usado em serviços perigosos, como pesquisas com produtos explosivos e tóxicos. Ou até cirurgias, com o paciente no lugar e o médico em outro.

Outro robô foi criado para ajudar os filhos a cuidarem dos pais idosos que moram longe, em outras cidades ou até outros países. A área montada em uma mostra representa a casa de uma senhora na cidade de Fukuoka, no sul do Japão. No ambiente ao lado, o apartamento do filho, em Tóquio.

Ele controla o robô usando a TV e sem sair da cadeira, quase como se estivesse ao lado da mãe. Na TV, aparece o que o robô está enxergando, e um sensor capta os movimentos do filho. O rapaz consegue controlar o braço do robô, que apanha um bicho de pelúcia no chão e guarda direitinho. É a casa arrumada à distância.

G1

Maioria dos eleitores é contra a divisão do Pará, diz Datafolha

Pesquisa do Datafolha divulgada na noite desta sexta-feira (11) revela que 58% dos eleitores do Pará são contra a divisão do Estado em três unidades federativas: Pará, Carajás e Tapajós.

O índice de indecisos, porém, ainda é alto. Ao todo, 8% disseram ainda não saber se são a favor da criação do Estado de Carajás e 10% disseram não saber se concordam com a criação de Tapajós.

De acordo com a pesquisa, encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo, que a divulgou nesta sexta-feira em seu site, e pelas TVs Liberal e Tapajós (afiliadas da Rede Globo no Estado), o índice de rejeição é o mesmo tanto para em relação à criação do Carajás como para a criação de Tapajós (33%).

O plebiscito sobre a divisão do Pará em três Estados será daqui a um mês, em 11 de dezembro. Oficialmente, as campanhas começaram em setembro, mas as propagandas na TV e no rádio tiveram início apenas nesta sexta-feira (11). O levantamento ouviu 880 eleitores paraenses de 7 a 10 de novembro, e a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 46041/2011.

Fonte: R7

Ceará já é o quarto estado do Brasil em número de transplantes


Hoje, a média de transplantes de órgãos no país é de 18 cirurgias por dia. Muitas delas acontecem longe dos grandes hospitais do Sudeste.

Sentir de novo o prazer de viver depois de muito sofrimento: essa é uma alegria que tem acontecido para um número cada vez maior de brasileiros. Hoje, a média de transplantes de órgãos no país é de 18 cirurgias por dia. Muitas delas acontecem longe dos grandes hospitais do Sudeste e das cidades mais ricas do país.

O Hospital Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC), é simples e antigo. Tem apenas seis leitos para transplantes, mas o empenho da equipe faz as coisas acontecerem. Lá, o movimento pela vida não para.

“Aconteceram dois transplantes agora durante a noite. O terceiro vai acontecer nesses próximos minutos”, conta o chefe do Centro de Transplante Hepático José Huygens Garcia.

Doutor Huygens fez um dos transplantes da madrugada e, de manhã, seguiu para supervisionar mais um. O Globo Repórter passou por estudantes de medicina que podem ser o futuro do programa de transplantes do Ceará, que já é o quarto estado do Brasil em número de cirurgias. Encontramos o paciente que, em alguns instantes, vai receber um fígado novo.

Ele diz que a sua esperança é o transplante funcionar e se curar. Ele sofre com a doença há quatro anos.

“Foram 94 transplantes somente em 2011, que é um número muito grande”, contabiliza o doutor Huygens.

”Dá segurança”, diz o paciente.

Para muitos outros, o fim da doença também chega graças aos profissionais de saúde e ao povo cearense. Um transplante que acompanhamos em São Paulo foi possível porque um fígado doado no Ceará não teve receptor compatível no estado.

”Nós nunca desperdiçamos nenhum órgão, porque a fila é muito grande no Brasil. A Secretaria de Saúde, a Central de Transplante disponibiliza o órgão para o Sistema Nacional de Transplantes. São Paulo aceitou receber aquele órgão e uma equipe do Ceará fez a captação do fígado e enviou para São Paulo”, explica o médico.

Assim, mais um paciente foi operado em São Paulo. E, em Fortaleza, testemunhamos outro final feliz. No dia seguinte ao transplante, seu Luís mostrou a alegria de quem ganhou a chance de recomeçar.

Graziela Azevedo São Paulo

Crato paga Décimo Terceiro Salário aos Funcionários

O Prefeito Samuel Araripe comunica aos funcionários do Município do Crato, que até o dia 15 de dezembro estará pagando a segunda parcela do décimo terceiro salário. A primeira parcela foi paga em julho, na semana da ExpoCrato.

Invasão da Rocinha terá 2 mil homens, aparato bélico e horário marcado: 5h

Ocupação à maior favela da zona sul do Rio para instalar UPP está prevista para começar domingo

RIO – Com efetivo de cerca de 2 mil homens, a ocupação da Favela da Rocinha, na zona sul do Rio, deve ter mobilização bélica comparada apenas ao aparato usado na invasão ao Complexo do Alemão. Além da retomada da favela, o policiamento será reforçado em toda a zona sul carioca e áreas turísticas, para evitar atentados ou represálias. O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, confirmou ontem que a invasão será às 5h de amanhã.

Uma das preocupações é com o fluxo de turistas na Estrada das Paineiras, acesso ao Cristo Redentor. Policiais do Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente vão reforçar o patrulhamento a partir da Vista Chinesa, nas proximidades das matas, que serão ocupadas por homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

O espaço aéreo estará fechado e até voos de asa delta que partem da Pedra Bonita estão suspensos. Apenas helicópteros blindados da PM e da Polícia Civil poderão sobrevoar o local. A entrada da polícia na Rocinha seguirá o mesmo padrão das demais ocupações. Homens do Bope posicionados na Estrada das Paineiras vão entrar na favela pela mata. Simultaneamente, outras guarnições do batalhão subirão a Rocinha pela Estrada da Gávea, embarcadas nos carros blindados da Marinha, modelo Lagarta Anfíbio, que possui lançador automático de granada M275 e metralhadora calibre. 50.

Caso não sejam encontrados focos de resistência, homens do Batalhão de Choque subirão a Rocinha por vários acessos. Neste momento, com auxílio de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil, a Polícia Militar iniciará a busca por armas e drogas escondidas pelos traficantes da quadrilha Amigos dos Amigos (ADA).

Voto de confiança. Todos os batalhões da PM na zona sul, especialmente o 23.ºBPM do Leblon, estarão de prontidão. Apontado como mentor da ocupação da Rocinha, o comandante do Estado Maior Operacional da PM, coronel Alberto Pinheiro Neto, pediu “voto de confiança aos moradores” e que a comunidade denuncie esconderijos de armas e drogas. Para evitar abusos, a Defensoria Pública enviará defensores para acompanhar a operação.

Alfredo Junqueira e Pedro Dantas – O Estado de S.Paulo

Professores do Estado encerram oficialmente a greve, mas podem iniciar nova paralisação

Os professores da rede estadual de ensino do Ceará decidiram encerrar a greve que havia sido suspensa em setembro, mas a categoria aprovou indicativo de uma nova greve, que deverá ser confirmada em nova Assembleia, no dia 25 de novembro.

Na próxima segunda-feira [15], o Governo será comunicado oficialmente sobre o início das próximas paralisações. A nova greve é um indicativo de que a categoria recusou a proposta de reajuste salarial de 15% oferecida pelo Governo do Estado no último dia 4. Os professores argumentam que o aumento está aquém do que é reivindicado pelos professores, que estiveram em greve por 63 dias durante os meses de agosto e setembro.

HISTÓRICO – No último dia 7 de outubro, a categoria havia decidido suspender as paralisações por 30 dias. Após assembleia desta tarde de sexta-feira [11], os professores anunciaram que deverão voltar a paralisar as atividades a partir do próximo dia 25.

O aumento de 15% proposto pelo Governo seria implantado em duas parcelas: a primeira, de 7,5%, retroativa a 1º de novembro, já seria recebida neste mês; e a segunda, de outros 7%, valeria a partir de 1º de janeiro. Segundo defende o Governo do Estado, o reajuste seria o maior do País concedido em 2011 a professores estaduais.

“O Povo Online”

Jovem morre em Juazeiro após ser atingido por 5 tiros nas costas

Um jovem de 22 anos foi morto em Juazeiro do Norte vítima de 5 tiros nas costas. Fábio Vieira de Oliveira, conhecido como “Fabinho”, não resistiu aos ferimentos e morreu no local, antes de receber socorro.

De acordo com informações da Companhia de Policiamento do Interior (CPI), dois homens não identificados, um deles aparentando idade avançada, abordaram “Fabinho” pelas costas, disparando os cinco tiros. Um dos projéteis acertou a nuca da vítima. Fábio Vieira de Oliveira era conhecido da polícia e respondia ao artigo 180 do Código Penal, que rege sobre o crime de receptação.

Fonte: Portal verdes Mares


Música de Qualidade - 24h!



300x250advert

VIDEOS EM DESTAQUE

GALERIA DE FOTOS

Previsão do Tempo


EDIÇÕES ANTERIORES

agosto 2014
D S T Q Q S S
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Rede Blogs do Cariri




Clique no Logo acima e visite o site oficial da Rede.

Mural Chapada do Araripe



TV CHAPADA DO ARARIPE



A TV Chapada do Araripe é composta por uma coleção de vídeos, entrevistas e reportagens. Escolha o vídeo que deseja assistir, clicando sobre o título. Veja mais detalhes na página da TV Chapada do Araripe.

HOMENAGEM DA SEMANA


CORREINHA

O Chapada do Araripe presta homenagens a um dos maiores mestres da cultura popular que faleceu em Crato recentemente, Francisco Correia de Lima, o Correinha, artista de várias linguagens atuante no município do Crato. Mestre Correinha nasceu no município de farias Brito no dia 14 de fevereiro de 1940, mas era um amante inveterado do Crato, município ao qual costumava fazer referências em suas canções. Talvez por não ter tido seu nome incluído nas listas anuais de mestres reconhecidos pelo Governo do Estado desde 2004, mestre Correinha tenha sido sepultado em meio a homenagens comoventes de moradores do município, mas, como ressaltaram amigos e familiares, sem o devido destaque por parte do Poder Público. Situação destacada durante a sua missa de corpo presente, enriquecida pelo acordeon de Hugo Linard, com quem Correinha gravou recentemente, 15 canções que agora constituem o último registro de sua obra. Segundo o próprio Hugo Linard, as canções registradas nesse último trabalho de Correinha em estúdio são, na maioria, inéditas. ´Ele gravou também ´Belezas do Crato´, mas as outras não tinham registro´, diz, citando canções como ´Coisas do meu sertão´, ´Exaltação a Barbalha´, ´Crato de Açúcar´ e ´Meu Cariri´ e ´Balanceio´. ´Fazia tempo que a gente tava cutucando ele, dizendo que ele tinha que gravar de novo. Ele fez dois compactos e outros discos, no tempo do vinil, além de vários cordéis´. Hugo Linard chama atenção para aspectos peculiares da trajetória de Correinha. ´Ele mantinha um bar aqui no Crato e ainda trabalhava como agente carcerário. Era tão querido que os presos pediram à família por ocasião do seu velório, para deixar um pouco o corpo dele lá na cadeia, para eles o homenagearem´.
Dalwton Moura

Jornal do Vicelmo

Todos os dias na Rádio Chapada do Araripe - Internet, a partir das 07:00, ouça o Jornal do Cariri com Antonio Vicelmo. O Jornal é retransmitido da Rádio Educadora do Cariri em tempo real. Você pode ouvir o programa através da nossa imensa rede de Blogs e websites. Alguns programas antigos estão disponíveis no nosso website Jornal do Vicelmo.

AUXÍLIO À LISTA

Dicas de Filmes



Por trás de todo o grande homem se esconde um professor, e isso era certamente verdade para Bruce Lee que aclamava como seu mentor um expert em artes marciais chamado Ip Man. Um gênio do Wushu (ou a escola de artes marciais da China), Ip Man cresceu numa China recentemente despedaçada pelo ódio racial, radicalismo nacionalista e pela Guerra. Ele ressurgiu como uma Fênix das Cinzas graças à suas participações em lutas contra vários mestres Wushu e lutadores de kung-fu - finalmente treinando icones de artes marciais como Bruce Lee. Esta cinebiografia do diretor Wilson Yip mostra a história da vida de Ip.

Como Publicar seu Artigo


Agora você pode entrar em contato conosco diretamente. Se vc deseja publicar algum artigo que julgue importante para o Cariri, entre em contato conosco. Todos os artigos aprovados serão devidamente creditados aos autores. Os melhores artigos merecerão destaque, e se continuados, os escritores e cronistas poderão se tornar membros permanentes doportal Chapada do Araripe. Contatos: MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

Quem somos Nós

O Chapada do Araripe é um site sem fins lucrativos, que visa promover a imagem da região do cariri cearense na Internet. Se você deseja publicar algum artigo no portal Chapada do Araripe, entre em Contato conosco.

Direitos Autorais:

DM Studio – Comunicação & Marketing. Algumas partes do Chapada do Araripe estão sob uma “Licença Creative Commons”, e outras, de acordo com seus respectivos autores, com “Todos os Direitos Reservados” –

www.chapadadoararipe.com - 2012

Contatos: Dihelson Mendonça – MSN e E-mail: blogdocrato@hotmail.com

© 2014 Chapada do Araripe - -